História My Sweet Sin - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Sabrina Carpenter
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Celebridades, Drama, Ficção, Justin Bieber, Novela, Romance, Sabrina Carpenter
Exibições 134
Palavras 3.562
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello my sweet's 😄😄❤ ( se importam se eu os chamarem assim agora ?! ) Como vocês estão? Eu espero que bem 😉 .

    Eu não iria postar hoje , mais como hoje é um  dia muito especial eu resolvi postar pra alegria de vocês....

   🎊🎊GENTE CHEGAMOS A 104 FAVORITOS🎉🎉 , juro eu pirei  quando  eu vi esse número  , sério esse foi  o melhor presente que eu recebi . Eu não imaginava que My Sweet Sin chegaria a esse número  de leitores e isso me deixou muito Feliz  😀😄😄 .           

   Paloma e Amanda meus amores , gatas , lindas , gostosas . Eu quero presente hein 😉😉😉😉 . 

   E vocês meus lindos e minhas lindas podem me  presentear com os seus comentários se quiserem  , pois garanto que se fizerem vocês deixaram uma menina de 15 anos muito feliz 😊😊😊  E aos leitores novos sejam muito bem vindos a My Sweet Sin ❤❤💕💓

  Agora sem mais enrolação :

Tenham uma boa leitura 📖📖      

Capítulo 19 - Não vou deixá-la partir !!


Fanfic / Fanfiction My Sweet Sin - Capítulo 19 - Não vou deixá-la partir !!

Elizabeth Conner 

   Deus ! Finalmente , finalmente eu o conheci !! Eu mal podia acreditar que isso estava mesmo acontecendo, eu estava com meu pai depois de anos de perguntas sem respostas, anos de procura e de dúvidas ele estava aqui bem na  minha ou melhor envolvido em meus braços .

  Meu coração palpitava a mil por hora , as minhas lágrimas não paravam de cair . Tamanha era a minha alegria e emoção , não tinha mais esperanças de encontrá-lo apesar de ter pedido a ajuda de Justin pra que isso acontecesse .

  Depois de longos minutos nós nos soltamos e passamos a nos olhar , e só agora eu havia percebido o quão bonito meu pai é ele tem olhos lindos de um verde que nunca vi antes , ele também possuía um belo sorriso nos lábios, realmente é um homem muito bonito , e agora eu tenho a mais absoluta certeza de que mamãe... Jessica foi uma mulher muito boba por ter deixado um homem tão bom e bonito quanto ele! 

  - Quantos anos tem ?- pergunto quebrando o silêncio que havia se instalado ali .

  Ele me olha um tanto surpreso com a minha pergunta , vejo um sorriso maroto brincar em seus lábios :

  - Quantos anos acha que eu tenho? - pergunta e eu dou de ombros antes de respondê-lo com um belo 42 anos , ele abre a boca e põe a mão no peito fingindo dor - Nossa me acha tão velho assim ? Eu tenho 38 anos , e pensando bem falta bem pouco pra eu chegar aos quarenta . 

   Depois dessa pergunta começamos a conversar sobre várias coisas , parecia que já nos conhecíamos a anos , Felipe era um homem muito divertido e muito dedicado , ele me disse que ama a medicina e que é cirurgião e um dos melhores do país, em certa parte da conversa ele me confessou que sente falta da minha mãe e que depois dela ele nunca mais conseguiu se apaixonar por mais ninguém e isso me deixou um pouco triste e feliz ao mesmo tempo , pode parecer egoísmo ou até mesmo infantilidade mas agora que finalmente estamos juntos eu não quero que nenhuma mulher nos atrapalhe . Por enquanto eu quero meu pai só pra mim ! 

  Volto a abraçá-lo envolvendo meus braços em suas costelas e deitando a minha cabeça em seu peito , seu perfume não muito forte mais o aroma é muito bom .

  - O senhor tem um cheiro bom - digo e minhas bochechas ficam vermelhas na hora .

  - Ah esse é o maravilhoso cheiro de hospital - ele diz logo rindo em seguida e eu o acompanho , sua risada era muito fofa e bem engraçada . Engraçada não muito muito engraçada. 

  - Nossa sua risada é muito estranha. 

  - Ah é mesmo ?! Bom saber disso pequena, agora que tal a gente ver qual é a risada mais estranha  .

    Não deu nem tempo de eu pensar , quando dei por mim eu já estava me contorcendo de tanto rir , ele estava me fazendo cosquinha. 

  - Aí pai para , se não eu vou fazer xixi nas calças - digo em meio às risadas , eu chorava de rir e minha barriga já doía por conta das risadas . Ele parou com a minha tortura de risos , me olhou nos olhos e depositou um beijo molhado em minha testa e assim que seus lábios se separam da minha pele ele cola nossas testas , seu alito quente bate em meu rosto eu instintivamente suspiro .

  - Eu prometo não te deixar nunca mais minha pequena ! E é por isso que eu quero te fazer uma pergunta . - ele diz e eu noto um certo intrusismo em sua voz .

   Droga o que será que ele vai me perguntar ? Tomara que não seja nada relacionado a mim e ao Justin , calma será que ele desconfiou de alguma coisa ? Não eu acho que não! 

  - Qual é a pergunta ? - indago curiosa .

  - Eu...Bem eu gostaria de saber se você,  b-bem se você quer ir morar comigo ? Você não precisa responder agora e eu entendo se você achar que eu estou sendo muito precipitado em lhe fazer essa pergunta , mas é que eu esperei tanto tempo pra te ter bem aqui ao meu lado que agora eu quero que você esteja sempre perto de mim minha filha . 

    Nossa! Isso me pegou de surpresa, mais eu gostei da pergunta eu confesso que eu sempre quis morar com os meus pais . Mas eu me apeguei a essa casa e a todos que vivem nela principalmente ao Justin ele foi e ainda é tão bom pra mim em todos os sentidos . Eu não sei se  quero me afastar dele , eu não poderia fazer isso mais por um lado isso seria bom pra nós dois , se eu não morasse mais com ele e fosse viver com o meu pai não teríamos que esconder de ninguém o que somos ! Mais o que nos somos ? O que temos um com o outro ? Ele nunca tocou nesse assunto , nunca me disse qual era a nossa relações.  E eu não podia acreditar que só o que tínhamos e temos é somente sexo . Não podia ser só isso , mais eu e ele não sentimos nada um pelo outro ou sentimos ?  Arhg eu não sei .

   Percebo que ainda não havia lhe dado uma resposta, e ele me olhava confuso e curioso . Merda o que eu digo pra ele ? Eu não quero ir , mais também não  quero decepciona-lo e quer saber ? Eu esperei muito tempo por isso e eu já me  decidi .  

  - Eu ... Eu quero morar com você papai , mais o senhor precisa falar com o Justin primeiro até por que ele tem a minha guarda perante o juiz .

  -  Vou falar com ele agora mesmo . Você poderia chamá-lo pra mim ? 

   Eu assinto com a cabeça e saio do escritório a procura de Justin que ainda estava sentado no sofá assistindo alguma coisa na  TV, chego na ponta dos pés e lhe dou um susto . 

- Puta que pariu ! Que susto Elizabeth. 

              Ele diz e eu não consigo conter o riso .

- Meu pai quer falar com  você Bieber.  E é muito importante.

   Ele bufa, e se levanta do sofá sem me disser nada e sai caminhando para o escritório. 

      ♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧●♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧

  Depois de me despedir do meu pai eu subi para o meu quarto , ele disse que viria me ver amanhã cedo . Ele estava bem animado , e confesso que eu também estava . Já o Justin por outro lado não parecia nada bem , ele nem sequer falou comigo e isso me deixou triste . Não queria que ele reagisse assim .

  Já estava deitada em minha cama e nada do sono chegar , eu estava muito ansiosa pra amanhã e com absoluta certeza não iria conseguir dormir hoje .

  Me levanto da cama , e me arrepio toda ao sentir o piso frio de encontro com meus pés. Caminho rápido até a porta e passo pela , mesma não demora muito e já estou dentro do quarto de Justin, ele dormi tão serenamente que até cogitei a idéia  de  não acordá-lo, mais deixei isso pra lá. 

  Caminhei lentamente até a sua cama e me deitei cuidadosamente ao seu lado , ele se mexe um pouco e por um instante eu achei que ele tivesse acordado , me alinho mais a ele me cubro com o seu cobertor e ponho minha cabeça sobre o seu peito e logo seu perfume maravilhoso invade as minhas narinas . Depósito um beijo em seu peito desnudo, e logo volto a me deitar sobre o mesmo . 

  Eu tentava dormir mais DROGA eu não estava conseguindo e isso já estava me irritando muito , muito mesmo ! 

             E quer saber ?! Que se Dane tudo !!

  Levantei a coberta que estava sobre nós e me sentei no colo dele , colando perfeitamente as nossas intimidades . Comecei a beijar seu pescoço e vi que mesmo dormindo ele se arrepiava quando o tocavam ali, beijava e chupava seu pescoço como nunca antes , passei a mover meus quadris pra frente e  pra trás causando um atrito Delicioso entre nós, meus lábios foram subindo de encontro aos seus os selando com cuidado , passei a me mover mais rápido em seu colo quando senti seu membro já duro por debaixo dos panos . Um gemido involuntariamente escapou de meus lábios. Sai de cima dele e me sentei ao seu lado na cama puxei mais a coberta até ele estar totalmente descoberto , pude perceber o volume protuberante em suas calças que tratei logo de abaixar e fiquei muito feliz quando percebi que ele não usava cueca . 

  Seu membro já se encontrava duro como pedra e seu pré -gozo escorria por sua glande , peguei em seu mastro com cuidado  e comecei  a mover minha mão pra cima e pra baixo em um sobe e desce ritmado , ouvi Justin arfar algumas vezes mais não dei importância  acho que mesmo dormindo as pessoas podem sentir prazer e responder a ele, decidi ir além disso aproximei mais meu rosto de seu membro e passei a língua por sua glande , descendo por toda a sua extensão, as arfadas de Bieber ficam mais fortes , envolvi a cabecinha rosada de seu pênis com meus lábios.   

                                 Justin Bieber 

   Puta merda ! Eu não acredito que isso realmente estava acontecendo , ele estava realmente me fazendo um oral ? Sim ela estava .

   Seus lábios macios envolveram a cabeça do meu pau, onde ela sugou deliciosamente, tive que controlar ao máximo pra não gemer ou me mover . Senti o meu cacete quase inteiro em sua boca , ela chuvapa e sugava com maestría e punhetava o que não cabia em sua boca , o ritmo que sua mão e sua boca faziam era bem sincronizado , me levando ao céu e ao inferno ao mesmo tempo, sua boca subia e descia por minha extensão e sua mão fazia o mesmo movimento , ora ela sugava e ora ela lambia , sua boca deixou o meu pênis e se direcionou as minhas bolas , onde ela deixou uma chupada forte em cada uma delas, sua mão me punhetava rápidamente me deixando bem próximo do meu orgasmo , e não demorou muito e senti as minhas veias se engrossarem e ela também sentiu , ela novamente envolveu os lábios em meu pau e sugou forte a cabeça do mesmo e aquilo foi o meu fim me desmanchei gloriosamente em sua boca . E totalmente contrário o que eu pensei que ela faria ela não cuspiu e mesmo com os olhos fechados eu pude ouvir quando ela engoliu toda a minha porra, senti novamente sua língua em mim só que dessa vez ela limpava qualquer resquício do meu gozo que ali estivesse. 

   Essa menina conseguiu acabar comigo somente com um oral ?! Sim ela conseguiu . Ela se deitou novamente ao meu lado e repousou sua cabeça em meu peito assim que nos cobriu novamente , meu coração batia acelerado no peito e tenho certeza de que ela estava ouvindo,  minha respiração estava falha por conta de tudo o que aconteceu segundos atrás .

   - Se aproveitando de mim , enquanto eu dormia Elizabeth?! Que feio . - digo brincalhão , ela se senta na cama sobre os seus joelhos e me olha com o rosto totalmente vermelho, reprimo o riso e faço uma cara seria .

   - De-desculpe é que eu ... eu estava....

   - Não se desculpe anjo , esse foi o melhor oral que eu já recebi ! - digo a verdade esse realmente foi o melhor oral que eu já recebi nem mesmo Aghata havia me feito um tão bom assim - Onde aprendeu a fazer isso ?

       Ela me olha e percebo a confusão em seu rosto .

  -  Isso o que ? - ela pergunta se aproximando mais de mim . 

  - Chupar um Pau. 

  - Ah .. foi  o calor do momento!!

   Puxei ela pra mim e  selei seus lábios com voracidade, minha língua explorava sua boca de maneira sensual pude sentir o meu sabor agridoce em seus lábios, puxei sua cintura e a pus com um pouco de dificuldade sentada em meu colo , ela movia seus quadris de forma lenta ela já estava começando a me deixar duro de novo , nossas línguas continuavam a brigar por espaço, chupei  com força a sua língua e mordi de leve o seu lábio inferior . Separando nossos lábios  .

    - Qual você prefere : Sexo selvagem  ou Sexo preguiçoso ?   - pergunto e novamente ela ruboriza, adoro quando ela fica assim . Esse jeito tímido dela só me deixa mais excitado ainda ;

     Ela parece pensar um por um tempo , então ela inclina o tronco se aproxima bem do meu ouvido e sussurra de maneira sexy e sedutora : 

   -  Eu prefiro um Sexo bem selvagem !! Quero que me foda bem gostoso Bieber. 

     Ela morde o lóbulo de minha orelha , e raspa suas unhas medianas no meu abdômen.  - Seu desejo é uma ordem .

  Inverti nossas posições, ficando por cima dela distribuo beijos por seu pescoço seguido por chupões que deixaram marcas amanhã , tirei a camiseta do seu pijama de seda e a joguei não sei aonde . Ah adoro os seus seios , eles são tão delicados e bonitos , abocanhei seu seio direito sugando , chupando e mamando fortemente seu seio , lambia seu seio direito enquanto acariciava o esquerdo , os gemidos dela me estimulavam ainda mas.

  - Jus, eu quero ... quero sua boca em outro lugar por favor. - porra , essa não é a minha menina inocente.  Acato ao seu pedido , e desço o short fino de seu pijama juntamente com a sua calcinha que pela pouca luz do local pude ver que era de renda vermelha ,  segui uma trilha de beijos até chegar ao seu baixo ventre , passei a beijar as partes internas de suas coxas e fui subindo gradativamnte até chegar em sua intimidade , sopro a região e Liz choraminga um pouco .

    - Quer que eu te Chupe  querida ?! - pergunto num tom rouco e sexy , levo meu polegar até seu clitóris inchado e começo a estimula-la , movo meu dedo de forma lenta a vendo se mexer a procura de mais contato . - Me responde baby Quer que eu Chupe a sua bucetinha?  

    - Hmm ... S-sim Bieber eu quero que vo....

  Não deixo ela terminar , e caiu de boca em sua bucetinha, doce e quente movo minha língua pra cima e pra baixo , chupo sua intimidade com a mesma força que chupei seu seio , introduzi um dedo nela a fazendo gemer alto em aprovação pus mais um dedo dentro dela e ela urrou de prazer  . Movi meus dedos num vai e vem frenético, brincava com seu clitóris e usava a minha língua pra estimulá-lo ,  mordisquei o seu clitóris e movi meus dedos , senti suas paredes " mastigarem " meus dados e parei com os meus movimentos fazendo-a bufar insatisfeita.  Sorri .

    Me levantei , e ela me encarava confusa , desci minhas calças a tirando por completo . Voltei até ela e a beijei de forma quente e envolvente , brincava com sua língua e ela fazia o mesmo com a minha  separados o beijo por falta de ar , me pus de joelhos na cama e pequei o preservativo debaixo do travesseiro rasguei o pacotinho e vesti o preservativo.  

   - Quando não aguentar mais , peça pra parar e eu paro !

  Posicionei meu pau em sua entrada e a penetrei sem dó, comecei a bombear dentro dela me movia com força e rapidez, seu corpo subia e descia de acordo com as minha investidas me inclinei mais gemendo rouco em seu ouvido , minhas bolas batiam em sua bunda fazendo um som maravilhoso.  Ela arranhava as minhas costas , e eu adorava isso me dava uma sensação ainda maior de prazer. Metia fundo e forte dentro dela enquanto sussurrava coisas sujas em seu ouvido .

    - Anw baby ... você é deliciosa . - digo e ponho sua perna esquerda em cima do meu ombro ajudando mais nas minhas penetracões. 

   - Ah vá mais r-rápido - acelerei meus movimentos , indo mais fundo e mais rápido,  nossos gemidos e sons de nossos corpos eram os únicos sons do lugar , e eu adorava esse som . - AWN JUSTIN ... 

    Senti suas paredes internas me apertarem dando um sinal claro de que ela iria gozar .  Inverti nossas posições a deixando por cima , levei minhas mãos até a sua cintura , ela entendeu o meu recado e levantou seu quadril e caiu com tudo me fazendo urrar de prazer , ela fez novamente  . Ela cavalgava deliciosamente em meu pau , ela comprimiu sua entrada ao meu redor e confesso que isso foi incrível. 

    - Arh Liz ... faz de novo baby - e assim ela fez , mais uma vez ela se comprimiu em mim , passei a mover os meus quadris juntamente com os dela em um ritmo perfeito , minhas veias se engrossaram e suas paredes internas me apertaram, foi preciso  mais duas fortes estocadas e gozamos os dois em conjunto ambos sentimos nossos corpos relaxarem com a sensação de um maravilhoso orgasmo , ela caiu sobre mim com a respiração ofegante , gotas de suor se encontravam  em sua testa , eu acariciava suas costas enquanto regularizava a minha respiração.  - Você está se saindo muito bem nisso, e desse jeito vai ficar muito difícil eu parar !

    Ela apóia o queicho em meu peito e me olha dentro dos meus olhos . 

  - Parar com  o que Justin Drew Bieber ?! - pergunta brincalhona. 

  - Parar de te Fuder - digo e ela arregala os olhos - Sabe? Eu adoro te beijar - dou um rápido beijo em seus lábios - Te morder - mordo de leve seu dedo que contornava a minha boca - Te chupar - dou um chupão em seu pescoço - E não só no pescoço, eu também adoro chupar essa sua bucetinha doce - dou um sorriso malicioso e ela cora violentamente. - Também adoro te comer - levanto meus quadris e ela ronrona baixinho.  - Mais acima de tudo , eu adoro  os seus olhos , o seu sorriso que tanto me encanta , sua timidez ,  sua carinha de anjo , eu também adoro esse seu jeito safado quando estamos só nós dois. E pra resumir eu te adoro .

            Depósito um beijo casto em seus lábios .

    - Eu também te adoro Justin ! 

   
          ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆

    Elizabeth dormia serenamente em meus braços, eu não conseguiria deixá-la partir , essa casa não seria a mesma coisa sem ela , sem a sua alegria , sem seu sorriso , sem seus belos olhos que me encantam e me transmitem uma felicidade que a muito tempo não sentia .

    Agora que tudo estava certo ,  agora que realmente começamos a nós entender ele chega pra tirá-la de mim . A minha doce Elizabeth não pode ir embora , eu quero que ela fique aqui comigo , mais não posso privá-la de viver ao lado de seu pai por que é isso que ele é . Mesmo que contra a minha vontade ele é o pai dela e só pedi aquele maldito exame de DNA pra me dar mais um tempinho com ela , quero fazer desses nossos poucos dias os melhores de nossas vidas .

    - Pois eu Não vou deixá-la partir , sem lhe dar boas lembranças. Apesar de ela já tê-las. 

    Pois agora eu sinto que eu preciso de seu sorriso, eu preciso dela perto de mim me contagiando  com a sua alegria . Eu ... eu acho que eu a Amo?!!   

                          Eu Amo Elizabeth? ! 

    

       


   

 

        Continua .............. 


Notas Finais


☆ Espero que tenham gostado 😊😊 .... ☆

       O que vocês acham , será que o Justin está amando a nossa pequena Elizabeth? Comentem o que acham isso vai me deixar muito feliz 😉😉😉 

Muito obrigada pelos comentários e favoritos  .  GENTE SOMOS 104 FAVORITOS 🎉🎊🎊🎊🎉🎉 Ehh vocês não imaginam o tamanho da minha felicidade ,  eu juro que não esperava chegar num número desses e me agrada bastante saber que mais pessoas estão se interessando com história.  

    ● Então mais uma vez  sejam bem vindos novos leitores 😄😀😀 , espero que aproveitem e gostem bastante da história . ●

   E só pra esclarecer o pai da Liz é interpretado pelo maravilhoso, gatoo e gostosooo do Jensen Ackles ❤❤ .
 
  Beijos 😘😘😚 até o próximo capítulo 📖📖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...