História My Sweet Sin - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Demi Lovato, Fifth Harmony, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Camren, Drama, Incesto, Mistério, Norminah, Revelaçoes, Romance
Visualizações 367
Palavras 926
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá :)

Capítulo 2 - Capitulo 2


Fanfic / Fanfiction My Sweet Sin - Capítulo 2 - Capitulo 2

Karla Cabello P.O.V

Junho de 2001

2:00 da Manhã

Dinah estava dormindo no quarto de hóspedes. Camila dormia de barriga para cima na cama enquanto o bebê dormia de bruços em cima de sua barriga com a cabecinha apoiada em seus seios.

Ela vai ser uma mãe maravilhosa.

Eu peguei o outro com cuidado e o levei para o meu quarto. Me deitei na cama e o coloquei de bruços em cima de mim com a cabecinha apoiada em meu peito. Ele se mexeu um pouco mas não acordou. Não demorou muito, logo senti meus olhos ficarem pesados e deixei o sono me dominar.

[…]

Dinah Jane P.O.V

08:00 da Manhã

Acordei sentindo a claridade batendo em minha vista. Abri meus olhos lentamente mas logo os fechei quando senti minha cabeça doer.

Eu não devia ter bebido tanto.

Ontem eu tive um sonho muito estranho. Sonhei que depois que saímos da boate, paramos em uma praia e as tanajuras 1 e 2 acharam dois bebês.

Me levantei da cama, tomei um banho gelado para tirar a ressaca e fiz minhas higienes matinais. Saí do quarto e fui em direção ao quarto da, tanajura 1, Camila. Abri a porta e arregalei os olhos ao vê Camila dormindo, de bruços na cama, com um bebê.

Espera.

Um bebê !?

[…]

Camila Cabello P.O.V

Acordei sentindo uma leve movimentação sobre mim. Abri os meus olhos rapidamente ao me lembrar dos bebês. Olhei para a porta e me deparei com Dinah parada me olhando com uma cara estranha.

- Não se preocupe, Mila. Eu vou te visitar na prisão - Revirei os olhos.

O bebê começou a chorar e eu o coloquei na cama. Me sentei na cama de forma que minhas costas ficassem apoiada na cabeceira da cama e o peguei. Dinah se aproximou e se sentou na cama.

- Acho que ele está com fome.

Eu estava achando ele meio quentinho. Coloquei uma das minhas mãos na sua cabecinha e arregalei os olhos ao constatar que ele estava com febre.

[…]

- Então, Ally ? Como eles estão ? - Perguntei, assim que vi minha amiga se aproximando.

Eu, Dinah e Karla estávamos no hospital esperando notícias das duas criaturinhas que estavam sendo examinadas.

- Na verdade Mila, são elas. São duas meninas intersexuais. É um caso é um pouco raro pelo fato das duas serem gêmeas e as duas nascerem intersexuais, mas acontece quando uma mulher tem complicações durante a gravidez e nesse caso, as crianças acabaram desenvolvendo o órgão masculino ao invés do feminino. A febre pode ter sido causada pela chuva mas não é nada grave, fora isso são duas meninas muito saudáveis  - Minha amiga, falou com calma.

Intersexual. Eu já tinha estudado sobre esse assunto no colegial, mas nunca cheguei a conhecer uma pessoa intersexual.

- E quando minhas afilhadas podem receber alta, Ally ? - Dinah perguntou e eu a olhei - O que ?! Eu vou ser a madrinha, você querendo ou não.

- Hoje mesmo, mas vocês sabem que vão perguntar o que vocês são das meninas. Mila, você tem certeza disso ? - Ally, perguntou preocupada.

- Tenho sim, Ally. Elas são minhas filhas.

[…]

Junho de 2017 - 16 anos depois

Hoje faz 16 anos desde que eu encontrei aqueles dois bebês dentro daquela cesta de piquenique. 16 anos desde que ganhei os melhores presentes que Deus poderia dar a uma mulher. 16 anos desde  que tomei a melhor decisão da minha vida.

Lauren e Michelle.

Lauren e Michelle Cabello Estrabão.

Minhas filhas.

Todas as minhas amigas me apoiaram muito. Karla no começo ficou com receio mas logo criou uma relação muito especial com as meninas. Eu amo aquelas duas criaturinhas como se fosse minhas filhas biológicas. Dinah e Normani me ameaçaram muito porque queriam ser as madrinhas das meninas, que viraram os chaveirinhos daquelas doidas.

Sofia, que naquela época tinha 7 anos, amou a ideia de ter duas sobrinhas para brincar com ela.

Hoje, aos 35 anos, posso dizer que sou uma mulher realizada. Sou uma empresária bem-sucedida, tenho duas irmãs que amo mais que a minha própria vida e principalmente, sou mãe de duas meninas maravilhosas. Não podia querer mais do que isso.

Lauren e Michelle, assim como eu e Kaki, são gêmeas idênticas. A principal diferença é a cor dos olhos, Lauren tem olhos verdes e Michelle, azuis. Mas fora esse detalhe são bastantes parecidas, até na forma de pensar. Quando pequenas elas adoravam confundir as pessoas.

Mas o que eu acho mais bonito nelas, é a como as duas são unidas. Eu nunca contei que elas não são minhas filhas biológicas, na verdade nunca tive coragem de contar que as encontrei dentro de uma cesta de piquenique em uma praia de Miami depois de ter saído de uma boate.

Por isso, sempre que elas me perguntam sobre o pai delas, eu digo que engravidei de um garoto filhinho de papai, na época do colegial, que não quis assumir a responsabilidade.

[…]

Karla Cabello P.O.V

Uma praia. Uma cesta. Dois bebês.

16 anos.

Como a minha vida mudou em 16 anos.

Lauren e Michelle. Minhas duas sobrinhas. Elas vieram para mudar nossas vidas para melhor. No começo fiquei com um pouco de receio mas rapidamente me apeguei aquelas criaturinhas fofas. Eu amo aquelas meninas como se fossem parte de mim, e tenho certeza que Camila também. Eu amo muito aquelas duas pestinhas.

Hoje, aos 35 anos, sou uma modelo famosa, tenho duas irmãs maravilhosas e sem falar nas minhas sobrinhas, que amo mais que tudo. 


Notas Finais


Então, gostaram ? Odiaram ?
Sexta tem atualização :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...