História My teacher and my dreams. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ian Somerhalder, Nina Dobrev, Paul Wesley
Personagens Ian Somerhalder, Nina Dobrev, Paul Wesley
Tags Nian, Professor, Supernatural, Tvd
Exibições 24
Palavras 747
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Prontinho, cap novo, espero que gostem!

Capítulo 4 - Who is he?


Fanfic / Fanfiction My teacher and my dreams. - Capítulo 4 - Who is he?

- Desculpa, eu atrapalhei algo? - a moça loira disse quase se retirando. 

Pensa Ian, pensa! 

- Não, espera! Dá pra dar uma ajuda? - Disse esperando uma resposta. 


- A Nina acabou caindo e eu tentei segurar ela, mas caí junto, acho que machuquei minhas costas, me ajuda a levantar? - Fingi uma cara de dor. 



Pov's Nina 

Tá, eu não estava entendendo nada. Eu estava quase beijando o meu professor, que merda foi aquela? 


Sophie entrou na sala e o clima estava tenso. 


- Claro, vem. - Sophie estava em pé atrás de Ian e o ajudou a se levantar. 


- Ai, que dor. 

Ele estava atuando. Me segurei para não rir. 

- Obrigada por ter me segurado, professor. Quer que eu te leve até a enfermaria? - Disse entrando na atuação também. 


- Não precisa, senhorita Dobrev. - Sorriu de lado - Consigo ir andando, vocês podem se retirar? 

(...) 

- Já está na metade do recreio, o que ainda estava fazendo na sala de aula? - Sophie disse curiosa enquanto eu pegava a comida no refeitório. 


- Estava de castigo. - Dei de ombros. 


- Mas não parecia quando eu entrei lá. - Um sorriso malicioso se formou em seus lábios. 


- Ele havia machucado as costas, Soph. Que mente poluída! - Ri fraco. 

Olhei em volta do pátio e achei uma mesa vazia, arrastei Soph até lá.

Vocês devem estar se perguntando como eu e ela já estamos nessa intimidade, então, ela tem os mesmos horario de aula que eu, ela estava comigo na sala, a gente ficou conversando antes de eu pegar no sono, me simpatizei bastante com ela! Comi toda a comida, que era um hambúrguer, suco e um mousse de limão, estava uma delícia. 

(...) 

As aulas passaram rápido, e olha que eu nem dormi! Estava saindo do portão da escola quando eu vejo Paul encostado no muro do outro lado da rua. 

- Niniz! - Veio em minha direção e me abraçou. 


- Wesley, o que tá fazendo aqui? - Disse ainda abraçada nele. 


- Não posso ir mais buscar minha amiga no colegio? - Cortou o abraço e ficou me encarando. 


- Hmm, não. - Falei séria. 


- Deixa de ser marrenta, guria! - Disse rindo - Vamos pra casa, Niniz. 

Assenti. Fomos caminhando, o Paul foi me guiando, eu ainda não havia decorado o caminho pra casa. Mas tinha algo me incomodando, parecia que havia alguém atrás de mim. Sabe quando você sente? 
Olhei pra trás e não vi nada. 


- Ei, tá tudo bem? - Paul me olhou apreensivo. 


- Tá... É só que... Deixa. - Sorri e chegamos até a porta de casa. - E aí, quer entrar? 


- Acho melhor não. - sorriu de canto. 


- Por que? 
- Seu pai pode não gostar. 


- Fala sério, Wesley! - Disse rindo. - Só falta ele te adotar. 

Paul começou a rir descontroladamente, acompanhei a sessão de risos, mas logo ele ficou sério, olhando para um ponto fixo atrás de mim. 


- Paul, que foi? - Segui seu olhar que parou em um cara de casaco e capuz andando no meio da rua, ele olhava fixo pra mim. O.k, isso é estranho. 

Pov's Paul 

Bom, poderia ser coisa da minha cabeça, mas aquele cara não me era estranho, ele estava olhando fixamente para a Nina, o.k, pode ser ciúmes, mas mesmo assim. 


Ele passou por nós ainda olhando para Nina, depois nossos olhares cruzaram, aí então lembrei. 

Flashback on 
- Me passa seu número - disse entregando meu Iphone pra Nina que fingiu estar pensando. 


- Hmmmmm, tá. - Pegou o celular da minha mão e abaixou a cabeça salvando seu número de telefone. 


Nina estava digitando seu número, olhei para o lado e vi um cara do outro lado da rua, estava de casaco e capuz. Não deve ser ninguém interessante, só um drogado qualquer. 


Voltei minha atenção pra Nina, me despedi dela e de todos e não vi mais o cara misterioso. 


Flashback off

O.k, a Nina deve estar me olhando estranho pela minha cara pálida. 


Eu não iria dizer pra ela que esse mesmo cara estava aqui na primeira vez que a gente se conheceu. Não queria deixar ela preocupada. 
Mas tem algo estranho e errado nesse cara. 

- Não gosto dele. - revirei os olhos. 


- Meu Deus, Wesley! Tá parecendo um irmão mais velho com ciúmes. - Ela riu. 

Acompanhei sua risada para não deixar ela desconfiar de algo.

 


Notas Finais


Espero muito que tenham gostado, e por favor, quem leu e gostou, dá um favorito e comenta, isso ajuda muito. Beijinhos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...