História My (teacher) Daddy - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Bertolt Hoover, Connie Springer, Eren Jaeger, Erwin Smith, Hange Zoë, Historia Reiss, Jean Kirschtein, Levi Ackerman "Rivaille", Marco Bott, Mikasa Ackerman, Petra Ral, Reiner Braun, Sasha Braus, Ymir
Tags Eren, Ereri, Levi, Riren, Shingeki No Kyojin
Visualizações 564
Palavras 1.672
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


GENTE 61 FAVORITOS, MEU CORAÇÃO TÁ A MIL. VOCÊS SÃO FODAS SERÃO GENTE, MUITO OBRIGADA GENTEEEEE.



Olha quem chegou com um capítulo que olha...eu pessoalmente gostei bastante dele por ter varias revelações e fala. Mas sem spoiler e vamos ao capítulo né gente. Boa leitura.

Capítulo 5 - 0.5


Fanfic / Fanfiction My (teacher) Daddy - Capítulo 5 - 0.5




                

  Fazia exatamente 1 semana que não abria a porta para Levi, eu iria voltar a estudar hoje mas não queria encarar ele

 Me sentia envergonhado e assustado com minha própria atitude, ainda penso naquele momento mas ao mesmo tempo que me sinto feliz logo em seguida me sinto assustado, como eu poderia beijar ele e sair correndo assim?.

Desde aquele dia continuei conversando com aquele homem do site, descobri que ele mora aqui e nos tornamos amigos mas ele ainda insiste que quer ser meu Daddy, eu apenas pedi para ele esperar mais um pouco. Não poderia decidir assim do nada não é mesmo? Ou poderia?.

Estava caminhando pelo corredor da escola quando ouvi alguém me chamar e quando levantei minha cabeça meus amigos me abraçaram com força me deixando sem ar.

- EREN QUE SAUDADE -Sasha gritava no meio do corredor que nem uma doida e Connie apenas ria de sua namorada estranha. Enquanto isso Mikasa e Armin me encaravam de uma força estranha. Marco e Jean também estavam estranhos, como se estivessem algo a falar mas não tinham coragem.

-O que aconteceu nessa semana toda? -Eu poderia não está animado e um pouco nervoso mas ia demostrar isso na frente deles, não queria que ficassem preocupados logo quando voltei para a escola.

-Nada demais, muitas tarefas e muitas tarefas, você está um pouco atrasado - Ouvia Mikasa falando enquanto andávamos até nossa sala e meu coração quase saiu pela minha boca ao ver Levi olhando alguns papéis em cima da mesa, ele estava com sua farda de Polícia o que era bastante estranho mas com certeza ele chegou do seu outro trabalho ou vai para ele.

- Essa semana vai ser bem corrida pessoal, espero que tenham estudado bastante porque vamos ter provas amanhã e o resto do dia, vocês fizeram a tarefa que passei sexta? -metade da sala concordou e eu também, teria que agradecer depois a Armin por me passar as tarefas para que eu não ficasse muito atrasado.

Fomos aos poucos entregar a tarefa e quando Levi chamou meu nome me olhou de longe ajeitando seu óculos e me analisando.

-Olha se não é o pirralho sumido, você está bem? -perguntou enquanto olhava meu caderno- Para uma pessoa que faltou a semana toda, seu dever está melhor que o dos outros.

-Obrigada, ah...e eu estou bem sim.- ne curves um pouco e voltei para a minha cadeira sentindo minhas pernas bambas, por quê eu tinha que ficar tão nervoso perto dele?.

O resto do dia passou voando, as aulas realmente foram rápidas demais e quando menos percebi meus amigos estavam me levando para a praça do lado da escola para tormamos sorvete.

Eu estava animado conversando com eles mas assim que vi Levi e mais um homem loiro sentado em uma mesa na sorveteria meu sorriso sumiu, eles estavam sorrindo um para o outro como se fossem...namorados. Levi não sorria assim para mim, o que ele pensa que está fazendo sorrindo assim para outra pessoa?.

-Ah Oi professor - Armin e meus outros amigos falaram com ele e eu apenas me virei ignorando sua presença e pedi meu sorvete, me sentei em uma mesa com meus amigos e fiquei olhando eles de longe. Pareciam tão próximos que me dava nojo, Levi estava sorrindo tanto e o loiro parecia animado ao ter sua presença. Quando estava tentando não olhar vi pelo reflexo do vidro escuro Levi tirar uma mecha de cabelo do loiro dos seus olhos.

-Eu tenho que ir - peguei minha bolsa e fui andando as pressas para fora daquele lugar, assim que cheguei perto da escola chutei a grama querendo gritar de raiva mas me fiquei quieto ao sentir que alguém estava me olhando. Quando olhei para trás Levi estava apenas alguns passos atrás de mim.

-Quer conversar?

Estávamos dentro do seu carro e eu olhava para a janela totalmente irritado, ouvia sua voz baixa mas ignorava qualquer fala.

-Por que está assim? - falou parando o carro no sinal e eu finalmente respondi.

-

-Não é nada- Eu não queria ser grosso com ele mas minha voz saiu daquele jeito no automático.

-Não parece ser nada - sua mão tocou meu braço e eu fechei meus olhos lembrando quando suas mãos tocarsm minha cintura no dia que o beijei. Me afastei um pouco e voltei a olhar para fora.- Eren, é sobre aquele dia? - ele percebeu que não ia responder e desistiu bufando, mas que merda esta acontecendo comigo?.

Assim que chegamos no nosso prédio tentei abrir a porta mas ela estava trancada.

-Levi, abre a porta por favor - ele desligou o carro e me encarou.

-Não - ia falar alguma coisa mas ele segurou minha mão e me puxou com força fazendo com que meu rosto ficasse a centímetros do seu - Não foi um erro, eu gostei - eu não conseguia me mover ou falar alguma coisa, simplesmente não saía. Ele foi se aproximando mais até que nossas bocas estivessem se esfregando uma na outra, não aguentando mais aquela tortura segurei sua nuca com uma mão e a outra foi até seus cabelos, junto nossos lábios em apenas um selo mas assim que ele movimentou seus lábios contra os meus soltei um suspiro de satisfação quando agarrou minha blusa e me puxou para seu colo, suas mãos entraram na minha blusa e apertaram minha cintura com força fazendo com que aquela região ficasse quente. O beijo era quente mas ao mesmo tempo carinhoso, nossas línguas se esfregavam com força uma na outra me dando arrepios mas assim que nossos pulmões imploraram por ar ele atacou meu pescoço abraçando mais meu corpo me fazendo quase rebolar no seu colo, fechei meus olhos aproveitando sua língua que passava na minha pele com força mas assim que abri os olhos olhei para os lados e empurrei ele com força.

-N-Nao podemos...no-nós somos...a-alu-aluno e professor - sai de seu colo tentando abrir a porta mesmo trancada- Por favor Levi, me deixe sair - sentia minhas mãos tremendo enquanto tentava abrir a porta, assim que ele destrancou sai correndo para dentro do prédio entrando no elevador e fechando as portas antes de ele aparecer, encostei minhas costas no espelho gelado me causando um arrepio, suspirei alto e joguei minha cabeça para trás, de novo não.

Abri a porta de meu apartamento o mais raoido possível e sendo mais rápido ainda ao trancar.

O motivo de tudo isso? Aquele homem, eu não conseguia tirar nossas conversas da minha cabeça, enquanto Levi me beijava no carro comecei a pensar nas mensagens, até mesmo as pervertidas.

Peguei meu notebook e coloquei ele no sofá, me sentei e assim que ligou fui entrando no site clicando na nossa conversa.

@JaeEn -Precisamos nos encontrar.

@AckerChou - Não podemos

@JaeEn- O que houve? Você até pode ser meu Daddy, mas precisamos nos encontrar o mais raoido possível.

@AckerChou -Eu vou sair da cidade por um tempo, não sei quando volto.

@JaeEn - Como assim?

@AckerChou - Eu vou passar um tempo com minha amiga em Nova Iorque, não é muito tempo.

@JaeEn - Quando vai voltar?

@AckerChou - Ainda não sei.

@JaeEn - Quando voltar, promete me contar?

@AckerChou - Prometo, baby.

Assim que li a palavra Baby minhas bochechas esquentaram e sem perceber um sorriso ja estava em meus lábios. Como eu poderia ficar feliz assim?.

Já tinha 2 meses. 2 meses que eu não tinha sinal de Levi, isso estava me deixando muito preocupado, mas não tinha coragem de mandar mensagens ou até mesmo ligar. Depois daquele dia que nos beijamos de novo no seu carro ele simplesmente sumiu, o diretor da minha escola apenas disse que ele passaria um tempo fora, eu sentia saudades das noites em que ele me preparava algo, ou então me chamava para andar um pouco. Sempre com aquela cara seria tão atraente e bonita.

Muita coisa aconteceu nesses 2 meses, estou de férias por 1 mês no meio do ano e eu só ficava em casa, mesmo que meus amigos ou até Mikasa me chamasse para sair, eu recusava inventando que queria estudar e todos me chamavam de chato. Mas na verdade eu só conseguia pensar em duas pessoas. Eu e meu novo Daddy - Ainda não me acostumei em chamar assim por causa do meu inglês horrível- conversamos todos os dias mostrando o quanto queremos nos ver, mas sinto que estou traindo Levi de alguma forma mesmo que não seja nenhuma relação. Apenas professor e aluno.

-Por favor Eren, vamos sair - Jean estava na frente da minha porta com meus outros amigos que imploraram para eu sair com eles mas me negava a sair.

-Não quero - tentei fechar a porta mas Mikasa colocou seu pé e saiu me empurrando.

-Vou separar uma roupa para você. Armin faça ele tomar um banho e vocês ficam aqui na sala fazendo o que sempre fazem: nada. - fui empurrado até meu quarto enquanto tentava lutar contra os braços de Mikasa, que pareciam tijolos de tão duros.

-Eu não quero ir - Armin me empurrou para dentro do banheiro e me trancou, devorei meus olhos quando ouvia sua voz avisar que não ia sair daquele banheiro até tomar um banho. Tirei minha roupa devagar e tomei o banho mais devagar ainda só para irritar eles, sai do banheiro encontrando uma roupa em cima da cama. Me vesti rápido e sai do quarto bagunçando um pouco meu cabelo.

-Nossa Eren, você está bem....- Annie veio na minha direção e tocou meu braço - Gostoso.

Eu estava com uma blusa preta v que deixava muito a mostra, uma jaqueta de couro que havia comprado a muito tempo e uma calça rasgada, tênis preto e cabelo bagunçado.

-Vamos logo, já está tarde - foram me puxando para o elevador e assim que abriu as portas meu coração parou.

Ver aquela pessoa depois de tanto tempo me fez perder o ar, nossos olhos estavam conectados mas em vez de ele falar alguma coisa simplesmente saiu do elevador com algumas malas e entrou em seu apartamento.

-Não sabia que o professor Levi tinha viajado.

- Ne-Nem eu - entramos no elevador e eu olhei para baixo pensando um pouco até sentir meu celular vibrar no meu bolso.

@AckerChou - Estou na cidade.


Notas Finais


Me desculpem se algo estiver errado, ainda não tive tempo de corrigir muitas coisas.


EREN FINALMENTE ESTÁ DESCONFIANDO HEIN. QUEM SERÁ O @AckerChou hein? Vamos apenas esperar pelos tiros e até o próximo pessoas lindas do meu coração.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...