História My unde is a criminal - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Visualizações 1
Palavras 823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - 1 capítulo


1 cap. 
Jenniffer bieber p.o.v 
Acorde as 10:00 com alguém me balançando, era a Maria, Maria era uma senhora que mamãe contratou para cuidar de mim, devido ela ser uma mulher muito ocupada, que vivia trabalhando em uma de suas várias empresas,e nunca ter tempo para mim.
- bom dia Maria oque foi? - 
- desculpe te acordar assim menina, mais não trago boas notícias- disse ela com um semblante triste.
- fala Maria tá me assustando- disse sentando na cama e fazendo um coque mal feito no cabelo.
- e a sua mãe filha, ontem no caminho de casa ela pegou uma tempestade na avenida e colidiu com um caminhão desgovernado, capotando varias vezes sobre uma ribanceira, foi imediatamente encaminhada para um hospital e…- fez uma breve pausa 
- e oque Maria-  perguntei ja sentindo as lagrimas rolarem.
- eu sinto muito, mais ela não resistiu.-
Abri a boca varias vezes tentando falar alguma coisa mais minha voz não saia, eu não entendo eu so tinha minha mãe nessa vida, ela nunca foi presente mais eu a amava muito, mei pai eu não conheci, minha mãe disse que ele a abandonou quando soube  da gravidez, e ela nunca mais ouviu falar dele. 
- Meu Deus Maria por que Deus me deixou sozinha nesse mundo, abandonada a própria sorte? - 
- nunca mais diga isso ouviu?, Você nunca vai estar sozinha, ouviu você tem a mim- disse me abraçando e chorando comigo.
- obrigada Maria, eu gostaria de ficar sozinha um pouco.- pedi ainda chorando muito 
- sim filha claro, bom so vim dizer também,  para se vestir por que o velório sera as 14:00, o Henrique, sócio da empresa se encarregou de cuidar de tudo, ah e outra coisa, seu tio justin Bieber, ligou dizendo que vira para o enterro e quer que suas malas estejam prontas, pois assim que tudo isso acabar ele vai te levar para las Vegas, para morar com ele, pois ele disse que assim foi determinado no testamento de sua mãe, na falta dela sua guarda passaria para ele- explicou Maria
- mais quem e esse Maria? -  eu realmente não conheço nenhum justin.
- você não conhece meu amor, a ultima vez que ele veio, você tinha apenas 6 meses. - 
- agora vou te deixar sozinha , tome um banho vista- se e desça para comer alguma coisa,  jaja sairemos. Disse se retirando do quarto. Coloquei o travesseiro sobre meu rosto e me afundei em lagrimas, precisava, arrumar uma forma de aliviar toda a dor que eu sentia, então fui até o banheiro, peguei a primeira lâmina que vi, e enfiei o mais fundo que pude em meu pulso, depois de algum tempo, fui para debaixo do chuveiro, sentindo aquele sangue escorrer junto com as lágrimas. Tomei um banho demorado, e ao sair vesti uma roupas preta e desci para sala, fui para cozinha encontrando Maria.
- filha fiz um misto quente e  um suco para você, entendo que não esteja com apetite mais tente comer um pouco. - 
- ta bem Maria.- 
Logo deram 14:00 horas, seguimos até o cemitério com nosso motorista particular, chegando lá vários conhecidos na porta, todos me complementaram. Ao entrar la dentro vi o caxão o que me deu uma forte dor no peito, ao saber  que a pessoa que eu mais amava tava ali dentro, do lado do caixão tinha um moço de terno e óculos escuros que eu não conhecia, fui me aproximando lentamente, e ao chegar perto vi ali minha mãezinha, deitada tão pálida, na mesma hora senti uma tontura, me desquelibrando um pouco, fazendo o homem que tava ali me segurar em um toque firme, me levando até o banco que tinha ali, me sentei e ele se agachou na minha frente dizendo:
- olá você deve ser a jenniffer filha da hilary, não e?-
- sim quem e você? - perguntei 
- muito prazer sou justin Bieber, seu tio, infelizmente não podemos ser devidamente apresentados mais temos muito o que conversar-  
- sim claro mais agora não esse tempo que resta quero passar ao lado dela- 
- sim claro meu anjo, e eu vou está do seu lado- respondeu acariciando meu rosto, ele era muito bonito, tinha olhos castanhos, um cabelo loiro, branquinho, boca levemente rodada. Um semblante sério,  corpo musculoso. Bom enfim me levantei e fui ate ela, me abaixou beijei sua testa e sussurei:
- eu te amo por que me abandonastes tão cedo? - depois de um tempo de muito choro de muita dor, eles a enterraram, foi muito doloroso ver aquele caixão descer por aquelas cordas, pois sabia que nunca maia a veria, escultaria sua voz, sentiria seu cheiro, eu sabia que nunca esqueceria aquela dor mais aprenderia a viver com ela, isso que me comportava.
Bom fomos ate nossa casa eu e Maria no nosso carro, e tio justin no carro dele. Chegando em casa ele me perguntou:
-



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...