História My Vampire - GTOP - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang, GD & TOP
Tags Bigbang
Visualizações 72
Palavras 710
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg)
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OiOi. Olha eu aqui.
Bom tava sem criatividade, ai juntou com as férias, e deu nisso.
Essa inspiração veio no meio da aula de Matemática.
Espero que gostem.

Capítulo 3 - Contei Filho da Tuan


Cheguei na empresa as presas, ignorando Taeyang e suas perguntas.

YG: Até que enfim. Depois agradeça Taeyang por ter conseguido enrolar os senhores.

~~ Após o termino da reunião, Jiyong foi para o café da empresa. Pediu um Cappuccino e sentou em uma mesa afastada.

T: Porque me ignorou? Fiz algo errado?

- Claro que não, só não queria chegar mais atrasado e perder tudo.

T: Que bom! Vai, me conte sobre ontem.

- Tenho escolha?

T: Obvio que não querido.

- Bom, depois que te entreguei meu copo, sai correndo procurando o banheiro. Quase apanhei de um gigante, mas isso a gente releva. Na hora que achei, vi minha morte passando diante de mim e um cara matando o outro. Só que, não era um matar normal, era tipo, como explicar?

T: Batendo a cabeça dele na pia?

- Isso é normal. Olha, não de risada, mas o cara tava mordendo o pescoço do outro e TAVA SAINDO UM MAR DE SANGUE.

T: Para de gritar, estranho. – Cobriu o rosto.

- Desculpa, continuando, ele me viu e me ameaçou, falou que se eu contasse o que vi para alguém, ele me mataria. – Olhou para os lado – Depois disso, só lembro de estar em casa tomando ‘café’.

T: Assim, quer dizer que um cara tava mordendo o outro? – Ji assentiu – Cara, o que colocaram na tua bebida? Passa o nome? – Começou a rir.

- Perdi meu tempo falando com você. Poderia ter te deixando ai, envelhecendo de curiosidade, e para de rir.

T: AAHH, desculpa. O que mais ele disse?

- Não lembro. É serio, para.

T: Ai Ji, vou embora depois dessa. Até amanhã.

- Até.

Depois de terminar o café, pagou, e voltou para casa.

Quando chegou, guardou o carro na garagem e entrou. Foi para cozinha, bebeu um pouco d’água e seguiu para o quarto.

- Aquilo foi real? Talvez tenha sido o efeito do álcool mesmo, né?

Andou até a janela, observou a rua. Notou que um carro havia parado em frente a sua casa. Dele saiu Tuan, depois um homem. Ele ajudou Tuan com algumas sacolas que estavam no carro. Ela abriu a porta da casa e os dois entraram.

Jiyong desceu as escadas em passos rápidos, quase caindo.

Chegou na cozinha, onde encontro-os.

- Olá querido. Trouxe umas coisinhas. Como foi na reunião? – O abraçou.

- Bem. Taeyang conseguiu enrolar o pessoal. – Olhou para o moço e depois para Tuan, como se pergunta-se quem era.

- Ah sim, Jiyong, esse é o meu filho, Choi Seung Hyun. Filho, esse é o meu segundo pestinha.

- Olá. – Choi cumprimentou Ji.

‘’Meu eu, que voz é essa?!’’ – Pensou – Oi, a Omma fala muito de você.

Choi olhou para Jiyong de uma maneira intimidadora, assim que Tuan percebeu, mudou de assunto.

- Eu sei que hoje é minha folga, mas, não resisto. Tenho que vim aqui.

- Omma, sei que sou irresistível. Só que a senhora passa cinco dias pra lá e pra cá nessa casa, aproveite a folga longe dela.

Tuan sorriu.

- Mãe, vamos? – A paciência e o ciúmes de Choi já haviam ido dar uma passeada.

- Okay Okay. Bye querido, até segunda. – Depositou um beijinho na testa de Jiyong puxou Choi para fora.

- Até algum dia Choi. – Ele simplesmente balançou a cabeça.

Ji fechou a porta e voltou para o quarto.

‘’Já vi ele em algum lugar, mas onde?’’ – ‘’Ele é tão frio, e bonito’’.

Se passou algumas horas, Ji foi tomar banho e comer algo.

~~ No momento se encontrava na cama, dando view para alguns MV’s (minha vida).

Seu celular apitou, avisando uma nova mensagem.

‘’Olá Sr. Kwon. Aqui é a Ha Ji-won. Vim avisar o senhor que sua agenda de shows começam amanhã.’’

‘’- Qual o primeiro lugar e qual a hora?’’

‘’Pusan, esteja aqui as 9:00’’

‘’- Ok, obrigado’’.

# Dia Seguinte #

Camarim

T: Como anda você e seu crush?

- Cala a boca. Pelo menos eu tenho um, e você?

T: Nossa, calma. E só pra você saber, eu tenho um tá?

- Deixa eu ver, começa com Seun, e termina com Gri?

T: Como...? Ele mesmo.

Staff – Vocês entram em 3 minutos. Estão Prontos?

T/J – Sim.

Todos – Boa sorte. Fighting!!

(Eles irão apresentar ‘’Good Boy’’)


Notas Finais


Eai?
Até daqui 84 anos, Beijinhos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...