História My Vampire - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~camrenEshoot

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Lauren Jauregui
Exibições 278
Palavras 775
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Cap 1


Lauren P.O.V

Depois disso eu e Lucy fomos pro pátio e o resto do "bando" estavam sentadas ja e nós duas nos sentamos também.

- e ai como foi? - Taylor

- uma merda, um garoto falou besteira pra professora e por causa dele temos que fazer um trabalho da página 151 até a 163 - Lucy

- ah Dinah me desculpe mas não vai dar pra caçarmos - 

- por que não? Você e Lucy fazem o trabalho depois - Dinah

- Não vamos fazer juntas -

- como não? Sempre fazem juntas - Dinah

- mas a professora não pôs a gente juntas -  

- okay,se não vamos caçar eu caço outra coisa - Dinah fala olhando pra uma das garotas que estava com Camila 

- Tudo bem, mas lembre-se, sem mordidas - 

- eu nunca machucaria aquela Deusa - Dinah
 
- eu sei, mas nós às vezes não temos controle e fazemos o que não queríamos, então cuidado - 

- tá Lauren, mas diz aí com quem você vai fazer o trabalho? - Dinah

- com Camila - Lucy

- a cubana? - Dinah

- é - 

- aquela garota é um pedaço de mau caminho - Avril fala

- engraçado, quando você abre a boca só sabe falar merda - 

- Já está com ciúmes? - Vero

- ahh tchau - ia sair correndo mas lembro que estou no colégio, se eu começo a correr eu corro mais do que posso e eu tenho que fingir que sou um humano que tem uma vida chata, então apenas saio andando.

.....

Quando acaba a última aula eu me afasto um pouco do colégio e verifico se tem alguém, sem ninguém por perto, ótimo e uso minha super velocidade, rapidamente cheguei em casa, pego uma mochila e ponho rapidamente tudo o que eu preciso dentro dela, vejo um vulto no meu lado e vejo que é Dinah.

- por que não veio de carro? - 

- ia fazer a mesma pergunta pra você, as meninas estão vindo de carro, daqui a pouco elas chegam - Dinah

- tá, eu vou pra casa de Camila - 

- e por que você está pondo tudo na mochila? - Dinah

- porque eu tenho um tempo ainda, então antes eu vou me alimentar porque estou precisando -

- posso ir com você? - Dinah

- Pode, mas são animais - 

- okay Branquela - Dinah

- e eu só vou matar o suficiente pra me manter - 

- entendi chefinha - Dinah

- não sou chefe de ninguém, eu só cuido de vocês, eu sei que às vezes sou chata demais - 

- só às vezes? - Dinah

- meus pais me deram essa responsabilidade e eu jurei cuidar de cada uma - 

- eu sei, vamos? - Dinah

.......

- Dinah eu ja vou indo - falo quando estávamos no meio da floresta

- Assim? - Dinah pergunta apontando pra mim

- não - falo e me troco

- que rápida - Dinah fala debochando - faltou o perfume - ela fala e eu passo - arrumou o cabelo? - rapidamente arrumo meu cabelo 

- pronto? Estou a sua altura? - pergunto brincando

- ninguém nunca estará a minha altura Jauregay, mas você está ótima - Dinah

- que bom, eu vou indo - 

- espere, olha pra mim - Dinah fala e eu me viro e olho pra ela

- Que foi? - Dinah estava olhando fixamente pra algo no meu rosto - nada rsrs bom trabalho - 

- você é um pouco estranha Dinah - falo e do nada sumo, chego na casa de Camila em 1 minuto e 34 segundos, eu sabia onde ela morava, ja segui ela varias vezes depois do colégio, mas óbvio que ela não sabia disso, então eu pego o papel que ela me deu com seu número e ligo pra ela, era estranho, eu não ficava nervosa tão facilmente mas Camila conseguia isso em segundos.

Ligação On

- quem é? - Camila

- S-Sou e-eu Lauren -

- ah oi Lauren - Camila

- oi, p-podemos fazer o trabalho agora? - 

- Claro, acabei de chegar em casa, quer vir pra cá agora? - Camila 

- p-pode ser -

- é na direção do colégio mas em vez de parar no colégio continua reto mais 4 ruas, vira à esquerda na quarta e a minha casa é a terceira, do lado direito, numero 305 - Camila 

- okay entendi, em dois minutos estou aí - 

Ligação Off

Espero um tempinho e bato em sua porta, rapidamente Camila abre.

- Oi Lauren - Camila fala pra mim sorrindo

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...