História My Vampire - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Miley Cyrus
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Miley Cyrus, Personagens Originais
Tags Justin Bieber, Miley Cyrus, Vampiros, Violet Reynolds
Exibições 147
Palavras 1.121
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe a demora e sim eu iria demorar mais por conta de tudo que está acontecendo aqui pertinho em Chapecó! :/
Eu to mal por eles, mas vida que segue! Boa leitura.

Capítulo 10 - Decision


Fanfic / Fanfiction My Vampire - Capítulo 10 - Decision

           Violet Reynolds

- Belinda? -

Virei para a porta com um sorriso fraco.

- Não é a Belinda, senhora Bieber. Sou Violet, prazer. - 

Estendi minha mão, mas, Senhora Pattie me puxou para um abraço.

- Desculpe, Violet. - Assenti - Quer entrar? -

Balancei a cabeça negativamente mas ela me guiou até a sala que era muito, MUITO luxuosa.

- Obrigada. - Disse assim que sentei-me.

Uma senhora idosa trouxe dois chás para nós.

- E então o que te traz aqui? - Perguntou cruzando as pernas.

- Eu vim saber de Justin. - Disse baixo sentindo minhas bochechas corarem - Todo mundo está dizendo que ele sumiu... - 

Todo mundo? Nossa, como minto mal. Eu nem tenho amigos.

- Certo. - Pattie deixou a frase no ar - Violet, querida, eu sei que é difícil, mas por favor, fique longe de nossa família. - Assenti e me levantei.

- Olha eu não sei o que vocês têm contra mim, mas seja lá o que for... Eu não fiz nada. - Virei-me e sai da casa de Pattie.

Que coisa! A família Bieber é toda assim?

...

Entrei em casa batendo a porta.

- O que você está fazendo? - Perguntou irritado papai.

- O que foi? Não se pode ficar nervosa? - Respondi sem encará-lo.

- Pode. Mas não quebre a casa, ou melhor, a porta. - Alertou-me.

Ignorei-o e segui para meu quarto.

- Mamãe? - Perguntei assim que a vi deitada em minha cama.

- Oi filha, deite aqui, vem. - Assenti e disse:

- Só vou tomar um banho e trocar-me. - Mamãe sorriu.

...

- Pronto. - Exclamei me deitando entre ela.

- Precisamos conversar, você não acha? - Perguntou ela esquisita.

- Certo... - Respondi com medo da resposta.

- A senhora Bieber se deu o trabalho de ligar para cá e dizer que você anda os encomodando... Me explique a real história, sei que você não faria isso sem um bom motivo. - Ri.

- Eles não gostam de mim, apenas isso. - Disse simples - Não se preocupe, não vai se repetir. -

Mamãe começou a afagar meus cabelos e logo dormi.

...

- Eles não podem fazer isso com todos! - Gritei para Austin.

Austin estava ali...

- Eles quem? - A voz de Justin surgiu.

Meu corpo enrijeceu, ele. Ele não pode fazer isso.

- Você não pode fazer isso! - Gritei para Justin.

Austin apenas me observava, era estranho porque, ao mesmo tempo que era ele também não era...

- Eu pedi para você ficar longe de mim, você obedeceu? - 

Balancei a cabeça negativamente.

- Então me diga, por que eu não posso fazer isso? - Ele abriu um sorriso sínico - Eu sou o Deus aqui! -

Sua risada ecôou pela floresta á fora, era gostoso de ouvir-se mas ainda assim aterrorizante.

- Deus? - Arquei o cenho e encarei Austin.

- Isso. Vocês veneram alguém invisível, eu pelo menos estou aqui. -

Ri forçado.

- Não é por estar presente aos olhos e sim por estar presente na fé. - Bufei.

- Tanto faz, dá no mesmo. - 

Respondeu se afastando.

- Você não pode fazer isso! - 

Sussurrei antes que ele fosse totalmente embora.

- Eu posso e vou. -

Sussurrou de volta e se foi por completo.

Olhei para Austin novamente, ele me fitava sem dizer alguma palavra...

- Eu sou igual a Justin agora. - 

Disse baixo.

- O quê? -

Perguntei afoita. Aquilo não fazia sentido nenhum.

- Eu sou um monstro. - 

Exclamou e se foi também.

Abri meus olhos lentamente. Apesar de eu estar nervosa consegui manter a calma e levantar descentemente da cama.

Minha mãe não estava mais ali.

...

Quando já estava pronta desci a escada e me apoiei na mesa da cozinha.

Observei mamãe ocupada com o café.

- Bom dia, filha! - Disse ela quando virou-se para mim.

- Oi. - Falei pegando um iogurte na geladeira.

- Filha... - Chamou mamãe.

Olhei para ela que continuou:

- Você anda dormindo bem ultimamente? -

Respondi normalmente:

- Haham. - Arquei o cenho perguntando - Por quê? -

- É que você se balançava durante a noite, falava algumas coisas estranhas e suspirava alto. Bem alto. - Ri.

- Ah, apenas sonhos. -

Mamãe me avaliou e disse:

- Estava mais para pesadelo. -

Assenti.

O que eu diria? Que ando sonhando com coisas sobrenaturais e nada que faz sentido? Mas é claro que não!

Além disso, não há nada demais em sonhar esse tipo de coisa, é apenas minha imaginação aflorando.

...

Sentei na mesa do refeitório, eu não gostava de me sentar ali, mas era a opção.

Agora eu não tinha mais um grupo de amigos ou coisa parecida.

Rejeitei meu lanche e fiquei apenas o encarando.

- Oi. - Aquela voz...

Levantei o olhar e ele estava sentado á minha frente, me olhando.

- Oi... - Falei deixando a frase no ar.

- Você me procurou ontem... - Assenti - E então? O que queria? -

Perguntou Justin com um sorriso desafiador nos lábios.

- Só... - Me interrompi.

O que eu estava fazendo? Eles pediram para eu não me aproximar e aqui estava eu, conversando com o senhor " Fique longe de mim ".

O sinal tocou.

Levantei da mesa e sai andando rápido para a sala, eu não queria responder Justin.

Eu não queria que aquela famosa atração me dominasse novamente.

...

Andava calmamente pela escola quando escutei sua voz novamente.

- Você não respondeu minha pergunta. -

Sorri ao vê-lo tão bonito.

Seu cabelo estava impecável, sua pele um pouco pálida, ele usava seu típico óculos escuro.

- E nem irei. - Respondi passando por ele que segurou meu braço.

- Vai sim. -

Balancei a cabeça negativamente e soltei-me dele.

- Você disse para eu me afastar e agora está aqui. - Disse abaixando a cabeça.

- E você esteve ontem. - Riu.

Engraçadinho ele, não?

- Responda-me e te deixarei ir. - Ele parou a minha frente.

Quem disse que quero ir? Ri com pensamento e Justin arcou o cenho.

- Olha, Justin. - Comecei a falar baixo - Eu apenas passei por sua casa para perguntar se estava tudo bem, nada demais. Você estava faltando na escola e eu quis saber o porquê. -

- Ok. - Disse apenas e se afastou.

Tudo isso, todo esse drama para se resumir em um ok? Fala sério!

         Justin Bieber POV

- Olha, Justin... - Meu nome soava tão bem em sua voz - Eu apenas passei por sua casa para perguntar se estava tudo bem, nada demais. Você estava faltando na escola e eu quis saber o porquê. - Explicou tudo sem me encarar.

Eu queria ver aqueles olhos azuis me encarando, eu queria vê-los dilatando por minha causa...

- Ok. - Respondi apenas.

Se eu ficasse mais um segundo ali perderia o controle. Droga.

Caminhei até o estacionamento, subi em minha moto e antes de dar partida olhei para a saída da escola.

Lá estava ela, deslumbrante.

Uma beleza diferente e ao mesmo tempo igual.

Quase... Perfeita.

Seus cabelos ao vento e sua expressão aparentemente perdida demonstravam como ela precisava de algo.

Mesmo tendo tudo, faltava algo para ela, eu bem sabia. Eu via.

Violet precisava de algo diferente, Violet precisava viver de verdade.

Eu poderia proporcionar isso á ela.

             ...Continua...


Notas Finais


É isso, logo posto mais. ❤ #MeRecuperandoAqui #ForçaChape #PrayForChapecoense
Amo todos, até mais! Comentem, por favor.
(Desculpe se ficou pequeno, me entenda!)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...