História My Victim... My Pleasure - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Chrollo Lucilfer, Gon Freecss, Hisoka, Illumi Zoldyck, Killua Zoldyck, Machi, Personagens Originais
Tags Hisoka, Hunter X Hunter, Illumi, Killua
Exibições 38
Palavras 620
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu não sei se isso vai dar certo... apesar de eu ter experiência com hentai ( ͡° ͜ʖ ͡°)
JÁ FALEI COMO EU AMO O HISOKA??
Então, meu crush. Não divido (depende de quem é vc)
Vou me casar com o Hisoka.
Espero que gostem.

Fiquem com o prólogo!

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction My Victim... My Pleasure - Capítulo 1 - Prólogo

Saiu da arena inabalável. Não se importava com o anúncio de sua vitória ou com a euforia de todos que assistiram à luta, que ao invés de uma revanche tornou-se o fim de Kastro.

O sangue pingando de seu ferimento marcava seu caminho, era sua própria assinatura macabra.

Os gritos foram se perdendo conforme adentrava o corredor, tudo que queria naquele momento era estudar um pouco mais sua pequena vítima. Mas ao ver Machi sentiu que não teria tal prazer naquela noite.

– Bom trabalho. – falou a garota de cabelos rosados. Sorriu levemente, sempre soube qual seria o resultado da luta.

A garota o olhou de cima a baixo, focando no braço amputado que ele casualmente carregava.

– Vamos, me deixe ver esse machucado.

 

 

– Nunca tive certeza absoluta, mas nesta partida pude confirmar. – esperou ela completar a frase – Você é um idiota, não é?

– É possível. – respondeu sorrindo.

– Por que se arriscar tanto? Era só para se mostrar ou algo assim?

– Quem sabe? – deu de ombros.

– Bom, não reclamo já que sou paga.

Machi estancou o sangue e então começou o procedimento. O Ponto de Costura Nen.

Trabalhou rapidamente como sempre, enquanto Hisoka parecia se deliciar com a visão de tudo aquilo.

– Sabe, fico sempre hipnotizado pela sua técnica ♣

– Feito, está junto. Em geral, tudo cem por cento conectado. – Hisoka testou seu braço com um adorável sorriso no rosto.

– Trabalho excelente. Talvez eu me machuque mais vezes, só para assistir você fazendo sua mágica ♠

O ambiente pareceu ficar mais pesado, ameaçador. “Ora, ora… Você por aqui?” pensou.

– Pode parar. Vou querer vinte milhões pelo esquerdo, cinquenta pelo direito. – disse Machi, pegando suas coisas.

– Vou enviar para sua conta. – respondeu.

– É isso, vou embora.

– Já? – perguntou, um pouco decepcionado.

– Terminei meu trabalho, não tenho mais nada para fazer. Ah, é mesmo. O chefe quer todos em Yorknew, não só os que acharem conveniente. Se pular essa, é capaz do chefe te caçar ele próprio.

– Uh, que amedrontador. – a voz pingando ironia – Então, que tal jantar comigo? ♦

Olhou para a porta e viu que ela já tinha saído.

– Huh? Que pena…

Novamente sentiu aquela presença ameaçadora e sorriu.

– Himitsu… Há quanto tempo está ai? – se levantou da poltrona e caminhou até a parte não-iluminada da sala.

A figura estava sentada ali, encoberta pelas sombras.

– O suficiente… – respondeu com desgosto – Quem é ela?

– Isso seria ciúme? ♥ – acendeu o abajur iluminando o lugar apenas para ver a garota o encarando com raiva. Se agachou para poder olhá-la face a face. Ele se inclinou e a beijou, esperando a mesma retribuir.

– … Não… – respondeu tardiamente. E logo a mesma retribuiu o beijo, o jogando para trás.

Apesar de não ser sua desejada vítima, a garota era igualmente capaz de deixá-lo “animado”.

Já não estava mais tão desapontado por não poder analisar mais sua vítima, pelo visto teria outros afazeres naquela noite.

Hisoka tentava se levantar lascivamente, mas a garota o forçava para baixo. Era aquela a hora.

Sua noite seria realmente animada.

Sentiu a garota diminuir a força e aproveitou a chance para se pôr como dominante, mas antes que pudesse a garota se levantou com graciosidade e o deixou no chão.

– Que maldade. Vai mesmo me deixar assim? – perguntou apontando para baixo – Você realmente me deixa ligado… ♣

– Peça ajuda para Machi. – imitou a voz da garota de cabelos rosa enquanto ia até a porta – Ou então… peça ao seu querido Gon.

A garota saiu do quarto fechando a porta com força.

Talvez ele não fosse ter uma noite divertida, afinal. Se deitou para trás frustado. Uma oportunidade tão boa perdida…

Teria que se virar sozinho. Ou então ir atrás dela.

Às vezes se esquecia que ela mesma… era uma vítima marcada…


Notas Finais


Eu espero que não tenha ficado uma merda... que nem eu...

Analisando minha galeria do Hisoka para poder escrever mais
Hisoka devia ser canonizado como deus. É perfeição demais para um personagem só...



... É, eu sou fanboy


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...