História My virtual Daddy || Jikook - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Babyboy, Bts, Daddykink, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Vhope, Yaoi
Exibições 151
Palavras 1.717
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello
Não tenho mt o que falar
agradeço pelos favs, MT MESMO
Acho que é isso
leiam as notas finais
Boa leitura.

Capítulo 6 - Lanchonete


Por que raios esse sonho tinha o sobrenome do meu Daddy envolvido? Pera, qualquer um pode se chamar Jeon... Jeon J... Aish, não sei o segundo nome.
Cérebro você esta me deixando louco.

A foda-se, vou me arrumar pra escola e tentar lembrar disso depois, até porque já estou atrasado.

(...)

A escola foi normal, Tae não falou comigo de novo no intervalo, porque não parava de se agarrar com hoseok, e Yoongi ficou me seguindo pra todo lugar que eu ia, ELE ATÉ QUERIA ENTRAR NA CABINE DO BANHEIRO COMIGO!! É muita ousadia dele, alem do fato de que ele insistia sobre o passeio no sábado, e não tira a cara do seu celular, ELE ATE PEDIU PRA TIRAR UMA FOTO MINHA!

Eu odeio sair nos sábados, sábados são os dias de eu assistir meus bromances e ser feliz.

Ta, confesso que eu achei fofo da parte dele querer sair comigo. Mas eu quero assistir meus bromances, e falar com meu Daddy.

Minha vida ta uma confusão, não que eu reclame dela, é só que ta tudo tão estranho.

Eu to a mais de uma hora olhando pro teto esperando uma mensagem do meu Daddy, e nada, será que aconteceu algo?

Senti o celular vibrar e um sorriso logo se abriu no meu rosto

Uma mensagem de "Açúcar"

Mas que merda.

[17:10] P.M

[Açúcar]: Descobri que você não gosta de sair nos sábados então ta afim de sair comigo hoje?

[17:10] P.M

[Eu]: Pra onde?

[17:11] P.M

[Açúcar]: Eu conheço uma lanchonete no centro que é muito boa, inauguraram a pouco tempo.

[17:12] P.M

[Eu]: É que eu ainda não recebi minha mesada...

[17:12] P.M

[Açúcar]: Eu pago, vai por favor!!

[17:13] P.M

[Eu]: Aish, ok.

[17:14] P.M

[Açúcar]: EBA!! Só não conte pra ninguém.

[17:14] P.M

[Eu]: Por que?

[17:14] P.M

[Açúcar]: É que podem pensar merda e tal...

[17:15] P.M

[Eu]: Ué, ok então.

[17:15] P.M

[Açúcar]: Estarei ai as 17:35, até já.

[17:15] P.M

[Eu]: Até.

Açúcar ficou Off*

Segui em direção ao guarda roupa para procurar algo adequado para vestir, até porque eu não iria de pijama do pikachu.

Como hoje eu não estou com muito animo, peguei uma camiseta lisa preta, uma calça da mesma cor com rasgos nos joelhos, meu All Star surrado preto e acrescentei meu visual colocando uns anéis e pulseiras.

Peguei meu celular e minha carteira que só continha meu RG e algumas moedas, uma mascara, para prevenir algum tipo de gripe e desci até a sala para espera-lo.

Senti meu celular vibrar novamente e vi o nome Daddy na tela.

Chamada on*

-Oi baby, hoje eu to afim de ouvir sua voz sexy. -Senti uma voz grossa no meu ouvido.

-É, pena que não posso saber como é a sua. -Choraminguei

-Desculpe baby, tudo ao seu tempo.

-Ok -Suspirei

-Então, o que vai fazer agora? -Perguntou

-Err... V-vou ir ao... Ao mercado, é mercado!

-Hmm, entendi, então não irei te atrapalhar. Ah... E eu estou enviando outra roupa que comprei só pra você. Ela chegara amanhã.

-Ok Daddy. -Sorri -Até mais.

-Até Baby.

Chamada Off*

Ouvi a campainha tocar ja supondo que fosse o Yoongi.

-Oie -Disse abrindo a porta.

-Então, vamos? -Perguntou

Assenti com a cabeça e entramos no seu carro, seguindo em direção ao centro da cidade.
Por incrível que pareça ele tem um carro, não parece ser muito caro, mas é bem bonito.

(...)

*Taehyung POV*

Estava eu em casa com Hoseok, conversando sobre coisas aleatórias quando escuto meu celular tocar, vendo o nome JK Cuzão na tela

-Só um minuto, ja volto.- falei para  Hoseok e ele assentiu.

Fui para a cozinha e atendi aquela merda.

Chamada On*

-O que você quer?

...

-Idai que o Jimin saiu?

...

-Pessoas mentem. Se ele mentiu é porque tem um motivo.

-Aish, eu vou. Mas deixando claro que só vou fazer isso porquê o Jimin é como um irmão pra mim.

...

Tá, Tchau.

Chamada Off*

- Hobi... - o chamei.

-Hum? -Se virou pra mim.

-Eu vou precisar sair. -Choraminguei.

-Tudo bem - Se levantou me dando um selinho. - Vou indo, até mais.

-Até. - O acompanhei até a porta me despedindo dele.

Depois de me despedir, peguei minhas chaves e subi em minha moto, logo ligando o GPS à procura do Jimin.

No celular dele a um chip que faz com que eu o encontre aonde ele estiver. E não me pergunte porque ele tem esse chip.

Vi que o mesmo estava no centro da cidade então acelerei.
Estacionei em frente a uma cafeteria, logo pude ver pelas vidraças do estabelecimento, Jimin junto com Yoongi.

Nunca confiei nesse cara...

Peguei meu celular discando o numero do outro filho da puta.

Ligação On*

-Jimin ta com o Yoongi.

...

-Aparentemente estão conversando.

...

Você não sabe mesmo arrumar bons empregados, deveria fazer as coisas sozinho.

...

Tá, não me ligue mais.

Chamada Off*

Desliguei, e vi Yoongi levantando do seu lugar e indo até o banheiro para atender o seu celular.

Aproveitei e entrei no local sentando rapidamente no lugar de Yoongi.

-Ué, Tae? Mas que raios você esta fazendo aqui? -Perguntou franzino o cenho.

- Não importa, só siga o imbecil do Yoongi e escute a conversa dele no telefone. - Falei de forma rápida - Toma, pegue isso. - Lhe entreguei uma escuta. - Com isso você conseguira ouvir a outra pessoa na linha, agora vai, depois eu te explico tudo.

-O QUE ESTA ACONTECENDO? -Gritou

- Fale baixo e ande logo seu idiota. - Falei saindo do local.

Tsc...Tomara que ele me escute.

*Yoongi POV*

Chamada On.*

-O que você quer? -Perguntei irritado.

-Por que você marcou um encontro com o Jimin? Não te pedi para fazer isso.

-Porque eu quis.

-Sou eu quem digo o que você deve ou não fazer. Como você acha que conseguiu aquele dinheiro para comprar aquele carro? Fui eu quem te deu então é melhor me obedecer.

-E se eu não quiser? Eu achei o Jimin bem bonitinho, ele não é de se jogar fora.

-Jimin é meu! Não toque um dedo nele.

-O que você vai fazer? Vai mandar um de seus capangas ai de Seul pra me pegar? Ha ha ha, aprenda a fazer o serviço sozinho e pare de fugir das pessoas.

-Ora seu...

-O que? só falei verdades, você foge de tudo, o que você fez nove anos atrás? Ahhhh... Você fugiu.

-Vá se foder, você esta demitido seu palerma, e trate de se afastar do Jimin.

-Não irei me afastar dele! Jimin não merece ficar ao lado de pessoas covardes como você

-Filho da P-

Desliguei o telefone na cara dele e sorri vitorioso. 

Jimin é perfeito de mais pra disperdiçar com esse cara. Ele tem que estar comigo, ele sera meu, custe o que custar.

*Jimin POV*

Eu não entendi bulhufas do porque Tae ter me dado aquela escuta, mas uma vez na vida vou fazer o que ele me pediu.
Coloquei o negocio no ouvido e fui discretamente ao banheiro, abri a porta cuidadosamente vendo Yoongi de costa com o celular perto da orelha.

-Jimin é meu! Não toque um dedo nele. -Ouvi o cara do outro lado da linha dizer.

-O que você vai fazer? Vai mandar um de seus capangas ai de Seul pra me pegar? Ha ha ha, aprenda a fazer o serviço sozinho e pare de fugir das pessoas. - Ouvi Yoongi revidar, pera...Serviço? Que serviço?

-Ora seu... -Ouvi o outro na linha não conseguindo revidar

-O que? só falei verdades - Yoongi o cortou. - você foge de tudo, o que você fez nove anos atrás? Ahhhh...Você fugiu.

Nove anos atras eu tinha 8 anos... E foi quando eu conheci aquele meu amigo do qual não consigo lembrar o nome...

- Vá se foder, você esta demitido seu palerma, e trate de se afastar do Jimin.

-Não irei me afastar dele! Jimin não merece ficar ao lado de pessoas covardes como você.

-Filho da p...

Sem querer esbarrei na maçaneta do banheiro, o que fez Yoongi olhar ao redor do banheiro e tirar o celular do ouvido. Corri até a mesa e tirei a escuta do ouvido.

Quem era no outro lado da linha? E porque Yoongi falava daquele jeito?

Espera...O Yoongi ta afim de mim? E porque a pessoa com quem ele estava falando também parecia ter algum sentimento por mim?

Tae esta me devendo explicações, como ele tem essa escuta? Será que...

De repente ouço passos em minha direção, e vejo Yoongi saindo do banheiro com um sorriso no rosto.

Voltei meu olhar para a xícara de café que estava à minha frente.

- Jimin... -Me chamou.

- Sim? -Murmuirei.

- Eu preciso te dizer uma coisa...

-  O que é? -Questionei.

- Eu... Bem, eu estou gostado de você.

- O-o-que? - o olhei incrédulo 

voltei a encara-lo.

Ele gosta mesmo de mim.

- Desculpe Yoongi, não posso te corresponder, eu estou gostando de outra pessoa... - Passei o dedo pela borda da xícara quê estava em cima da mesa.

- Por quem? Por aquele "Daddy virtual?" - Fez aspas com as mãos - Você nem o conhece!

-Como você sabe dele? Eu nunca contei sobre ele... E não me importo se o conheço ou não, eu gosto dele!

- Esqueça ele Jimin! - Se levantou deixando o dinheiro do café em cima da mesa. - Ele não é como você pensa.

Ele saiu da cafeteira, me deixando ainda mais confuso.

Sai da lanchonete e percebi que o carro do Yoongi não estava mais lá.

- Ótimo, agora vou ter que voltar a pé - Bufei - Quem ele acha que é pra falar assim do meu daddy?!

Comecei a andar rápido pela calçada, com esperança de chegar rápido em casa e perguntar ao Taehyung como ele sabia onde eu estava.

Senti um farol forte nas minhas costas me virei vendo um carro se aproximando de mim, ele era todo preto e parecia ser bem caro.

A janela começou a descer e eu me assustei.

- Senhor Park Jimin? - Perguntou um cara de terno dentro dentro do carro. O que...?

S-Sim? -Perguntei assustado.

- O senhor Jeon me pediu para que o levasse até sua casa.

Senhor Jeon? Jeon meu Daddy? Mas que desgraça esta acontecendo aqui?


Notas Finais


ENTÃO SDGKJSLDKGJÇSDFSDF
MORRENO
vai, quero saber a opinião de vocês
AHH e oq acharam da nova capa da fic?
N sei se ta melhor ou pior que a outra, a fodac kfjsodlkfsldf
agradeçam tbm a @sehwn que me ajuda sempre com os caps
espero que estejam ansiosos pelo próximo pq eu também estou
é isso
bye, amo vcs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...