História My woman - Capítulo 53


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui
Visualizações 881
Palavras 2.684
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Orange, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E ai? Como estão? Eu não estou bem mas vou levando, e a escrita me faz se distrair e faz o tempo passar, e sem contar que eu gosto muito de escrever. Escrever histórias, fics e tals porque texto e redação, trabalho de escola, eu tenho muita preguiça, e não gosto de fazer kkkk é raro ver alguém que gosta de fazer trabalhos de escolas e redação.

Foto da capa: Hailee steinfeld

Capítulo 53 - Hailee steinfeld


Fanfic / Fanfiction My woman - Capítulo 53 - Hailee steinfeld

          Pov Lauren

Depois de muita manha, camila finalmente se levantou da cama, e eu me levantei junto já que tenho que ir pra escola. 

- Camz - fui pra cozinha depois de estar devidamente arrumada. Encontrei a minha namorada na cozinha preparando panquecas - acordamos muito antes da hora, pelo menos eu acordei muito antes da hora

- eu sei - fui até ela e dei um selinho demorado - ta gata em, amor - ela se afastou para ver como eu estava vestida - eu amo esse seu estilo. 

- você não fica pra trás, com essa calça legui você fica tão gostosa - ela sorriu e ficou na pontinha dos pés pra beijar minha testa. 

- Acordei mais cedo pra fazer o seu café. - ela colocou as panquecas no prato, depois colocou em cima da mesa onde tinha várias coisas, a mesa estava linda com um café da manhã incrível em cima dela 

- isso ta incrível 

- um café da manhã incrível para alguém incrível. Fiz pra você, senta e coma o que quiser - me sentei na cadeira, quando deu a primeira mordida na panqueca eu Fechei os olhos - hmmm, isso ta muito bom. 

{…}

Cheguei na escola, peguei o livro de espanhol no meu armário e fui pra sala de aula. 

- O que aconteceu, Lauren? - vero perguntou e se sentou no seu lugar que era atrás de mim. - andou socando a cara de alguém? - me virei pra trás 

- pior que sim, eu andei socando a cara de alguém, de um aluno da camila 

- alguém aqui da escola? eu não fiquei sabendo 

- não foi daqui, foi da academia onde ela da aula de luta. 

- você bateu em um lutador? - ela disse isso alto 

- fica quieta! fala baixo, ninguém pode saber disso 

- deu pontos nas mãos? 

- não, só uns machucados, não foram profundos, mas eu tenho que ficar com a mão assim com essa faixa. 

- você ta com a boca cortada - coloquei o dedo no meu machucado e senti uma dorzinha 

- aquele filho da puta conseguiu me dar um soco, mas eu deixei ele no hospital, arrebentei a cara daquele idiota 

- ele era iniciante, tipo na luta? 

- não, ele já luta a vários meses 

- então, você foi foda em bater em um cara que luta profissional. - o professor de espanhol entrou na sala 

- silêncio, por favor. A aula já vai começar, vamos terminar o que eu estava explicando na aula passada 

- depois falamos sobre isso - me virei e abri o livro de espanhol e o professor começou a dar a sua aula. 

{…}

Todas as aulas que eu teria hoje já acabaram, o treino também acabou, resolvi ir de volta para o apartamento. Cheguei praticamente morta e me joguei no sofá, o cheiro da minha namorada invadiu as minhas narinas e eu sorri. Mesmo ela não estando em casa, consigo sentir o seu cheiro dentro dela. Estar aqui ao lado da minha camz me deixa tão feliz, todos os dias irei dormir e acordar com ela, será que eu morri e acordei no céu? 

No dia seguinte 

Mais uma vez terei que ir pra escola, hoje eu acordei muito indisposta, camila teve muita dificuldade para me fazer levantar da cama. Estava de frente para o meu armário, estava colocando os livros que não iria usar, e pegando os que eu iria usar 

- não se preocupe - olhei pra trás e vi o diretor, ele estava ao lado de uma garota, eu nunca vi ela por aqui, deve ser aluna nova - vou te apresentar a escola, você vai gostar das instalações, dos horários - voltei a prestar atenção no que eu estava fazendo antes... - Hey! você! - olhei pra trás e ele estava olhando pra mim

- Eu? - perguntei e ele assentiu 

- mostra a escola pra ela 

- estou ocupada, não da pra mandar outra pessoa mostrar? 

- eu estou mandando você mostrar a escola pra ela, se eu quisesse outra pessoa eu não mandaria você. Você estuda aqui à muito tempo, jauregui, desde o ensino fundamental você está aqui, você conhece a escola muito bem. Então, mostre a escola pra ela, e quando terminar leve ela até a mim sala - ele se retirou e a garota ficou olhando pra mim 

- o que foi? - perguntei pra ela 

- eu que te pergunto, o que foi? não vai me mostrar a escola? 

- me virei e Fechei o armário 

- vou sim. Vamos lá, aqui como você já deve ter reparado, é o corredor onde fica os armários 

- sim, isso ta na cara, eu já havia percebido, só um idiota não perceberia 

- então, você não percebeu - disse isso baixo e ela não escutou 

- o que você disse? 

- nada, vou te apresentar o resto da escola. - Começei a andar na frente dela, subi as escadas até o refeitório. - esse aqui é o refeitório 

- a comida aqui é boa 

- eu gosto, eu acho boa sim, como aqui todos os dias, só quando eu não estou com fome dai eu não como

- você acha boa 

- sim, muito 

- então, deve ser ruim. Agora me leva para outros lugares - ela desceu a escadas e senti vontade de esganar essa garota, mas me controlei. 

{…}

Eu já havia apresentado quase a escola toda pra ela, só faltava a biblioteca e a quadra. Então, fui até o corredor onde ficava a quadra e a biblioteca. 

- Aqui é a biblioteca, onde nos escondemos para não ir à quadra - apontei para a minha direita - e ali - apontei pra frente - é a quadra onde nos escondemos para não ir a biblioteca. 

- Vamos ir até a quadra 

- tenho que te levar até a sala do diretor 

- eu quero ver a quadra - ela começou a andar na minha frente, fui atrás dela. Entramos na quadra e ela ficou olhando cada detalhe do que tinha ali 

- já viu? 

- hey, quem é aquela gata ali? 

- qual? 

- aquela ali - ela apontou para um canto onde tinha a camila e alguns alunos, camila nos viu e começou a andar até nós duas - aquela que ta vindo pra cá - arregalei um pouco os olhos quando ela falou isso 

- senhorita jauregui - camila falou quando se aproximou 

- sabe que não pode ficar aqui, o diretor já chamou a minha intenção por causa de alunos, que ficam na quadra e que não são da sala que eu levei pra quadra. 

- Eu sei, você já me falou isso, eu só estou aqui porque o diretor pediu pra mim apresentar a escola para a aluna nova 

- aluna nova - ela olhou para a idiota ao meu lado - prazer, sou a professora de educação física, e também sou a treinadora do time de vôlei dessa escola. 

- meu nome é hailee steinfeld - elas se cumprimentaram com um aperto de mãos 

- bom, fique à vontade, vou voltar a dar a minha aula - ela saiu e a idiota ao meu lado descaradamente, olhou para a bunda da minha namorada 

- Bom! - falei um pouco alto chamando a sua atenção - agora que eu já te mostrei a quadra, vou te levar para a sala do diretor 

- sabe... eu não iria ficar nessa escola, logo quando entrei aqui pensei em não ficar. Minha mãe vive viajando por conta do trabalho dela, ela sempre me deixa escolher a escola onde eu quero estudar. Quando eu chegar em casa vou falar pra ela que essa é a escola certa, na qual eu quero estudar, mudei de ideia quando vi essa gata de professora, o corpo dela é tão belo, cá entre nós, ela é tão gostosa - se eu já não gostava dela, agora eu à odeio. Quem ela pensa que é pra falar isso da minha namorada? Ela é minha! levei longos dois anos, para conquistar essa latina, e não vai ser essa idiota que vai tirar ela de mim 

- vamos pra sala do diretor - fui um pouco grossa com ela mas não liguei.Começei a andar na frente dela, e depois de alguns segundos chegamos até a sala do diretor, peguei o caminho mais rápido pra ir, se eu ficar mais um pouco perto dessa garota vai ter um assasinato. Bati na porta do diretor, ele pediu pra entrar e entramos - Diretor, já mostrei a sala pra ela 

- obrigada, jauregui, agora volte pra sua sala 

- com licença - sai da sala dele e fui até a minha sala. Expliquei pra professora de biologia onde eu estava, e ela me deixou entrar, ela é um amor de pessoa, diferente do professor de matemática, ele com certeza, não iria me deixar entrar 

- que cara é essa? - Dinah perguntou quando eu me sentei. Me virei para falar com ela 

- uma garota patricinha chata, querendo tirar uma com a minha cara. O diretor pediu para mostrar a sala pra ela, e quando eu fui mostrar a quadra para aquela filha da mãe, ela deu em cima da minha namorada 

- ela deu em cima da camila? - revirei os olhos 

- óbvio, eu por acaso tenho outra namorada? 

- uou, calma ai, foi ela que te deixou puta e não eu 

- tem razão, me desculpe por isso - bateram na porta da sala, e a professora foi abrir a porta, era o diretor e ao lado dele estava hailee 

- entre - a professora pediu e o diretor e hailee entraram. 

- Bom, eu vim aqui para apresentar a nova colega de vocês, Hailee steinfeld, agora ela está nessa sala - arregalei meus olhos e perguntei 

- ela vai ficar aqui? ela vai estudar aqui nessa sala 

- sim, foi o que eu acabei de dizer. Agora vou voltar pra minha sala, escolha um lugar para ficar, aquela cadeira ao lado da jauregui está vazia - olhei para o meu lado e a carteira estava vazia 

- a liza senta aqui

- ela foi expulsa, agora essa carteira está vazia, por favor, senhorita steinfeld, sente-se - ela veio até mim e se sentou ao meu lado. Maldita hora em que a liza foi ser expulsa - com licença - ele saiu da sala, me virei para falar com Dinah 

- é ela? - ela perguntou 

- sim, é ela, e pelo visto nós duas não vamos nos dar bem. 

{…}

Camila me convidou para ir com ela até a academia, enquanto ela estava dando as suas aulas, eu estava me exercitando na esteira. As horas se passaram e o horário dela ir em bora chegou. Fomos em silêncio até o seu apartamento. Camila foi tomar um banho, fiquei de procurar um filme pra assistirmos, eu estava com um super mal-humor, aquela garota me deixou assim. Nada do que eu procurava para assistir estava me agradando, tudo pra mim era chato ou entediante. 

- mô - camila me chamou, eu ouvi mas não olhei pra ela - Lauren - ainda não olhei, ela parou na minha frente, foi ai que que eu olhei pra ela 

- o que você quer? - fui grossa por conta do meu mal-humor 

- calma, eu só queria saber se você já escolheu um filme, e você já vem atirando pedras em mim. - Ela se sentou ao meu lado, não olhei pra ela prestei atenção em qualquer coisa menos no seu rosto. Sentia que o ciúmes e a insegurança estavam me tomando. A meses atrás eu era uma aluna, e consegui conquistar o coração da minha camz, tenho medo que essa aluna nova também consiga - ei - ela fez um carinho no meu rosto e depois deu um beijo na minha bochecha - olha pra mim meu amor - olhei pra ela - você quer chorar? 

- não - falei com os lábios tremendo 

- sei que você quer, eu te conheço - pisquei e uma lágrima caiu, Camila limpou a lágrima e beijou o local - conta pra mim o que te deixou assim. Hoje de manhã você estava tão sorridente e alegre, e depois que saiu da escola você ficou tão quieta, não falou nada comigo quando fomos pra academia e quando voltamos de lá. O que houve com você, me dói tanto te ver assim, você não faz odeia do quanto. 

- Medo - disse me segurando para não chorar mais 

- medo? medo de que, meu amor? de - - te perder, é disso que eu estou com medo 

- por que? o que aconteceu pra você sentir isso? 

- uma aluna nova chegou na escola, ela mostrou interesse por você, igual à dois anos atrás quando eu também mostrei, demorou mas eu finalmente consegui te conquistar, eu tenho medo que ela também consigo 

- claro que não, eu nem ao menos olhei para aquela garota, ela é a minha aluna, vou dar aulas pra ela porque ela é da sua sala 

- eu... eu também sou sua Aluna 

- você nunca foi só uma aluna, o que eu sentia por você era totalmente diferente, era especial era forte, eu te amava eu te amo. Eu estava apaixonada por você depois de dias ou algumas horas que nos conhecemos - ela colocou a mão na minha bochecha, peguei a sua mão e beijei - você nunca será apenas uma aluna, você sempre vai ser o meu amor, e ninguém nunca vai te tirar de mim. - sorri e ela me deu um selinho demorado 

- Eu também te amo meu amor 

- não tenha medo de me perder, isso nunca irá acontecer 

Camila foi fazer o jantar, perguntei se ela queria a minha ajuda, ela disse que não precisa e que ela dava conta sozinha. Então, fiquei no sofá procurando alguma coisa pra assistir, antes da conversa que tive com a minha namorada, nada me chamava atenção para assistir, agora uma série me chamou atenção, então, resolvi assistir.

- Lauren! - camila me gritou, olhei pra trás assustada 

- oi, camz, o que foi? 

- eu estou te chamando à um tempão 

- pode falar agora 

- suco de laranja ou de uva 

- do que você quiser, meu amor - ela sorriu e ficou vermelha 

- vai ser de uva, então 

- OK - voltei a prestar atenção na série que esta assistindo. Camila se sentou ao meu lado e começou a beijar minha bochecha e migrava para o meu pescoço. Derrepente ela parou o que estava fazendo e ficou olhando para o meu rosto 

- Lauren - ela me chamou mas eu não olhei pra ela 

- pode falar, camz, estou ouvindo 

- eu estou aqui querendo você, te beijando para você me dar atenção, e você ta ai nem ligando pra mim, para o que eu estou fazendo. Só fica prestando atenção nisso ai, nesse filme estranho no qual não estou entendendo nada 

- camz, isso não é um filme, é uma série, de uma advogada que consegue ganhar casos que é praticamente impossível de se ganhar, e também tem um assasinato, no qual eu estou muito ansiosa para saber quem foi o assasino. 

- nossa... pelo visto essa série é mais interessante que eu - elas fez um bico em seus lábios e cruzou os braços 

- hey, vem cá - puxei ela para o meu colo - nada e nem ninguém é mais interessante que você - sorri e beijei seus lábios 

- jura? 

- sim, camz, eu juro - voltamos a nos beijar, mas fomos interrompidas por um barulho 

- é o forno, a carne já ta pronta 

- não vai, fica aqui - voltei a beijá-la, ela puxou meu lábio inferior e se afastou 

- a carne vai queimar, e não teremos o jantar - ela se levantou e eu gemi em protesto - depois do jantar eu juro que vamos ficar bem agarradinha 

- depois do jantar eu quero sobremesa, e estou falando de você 


Notas Finais


No próximo capítulo tem ciumes, ai eu amo ciumes de camren, espero que vocês gostem também. Volto antes do final de semana ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...