História My World - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magcon, Nash Grier, Nate Maloley, Sam "Wilk" Wilkinson, Selena Gomez
Tags Magcon, Nash Grier, Selena Gomez
Exibições 177
Palavras 631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey, babes!

Aí está nosso capítulo! Eu sinceramente espero que vocês estejam gostando.

- Aqui não é motivado a comentários, porém não quer dizer que não gostaria que vocês dessem suas opiniões, ela é muito importante.
- A estória é de MINHA autoria.
- Os personagens não me pertencem, mas suas personalidades sim.

Se tiver problema com o meu modo de escrever me avise, podemos melhorar sempre com os nossos erros.

O capitulo está divido em dois, essa é a segunda parte.

Alguém aqui gosta de BTS? Estou ficando viciadaaaaaa. <3

Amores, obrigada pelos comentários e favoritos. <3

Boa leitura!

Capítulo 10 - Trauma part. 2


Anteriormente...

— (...) tinha um garoto… Ele era do terceiro ano do ensino médio. Eu o achava lindo e depois de um tempo ele começou a me dar sorrisos, havia algo neles, eu só não sabia identificar. (...) Eu me encontrava radiante, meu primeiro amor. Quanta idiotice.

~}{~

Neoui gireul garago

Dan harureul sarado

Mworado harago

Nayakhameun damadwo

— No More Dream

BangTan Boys (BTS)

~}{~

— Aí teve um dia, aquele maldito dia, ele me chamou na sala do zelador. Eu estranhei, ele falava baixo, era como se aquilo fosse escondido e de fato era. Ele me convidou para jantar e eu, apaixonada, fui. De noite ele me levou em um restaurante, não era chique, mas ele dizia ser descolado.

Conversa vai e conversa vem.

Flashback on.

No final da noite ele estava sorrindo, aquele sorriso que tinha algo que eu não sabia. Ele disse que tinha algo para me mostrar e eu aceitei em ver. Ele tinha carro, então fomos e chegamos a uma casa,estranha e velha, ao lado havia uma casa da árvore, eu sempre gostei dessas coisas, fui ficando animada. Ele me levou lá e dentro estava decorado, havia flores, lençóis e velas. Meus olhos brilhavam. O começo só foi beijos, todavia a coisa começou a esquentar, as mãos bobas dele começaram, eu era bem tímida então as afastava. Mas ele queria mais. Ele começou a tocar com força e me prendeu de um jeito que eu não conseguia me mexer.

— Ben, eu não quero. Me solta. — disse o empurrando.

— Qual é gatinha! Prometo que vai ser bom. — então eu entendi seu sorriso. Era um sorriso maldoso com malícia. Os meus olhos se encheram de lágrimas e não tardou a elas caírem.

— Por favor, eu não quero. — tentei me soltar novamente. Falho.

— Você não tem que querer, só ficar quietinha. Já, já passa gatinha. — me olhou nos olhos. Aquele não era o Ben que eu conhecia, aquilo era um monstro.

Quando estava quase acontecendo eu chutei uma vela. Péssima idéia. A casa começou a pegar fogo e só assim ele parou, desesperado, mas parou.

Eu não me lembro de muita coisa, tinha um homem, uma arma e gritos, então tudo ficou escuro.

Flashback off.

— Acordei em um hospital, Ben foi preso e proibido de ficar aqui nos Estados Unidos. Ele era alguém de outro país e podia morar aqui se não fizesse nada de errado. Eu não fui à primeira vítima. — terminei finalmente levantando a cabeça. Eu estava chorando. Ele estava chorando, então nos abraçamos e sentir naquele momento que deveria ficar ali.

— Eu sinto muito Aly, nunca imaginei que você tinha passado por isso. — ele disse chorando olhando nos meus olhos. — Você não merecia passar por isso. Só de imaginar a cena já sinto vontade de matar esse… — ele grunhiu de raiva. — Você é uma guerreira Aly.

— Me perdoa Nash, eu queria terminar o que começamos ontem, eu juro… Mas, toda vez que eu lembro, a dor vem à tona e… — eu disse chorando.

— Aly, não tenho que te perdoar em nada. Eu não sinto a dor, mas entendo que seja difícil. — ele enxugou minhas lágrimas. — Você merece o melhor tratamento de todos. Tudo tem o seu tempo. E como eu disse, vou estar aqui com você, para te ajudar a vencer essa dor.

— Mas… — eu tentei contrariá-lo.

— Ei, eu vou estar aqui para você e por você, vou aguardar o seu tempo e pode ter certeza de uma coisa… Eu, nunca, farei a mesma coisa que ele. Nunca, te juro Alyssa, porque eu prefiro qualquer coisa a te ver sofrer.— me aproximei dele e nos beijamos, um beijo suave que me trouxe a segurança, que teria Nash me apoiando e sendo um abrigo na minha tempestade, e eu faria de tudo para trazer essa mesma sensação a ele.


Notas Finais


BEN, SÓ UM AVISO, SE EU TE VER NA RUA EU TE MATO!

Obrigada por ler anjo!
Vocês estão gostando?
Deem-me suas opiniões e sugestões!
E se quiserem leem minhas outras fanfics é só entrar no meu perfil, eu tenho um monte delas e são super cutes.

PESSOAS, DA UMA OLHADA NA FANFIC DA MINHA AMIGA! ELA É REALMENTE MUITO LINDA E É COM O SHAWN MENDES E CAMERON DALLAS! O LINK TÁ AQUI Ó:

https://spiritfanfics.com/historia/boyfriend-or-friend-6403049

Bjos com sabor de morango com chocolate.

Betagem por "York Designs".


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...