História Mysterious Bieber - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Justin Bieber
Personagens Ariana Grande, Justin Bieber
Tags Ariana Grande, Justin Bieber
Exibições 87
Palavras 2.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meu amores!! Então, sei que disse que não iria postar tão cedo, mas ai surgiu um tempinho e resolvi postar o cap 10 para vcs logo ksksks. Minhas provas começam amanhã, então infelizmente essa semana talvez não terá atualização da fic 💔 Fiquem ai com o capítulo...

Espero que gostem, boa leitura e me desculpem qualquer erro sz

Capítulo 11 - Capítulo 10- Kiss Me


Algumas semanas depois...


P.O.V'S Ariana Grande


Praticamente as coisas haviam melhorado um pouco, tirando o fato de que eu ainda estava de repouso e ficava um bom tempo do dia de cama por ainda estar um pouco fraca. Bieber estava diferente, parecia outra pessoa, podemos dizer que ele estava demonstrando... Se importantar um pouquinho.

Chris havia sumido, não sumido do tipo, evaporou, ele não falava mais comigo como antes, me ignorava ou me dava curtas respostas. Algo tinha acontecido e ele não queria falar, confesso que isso só me deixava mais e mais curiosa.

Ele nem mais olhar na minha cara olhava direito, não puxava assunto e etc. Isso estava muito estranho...

Bieber estava totalmente diferente, ele me ajudou, e eu até agora ainda não entendi o por quê. Quando estava atirada naquele chão sangrando e o pedi ajuda, achei que ele falaria aquele "Foda-se, se vira" e me deixaria lá morrendo, mas não, ele me ajudou, isso também foi bem estranho.

Podemos dizer que eu ainda não consigo achar Bieber totalmente um babaca, apesar de tudo que ele me fez eu ainda acredito que no fundo no fundo ele é uma pessoa boa, porque se não fosse teria me deixado morrer. Mas e se... No que eu to pensando? Quando o assunto é Bieber eu fujo de meus pensamentos e ele os domina, mas eu devo parar com isso, a vida dele não interessa a mim. Na verdade interessa, mas vamos relevar esta parte.

Me levantei da cama com um pouco de dificuldade, fui em direção a porta, abri a mesma e passei por ela a fechando atrás de mim logo depois. Desci as escadas devagar e me sentei no sofá da sala.

- E ae Ari pequena - Chaz chegou na sala tirando sarro da minha cara por meu sobrenome ser 'Grande' e eu ser pequena de tamanho.

- Eu não sou pequena - Cruzei os braços emburrada e revirei os olhos.

- Ah é, foi mal esqueci que você é uma gigante - Ironizou ele.

- Sou mesmo, sou maior que você, olha - Me levantei e fiquei do seu lado para medir nossa altura. - Ta vendo, sou maior - Sorri convencida mesmo sabendo que eu era uma anã em comparação a ele.

- Sim, sim. Você é gigante, mais alta que uma cesta de basquete - Sorrio assentindo.

- Claro, sou maravilhosa também - Joguei meu cabelo na cara dele e o mesmo riu me chamando de "metida".

- Se acha pouco né? - Chaz sendo sarcástico.

- Você que se acha - Ri - Chaz, aconteceu algo com o Chris? - Resolvi perguntar e vi que ele ficou meio desconfortável com a pergunta, ele sabia que alguma coisa e não queria me falar.

- Não, não. Porque? Ta tudo bem

- Ele não fala mais comigo, me ignora praticamente... - Suspirei

- Ele só anda meio ocupado, relaxa - Não sei porque mas eu não acreditei muito nisso, porém resolvo deixar para lá e esquecer disso um pouco. Apenas assenti e me sentei novamente no sofá.

- Brother, saímos em 30 minutos - Bieber falou  Chaz adentrando na sala.

- De boa então - Chaz deu de ombros e eu fiquei observando a conversa dos dois. Para onde eles iriam?

- Para onde vocês vão? - Decidi perguntar e os dois me olharam no mesmo instante.

- Para uma balada - Bieber respondeu simples.

- Posso ir com vocês? - Sorri

- Claro que não! Lá não é lugar para você e você não está em condições de sair de casa - Bieber falou e eu revirei os olhos com isso.

- Por favorzinho, eu já estou bem e prometo me comportar - Fiz a maior cara de santa possível tentando convencer o Bieber. Chaz não se encontrava mais na sala, provavelmente devia ter ido se arrumar.

- Você só vai arrumar encrenca, Ariana

- Não vou, eu juro. Prometo me comportar e ficar o tempo todo do seu lado - Falei ainda com esperanças de ele me deixar ir com ele e os meninos.

- Mas eu não quero você no meu pé! - Bieber começou a ficar irritado. Eu sempre consigo o deixar assim, isso é legal.

- E eu não quero ficar aqui na mansão sozinha - Cruzei os braços emburrada e o vi revirar os olhos.

- Você tem 30 minutos para se arrumar, nem mais um segundo. Se aprontar algo já sabe, vai se comportar e fazer o que eu mandar - Assenti sorrindo e fui para o meu quarto.

Começei a revirar as minhas roupas dentro do closet e começei a jogar minhas roupas no chão e na cama. Optei por um vestido preto que ia até metade da coxa e tinha alguns detalhes prata, um salto alto também da cor preta e deixei meus cabelos soltos Fiz uma maquiagem leve, passei um batom mais chamativo vinho e desci as escadas logo após sair do quarto.

Bieber estava atirado no sofá e terrivelmente maravilhoso. Ele usava uma blusa branca que mais pareceria um vestido, uma calça de couro preto caída fazendo com que sua cueca ficasse a mostra, um par de Supra nos pés, algumas correntes de ouro no pescoço e seu cabelo bagunçado em um topete. Ele estava lindo, tenho que admitir.

- Tira uma foto que dura mais - Bieber me despertou do transe e eu balançei a cabeça negativamente afastando aqueles pensamentos.

- Porque eu iria querer uma foto sua? - Perguntei

- Porque eu sou lindo, maravilhoso e gostoso - Ele disse se achando e eu revirei os olhos com isso.

- Você até que ta bonito... - Fingi pouco caso e ele deu um sorriso divertido.

- Você até que ta bonitinha, da pro gasto... - O fuzilei com os olhos.

- Eu retiro o que eu disse sobre você estar bonito. Você está horrível, principalmente seu cabelo!

Vi Chris chegar na sala e se sentar em um dos sofás sem nem me dar um 'Oi'

- Oi Chris! - Falei um pouco alto para que ele me notasse ali.

- Oi - Ele falou simples ainda olhando para a tela do seu celular.

- Porque não fala mais comigo?

- Porque ele deve ter percebido o quão chata e irritante você é - Ryan chegou na sala dizendo.

- Da para parar de ser tão Bieber? - Falei com o Ryan.

- Como assim ser tão Bieber? - Foi a vez de Bieber se pronunciar.

- Calem a porra da boca, levantem a bunda desse sofá e vamos embora logo, caralho! - Chaz falou ja totalmente impaciente e nós assentimos nós levantando.

- Com quem eu vou? - Perguntei meio confusa olhando para os 4 carros dos meninos no lado de fora da casa.

- No meu - Bieber deu de ombros.

- Mas eu quero ir com o Chris - Intercalei meu olhar entre Bieber e Chris.

- Mas eu não quero que você vá comigo! - Chris foi rude e... Pera o que??! Isso realmente doeu em mim. Fiquei calada e fui para o carro de Bieber com ele.

- Bieber, posso te fazer uma pergunta?

- Já está fazendo uma - Ele respondeu irônico enquanto dirigia em alta velocidade pelas ruas iluminadas de Atlanta, sempre era cheias de luzes durante a noite.

- Para de graça e me responde. Porque entrou nessa vida? - Fiz a pergunta que tanto me deixava curiosa e vi que ele entendeu aonde eu queria chegar, porém, ele parecia não querer responder.

- Às vezes nós envolvemos com coisas erradas, mas essas coisas erradas podem também se tornas certas para você, é muito legal fazer as regras e... Eu não devia estar falando isso com você! - Apenas assenti e fiquei olhando para a janela do carro enquanto cantarolava baixinho uma música qualquer.

Já era possível ouvir a alta música da balada já que estavamos na sua rua. Haviam pessoas no meio do caminho, jogadas no chão e etc. Bieber estacionou em uma vaga do estacionamento e assim saímos do carro. Entramos na balada e estava completamente lotada, era quase impossível não esbarrar nas pessoas.

Tinham pessoas totalmente bêbadas e drogadas por toda a parte, pessoas quase se comendo nos sofás que ali haviam. Olhei para o lado e Bieber tinha desaparecido.

Fui andando pelo local até parar em um bar ond encontrei Chaz conversando com uma garota.

- Oi Ari! - Ele falou animado levando seu copo com alguma bebida ao alto.

- Oi Chaz! - Respondi rindo na mesma animação que ele.

- Ah, essa aqui é a Caitlin. Caitlin, essa é a Ariana - Ele nós apresentou e eu sorri para a garota que sorriu para mim devolta.

- Satisfação, Caitlin - Sorri

- Satisfação - Ela respondeu.

- Estou por ai, conversem bastante - Chaz falou saindo um pouco apressado e quase caindo do banco onde estava sentado, ri disso.

- O que vai beber? - Caitlin me perguntou se sentando no banco ao meu lado onde antes Chaz estava sentado.

- Ah não, eu não costumo beber - Sorri fraco

- Mas hoje vai, aproveita garota - Assenti rindo - Quatro doses de tequila, moço - Ela pediu ao bar man que nós entregou a bebida, o sal e o limão.

Coloquei o sal na língua, bebi a bebida de uma só vez e chupei o limão sentindo minha gargatanta queimar. Fiz uma careta e Caitlin riu disso.

Novamente coloquei o sal na língua, bebi a bebida e chupei o limão, fiz isso com mais 2 doses.

- Mais quatro, por favor - Caitlin pediu ao bar man e eu a olhei incrédula.

- Quer me deixar bêbada? - Rimos

- Olha, ela descobriu meu plano maléfico - Brincou ela e rimos novamente.

Bebemos mais e mais até que tudo começou a girar. Eu não estava bêbada, mas também não estava totalmente consciente.

- Aahhh - Caitlin deu um gritinho histérico fazendo meu ouvido doer - Eu adoro essa música, vem vamos dançar - Ela me puxou para a pista de dança onde começamos a dançar loucamente. Dançar era uma coisa que eu adorava.

Alguns homens olhavam enquanto eu e Caitlin rebolavamos nosso quadril até o chão conforme a batida da música. Quando a música acabou paramos de dançar e sentamos em um sofá para recuperar o fôlego. Avistei Bieber perto do bar com 1001 vadias a sua volta, vou acabar com o showzinho dele.

- Eu já volto - Ela assentiu e eu me levantei indo em direção a Bieber, peguei uma bebida qualquer quandi o garçom passou com uma bandeja cheia delas.

- Oi amor - Dei um selinho em Bieber e as outas me fuzilaram com o olhar.

- Sai que ele já é nosso! - Uma morena falou.

- Opa, sem querer - Joguei bebida em uma delas e sorri falsa - VAZEM OU EU VOU ARRANCAR O SILICONE DE VOCÊS! - Gritei a última parte e elas saíram, mas antes uma deixou um papel com Bieber, provavelmente o número de telefone.

- Você fica tão gostosa quando está com ciúmes... - Ele sussurrou no meu ouvido com sua voz incrivelmente rouca fazendo-me arrepiar.

- Eu não estou com ciúmes, e me dá isso aqui! - Peguei o papel e rasguei em pedacinhos.

- Posso te contar uma piada? - Sim, ele estava bêbado.

- Não, não pode.

- Mas eu vou contar assim mesmo, sabe porque o feija anda sempre deprimido? - Fiz que não com a cabeça - Porque ele fica na palena De pressão. Entedeu? De pressão - Ele ria que nem louco e eu ria do seu estado e não da piadinha bosta que ele havia feito.

- Ok, muito engraçado. Ha-ha-ha - Forçei o riso com ironia.

- Posso contar outra coisa?

- Outra piada? - Revirei os olhos.

- Eu gosxto de vocr - Ele falou tudo errado e eu não entendi nada, o som alto da música também não ajudava muito.

- O que? - Falei alto por conta da música.

- EU GOSTO DE VOCÊ! - Ele gritou rindo que nem retardado e eu o olhei confusa.

- Pera, o que?!

- Esquece o que eu disse e... Me beija - Bieber aproximou seu rosto do meu fazendo com que nossos lábios se esbarrassem e eu não consegui o afastar. Me entreguei e correspondi ao beijo, eu não conseguia resistir a esse homem.

Mas aquela frase...

"Eu gosto de você"

O que ele querua dizer com isso? Esquece Ariana, bêbados só falam merda mesmo.




CONTINUA??!


Notas Finais


E ai, o que acharam?? Ksksksk. Amores, compartilhem a fic e comentem o que vocês acharam do cap. Amo vocês seus liendos💜 Até o próximo cap (provavelmente depois das minhas provas)

Bjs da Gabi s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...