História Mysterious Love (Jungkook-BTS) - Capítulo 63


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Chanyeol, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Bts, Exo, Got7, Jungkook, Mysteriouslove
Visualizações 530
Palavras 4.131
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pessoal perdão pela demora mesmo, meus bolinhos, eu juro que iria atualizar mas fiquei doente, e muito mal, daí no final das contas não saiu capítulo, mas estou aqui pra recompensar vocês, irei postar mais capítulos por causa da minha ausência nas datas que eu prometi. Então me perdoem, mas como eu estava mal, não conseguia me concentrar e escrever algo bacana, mas mesmo ainda doente, estou me esforçando ao máximo, para fazer algo de qualidade pra vocês, bjusss da autora bolinho de vocês, para meus bolinhos mestres !! Sz eu estava cm saudades já 😍😍😍😍

E não esquece da minha outra fic com JiMin nas NOTAS FINAIS 😍😍😍😍✓
No Sense!!!

Capítulo 63 - 59- Última Chance


Fanfic / Fanfiction Mysterious Love (Jungkook-BTS) - Capítulo 63 - 59- Última Chance

Pov's Jin

Eu estava realmente furioso com a atitude da s/n, eu confiei nela, para cuidar da somin, e agora tenho que ir as pressas pra casa, porque minha filha se encontra sozinha, isso de verdade é uma falta de compromisso, a hora que eu ver ela irei xingar tanto, não da pra pedir nada pra ela mesmo, mal faz uns tempos que pedia a ela para cuidar da minha filha, e a mesma não fez isso, eu mudei minha vida pela minha filha, tudo para manter ela bem, e protegida, mas agora uma inconsequente que é a s/n joga tudo isso fora, podem me chamar de dramático, mas é a realidade.

Desço do carro correndo, pode ter acontecido alguma desgraça, somin ainda é uma criança pequena, entro no elevador e aperto o número do andar correndo, cada segundo ali, morro de preocupação, assim que as portas se abrem, saio em disparada para a porta, ponho as chaves na tranca e giro, entrando na casa, a mesma se encontrava com as luzes apagadas na sala, a uma única luz, vindo da cozinha, entro no ambiente e vejo uma garota loira de costas, usando fones de ouvido mas ela não é? Não creio, como s/n chamou ela?!

Jin- HyRai ???

A mesma, como estava de fones não me ouviu.

Me aproximo arrancando os fones da mesma.

Jin- hyrai o que faz na minha casa ?

Hyrai- ah...oi professor seokjin, eu fui contrada pela sua namorada s/n, pra cuidar da menininha , por que ?- aish mds essa s/n me paga, fez uma das minhas alunas de história contemporânea de babá, eu não acredito também que a Hyrai acha que a s/n é minha namorada, que deus me livre , ela é do Jeon, não quero entrar em uma briga, ele já tem o Jimin como concorrente.

Jin: não Hyrai a s/n não é minha namorada, é so uma amiga, que eu pedi pra cuidar da minha filha, mas pelo visto não cuidou, ela já pagou seus serviços?- eu devia pagar ela por ter vindo, já que isso não é obrigação da garota.

Hyrai: na verdade não, mas não precisa - ela impede minha ação de alcançar wons para ela.- eu faço de graça pro senhor, gosto muito de você- porque eu acho tão estranho essa aproximação dela?! Essa arra é muito jovem , eu não deveria me sentir atraído por ela, Hyrai é somente uma menina, tem apenas 18 anos eu já tenho meus 26 anos.

Jin: eu me nego a aceitar, que você cuidou de minha filha sem receber algo em troca.. tome - tendo alcançar novamente algumas notas de won para ela, que segura minha mão

Hyrai: na verdade eu quero algo em troca sim.. - a mesma parte pra cima de mim, me beijando, eu acabo recuando, ela é apenas uma menina, não que eu não queira, pois esse não é o caso, é óbvio que eu gostaria de ficar com ela, e ensinar tudo que meus bons e velhos 26 anos de experiência podem lhe dar,  mas eu poderia ser preso, ela é menor de idade, na coreia a maior idade é com 21 anos. 

Jin: você está confundindo as coisas, sou seu professor nada além disso.

Hyrai: eu vim aqui, e atendi superfeliz a sua ligação, mas quando vi que não era .. meu coração se apertou, eu não sou babá, mas vim porque era para o senhor, e eu queria.... Estar perto de você.

Jin: você sabe que isso é errado? Seus pais podeiam me processar por abuso, sem eu nem ter te tocado. 

Hyrai: você não sabe como eu sonho, com o dia que você vai me tocar.. quero e preciso de você professor seokjin. - coitada mal sabe do meu passado, que essa fachada de professor bonzinho é algo que eu fiz para cuidar sa minha família, eu e somin.

Jin: VA para sua casa, deve estar com febre e delirando para dizer essas coisas .

Hyrai: delirando .. eu quero estar quando você estiver me tocando na sua cama, me fazendo gemer..... - ela põem minha mão em sua cintura, e minha vontade é de permanecer ali.

Jin: minha filha está em casa, ao menos respeite-a , você é uma criança não sabe o que diz.

Hyrai: seokjin...olha pra mim, para o meu corpo...- engulo em seco- eu não sou criança faz tempo- realmente o corpo e rosto dessa menina eram de enlouquecer, eu já tinha a observado nas aulas, mas minha ética jamais permitiu seguir com esses pensamentos, que agora estão em chamas dentro de mim.

Jin: pare com isso garota.. eu não quero perder o controle com você - falo baixo, minha sanidade está indo para os ares...

Hyrai: perca ela comigo .... - ela questionava minha sanidade, falando em um sussurro em meu ouvido, isso é a gota d' água, preciso dessa menina.

Em um giro rápido a prendo em minha cintura com suas pernas entrelaçadas, e a beijo ferozmente,  faz muito tempo que quero fazer isso com ela, mal consigo acreditar que estou cedendo a uma criança de 18 anos, meu auto controle parece não existir.

Beijo e ela corresponde, logo forço minha língua e a mesma aceita ela recebendo a minha com calor, as pequenas mãos da hyrai seguem para minha nuca e eu puxo os cabelos dela também, muita possessão, logo ataco seu pescoço e vamos até o sofá, onde deixo a mesma deitada, e tiro minha camisa, subindo sobre o corpo dela. 

Hyrai: nossa... Você é totalmente diferente do que eu pensava.

Jin: você não sabe nada de mim querida.

Hyrai: assim eu fico com medo de você jin- ela fala enquanto beija meu peitoral. 

Jin: talvez deve se ter, mas acho que agora é tarde demais.

Começo a beijar o corpo dela, tirando a blusa que a garota usava, seus seios eram lindos, e eu queria possuir eles pra mim essa noite.

Hyrai: jin... Falando assim até parece que você é um mafioso...que tira virtude de menininhas. - ela sorria enquanto eu distribui chupões, em seus seios. Eu somente sorri, pois de todo ela não estava errada.

Jin: por acaso tenho cara de mafioso baby? - mal sabe ela, da verdade que acabou de dizer.

Hyrai: bom nas aulas e até 5 minutos atrás não parecia.. mas agora acho que sim- ela ria, coisa mais engraçada do mundo, ela sorrindo, como se tivesse brincando, ou falando algo sem sentido, quando na verdade estava certa, mas como ela não deve saber nada de mim, prefiro fingir pra ela a vida, tranquila e pacata de um professor de história.

Volto a beijar ela, até a campainha soar, bufo indo em direção, a porta, abrindo a mesma.

- ah até que enfim, Jin precisamoa que vá na nossa casa agora, temos que achar a... Quem é essa ?

Noto hyrai vindo em direção da porta vestindo sua blusa.

Jin: aush nada demais Yoongi, só vou por uma camisa e ja vamos.

Yoongi: ok, nem preciso perguntar o que estava acontecendo, te espero no carro lá embaixo.- ele sai e eu tranco a porta.

Hyrai: quem é ele ?

Jin: um amigo, terei de sair, pode ficar e cuidar da somin? prometo te pagar.

Hyrai: se você me pagar com uma boa noite de sexo eu já fico feliz.

Jin: combinado então gatinha. 

Visto minha camisa, e saio, acho que essa minha " relação" com ela será um tanto que interessante.

...entro no carro e Yoongi sorria pra mim.

Yoongi: pode começar contando.

Jin: NÃO te devo satisfações que eu saiba.

Yoongi: ui calma, so queria saber que é a gostosa.

Jin: uma aluna minha.

Yoongi: está pegando alunas agora ? Depois o safado era eu, que gosto das novinhas.

Jin: eu não pego alunos, ok! Só que ela veio ali, longa história, mas tudo por culpa da s/n!.

Yoongi: a falando nela a mesma acabou de aparecer na TV. Jeon está pirado.

Jin: tá brincando né?como ela fará com as pessoas na rua ? Isso que ela pediu pra se encomodar , porque ela apareceu la?!

Yoongi: tarde demais, agora já foi, so temos que nos reunir essa noite temos que caçar, duas garotas... Jasmine e Lisa fugiram, fui bonzinho demais, mas esse erro não acontecerá duas vezes.

Jin: lisa a garota que estava na nossa casa ?

Yoongi: essa mesma, fui legal com ela, cuidei dela, protegi contra jeon e o jackson e é assim que ela me retribui, soltando a jasmine, essa vadia me paga.

Realmente Min Yoongi falava dela com certa frieza, acho que uma certa Lisa morre hoje.

Jin: protegeu do jeon por que ?

Yoongi: longa história, conto quando chegar la, foi o que prometi para o Jungkook, ele descobriu tudo hoje, estou ferrado.

Vejo estacionarmos enfrente a minha antiga "casa". 

Já entramos e vejo todos reunidos, e a tv ligada nos noticiários de plantão, realmente a s/n fez uma confusão, que eu tenho pena dela agora, quero ver esclarecer isso, pelo visto a noite será longa.

Pov's Yoongi

Eu já estava querendo quebrar tudo a minha frente, o plano não tinha dado certo, s/n foi presa, por ser burra e teimosa, e cá estou eu procurando pela casa toda a filha da puta da Lisa, é bom ela se esconder bem, porque se eu encontrar essa garota, vou arrancar dente por dente da boca dela, eu confiei e ajudei ela, a se esconder do Jackson, e até mesmo do Jeon, desde que Jungkook apareceu, prendi a Lisa no quarto do Namjoon e não deixei ela sair por nada, levava alimento e tudo que ela precisava lá, até mesmo expliquei a situação para ela, a mesma me traiu e uma coisa que eu não aceito é traição, teve meu apoio e faz isso, eu nunca dou segundas chances, saio do quarto em disparada é hora de contar para os meninos... Entro e vejo Jeon no porão, e acabo de descobrir que Jasmine também fugiu, essas duas... Me pagam, irão se arrepender de ter nascido.

Prometi a eles contar tudo, assim que Jin chegasse, da mesma forma eu meamo fui buscar ele, Jungkook estava com muita raiva de mim, entramos pela porta e todos já estavam reunidos.

Jungkook: pra ser sincero, queria matar vocês todos- todo mundo arregala os olhos na direção do jeon - so fazem merda, anda yoongi usufrua da pouca paciência que ainda tenho e me conte tudo! 

Jimin: não acha melhor acharmos as meninas primeiro?

Jungkook: eu não te perguntei o que é melhor jimin, fique quieto eu sou chefe, eu dei uma ordem, yoongi conte agora.

Yoongi: eu trouxe a Lisa para cá desde sua morte, eu conheci ela em um club de strippers, e viramos "amigos", ela me contou que era ex baby girl do Jackson, que foi traficada por você, quando trabalhava na casa de prostituição do Hoseok, que haviam sequestrado ela na Tailândia, e vendida na China, e depois que você deu ela a jackson, a mesma veio para coreia do sul, mas conseguiu fugir dele, e como eu achei que ela não merecia isso, trouxe a mesma pra cá e a protegi dele, so isso.

Jungkook me olhava com muita raiva.

Jungkook: só isso? Não tem mais nada pra me contar?como pode dizer que é SO ISSO? FICOU DOIDO YOONGi? Ela foi vendida , por milhões para Jackson ele tem direito de fazer, o que quiser com ela, virou bonzinho do nada, ou está gostando dela ? graças a isso a vadia da Jasmine está solta e pode contar tudo ao Jun. - jeon me insultava gritando perante os outros, isso nunca ocorreu, me sinto um estúpido por ter feito a escolha errada, eu quis somente ajudar, e me ferrei, agora tenho que achar essa vaca, ela ira pagar caro.

Yoongi: eu não gosto dela jeon, eu so queria ajudar a garota, pensei que isso reduziria minhas dividas por ter feito tanta coisa errada.- isso era verdade.

Jungkook: so pra te avisar, fazer uma bondade não ira te tirar do inferno, nem você e nem de todo o resto, agora eu não quero mais ouvir desse assunto, iremos ir atrás dessas vadias, já que não podemos ir e salvar a s/n.

Hoseok; me sinto culpado tudo isso aconteceu, por minha causa, eu não deveria ter sido resgatado.

Namjoon: menos hope, se tem duas pessoas que estragaram o plano, foram a s/n e o jackson, você não fez nada de errado.

Hoseok: mas igual, não me sinto bem nessa situação.

Jungkook: pra ser sincero, eu to nem ai, se estão bem ou mal, quero que me tragam viva as duas, irei ir resolver alguns problemas, não quero ninguém aqui de volta sem elas, se não a acharem não precisam nem voltar.

Eu nunca tinha visto Jungkook tão bravo, e com raiva de todos sem excessão, eu sei que a coisa fugiu do controle. Mas ele está dificultando tudo.

Saimos em duplas eu e o Namjoon! 

Hoseok e o Jin!

Jimin e Taehyung! 

Espero que eu de sorte e encontre a Lisa, sorte pra mim azar pra ela.

Pov's Jungkook

Nunca senti tanta raiva na minha vida, estou cercado de idiotas, e irresponsáveis como Yoongi pode ajudar Lisa, aquela vadia ja me encomodou tanto, mas tanto que perdia a conta, de quantas vezes ela fugiu do Jackson fazendo o mesmo me encomodar por dias para achar ela, já tive que viajar pra fora do país atrás dessa vadia, e agora era liberta Jasmine, essa garota me pega, não estou achando nada estranho ela ter salvado a jasmine, aposto que ela tem algo haver com isso, não sou bobo estão armando pra mim, eu sinto, mal voltei e já tenho algo pra me estressar, agora também com a s/n na televisão, duvido muito que sua reputação não caia, como ela ira ser tratada pelos outros? E se através dela chegarem até a mim, eu amo tanto a s/n mas porque tão teimosa , é impossível de lidar com ela, a garota é impulsiva demais, temo por ela, o que possa vir acotencer, e outra nada sai da minha cabeça que jackson fez de propósito, aquele disparo sem motivo algum aparentemente foi como um alerta aos piliciais, ao todo uma fuga de uma pessoa só, se transformou em quase uma cadeia toda, saiu do controle totalmente, e agora fica as questões, estavamos de Máscara, mas aparece nos 7 em algumas alas, e Hoseok está na lista dos fugitivos, quando terei tempo pra resolver isso, preciso falar com um amigo antigo.

Já designei o que eles tem que fazer, se nenhum me trazer as duas, não precis voltar, subo para meu quarto, lembrando que não a nada meu lá, mudo para quarto do Yoongi, usarei o computador dele.

Entro no mesmo, já ligando computador, entro nas redes de contato que havia me conectado tempos atrás, mesmo com tudo que está acontecendo, ainda não esqueci da minha vingança, a morte da minha mãe jamais ficará impune, rastriei o Ip e identifiquei onde o possível mandante da minha mae e está, encontrei...

Tokyo, Japão!

Aí está você então, não vejo a hora de conhecer o rosto do homem que destruiu a minha vida.

Mas ainda não é hora, o que é pra ele está guardado com muito "amor e carinho", mas primeiro tenho inimigos a matar, vou procurar meu antigo amigo, acho que ele ira ajudar agora, pego meu casaco e saio de casa em direção ao oonto inde ele está.

[.....] Depois de um bom tempo dirigindo, já que praticamente eu atravessei a cidade toda para vê-lo, noto o mesmo fazendo sua ronda diária na frente do meu antigo ponto de tráfico.

Jungkook: então ...como anda o melhor policial da cidade ?- isso mesmo, meu antigo amigo é um policial, e sim ele é corrupto, sempre limpava a minha barra, ajudando a não ter fiscalização nos meus caminhões de armas e drogas, liberava o porto pras mulheres traficadas atravessarem o país, ele realmente me ajudou muito e em troca de uns bons milhões me ajudaria de novo.

- a que devo a honra de te reencontrar jeon, do que precisa ? - ele era sempre direto assim como eu.

Jungkook: bom...como você sabe j.seph preciso que apague os registros da prisão do hoseok, nos que atacamos aquele presídio, e agora estão atrás dele, se você apagar do banco de dados, eles não vão mais atrás, pegue alguém ponha nome no lugar da pessoa, que finja ser o hoseok.

Jseph: tudo bem, so me de os documentos reais dele, pra mim fazer copias, entrarei no sistema, sabe que sou chefe deles, ninguem ira me contestar, mas... Tudo tem um preço não é mesmo?- eu ja sorria, minha parte entra agora- e eu ja imaginava que você estava por trás disso.

Jungkook: que tal um milhão de wons ?

Jseph: você é o melhor negociante. Fechado

Passo a mala com a quantia, já que eu guardo isso tudo comigo, e até mais que isso.

Jungkook: faça tudo certo, que de onde veio isso, pode vir mais... Mas garanta que ela possa andar na rua e. A polícia não ira prende-lo.

Jseph: pode ficar tranquilo, hoseok podera andar por ai livremente daqui 2 horas, esse tempo que irei levar.

Jungkook: ja disse que amo a policia? - falei em tom ironico e damos risada.

Jseph: ja disse que amo ladrões?

Jungkook: tenho que ir mais problemas a resolver.- até que me surgiu a ideia, tem chances do jseph procurar as vacas da jasmine a da lisa. - na verdade so mais uma coisa, mas essa é simples, se encontrar duas garotas chamadas lisa e jasmine... me comunique - eu descrevi elas, e ele fez um retrato falado delas, e disse que procuraria pra mim.

Saio do local, e vou andando pelas ruas, preciso andar devagar ... Ando pelas ruas calmamente.. até avistar algo.

Mas não são....

Avisto de longe Jasmine e Lisa ao lado de um homem, entrando em um carro, mas não é que as duas estão com o Jun, elas irão sofrendo tanto nas minhas mãos.

O carro arranca e eu os sigo, vocês estão fodidas na minha mão vadias!

Pov's s/n

- o que a senhora tem a dizer sobre sua invasão a penitenciária de seoul?

- a senhra sabia que libertou cerca de 1.678 presos?

- o que a senhora tem a declarar em sua legítima defesa? 

E essas eram uma das quinhentas mil perguntas, por segundo que eu recebia dos jornalistas, minha cara estava enterrada no chão, não levanto meu olhar por nada do mundo, isso é extremamente constrangedor, estou sendo exposta para o país inteiro, sendo que não tive culpa de nada, absolutamente, sinto braços me puxarem levando para dentro da delegacia, depois do showzinho de me exporem como bandida.

- então senhorita ...- ele olhava os meus documentos..- s/n, quem eram os que estavam com você ? E porque da invasão - o delegado a minha frente me interrogava.

S/n: eu não invadia nada, e nem conheço aquelas pessoas, eu estava passando por ali somente.

- você acha que eu tenho cara de idiota senhorita s/n?

S/n: não lhe entendi- me fiz de desentendida.

- primeiro, ninguém passa por lá, já que é um lugar afastado, meus homens lhe prenderam enquanto tentava fugir com aqueles bandidos, está mentindo perante um oficial da justiça? 

S/n: não estou mentindo, eu não tenho direito a uma ligação ?

- você tem direito de calar a sua boca e cooperar comigo! - disse ríspida, entregue eles, e terá sua liberdade.

S/n: entregar quem? O senhor não entendeu que não sei de nada ? É surdo!

- está desacatando uma autoridade mocinha, ...- o mesmo vira seu rosto e grita- .... Kwong leve essa garota pra prisão, e a deixe lá, quando ela quiser falar a verdade, tiramos ela de lá.

Este tal kwong me pega com uma força exagerada, e me leva até as selas da delegacia, me prendendo com mais algumas pessoas.

Kwong- espero que você fique bastante tempo aqui.. seria interessante brincar com você..- ele alisa meu queixo, mal acredito que alguém que serve a justiça possa cometer tais crimes, como abuso. Senti nojo na hora.

Me sento no chão da sela, vendo umas meninas se aproximarem.

- ela que é a louca que soltou vários bandidos?- umas cochichavam, a pergunta umas as outras.

S/n: SIM!

-OH ela ouviu, mds - a outra diz, como se eu fosse surda.

S/n: eu ouvi isso também, poderia perguntar diretamente a mim.

- você poderia nos libertar daqui também? Queriamos fugir - a outra deu ideia, mds agora elas  acham que sou a garota da fuga, que vou salvar todo mundo, e so eu viu me foder no final.

S/n: não , agora terei de aguentar o tempo que for aqui.

- é sua primeira vez presa?

S/n: sim...- bom espero ser a primeira e última.

- não se preocupe, eles te liberam por ser réu primária, ou se não é so pagar fiança, que amanhã você já esta em casa. - uma delas disse ao fundo, assim espero.

Já estava com sono, vi algumas se arrumarem e dividir o mesmo colchão mas eu é claro a novata, iria dormir no chão mesmo.

Me aninho na minha própria roupa e tento dormir.

................................................................

[........] Acordo com barulho de grades se batendo.

Kwong- anda, levanta - sinto botinas me chutarem.

S/n: ei qual é , precisa me chutar? Eu ja ouvi! 

Kwong- anda, pagaram sua fiança, está livre bebê, que pena não poderei brincar com você mais - ele fingi fazer um beicinho de triste e aquilo me da nojo, sinto olhar de tristeza de algumas meninas, aposto que esse doente abusa delas.

Saio da sela, com um certo alívio, jeon deve ter pago a fiança meu amor sempre pensando em mim.

Meu sorriso começava aparecer de acordo com que o corredor terminava, seguindo a sala , onde meu fiador me esperava, meu sorriso estava largo e radiante mas assim que viro, o rosto noto a presença da última pessoa que eu queria ver.

S/n: P-pai? O-oque s-senhor f-faz a-aqui?- uma onde terrível de nervosismo passa pelo meu corpo, eu estava em choque, ele vai querer me matar, estou mal demais, me sinto fraca.... É ele vai me matar.. me fitava sério.

S/p; pode me explicar agora, essa história ?

S/n; c-como senhor s-sabe disso?

S/P; como se as notícias não chegassem no Japão né ? Você tem noção da Vergonha que passei, meus investidores aqui da coreia me ligaram de madrugada avisando, o vexame que minha filha fazia aqui.

S/n: pai eu vou explicar..prometo

S/P; você não vai explicar, você DEVE EXPLICAR - ele me agarra pelo braço e sai dali. 

Entramos no carro em silêncio, ele seguiu até um dos hoteis mais caros da cidade, entramos e ele me joga na cama, meu appa nunca foi violento assim comigo.

S/p: você começa a se explicar, agora e me convença a não te levar comigo para o Japão ainda hoje.- NÃO , ele não pode me levar eu não posso, me afasar do Jungkook, eu preciso dele, mais que tudo na minha vida, não logo agora que ele voltou.

S/n: appa eu juro, que não participei de nada, como eles dizem, eu assumo que estava la, mas fazendo visita a alguém, e do nada acoteceu essa rebelião- meu pai não sabia dos horários de visita, talvez ele acredite.

S/p: eu não te criei pea estar visitando bandido, quem você visita s/n?? Não acredito em tamanho desgosto que você está me dando, sabe quantos milhões gastei, para te tirar das notícias e seu rosto estampado nos jornais?

S/n: eu sei appa me.perdoe, eu estava visitando um amigo da faculdade, ele vendia drogas em raves, mas eu gostava dele, não mais que amigo, ele me pediu ajuda, ele não tinha ninguém por ele.

S/p; estava envolvida com drogas? Eu não acredito que esta andando com gente dessa índole, eles não prestam minha filha, como pode? Eu te deixei em paz, depois daquela ligação, quando ouve aquelas mortes e você ficou chocada e desligou na minha cara, eu te respeitei, sendo que sou seu appa e tenho direitos de mandar em você, sempre te dei escolha de tudo na vida..

S/n: eu sei appa, me perdoe, prometo nunca mais visitar e nem ajudar amigo algum, eu não sou assim, não uso drogas, não faço nada.

S/p: sua omma sabe disso? - puta que pariu, minha omma fugiu e sumiu com esse shin a meses, appa não pode saber que estou morando sozinha, não depois do que aconteceu agora, ele iria me levar embora com certeza.

S/n: omma vive pro namorado dela, e não sabe disso, mas ela zela e cuida de mim, não se preocupe.

Ele Coça a cabeça caminhando de um lado para o outro.

S/p: eu deveria falar com sua omma!

S/n: ela não falaria com você - lido com psicológico dele, não posso transparecer meu pânico dele surgir e falar com a minha omma que nem existe, já que a mesma foi embora. 

S/p; isso é verdade, irei partir hoje a noite para Japão novamente, você nunca mais me faça voltar pra coreia, em uma situação dessas, sabe quantos compromissos tive que desmarcar, pra vir te livrar dessas incomodações?

S/n: eu sei appa, por favor me.perdoe isso nunca mais ira se repetir te garanto.

S/p: não irá, acontecer novamente, porque você ira embora comigo, arrume suas coisas ainda hoje, te busco na sua casa, vamos embora, essa é minha decisão.

Eu não acredito nisso, porque ?

Preciso arranjar um novo plano mas agora para fugir do meu appa! 







Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...