História Mystery Man. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Overwatch
Personagens Genji, Hanzo, Mccree, Reaper
Tags Mchanzo, Shimadabros
Visualizações 28
Palavras 1.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Como já diz o título, vai ficar muito confuso a parti de agora ¯\(o_o)/¯
Desculpem a demora.
Vão ler!

Capítulo 3 - Capítulo 2 - Confuso.


"Nunca dissemos a ninguém, mas somos muitos fofas juntas

Nós duas temos coisa melhor para fazer

Sempre penso nisso quando estou passando por aqui."

 

- Eu não gosto desse cara. - Disse Genji, andando lado a lado com Hanzo nos corredores da escola, era cedo e Genji nunca estava lá nessa hora, mas ele resolveu está lá pelo simples fato de querer a presença de Hanzo, pois se tornou necessária.

 

- Que cara? - Perguntou Hanzo com o celular na mão, olhando seu e-mail.

 

Hanzo sentiu a mão de Genji pegar o celular do mais velho – Do professor de Inglês.

 

Hanzo sentiu, miseravelmente, seu coração acelerar ao citar o professor de Inglês, aparentemente ele era um homem teimoso, mas bonito, Hanzo tinha curiosidade em saber como McCree manusearia suas mãos no corpo dele...

 

- Você tá me escutando? - Perguntou Genji, um pouco mais alto para tirar Hanzo de sua mente.

 

- Eu estou...

 

- Não está, tá pensando em McCree!

 

Hanzo sentiu suas bochechas incharem de vermelhas – Eu não estou!

 

Genji rosnou piedosamente – Tome cuidado com ele Anija, ele não é confiavel.

 

Hanzo ficou calado, apesar de tudo, ele não tinha o que falar, nem conhecia McCree em primeiro lugar, nunca ele iria fazer alguma coisa com alguem desconhecido, mesmo achando McCree atraente, elegante, bonito e entre outras coisa que faria Hanzo pensar bastante no outro, mas essa atração física não seria o suficiente para Hanzo baixar sua guarda. O moreno pôs sua mão sobre os ombros de Genji e viu o olhar surpreso de Genji ao ver Hanzo sorrindo.

 

- Não se preocupe Genji.

 

 

 

 

 

 

Jesse McCree, um homem de muitas palavras, viu-se hipnotizado desde a primeira vez que viu Hanzo Shimada. O mais baixo era certamente o homem mais lindo que já tinha visto e também o mais quente, o interesse de tê-lo para si foi tão grande que ao redor de Hanzo, McCree não conseguia ser o bajulador que ele era, nem sequer galanteador, o professor de geometria tinha um poder sobre Jesse que nenhum dos dois sabia.

 

- Hanzo!

 

O corpo fala tudo, mas o corpo de Hanzo era desconhecido, não expressava nada além de desdem as pessoas ao seu redor e McCree podia dizer que esse era o charme de Hanzo, um homem difícil, um desafio.

 

Hanzo virou-se para Jesse – O que quer agora?

 

Jesse engoliu a seco, ouvir a voz do mais baixo já lhe deixa louco – Não muita coisa, apenas queria perguntar se hoje teve aula com a turma 3B.

 

Viu Hanzo olha-lo com desconfiança – Tive.

 

- Isso é bom! Poderia me emprestar a frequencia? Não tive tempo de marcar as presenças.

 

McCree sabia que Hanzo era um homem de principios, e irresponsabilidades era uma coisa que McCree sabia que era imperdoavel para Hanzo.

 

- Tudo bem, mas não terá próxima vez McCree.

 

Surpresa, era o que Jesse sentia agora.

 

Jesse segui Hanzo até a sala dos professores e arrastou uma cadeira para perto de Hanzo enquanto o outro tirava sua agenda da pasta "Organizado." Pensou Jesse, mais uma qualidade para Hanzo, enquanto McCree nunca conseguiu achar nenhuma para se gabar. Jesse pegou sua agenda em sua mochila e pegou a de Hanzo e começou a copiar, isso não duraria nem 5 segundos, mas ele iria aproveitar o máximo para ficar perto de Hanzo, memorizar o perfume e tentar pensar como ele ficaria lindo com um terno de casamento. "No nosso casamento." Pensou Jesse.

 

 

 

 

 

 

Hanzo acordou com um calafrio escorrendo pela sua espinha, lentamente deixou-se abrir os olhos para observar ao redor e a surpresa lhe veio logo. Mystery Man estava na sua varanda, novamente, com a porta de vidro aberta e ele sobre o batender, sentado, observando cada sentimetro de si e, meu Deus, Hanzo ficou sem reação ao vê-lo tão focado nele, Hanzo achou que o "Heroi" havia percebido que ele acordou.

Mistery Man desceu do batender e caminhou até a cama de Hanzo.

 

- Sei que está acordado.

 

A voz abafada de Mysteru Man deixou tudo mais misterioso e isso foi direto para o seu coraçãp, que palpitou violentamente. Hanzo olhou para o homem, levantando a cabeça e olhar para o homem.

 

- O que faz aqui? - Antes de deixar Mystery Man responder, Hanzo continuou – Por que faz isso?

 

Ele ouviu Mystery Man ri – São muitas perguntas, mas eu só vou responder uma. - Hanzo sentiu a mão de Mystery Man sobre o rosto dele, acariciando a bochecha carinhosamente, enquanto Hanzo ercebia o olhar doce sobre si, seu coração nunca esteve tão desconpensado, por sorte Hanzo ainda estava sentado, ao contrario, ele não saberia se iria conseguir se sustentar – Eu estou aqui para vê-lo Hanzo.

 

Hanzo sentiu sua respiração pesar, aquele homem iria realmente conquista-lo desta maneira? Com poucas palavras?

 

- Nunca vi um homem tão lindo quanto você. - Confessou Mystery Man, mas parecia que ele falava isso para si mesmo.

 

Hanzo nunca esteve em uma situação assim, em que alguem lhe dirigia palavras doces e que por cima, por mais estupido que fosse, Hanzo estava curioso para saber o sabor da boca, como ele iria reagir a isso. Mas Hanzo Shimada nunca foi muito bom com romances.

 

Hanzo afastou as mãos de Mystery Man – Saia do meu quarto. - Ele sentiu o olhar de Mystery Man pesado – Você não pode simplesmente invadir a casa dos outros por que achou alguém bonito.

 

Mystery Man riu – Eu sei, isso é um pouco estranho ouvindo da boca de outra pessoa, mas eu acabei caindo de amores por você doçura.

 

Hanzo agradeceu por está tudo escuro – Olha, eu sou muito grato por ter salvado meu irmão, mas você não irá usar isso contra mim.

 

- Não estou usando isso contra você, eu não seria diferente dos caras que bato todas as noites se minhas intensões fossem essa. - Ele elevou as mãos para tras de sua nuca – Eu só não conseguir resistir a você.

 

Hanzo achou isso muito fofo, para a surpresa dele, mas seu lado racional dizia que esse homem era perigoso e não seria uma boa ideia se envolver com ele, principalmente que ele não sabia nem quem era – Então boa sorte para você, agora saia do meu quarto.

 

Enquanto Hanzo seguia Mystery Man com os olhos, vendo-o sair, ele imaginou o quão rude ele foi, seu coração parecia está se quebrando, mas ele tinha que ser racional, não poderia se envolver nisso, o que seria suas palavras hoje de manhã para seu irmão? Se aceitasse isso, teria que aceitar McCree também, sairia de sua conduta por causa de amor, não, ele não faria isso, não agora, mas seu corpo lhe traio nessa noite, pois enquanto Mystery Man saia pela varanda, Hanzo sentia-se confuso, ele gostava de Mystery Man ou de McCree?


Notas Finais


MYSTERY MAN OU MCCREE? MAL SABE HANZO...
Engraçado desse capítulo é que eu fiz ele enquanto eu estava estagiando e me senti muito rebelde :x
Desculpa pelo capítulo curto, foi o que deu pra fazer por enquanto...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...