História Mystery Of Life - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Exibições 13
Palavras 567
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem, eu queria perguntar se vocês querem que essa Fanfic seja longa ou acabe rápido (tipo, no cap. 20), pq se quiserem rápida, eu já faço os acontecimentos serem mais rápidos também :3

Capítulo 7 - Confronto


Fanfic / Fanfiction Mystery Of Life - Capítulo 7 - Confronto

Toda a minha vida, foi esquecida, e trocada por uma feita de mentiras.

Eu não consigo acreditar que meus "pais" fizeram isso comigo, eu quero encontrar meus pais verdadeiros.

- Amy? Está me ouvindo?

- Ãh? Me desculpe, Lety. Estava pensando em tudo que aconteceu ontem.

- Entendo, foi difícil ter que descobrir tudo tão rápido né?

- Sim.

- Bom, como eu estava dizendo, nós suspeitamos que Mika, Ambre e sua turma estejam envolvidas nesse caso!

- Uh, por que? Mika meio que me ajudou contando metade da verdade...

- Ela contou a verdade, mas é apenas um plano para que você caia na farsa dela. A Priya já te disse que ela também tem poderes sobre-humanos.

- Sim... Mas de qualquer forma, se era para me manipular, devia ter feito alguma magia não?

- De fato, mas não sabemos o porquê dela não ter usado.

Lety fala muito, na minha opinião. Considero ela uma amiga, e sei que ela quer me ajudar mas eu não aguento tanto assim.

Só de saber que terei que ver meus "pais" em casa, fico com raiva e medo ao mesmo tempo.

- Lety, tenho que ir. Até amanhã.

- Tome cuidado.

- Tomarei sim, obrigada.

Ao chegar em casa, Amy não vê ninguém.

- Eu acho que eles saíram, então vou poder descansar e pensar melhor no que aconteceu ontem.

- O que aconteceu ontem, filha?

- Ah!! Pai?! Onde... Onde você estava?!

- No pórão, guardando umas coisas e ajeitando outras com a sua mãe.

- Oh.

- Por quê você fugiu do hospital?! Que falta de maturidade! Você já tem 16 anos!

- E-Eu...

- Filha!

- M-Mãe...

- Que bom que está segura! Não faça isso de novo, eu morri de preocupação.

Seria bom, se isso realmente tivesse acontecido. - Pensou Amy.

- Amy Rosalie Watson, o que deu em você?! - Disse o pai de Amy.

Eu estou cansada, de ser feita de trouxa e de uma tola, que nem do próprio passado sabe. Eu tenho que sair desse pesadelo.

- M-Meu nome... Não é Amy Rosalie Watson!

- D-Do quê você está falando, querida?

- Cale a boca! Nem filha de vocês eu sou! Eu estou farta de ser enganada por vocês! Meu verdadeiro nome é Serenity Amina Okasaki e meus pais são Wanda, a Guardiã do Sol e Matt, o Guardião da Lua e eu herdei poderes deles! Eu tenho amigos incríveis e vocês me tiraram da vida incrível que eu tinha!

- ....

- ....

- Então, finalmente você lembrou... Serenity.

- E-Eu... Sempre achei que você fosse uma boa pessoa, mãe. E você também pai... Mas eu era ingênua demais, hoje não sou.

Antes que eu percebesse, o meu "pai" jogou algo no chão, criando uma fumaça horrível.

- O-O que?! Eu não enxergo nada... E minha garganta está ardendo...

- Você vai pagar, Serenity.

Ao desmaiar, eu ouvi uma voz parecida com a voz da Mika.

- O-Onde estou?!

- Não se preocupe, Serenity.

- M-Mika?!

- Você era melhor do que eu no passado, hoje eu passei por cima de você.

- Mas...

- Não se lembra não é? Você o tirou de mim!

- Q-Quem?

Percebi que ao tentar chegar perto dela, eu estava presa à correntes. E no mesmo instante, Mika trancou a porta do pórão e jogou a chave no ralo do banheiro.

- Mika! Por favor, não! Seja lá o que aconteceu no passado, eu sinto muito! Eu... Não tinha intenção de machucar você! Por favor...

- Tudo está no passado, pequena Serenity, mas a vingança está no presente.

- Mika!

P-Por quê estou chorando...? Por quê estou sentindo que já passei por isso?

E-Eu estou me lembrando...


Continua....





Notas Finais


Desculpe o capítulo curto :x


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...