História Mystery Of The Shadows - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail, Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Fairy Tail, Guilda, Mago Celestial, Personagens Originais
Exibições 14
Palavras 1.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Magia, Mistério, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Após as apresentações a história começa a se passar na 3° pessoa. Obrigado por lerem! ^-^

Obrigado aos meus amigos por apoiarem, pressionarem e darem inspiração para continuação dessa fanfic. Amo vocês <3

Capítulo 4 - Demon's Heart


Fanfic / Fanfiction Mystery Of The Shadows - Capítulo 4 - Demon's Heart

Hibiki acordou cedo como se estivesse muito ansioso para dormir. Levantou-se rapidamente e arrumou a cama. Após a higiene matinal no banheiro da instalação (que não tinha ninguém por ser muito cedo) ele voltou para o quarto e colocou roupas novas que haviam deixado para ele. Uma blusa de gola e manga comprida listrada horizontalmente de azul e branco, por cima uma jaqueta branca comprida com botões pretos, calça jeans e um tênis all star pretos. Ele penteou o cabelo. O mestre Makarov havia dito noite passada que magos podem fazer uma magia de armazenamento em seus bolsos para guardar todas as chaves que possuíam. Como Hibiki só tinha 2 chaves não se importou com isso no momento e guardou no bolso do casaco. Abriu a porta e desceu as escadas correndo e entrando na sede da guilda. O lugar já contava com várias pessoas tomando café. Ele avistou Mellie ao longe sozinha na mesa.

- Bom dia, Mellie! – Hibiki cumprimentou sorrindo. Ela usava a mesma jaqueta jeans do dia anterior, mas nesse momento ela estava abotoada, usava calça jeans e tênis all star pretos que nem os do mago. Seus cabelos castanhos caiam pelos ombros.
- Olá, Hibiki. – Ela suspirou tomando um gole de café. – Dormiu bem?
- Sim. – Ele disse se sentando ao lado dela e percebendo seu cansaço. – E você?
- Mais ou menos. – Ela disse preocupada. – Marabella e eu estávamos fazendo contato telepaticamente com o João...
- Ah. – Disse Hibiki lembrando-se do menino que eu ainda não conhecia. – Vocês conseguem fazer isso?
- Uhum. – Ela confirmou abrindo um sorriso. – Não sei se é meu poder principal, mas tenho contato com os sentimentos das pessoas, posso até altera-los se quiser, mas... não gosto dessa ideia de ser “menina de marionetes”.
- Entendo. – Hibiki pensou em várias coisas que pudesse fazer com esses poderes. – Então com o poder de teleporte dela...
- Alcançamos os sentimentos do João. – Ela concordou – Mas, ele estava assustado, angustiado e principalmente ferido. Ainda hoje vamos pedir uma missão para resgata-lo.
- Onde ele está? – Perguntou preocupado.
- Ele foi inspecionar uma guilda das trevas. – Ela disse rígida. – Demon’s Heart.
- Eu... – Hibiki hesitou, mas tomou coragem para falar – posso ir com vocês?
- Hibiki... – Ela disse se surpreendendo com a pergunta – você ainda é iniciante! Não está pronto para isso...
- Eu quero ajudar! – Disse ele tirando as duas chaves do bolso – Também sou um mago!
- Claro que você vai. – Disse uma voz. Henry estava vestido com um casaco de couro e calça jeans negras. Seus olhos roxos estavam divertidos. Seus cabelos penteados. – Mas, não ouse se afastar de nós.
- Exato. – Disse Marabella surgindo com um pergaminho enrolado nas mãos. Seus cabelos estavam soltos e usava um casaco marrom com partes felpudas nas mangas. Usava calça jeans e botas de inverno. Seus olhos estavam vermelhos. Ela esteve chorando.

Todos perceberam, mas já sabiam o motivo. Hibiki queria saber mais da história de cada um, mas todos estavam em um momento critico para o amigo que estava em perigo. Eles se reuniram com mochilas e enchemos de suprimentos possíveis e saímos da guilda. Hibiki suspirou lembrando-se que ficaria sem dormir em uma cama confortante por algum tempo. Eles andaram até uma estação. O lugar estava frio, indícios de neve já apareciam. O local estava praticamente deserto. Para Hibiki era normal estar deserto em dias frios como esse.

- Então... – Hibiki tentou chamando a atenção de todos – Estamos esperando um ônibus?
- Sim. – Henry disse olhando um mapa com Mellie.
- Bella não pode... sei lá... teletransporte? – Perguntou.
- Teletransporte exige muita magia. – Ela respondeu simplesmente – E eu ficaria sem forças para lutar se eu tivesse que teletransportar 4 pessoas de uma vez só.
- Ah. – Hibiki se lembrou de quando invocou Aquários pela primeira vez. Ele havia desmaiado no meio de um desabamento de escola e um alagamento mágico. – Tem razão, desculpe.
- Sem problemas. – Ela deu um sorriso fraco e sentou no banco virando-se para o lado.

Para Hibiki o astral de todos estava para baixo. Não precisava ter poder sobre os sentimentos para perceber isso. A neve começara a cair lentamente cobrindo o chão como um tapete branco. O clima frio agradava Hibiki. Depois de um tempo o ônibus chegou e todos entraram e se sentaram. Henry ficou ao lado de Marabella e Mellie ao lado de Hibiki. Fomos o trajeto todo em silencio. O ônibus estava calmo, mas uma hora ou outra ele acabava escorregando devido a neve que agora estava em uma camada um pouco maior. Depois de um tempo chegamos perto de precipício.

- Obrigado. – Disse Henry agradecendo o motorista e descendo do ônibus. – Por aqui gente.
- Por que estamos aqui? – Hibiki perguntou espiando pela borda do precipício e percebendo um castelo flutuante lá em baixo. – O-O que...
- É lá que ele está! – Disse Marabella começando a ficar com a voz um pouco desesperada. – Vamos.
- Se segurem. – Disse Henry correndo para trás para tomar impulso e vindo correndo em nossa direção.
- O qu-- -Henry passou pelos três junto com um tufão de vento que os empurrou pela borda e antes que Hibiki percebesse ele estava em queda livre. – AAAAAAAHHH!
- Fique calmo! – Disse Mellie em meio ao barulho do vento. – Você vai acabar enfartando!
- Ah, claro. – Hibiki murmurou contendo o pânico. A descida começou a se tornar mais lenta até tocarem os pés na plataforma de entrada do castelo negro.

Tão perto... Hibiki lutava pela vontade de morrer ali mesmo ou se jogar até o vazio abaixo deles. O castelo inspirava o terror e o medo. Não era a toa que Mellie e Marabella haviam conseguido sentir os sentimentos de João tão fortes.

- Fiquem calmos. – Repetiu Mellie – Estou sentindo que vocês estão entrando em pânico, mas relaxem. Vamos ficar bem.
- Sim. – Disse Marabella. – Se segurem.

Todos seguraram em Marabella e ela os transportou para dentro da enorme porta que bloqueavam seus caminhos. O interior era composto por escadas de pedras negras e o teto era muito elevado. O lugar era amplo. Uma névoa roxa circulava os pés dos 4 magos.

- Vamos começar a procurar. – Disse Marabella cautelosa. – Estamos em um lugar desconhecido.
- É. – Disse uma voz acima de nós. – E que bom que estão aqui.
- Quem está aí?! – Gritou Henry para o alto quando uma silhueta negra surgiu no topo de uma das escadas.
- Literalmente, seu pior pesadelo. – Disse ele fazendo uma referencia. – Sou Nightmare. Irei ser a pior pessoa que você vai enfrentar na sua vida.
- Ah, claro. – Henry disse sorrindo e estralando o punho direito. – Pode vir!
- Espera. – Disse ele virando sua atenção para mim. O homem se tornou visível. Seus cabelos compridos e negros cobriam seu rosto, mas sangue escorria por baixo do olho direito. Ele usava um terno rasgado e vários cortes que sangravam em muita quantidade caiam até seus pés descalços. – Vocês trouxeram o mago celestial? Isso é doce para meus pensamentos.
- Pensamentos? – Perguntou Hibiki. -
- Claro. – Disse ele abrindo um sorriso – Quem disse que eu tenho olhos?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...