História Na mente de CoCo - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Got7
Personagens BamBam, G-Dragon, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Got7, Markson, Namjin, Vhope
Visualizações 6
Palavras 803
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Chantagem


Fanfic / Fanfiction Na mente de CoCo - Capítulo 19 - Chantagem

13 de agosto de 2017
   Tamara on
    Tive necessidade de vir cá fora a meio da noite. Ninguém sabe mas eu fumo. Já estava a entrar em desespero por causa da falta de tabaco há tantos dias e por isso não conseguia dormir.
     Enquanto fumava, notei alguns movimentos entre os arbustos do jardim. Como tenho a mania dos detetives, decidi investigar.
     - Ei!- gritei eu- Revela-te!
      Dos arbustos saíram dois homens. Um tapou-me a boca para eu não gritar e o outro pegou nas minhas pernas. As mãos de um deles pareciam-me muito familiares.
      Puseram-me na sua carrinha e levaram-me até a um edifício abandonado.
      - Sabem que a minha irmã me virá buscar, certo?
      - Tens tanta certeza assim?- perguntou o mais novo.
      - Tenho. Por acaso tenho. Deixem-me ir, seus filhos da puta!
       - Sabes, Tamara? A puta também é tua mãe.- disse o mais alto e mais velho.
       - Ah? Como assim?
       Eles tiraram as máscaras e pude ver quem eram. O mais novo tinha um cabelo claro como a minha irmã. Segundo o aspeto dele e as descrições da Andreia aquele deveria ser o Jungkook. O outro rosto reconheci logo.

     - Vasco, porquê?- eu estava quase a chorar.
  

   - Tu arruinaste a minha vida!- ele deu-me um estalo na cara. Sentia a minha bochecha a queimar. Ele tinha-se aleijado também pois sacudia a mão, tal como as pessoas da nossa família faziam quando se aleijavam.
      - Que mal te fiz eu? Quando tu saíste de casa eu era quase um bebé!

     - Por esse motivo mesmo! Tu tiraste-me o protagonismo! Quando a Andreia nasceu, eu era o único rapaz da família. Mas duas raparigas?! Toda a gente me ignorava! Toda a gente dava miminhos e coisinhas bonitas à pequena e frágil Tamara. E ao Vasco? Um piço!
     - Não é por nada mas estás a ser muito injusto.- já tinha parado de chorar. Tinha que me fazer forte. Sabia que o meu irmão me odiava mas nunca pensei que fosse tanto.- Já agora, porque me sequestraram? Nem tive tempo para fumar todo o cigarro.
      - Bem, com este plano sairíamos os dois a beneficiar.- explicou o Jungkook- Raptando-te atraíamos a Andreia para mim e o Vasco poderia dar cabo de ti.
         - Até são inteligentes os meninos.   

 - Cala-te, seu monte de merda!- o Vasco tinha pegado numa pedra a atirou-a à minha cara, deixando o meu olho negro.


      CoCo on

 A rapariga está desaparecida há 10 horas. Todos andam com a cabeça à volta, principalmente a Andreia e o Yugyeom.
    - Uma pessoa nem pode voltar e já dá merda e das grandes. E se nunca a encontrarem? O que direi aos meus pais?
    - Relaxa, Andreia. Claro que a vão encontrar.- confortou-a o Jinyoung.
    - Nós sabemos o que estão em perigo mas sequestrar a Tamara? Isso é um golpe muito baixo.- comentou o RM.
     - Malta, bora ir para casa descansar. Andreia, hoje ficas connosco para não acontecer nada.- ordenou JB.
     - Obrigada, rapazes. Vós sois muito queridos.
     - Claro que somos, principalmente eu.- disse o BamBam orgulhoso.
      Chegados a casa, juntamente com os BTS, o Youngjae preparou a televisão e o computador para uma noite de karaoke. Cantou-se de tudo e mais alguma coisa: k-pop (obviamente!), pop, j-pop, rock, metal, funk brasileiro e o J-hope ainda se arriscou a cantar pimba português [mais propriamente "A garagem da vizinha" do Quim Barreiros (nota da autora: quem não for português pesquise pois vale a pena e certamente vão-se rir bastante)].
      A meio da cantoria, que estava a distrair todos dos acontecimentos da noite anterior, receberam uma chamada de um número de um telemóvel descartável. Quem atendeu foi a Andreia e pôs em alta voz.
      - Estou?
      - És tu, Andreia, ao telefone. Perfeito! Era mesmo contigo que eu queria falar.- a pessoa do outro lado do telefone fazia uma voz falsa.
      - Jungkook, eu sei que és tu.- suspirou- Vai direto ao assunto.
      - Ora bem, eu tenho a tua irmãzinha.
      - O quê?! Passa-lhe o telefone. Quer ter a certeza de que ela está bem.
      A voz que se seguiu falava português. Era a voz da Tamara.
     - Para teres a Tamara de volta só te imponho uma coisa: tens que vir ter comigo à morada que te vou mandar. Veste-te a rigor. Sabes que mais? Veste aquele vestido que compraste com o Suga. Aquele branco com flores.
    - Estás-me a convidar para sair em ordem de receber a minha irmã?
    - Talvez.- eu soltou uma pequena risada.- Vens ter comigo amanhã na Rua xxxxxx, número xxxxxx às 21 horas. O que me dizes da proposta?
    - Só o faço pela Tamara.
    Ela desligou a chamada.
    - Temos que contactar a polícia. Levas uma escuta e a polícia vai ter connosco ao local.- disse Mark autoritário.
     


Notas Finais


A capa não tem nada a ver mas eu quero, posso e mando.☺
Obrigada aos favoritos. Semprei pensei que não ia ter nenhuns.🙂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...