História Nada acontece por acaso - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~Didi1201

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Hopemim, Namjin, Taekook, Vkook, Yoonmin
Visualizações 43
Palavras 1.488
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como prometido, voltei hoje com mais um capítulo!
Espero que gostem!

Capítulo 10 - A Bomba


Ligação On

 

Taehyung: Alô.

XXX: Boa tarde, daqui fala Jenni, secretária do escritório das empresas “Dreamcatcher”, eu gostaria de falar com o senhor Kim Taehyung, será possível?

Taehyung: Ah, sim claro. É o próprio. Em que posso ajudá-la?

Jenni: Bom, eu tenho um recado para lhe dar.

Taehyung: Muito bem, pode falar.

Jennie: É sobre o evento desta tarde. Por motivos de saúde, o Srº Jeon não poderá comparecer. Infelizmente ele sofreu uma paragem cardíaca e está agora em uma cirurgia delicada. Dado isto, você deverá se encontrar em frente do hotel perto das 17:45 para que o assessor que irá substituir o Srº Jeon lhe explique todo o novo roteiro do evento e passe também algumas indicações. Ele se chama Jung Hoseok e estará lhe aguardando à porta do local marcado, acompanhado de alguns seguranças e outros assessores.

Taehyung: Entendo. Prossiga.

Jennie: Essa mesma pessoa lhe entregará um telefone com um cartão novo, do qual poderá ser contactado e avisado sobre qualquer novidade do estado do paciente já citado. Devido ao estado de saúde da noiva dele, que está com uma gravidez de risco e quase perdeu o bebê quando soube da notícia, você terá de ficar encarregue de correr para o hospital se algo acontecer e terá de, muito provavelmente, passar a noite com o mesmo. Agora por favor, poderia me responder a algumas perguntas?

Taehyung: Ahn, claro. Por qual motivo?

Jennie: Protocolo. Este é o seu número de telefone válido e que usa diariamente, 24 horas por dia?

Taehyung: Sim senhora.

Jennie: Muito bem, então eu vou pedir para que o mantenha contactável até receber o novo telefone, caso algo aconteça.

Taehyung: Certo.

Jennie: O Senhor tem carro ou alguém que possa levá-lo ao hospital se for necessário?

Taehyung: Não, infelizmente não.

Jennie: Então você terá um motorista particular da empresa trabalhando para você 24 horas por dia enquanto esta situação se arrastar. O Senhor tem alguma ligação a mais com o Srº Jeon para estar na lista das pessoas em contactar em caso de emergência ou sabe pelo menos o motivo disso?

Taehyung: O quê? Não.

Jennie: Tudo bem então. Se nós precisarmos de mais alguma informação a seu respeito, eu voltarei a contactá-lo, algum problema?

Taehyung: Não, nenhum.

Jennie: Certo. Ainda não há confirmações de quando é que você poderá voltar às suas rotinas normais e nem quando irá conhecer o seu novo chefe, dadas as condições, mas assim que pudermos vamos liberá-lo para voltar à sua vida normal. Não se preocupe, você continuará ganhando o seu salário como se estivesse vindo para o escritório todos os dias, e ainda iremos depositar uma quantia de bônus devido às deslocações, mudanças de horários e alimentação que terá de fazer daqui em diante.

Taehyung: Ok. Mais alguma coisa que eu necessite saber?

Jennie: Sim, acabamos de lhe enviar um email com mais algumas informações necessárias.

Taehyung: Hm, já recebi. Irei ver assim que desligar.

Jennie: Por último quero avisá-lo também que me foi pedido que não comentasse nada sobre este assunto com ninguém do evento, muito menos com o filho do Srº Jeon. Para não comprometer o evento e os negócios de hoje, ele ainda não foi avisado do estado do pai e eu tenho ordens para que assim continue. O assessor que o acompanhará também recebeu as mesmas instruções e já sabe de toda a situação.

Taehyung: Assim farei. Muito obrigado pela informação senhorita Jennie, e desculpe pelo incômodo.

Jennie: Só estou fazendo o meu trabalho, não se preocupe. Qualquer coisa que necessite é só marcar a tecla 2 do telefone que receberá e entrará em contacto comigo novamente.

Taehyung: Tudo certo então. Obrigada mais uma vez.

Jennie: De nada, o escritório das empresas “Dreamcatcher” agradece pela sua colaboração. Boa tarde.

 

Ligação Off

 

*FLASHBACK OFF*

 

E por aí você pode calcular que eu já pirei e fiquei sem saber o que fazer primeiro.

Eu realmente queria muito que este dia e tudo isto fosse um pesadelo e que eu pudesse acordar na minha caminha bem confortável hoje de manhã e fazer tudo diferente.

 

 

Mas eu não posso.

 

 Então eu tive que tomar uma decisão e fazer alguma coisa. Resolvi tomar o meu banho, finalmente, e ir me arrumar, já que o tempo já estava escaço. Depois dessas notícias todas já eram quase 16:15 e eu tinha de me arrumar rapidamente.

Mas é claro que no meio disso eu decidi contar tudo pro Jin.

 

*FLASHBACK ON*

 

- JIN! VEM AQUI! – Gritei assim que saí do banheiro, ainda com a toalha enrolada na cintura.

- O QUE É QUE TU QUER? E EU JÁ FALEI PRA VOCÊ NÃO GRITAR COMIGO QUE EU TE TACO O CHINELO MENINO! – Respondeu o outro em tom de ameaça, enquanto continuava sentado no sofá assistindo a sua série.

- Jin… - Bufei, me dirigindo à porta. – AGORA!

- EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊ TEVE A AUDÁCIA DE GRITAR COMIGO DE NOVO! – Se levantou, vindo na minha direção em passos pesados, enquanto eu calmamente me virei e me atirei em cima da cama. – MAS VOCÊ QUER MORRER CRIAT… o que é que aconteceu Tae? – Falou, assim que me viu atirado na cama, agarrado numa almofada.

- Jin, deu tudo errado! – Me desesperei, me agarrando ao pescoço do mais velho.

- Calma Taetae, me conta o que aconteceu. – Disse o mais velho enquanto me afagava os cabelos.

- Tudo começou com o telefonema que eu recebi ainda à pouco. O meu chefe, o Srº Jeon, teve uma paragem cardíaca e se encontra muito mal! Só que eu não sei como, mas estou na “lista de emergência” dele e por isso agora eu estou encarregue de cuidar do mesmo. – Desabafei tudo de uma vez e o mesmo arregalou os olhos.

- Hm… Vai correr tudo bem Tae, não se preocupe. – Respondeu de uma maneira simples, se levantando e me puxando com ele.

- Mas e se…

- Agora vai se arrumar, não discuta comigo. A gente se vê lá na sala quando for hora de sair.

 

*FLASHBACK OFF*

 

É, infelizmente dessa vez ele não ajudou muito. Não sei ao certo o porquê mas se ele pensa que me engana com a famosa tática do “mudar de assunto”, ele está muito enganado.

 

- JIN, VEM! A GENTE VAI CHEGAR ATRASADO! SE APRESSA! – Gritei, já na porta de casa pronto para sair.

- NÃO GRITA CRIATURA PORRA, QUE MANIA! EU JÁ DISSE QUE ESTOU INDO! – Respondeu o outro saindo do quarto, ainda arrumando a gravata. – Viu, já está!

- Opa, você está lindo mesmo hein? Vai mesmo num jantar lá da clínica ou vai sair com o boy? – Provoquei, levando com uma almofada em seguida.

- Taehyung vai se fuder vai. – Disse enquanto ainda atirava algumas almofadas do sofá na minha direção.

- Fudido já eu estou Mon amour, mas isso não me impede de continuar te provocando.  – Respondi, me desviando de mais uma das muitas almofadas que vinham de encontro à minha cara.

- Eu já disse que é só um jantar com alguns colegas da clínica e outros médicos, mas tal coisa não incapacita a minha pessoa de ir dignamente vestida e arrumada! – Concluiu, cessando agora o arremesso de almofadas, que já se encontravam espalhas por toda a sala, e fechando o paletó.

- Huhum, sei. Agora vamos, acho que já estamos os dois bastantes atrasados. – Encerrei a conversa, pegando na chave e saindo do apartamento seguido de Jin, que pegou nas chaves do carro e se dirigiu ao estacionamento, dando a partida pouco depois.

 

--------------- Quebra de Tempo -----------------

 

- Obrigado pela boleia Omma! – Falei assim que chegamos no local, logo retirando o sinto e saindo do carro, fechando a porta e me apoiando na janela ainda aberta. – Vê lá o que você vai fazer hein? Depois quero conhecer o sortudo que vai se sentar na sua mesa. – Completei, piscando o olho em provocação.

- Taehyung eu vou dar um tapa na sua cara para ver se você aprende a ficar quieto! Francamente, parece que o seu cérebro absorveu a porcaria da tinta de cabelo! – Bufou o mais velho, batendo com as mãos no volante.

- Tudo bem, tudo bem. Mas você sabe que se houver aí alguém eu vou querer saber tudo sobre essa pessoa né? Não é qualquer um que vai ter a honra de sair com Kim Seokjin sem antes passar na minha inspecção, o que dirá ir te com…

- KIM TAEHYUNG VOCÊ NÃO SE ATREVA A TERMINAR ESSA FRASE OU EU TE EXPULSO DE CASA! – Respondeu/gritou mais uma vez o outro Kim já vermelho e sem paciência nenhuma, vendo o mais novo cessar o sorriso e levantar as mãos, se dando por vencido. – Agora eu acho melhor você ir, a guerra se aproxima e você me parece ser o único soldado em campo.

-Hm, verdade. Eu acho melhor eu ir mesmo. Bom jantar hyung! – Respondi por fim, me afastando do carro.

 

Agora é por minha conta, força Taehyung!


Notas Finais


Opaaaa, estou vendo algumas revelações nesse capítulo hein?
O Taehyung e o Jungkook devem estar de venda para não ver o que está bem na frente dos olhos deles! Kkkk

Se você gostou, comente e favorite! Diga não ao leitor fantasma e venha fazer parte da minha família <3

Até ao próximo capítulo,
Byee


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...