História Nada como nós (Nothing Like Us) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Books, Bts, Colegial, Jungkook, Kook, Kookie, Like, Llivros, Músicas, Nothing, Paper Hearts, Purpose, Romance, Tmblr
Exibições 7
Palavras 2.390
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Festa, Lemon, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente, desculpe por qualquer erro.
Obrigado por lerem e comentarem! Continuem, isso me deixa feliz.
Boa leitura.

Capítulo 3 - ₩ 셋 ₩


Fanfic / Fanfiction Nada como nós (Nothing Like Us) - Capítulo 3 - ₩ 셋 ₩


"Siga as cordenadas, esqueça as subordinadas. Me encontre lá às 7 horas."

Jungkook deu o bilhete pra Tessa que estava na biblioteca.

-- Da AM ou PM? -- perguntou Tessa sussurrando.

-- PM. -- disse Jungkook. Já fazia três dias que ele não encontrou Margo pelos corredores e nem nas salas de aula. Ele se sentia de certa forma aliviado mas tinha algo que o incomodava. Ele não sabia o que. Talvez estivesse sentindo culpa.

05:06 PM

Última aula, a aula mais chata que se podia ter, do professor Seokjin. Já havia se passado seis minutos, os seis minutos mais chatos do século pra Jungkook.

-- Sentem em dupla, vou passar um trabalho pra vocês. -- todos fizeram como o pedido do professor, menos Jungkook, ele não tinha dupla. - Sozinho caro Jungkook? Sente com o Taehyung. -- Jungkook não sabia, mas Taehyung é o menino mais estranho da sala, ele fica de boca aberta olhando pro nada, tem gostos estranhos pra músicas e ainda todos daquela sala o odiavam.

-- Quem é Taehyung? -- perguntou Jungkook procurando o menino.

-- Sou eu... -- o menino foi ajudar Jungkook com os materiais.

-- Não precisa. -- Jungkook levou os materiais pra mesa do Taehyung e buscou a carteira depois.

...

-- Já fizeram? -- perguntou o professor para os alunos, olhando de forma assustadora.

-- Sim! -- responderam em uníssono.

O professor recolheu os trabalhos de todos e Jungkook ficou conversando com Taehyung.

-- Então... Já ficou sabendo do lugar secreto que tem aqui? -- perguntou Taehyung pra Jungkook. O mesmo ficou paralisado.

-- Que lugar? -- fingiu que não sabia.

-- É uma estufa, eu vi uma menina entrando lá uma vez. O que será que ela faz lá?

-- Eu não sei.

-- Jungkook, você já bebeu? Ou fumou?

-- Porque está me perguntando isso?

-- Só pra saber.

-- Eu não devo essa resposta pra você. -- Taehyung ficou calado.

-- Ok então.

...

06:58 PM

Jungkook estava na frente da porta da estufa esperando por Tessa, tem bebidas alcoólicas nas mãos e viu Margo passar ao longe por ali.

-- Jungkook? O que faz ai? Perdido? -- perguntou Margo e se aproximou dele.

-- Saia daqui Margo.

-- Porque? Vai se encontrar com uma rabo de saia? E pelo jeito vão beber.

-- Aish, sai daqui. Agora.

-- Não. Afinal, esse corredor é antigo pra caralho, e essa porta também.

-- Do que está falando?

-- Do corredor e da porta.

-- Digo... O que quer dizer com isso?

-- Nada demais.

-- Sai daqui por favor.

-- Só me diz porque está aqui. Você não é santo, não deve estar aqui por um bom motivo.

-- Isso não te interessa e você não tem o direito de se meter na minha vida. Sai daqui. -- a mesma mostrou o dedo do meio pra Jungkook e saiu. Tessa chegou depois.

-- Oii Jungkook. Bem no horário.

-- Sim... -- Jungkook sorriu mas logo o mesmo sumiu.

-- Aconteceu alguma coisa? -- Tessa abriu a porta pequena.

-- Sim, más notícias. Um menino sabe dessa estufa, e uma menina também.

-- Quem? -- os dois entraram na estufa.

-- Park Margo e Kim Taehyung. Os dois sabem. Primeiro o Taehyung me perguntou se eu sabia de uma tal estufa e eu fingi que não sabia, depois ele disse que viu uma menina entrando pela porta, provável que seja você. E Margo me viu esperando você de frente a porta, ela me conhece, e me odeia.

-- Estamos ferrados.

-- É... Eu sei. -- Jungkook sentou no puff que dividiu com Tessa.

-- Enfim, eu peguei livros novos.

-- De novo ladra de livros?

-- Não me chame assim. -- a mesma revirou os olhos e mostrou pra ele os livros.

-- Homem Invisível... Os olhares perdidos de Katin Brown e... Armas X Suor? Isso é peculiar.

-- Eu sei... Eu gosto. -- ela pegou os livros e colocou na estante. -- Trouxe o que?

-- Bebidas... Mas como você só bebe qualquer coisa que tenha cafeína eu trouxe isso pra você. -- o mesmo tirou dentro da sacola dois copos de café, um café especial no qual ele nem sabia o nome. -- Tem chantilly por cima. Vai gostar. E pra mim eu trouxe isso... Vodka com lima e coca-cola.

-- Tá louco? Quer ficar bêbado?

-- O mundo sóbrio está me enjoando...

-- Vai se arrepender depois...

-- Não vou... E eu tenho dois colegas de quarto que iriam adorar isso aqui.

-- Tenha dó de vocês... Se forem pegos podem ser expulsos.

-- Eu não ligo mais em ser expulso. Já fui expulso tantas vezes que nem posso contar. -- misturou tudo em um copo e tomou tudo em grandes goles.

-- Você é louco. -- ela começou a beber o café que Jungkook trouxe.

-- Lógico. Sem loucura a vida não tem graça. Pelo menos pra mim não tem graça.

...

09:19 PM

-- Você deve ir... Conversamos muito. E bebemos também. Eu vou dormir aqui hoje. Saiba que vou me arrepender de ter bebido tanto.

-- Aah você gostou de beber aquilo.

-- Enfim, vá logo.

Jungkook e Tessa não fizeram nada considerado "grave", apenas beberam. E beberam muito. Jungkook estava cambaleando até o quarto. Margo o viu naquele estado e tentou o ajudar.

-- Vai se ferrar... Não preciso da sua ajuda.

-- Vá a merda Jeon Jungkook.

O mesmo entrou no quarto e disse para os meninos sobre a bebida. Ambos tomaram o resto.

-- Onde conseguiu isso? -- perguntou ChungHo.

-- Segredo... -- Jungkook deitou na sua cama e não levantou por nada.

...

06:13 AM

Estava na hora de se arrumar mas Jungkook não queria ir, estava de ressaca. Era de se esperar. Óbvio. Os meninos foram a aula com dor de cabeça mesmo, Tessa também não foi. Afinal, ela nem acordou, ainda está na estufa. Margo foi a aula e notou a falta de Jungkook.

-- Só não vou dedurar porque não merece. -- disse Margo pra si mesma, mas o professor escutou.

-- O que Margo? Dedurar? Vai dedurar quem? -- perguntou o professor preparando pra se levantar.

-- Não é nada professor, eu estou falando sozinha.

-- Continue então. Ninguém liga.

...

Margo foi ao quarto de Jungkook e entrou sem permissão. O mesmo estava jogando no PS4 dos meninos apenas de roupas íntimas.

-- Isso é ridículo.

-- Não ligo pra sua opinião. Sai daqui, sabe que se te pegarem aqui dentro pode se ferrar muito. Ainda mais porque eu estou de roupas íntimas.

-- Não vai fazer diferença em mais outra advertência.

-- Fala logo o que quer.

-- Vou te dedurar...

-- Não faria isso, não tem coragem.

-- Aaah não tenho? Você não me conhece Jeon. -- a mesma sentou em cima de uma mesa e cruzou as pernas olhando pra TV enorme.

-- Não conheço o suficiente, ainda.

-- Enfim...

-- Sai daqui logo, não vai conseguir nada em me dedurar.

-- Jungkook porque faz essas coisas?

-- E porque você faz perguntas sabendo que eu não vou responder nenhuma? Você é tola. Sai daqui. Estou ocupado demais. E a vida é minha, eu me meto em confusão porque eu quero.

-- ... você viu a cara dele? -- Kyung e ChungHo entraram rindo, mas a graça acabou quando viram Margo e o estado de Jungkook. -- Jungkook o que ela faz aqui?

-- Eu também queria saber. -- disse Jungkook.

-- Eu já vou indo. -- disse Margo.

-- Vai tarde. -- disse Jungkook pausando o jogo.

-- Vai se ferrar bêbado.

-- Ela é louca? -- perguntou Kyung pra Jungkook depois que Margo foi embora.

-- Mais do que você imagina. Acredita que ela só veio aqui pra me perguntar porque eu faço essas coisas?

-- Aish, garotas... Nunca vamos entender. -- disse ChungHo.

06:48 PM

-- Aonde vai? -- perguntou Kyung e ChungHo.

-- Em um lugar, querem alguma coisa?

-- Hambúrguers... E coca-cola.

-- Ok. -- Jungkook saiu do quarto e foi para a estufa, a porta estava semi aberta. Não tinha ninguém ali além dos livros. -- Onde será que ela foi?

-- Procurando alguma coisa? -- perguntou Margo atrás dele.

-- O que faz aqui?

-- O que você faz aqui?

-- Aish, vamos sair desse lugar.

Ambos saíram, Tessa deveria ter voltado para o quarto. Margo acompanhou Jungkook até a cantina.

-- Eu quero... Hambúrguers... O triplo queijo por favor. Quero... 5 hambúrguers e duas garrafas de Coca-Cola. -- ele pagou tudo e saiu com as coisas na mão.

-- Festa?

-- É coisa de menino, não vai entender. E afinal, o que faz tão tarde rondando por ai?

-- "Isso não te interessa, e você não tem o direito de se meter na minha vida." -- disse Margo zombando de Jungkook.

-- Vai se ferrar.

-- Não.

Jungkook voltou para o seu quarto e Margo seguiu para o dela. Jungkook chegou no quarto e os três comeram tudo.

...

-- Porque ele é tão rude comigo??? -- Margo perguntou a sua amiga de quarto.

-- Você gosta dele? -- a amiga sentou de pernas cruzadas em cima da beliche.

-- Não, e nunca vou gostar. Ele é tão estranho comigo, e com os outros parece ser outra pessoa.

-- Então você se preocupa do jeito que ele te trata?

-- Não é isso.

-- É sim Margo. Você está gostando dele.

-- Eu nunca vou gostar daquele babaca.

...

No dia seguinte a mãe de Tessa estava na escola, a diretora Karmin que chamou. Alguém tinha dedurado eles. Será Margo? Ou será Taehyunge. -- Trouxe o que?

-- Bebidas... Mas como você só bebe qualquer coisa que tenha cafeína eu trouxe isso pra você. -- o mesmo tirou dentro da sacola dois copos de café, um café especial no qual ele nem sabia o nome. -- Tem chantilly por cima. Vai gostar. E pra mim eu trouxe isso... Vodka com lima e coca-cola.

-- Tá louco? Quer ficar bêbado?

-- O mundo sóbrio está me enjoando...

-- Vai se arrepender depois...

-- Não vou... E eu tenho dois colegas de quarto que iriam adorar isso aqui.

-- Tenha dó de vocês... Se forem pegos podem ser expulsos.

-- Eu não ligo mais em ser expulso. Já fui expulso tantas vezes que nem posso contar. -- misturou tudo em um copo e tomou tudo em grandes goles.

-- Você é louco. -- ela começou a beber o café que Jungkook trouxe.

-- Lógico. Sem loucura a vida não tem graça. Pelo menos pra mim não tem graça.

...

09:19 PM

-- Você deve ir... Conversamos muito. E bebemos também. Eu vou dormir aqui hoje. Saiba que vou me arrepender de ter bebido tanto.

-- Aah você gostou de beber aquilo.

-- Enfim, vá logo.

Jungkook e Tessa não fizeram nada considerado "grave", apenas beberam. E beberam muito. Jungkook estava cambaleando até o quarto. Margo o viu naquele estado e tentou o ajudar.

-- Vai se ferrar... Não preciso da sua ajuda.

-- Vá a merda Jeon Jungkook.

O mesmo entrou no quarto e disse para os meninos sobre a bebida. Ambos tomaram o resto.

-- Onde conseguiu isso? -- perguntou ChungHo.

-- Segredo... -- Jungkook deitou na sua cama e não levantou por nada.

...

06:13 AM

Estava na hora de se arrumar mas Jungkook não queria ir, estava de ressaca. Era de se esperar. Óbvio. Os meninos foram a aula com dor de cabeça mesmo, Tessa também não foi. Afinal, ela nem acordou, ainda está na estufa. Margo foi a aula e notou a falta de Jungkook.

-- Só não vou dedurar porque não merece. -- disse Margo pra si mesma, mas o professor escutou.

-- O que Margo? Dedurar? Vai dedurar quem? -- perguntou o professor preparando pra se levantar.

-- Não é nada professor, eu estou falando sozinha.

-- Continue então. Ninguém liga.

...

Margo foi ao quarto de Jungkook e entrou sem permissão. O mesmo estava jogando no PS4 dos meninos apenas de roupas íntimas.

-- Isso é ridículo.

-- Não ligo pra sua opinião. Sai daqui, sabe que se te pegarem aqui dentro pode se ferrar muito. Ainda mais porque eu estou de roupas íntimas.

-- Não vai fazer diferença em mais outra advertência.

-- Fala logo o que quer.

-- Vou te dedurar...

-- Não faria isso, não tem coragem.

-- Aaah não tenho? Você não me conhece Jeon. -- a mesma sentou em cima de uma mesa e cruzou as pernas olhando pra TV enorme.

-- Não conheço o suficiente, ainda.

-- Enfim...

-- Sai daqui logo, não vai conseguir nada em me dedurar.

-- Jungkook porque faz essas coisas?

-- E porque você faz perguntas sabendo que eu não vou responder nenhuma? Você é tola. Sai daqui. Estou ocupado demais. E a vida é minha, eu me meto em confusão porque eu quero.

-- ... você viu a cara dele? -- Kyung e ChungHo entraram rindo, mas a graça acabou quando viram Margo e o estado de Jungkook. -- Jungkook o que ela faz aqui?

-- Eu também queria saber. -- disse Jungkook.

-- Eu já vou indo. -- disse Margo.

-- Vai tarde. -- disse Jungkook pausando o jogo.

-- Vai se ferrar bêbado.

-- Ela é louca? -- perguntou Kyung pra Jungkook depois que Margo foi embora.

-- Mais do que você imagina. Acredita que ela só veio aqui pra me perguntar porque eu faço essas coisas?

-- Aish, garotas... Nunca vamos entender. -- disse ChungHo.

06:48 PM

-- Aonde vai? -- perguntou Kyung e ChungHo.

-- Em um lugar, querem alguma coisa?

-- Hambúrguers... E coca-cola.

-- Ok. -- Jungkook saiu do quarto e foi para a estufa, a porta estava semi aberta. Não tinha ninguém ali além dos livros. -- Onde será que ela foi?

-- Procurando alguma coisa? -- perguntou Margo atrás dele.

-- O que faz aqui?

-- O que você faz aqui?

-- Aish, vamos sair desse lugar.

Ambos saíram, Tessa deveria ter voltado para o quarto. Margo acompanhou Jungkook até a cantina.

-- Eu quero... Hambúrguers... O triplo queijo por favor. Quero... 5 hambúrguers e duas garrafas de Coca-Cola. -- ele pagou tudo e saiu com as coisas na mão.

-- Festa?

-- É coisa de menino, não vai entender. E afinal, o que faz tão tarde rondando por ai?

-- "Isso não te interessa, e você não tem o direito de se meter na minha vida." -- disse Margo zombando de Jungkook.

-- Vai se ferrar.

-- Não.

Jungkook voltou para o seu quarto e Margo seguiu para o dela. Jungkook chegou no quarto e os três comeram tudo.

...

-- Porque ele é tão rude comigo??? -- Margo perguntou a sua amiga de quarto.

-- Você gosta dele? -- a amiga sentou de pernas cruzadas em cima da beliche.

-- Não, e nunca vou gostar. Ele é tão estranho comigo, e com os outros parece ser outra pessoa.

-- Então você se preocupa do jeito que ele te trata?

-- Não é isso.

-- É sim Margo. Você está gostando dele.

-- Eu nunca vou gostar daquele babaca.

...

No dia seguinte a mãe de Tessa estava na escola, a diretora Karmin que chamou. Alguém tinha dedurado eles. Será Margo? Ou será Taehyung? 


Notas Finais


Desculpe por qualquer erro meu, por favor comentem e favoritem, isso me deixa mt feliz como vcs sabem.
Obrigado por ler ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...