História Nada é impossível - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Seventeen
Personagens BamBam, Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jackson, Jang Doyoon, JB, Jeon Wonwoo, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Junghan "Jeonghan", Jungkook, Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Seungcheol "S.Coups", Shin Dongjin, Soonyoung "Hoshi", Suga, V, Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8", Yao MingMing, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Got7, Seventeen
Visualizações 9
Palavras 1.246
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mano eu fiquei triste enquanto escrevia esse capitulo kjjn
Espero que gostem, e desculpe pela demora ❤

Capítulo 8 - Eu não esperava isso de você...


Fanfic / Fanfiction Nada é impossível - Capítulo 8 - Eu não esperava isso de você...

Sai de casa um pouco receosa, não tive paciência pra esperar um ônibus, então chamei um Uber! Passaram 5min andava em círculos, algo no meu coração me incomodava, sentia que algo ruim estava prestes a acontecer. Logo ouvi uma buzina, vi o carro e adentrei no mesmo! Passei o endereço para o moço e seguimos viagem. 

Naquele momento só faltava meu coração sair pela boca, eu não sabia o motivo, mais estava com medo, meu coração estava apertado, minhas mãos estavam suando e minha respiração ofegante. 

Motorista - Moça? Está tudo bem? 

S/N - S-s-im 

Motorista - Tem certeza? *me olhou preocupado*

S/N - Na verdade não... Teria como ir mais rápido? *digo um pouco nervosa*

Motorista - Claro, com certeza. 

O motorista foi o mais rápido possível, claro sem ultrapassar tanto as leis de trânsito. Então por fim chegamos no local, o paguei e saí do veículo. 

Vai S/N você consegue, é só tocar a campanhia, não aconteceu nada, é só coisa da sua cabeça, vamos lá você consegue... 

E então eu toquei, toquei duas vezes! E a mãe do Mateus logo abriu a porta, mais ao ver quem era a expressão dela mudou.. 

M/M - S/N? O que faz aqui? *Me disse confusa*

S/N - Me desculpe por vir sem avisar, é que eu precisa conversar urgentemente com teu filho. 

M/M - M-m-a-s eu achei que você tinha dormido aqui...

S/N - Por que a senhora achou isso? Eu não sou de dormir na casa dos meus namorados... *disse com um sorriso fraco*

M/M - Mas se não é você que está lá em cima, então quem está? *disse perplexa*

Naquela hora que ela me disse isso, senti uma fisgada no meu coração. 

S/N - D-d-o que a senhora está falando? 

M/M - S/N o Mateus trouxe uma menina ontem, eu vi um sapato feminino na porta do quarto, e uma calcinha feminina no banheiro... 

Naquela hora eu não me aguentei, meu coração ficou em pedaços, tentei dizer algo mais não consegui, a única coisa que fiz foi ir correndo até o quarto do Mateus! Lá eu ouço risadas, meu coração apertou mais ainda, e então eu abro a porta. 

Mateus - S/N o-o-q-u-e faz aqui? *diz se cobrindo*

Eu via aquela cena, mais não conseguia dizer nada, comecei a chorar desesperadamente, eu não estava acreditando que o Mateus estava com a "MINHA MELHOR AMIGA" na cama...

Vivian - Amiga eu posso explicar, não é nada disso que você está pensando! *diz colocando suas roupas*

Mateus - Amor vem aqui eu posso explicar. *falou vindo em minha direção, mas eu recuei*

Até que por fim consegui dizer algo. 

S/N - Canalha!!! COMO PODE FAZER ISSO COMIGO, COMO PODE ME MAGOAR DESSE JEITO??? 

Mateus - S/N calma tabom, eu posso explicar... 

S/N - EU NÃO QUERO SUA EXPLICAÇÃO, NÃO QUERO MAIS NADA DE VOCÊ, VOCÊ BRINCOU COM OS MEUS SENTIMENTOS ESSE TEMPO TODO!!! ME FAZENDO ACREDITAR QUE ME AMAVA. 

Dou passos pra trás e saio daquele ambiente, logo vejo a mais velha na escada com a mão na boca e uma cara de assustada, passo por ela com um olhar triste e olhos inchados, e a mesma me abraça e pede perdão pelo erro do seu filho. 

Quando estou prestar a atravessar a rua, ouço uma voz. 

Mateus - S/N ESPERA!!! POR FAVOR, EU TE AMO. 

Vou até ele e dou um tapa em sua face. 

S/N - me ama merda nenhuma, nunca me amou, e eu aqui a trouxa, achando que um dia encontraria o "amor", achando que alguém poderia gostar de mim, mesmo sendo EU!!! 

Mateus - Não diga isso! Eu te amei sim, mais você sabe o quão difícil foi te ver e não poder te tocar, não poder te sentir por inteira, isso me corroia todos os dias, me deixava louco eu.. *o interrompi*

S/N - Mais você sabe que eu não posso, por que, por que meu Deus você não terminou a merda do relacionamento e foi procurar alguém pra saciar seus desejos??? 

Mateus - S/N me desculpa eu sou homem, não tem como controlar isso. 

S/N - Mais tem como evitar. Por favor me esqueça, esqueça que um dia nós "tivemos algo" vai ser feliz ao lado da baranga da Vivian e me esquece. *falei isso indo embora*

Mateus - S/N EU TE AMO!!! 

S/N - VAI SE FUDER *disse jogando aliança*

Saí correndo, sem olhar para trás, minhas lágrimas desciam cada vez mais, eu estava um caco, me sentia um nada. Parei de correr ao ver um ponto de ônibus, me sentei no banco e ali me desabei por total. 

Digamos que eu tenha ficado 20min ali sentada, olhando para o nada, pessoas passavam mais não perguntavam nada, só me olhavam com pena. Eu queria ir embora dali, mais não queria voltar pra casa, e então entrei na lista de contatos do meu celular, e então decidi ligar para ela. 

 *Chamada on*

Segundos depois... 

-Alô Maria? É a S/N 

- Oi Bebê, está tudo bem? 

-Na verdade não, mais assim nega, eu gostaria de saber se poderia passar aí na tua casa! *disse um pouco rouca*

- Mais é claro que pode, não precisa pedir! Você vai vir agora? 

-Sim, pode ser? 

-Claro!!! 

-Tabom estou a caminho.. 

*Chamada of*

Maria era uma das minhas amigas de infância, quando éramos mais novas, eu ela a Letícia, Luana e a Thifanni decidimos morar juntas, mais por escolha do destino não pude morar junto com elas! Mas mesmo por causa disso não perdermos o contato uma com as outras. 

Desliguei o celular e o guardei no bolso, olhei para o lado e vi no painel os números dos ônibus e seus destinos! Vi que ali passava o ônibus que parava em frente a casa da Maria, suspirei aliviada. Passaram-se 20 minutos e graças a Deus o ônibus tinha chegado! Entrei nele e sentei em um dos últimos bancos. Lá deitei minha cabeça na janela e derramei mais rios de lágrimas. 

       30 minutos depois 

Cheguei a casa da Maria, toquei duas vezes no portão dela e ela logo apareceu. 

Maria - Aaaa viada você chegou, que saudades! *disse me inforcando entre o abraço*

S/N - Sim, também senti saudades.. *disse num tom baixo*

Maria - Ei o que aconteceu? Quer saber entre, as meninas estão lá dentro, aí você explica pra gente. 

Assim eu fiz, entrei dentro da casa dele, que por sinal era linda. Logo em seguida avistei as outras meninas, que logo vieram me abraçar. Não consegui suportar em meio aqueles abraços, me desmoronei novamente, comecei a chorar feito criança. 

Luana - Amiga, ei amiga, o que está acontecendo? *disse preocupada*

Letícia - Ei amor, o que aconteceu, fala pra gente, estou começando a ficar preocupada! 

S/N - Ele me traiu, o peguei no flagra. 

Todas - O QUÊ??? 

Então contei pra elas o acontecido, contei tudo sem adicionar ou tirar alguma coisa. Senti uma certa leveza no meu coração, mas mesmo assim doía. Elas me abraçaram por horas e horas! Chegando a noite liguei para minha mãe e disse que estava bem e que dormiria hoje na casa das meninas, mais logo depois do café iria embora e em casa explicaria tudo para ela. 

Eu e as meninas ficamos assistindo filme de comédia e ação, mais logo logo elas pegaram no sono. Eu vendo elas dormindo peguei um edredom e cobri todas! Fui a cozinha bebi água e voltei para a sala, desliguei a televisão e fui me deitar, tentei dormir mais não conseguia tirar aquele acontecido da cabeça. Até que por fim, quase amanhecendo eu consegui dormir. 






Notas Finais


Genteen que capítulo é esse? Meu coração ficou em pedaços enquanto eu escrevia sksksk
Espero que gostem e fiquei de olho para o próximo capítulo.
Boa leitura ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...