História Nada é impossível - Capítulo 7


Escrita por: ~

Exibições 15
Palavras 518
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Mistério, Romance e Novela, Violência

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Tentaremos denovo



Era a Lêticia, como ela pode fazer isso comigo, foi ela que errou ela é a culpada por nossa amizade estar no lixo hoje

-Lêticia, porque você está fazendo isso comigo, eu não acredito que depois de brigarmos você continua me perseguindo, você tem problemas garota

-Não eu não tenho problemas e outra você vai ouvir a MINHA versão da história

     /FLASHBACK 1 ANO ANTES/

   /POV LÊTICIA/
 
 Estava com Pac jogando vídeo game eu sentia alguma coisa pelo Pac ele parecia ser mais do que um amigo para mim, então começamos a namorar ficamos 5 meses juntos estávamos felizes e quando íamos fazer 1 ano juntos prometemos nos casar.
 Quando estávamos no altar o padre falou

-Lêticia Souza aceita Tarik Alves como seu legítimo esposo? - Padre

- Não... eu sinto muito Pac mais nosso amor não era como o de antes, me perdoa - Eu falei saindo da igreja, a partir daí tive uma briga com Rebecca, meu novo namorado tinha me largado, eu estava sozinha sem amigos, sem ninguém. Pac tinha entrado em depressão, mais depois de um tempo começou a frequentar boates todos os dias.

       /FLASHBACK OFF/

   /POV REBECCA/

 -Me.. Me desculpa, eu não sabia que seu namorado tinha te largado, e eu sei que tenho uma parcela de culpa por brigar com você quando eu não sabia a metade da história, pensei que tinha iludido meu irmão - Rebecca

-Não tem problema eu também tenho culpa -Lêticia  fala me dessamarrando

 Demos um abraço e prometemos tentar ser amigas de novo, espero que de certo

     /POV MALENA/

 Popok tinha dormido aqui em casa, no sofá é claro Ana e Lydia tinham ido trabalhar meu horário era mais tarde do que o delas.
 Vista café da manhã e acordei o Spok, ele era tão lindo mas ao mesmo tempo eu tinha um pouco receio em ficar com ele, pois nem o conheço direito. Ele tomou café jogamos uns jogos e fui me arrumar para trabalhar, botei aquela roupa que me apertava e saímos de casa.

-Então Tchau loira - ele fala me dando um beijo na bochecha

-Tchau Popok - Falo corada

 Andei até o trabalho, que não era muito longe da minha casa, eu não era puta mais sim trabalhava em uma boate, não deixava os homens encostar um dedo em mim, apenas dançava recebia meu dinheiro e ia embora. Era minha rotina

   /POV PAC/

 Acordei abraçado a Mike ele era tão fofo dormindo, dei um beijo na sua testa e ele acordou me olhou e me deu um selinho demorado, dei uma risada de canto e me levantei para fazer café.

    /POV MIKE/

 Acordei com um beijo na testa de Pac, dei um selinho nele e ele se levantou para fazer café, botei uma música no meu celular "FIREWORK" e deci as escadas cantando e pulando

-Jesus, tá com espírito?- Pac

-Bobo, adoro essa música - Mike
 
 Tomamos café e fomos assistir uma série "The Vampires Diaries", que puta série foda, assistimos a 1 temporada inteira. Dei um selinho em Pac e fui para casa, acho que vou pedir ele em namoro mais como?

Notas Finais


Obrigada por ler ❤

Deixe seu ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...