História Nada É Impossível - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Namjoon, Rap Monster
Exibições 39
Palavras 1.711
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem! A OMMA AMA VOCÊS <33

Capítulo 4 - Capítulo 4: O Incidente


Fanfic / Fanfiction Nada É Impossível - Capítulo 4 - Capítulo 4: O Incidente

Namjoon: Oi, vamos?

s/n: É... vamos!

Namjoon: V-você está muito linda! - ele diz meio corado.

s/n: S-sério? S-se você quiser eu troco de roupas. É rápido!

Namjoon: N-não precisa, gostei dela!

Nós dois descemos do apartamento. Eu sinceramente não sei como ele adivinhou o número do meu quarto, mas ignorei.

Namjoon: Você prefere ir apé ou de carro?

s/n: Prefiro apé, mas você que sabe.

Namjoon: Ok. Vamos apé!

~POV NAMJOON~

Ela realmente estava maravilhosa! Com uma roupa simples e um cabelo meio bagunçado. Tão simples, mas tão linda. Eu falei para o Jin que ela era assim, mas continuo com medo dela não me querer conforme o tempo... Mas estou confiando nela. Sei que não vai me deixar na mão.

Eu: Onde você quer ir primeiro?

s/n: Você escolhe, não conheço nada daqui.

Eu: Você tomou café da manhã?

s/n: Na verdade não. Eu não tive tempo porquê acordei atrasada.

Eu: Então vamos ir na cafeteria. Eu também não tomei. - risos.

s/n Tudo bem então!

~POV S/N~

Nós entramos na cafeteria, era um lugar lindo, mas que tinha poucas pessoas pelo fato de nem toda pessoa sair para tomar café fora. 

A cafeteria tinha como tema, Londres, minha cidade natal, onde não vou ha anos... Sinto saudade de lá. Tinha um clima agradável com pessoas e lugares bonitos. Como prometi para minha mãe, eu tiraria fotos de todos os lugares que iria, por isso levei minha câmera junto. O Nam me observou enquanto tirava foto da cafeteria. Ele me olhava de uma maneira diferente, como se estivesse apaixonado por mim.

Namjoon: O que você vai escolher para comer? - diz passando o seu dedo indicador pelo cardápio.

s/n: Eu acho que vou querer Cappuccino e algumas torradas.

Namjoon: Ok. Vou escolher um café expresso e waffles.

Namjoon: Garçom!

Garçom: Qual o pedido de vocês?

Namjoon: Um café expresso, waffles, um cappuccino e torradas. Você quer mais algo s/n?

s/n: Não, obrigada.

Garçom: Ok, anotado. Daqui uns vinte minutos trago o pedido de vocês.

s/n: Muito obrigada!

O garçom vai para a cozinha e o Namjoon começa a me fitar.

s/n: É... Tem alguma coisa no meu rosto?

Namjoon: Não, por quê?

s/n: É que você está... me olhando... de uma maneira estranha... - digo corada.

Namjoon: É... não pode? Me desculpe! - ele diz corado.

s/n: Não, tudo bem, Nam! É que... Ninguém olhou assim para mim antes.

Namjoon: Impossível! Como?

s/n: Não sei... por isso estranhei - eu rio envergonhada.

Namjoon: Se formos amigos como eu espero, você vai se acostumar com esse olhar. - Ele diz pegando minha mão.

Sabe aquele sentimento que eu disse ontem? O amor? Então. Eu estou começando a achar que ele vai aumentando conforme vou olhando para aqueles olhinhos do Nam. Minha vontade agora é roubá-lo e colocá-lo dentro de um quartinho onde apenas eu tenho contato, mas como não posso, tenho que ficar me contendo perto e longe dele.

~POV NAMJOON~

Eu a amo. A amo como nunca amei ninguém na minha vida. Eu achava que essa história de "Amor à primeira vista" era só mais uma besteira, mas não, desde que eu a vi no show, eu a amei. Sinto que nós dois somos perfeitos apenas um para o outro. Sei que isso é infantilidade, mas se for assim, quero ser infantil ao lado dela.

Eu estava perdido em meus pensamentos quando vejo o garçom chegar com o café.

Garçom: Café expresso com waffles é para...?

Eu: Para mim. - Falo pegando meu prato.

Garçom: Então o Cappuccino e as torradas são para sua namorada. - Ele diz entregando o prato para a s/n.

s/n: É... não somos namorados. - ela fala com a cabeça baixa, pegando o prato e corada.

Isso acabou comigo por dentro. Depois disso eu imagino "talvez ela falou isso só por impacto" "mas realmente não somos namorados" "será que ela não me ama?". Até que "acordo" com ela falando...

s/n: Hey, Nam! Não vai comer? - ela diz fazendo aegyo.

Eu: Claro que vou. - digo entre um sorriso envergonhado.

s/n: Se não fosse, eu iria comer seus waffles! - ela diz brincando.

Eu: Hahaha, se eu deixasse né. - digo fazendo biquinho.

~POV S/N~

Eu sabia que ele era engraçado e brincalhão, mas nunca sabia se ele faria isso comigo. Quando ele brincou comigo, eu não sabia onde colocava a minha cara. O sorriso dele é tão sincero, e aquela risada? MEU DEUS!

~QUEBRA DE TEMPO~

Depois de tomarmos café fomos à um parque de diversões. Lugar que eu amo e ele também. Não sabia, mas tenho muitas coisas em comum com ele. Por exemplo, minhas amigas me chamam de Deusa Das Coisas Quebradas, entre mais coisas.

Primeiro, nós fomos no "Tiro ao alvo".

Namjoon: Aposta quanto que irei acertar tudo?

s/n: Não aposto nada, você deve ser bom nessas coisas.

Ele pega três dardos e começa a atirar: Erra a primeira e erra a segunda. Eu olho para o dono da barraquinha e ele estava rindo meio de lado. 

Namjoon: Quer tentar a terceira? - diz envergonhado.

s/n: Pode ser, mas vou falar que não sou boa nessas coisas.- digo pegando o ultimo dardo.

Eu me concentro, olho bem e atiro. 

Namjoon: NÃO PODE SER!

s/n: MINTIRA!

Dono da barraquinha: Parabéns! - risos - Qual bichinho você escolhe?

s/n: Nam, quer escolher?

Namjoon: Não, você ganhou, você escolhe - diz sorrindo.

Eu escolho um urso de pelúcia de tamanho grande, mais ou menos o tamanho de uma criança de dez anos.

Namjoon: Quer que eu seguro ele para você? 

s/n: Agora não precisa, obrigada.

Namjoon: Por que você tem esse costume de falar "obrigado" frequentemente?

s/n: É uma mania que tenho...

Namjoon: Adorei ela! - faz aegyo

s/n: Obrigada!- digo rindo.

Depois de jogarmos vários jogos e irmos em vários brinquedos, fomos para a montanha russa. Confesso que estava com medo, mas não faria nada que acabasse atrapalhando o nosso clima.

Quando chegamos na montanha russa me bateu um frio na barriga e acho que o Nam percebeu.

Namjoon: Você quer ir mesmo?

s/n: Como já estamos aqui. Não faz mal gritar um pouco não é? - risos.

Namjoon: Tudo bem então.

Nós compramos as fichas e entramos no brinquedo.

~POV NAMJOON~

Eu percebi que ela estava nervosa, ela tremia e estava meio pálida. Eu queria abraça-la, mas estava esperando o momento certo. 

Namjoon: VAMOS?!!

s/n: CLARO!

Subimos no brinquedo e ela sentou do meu lado abraçando com força o ursinho que tinha ganhado. 
Quando o brinquedo estava se mexendo eu sinto um abraço, um abraço forte e frio, mas conforme se passava ele foi ficando quente e confortável. Eu apenas pude abracá-la de volta, e assim ficou um clima romântico.

Queria que nunca acabasse o tempo naquele brinquedo. Eu sei que se tornaria um tédio, mas se fosse com ela do meu lado, o tédio se tornaria romântico.

Namjoon: Sabe, o seu abraço é o melhor de toda minha vida. - digo fitando aqueles olhinhos brilhantes.

s/n: O seu abraço me faz sentir confortável e... eu amo ele. - ela diz corada abaixando a cabeça.

Eu pego o queixo dela com meu indicador e... quando estávamos quase nos beijando... ela acaba tendo um desmaio.

Namjoon: S/n? S/N? NÃO ME ASSUSTA. S/N LEVANTA POR FAVOR! - Eu digo me abaixando e pegando ela no colo.

~QUEBRA DE TEMPO~

Depois de um tempo chegamos no hospital e ela continuava desmaiada.

Namjoon: S/n, acorda por favor. - eu falo com minha voz rouca.

Doutor: Você é o que dela, jovem?

Eu sabia que se falasse que eu era apenas um amigo, eu não poderia ficar junto dela...

Namjoon: Sou o namorado dela, doutor.

Doutor: Você tem bom gosto! Bom, eu terei que leva-la agora para saber o que ela tem. Você quer acompanhá-la?

Namjoon: Com certeza!

Doutor: Ei, eu te conheço de algum lugar...- ele fala empurrando a maca que a s/n estava.

Namjoon: Bom, talvez seja da internet. Eu sou o Rap Monster da banda BTS.

Doutor: Isso mesmo... Minha filha é fã da sua banda.

Namjoon: Ah, legal.

Eu estava conversando com ele sobre a banda, armys e outras coisas referentes à isso, mas não estava dando a mínima para as palavras dele. Eu só queria escutar um "Ela acordou e já pode ir embora".

~QUEBRA DE TEMPO~

Eu estava dormindo do lado da s/n, e acordo com ela passando a mão pelos meus cabelos...

s/n: Por que eu estou aqui Nam?

Namjoon: Nós estávamos no parque de diversões e você teve um desmaio.

s/n: Uau! E como você está aqui comigo? Não pode.

Namjoon: Eu dei meu jeito...

Doutor: Ela já está bem?

s/n: Claro!

Doutor: Bom, você teve pressão baixa, por isso do seu desmaio.

Namjoon: E quando ela vai poder sair?

Doutor: É só esperar ela acabar de tomar soro e vocês dois já estão liberados.

Namjoon: Graças!

~QUEBRA DE TEMPO + POV S/N~

Quando cheguei no apartamento eram 18:00. Namjoon insistiu para me levar em seu colo até meu andar, e novamente, não consegui desfazer aquela cabecinha.

Namjoon: Tem certeza que está bem?

s/n: Tenho sim. Qualquer coisa eu te ligo. - digo fazendo aegyo.

Namjoon: Isso mesmo, se precisar eu já estou aqui.

Ele me dá um abraço novamente. Eu já disse que a cada abraço vou me apaixonando mais? Então, dessa vez não foi diferente. Mas já fiquei acostumada com os abraços dele. E eles nunca perdiam a graça.

Namjoon: Tem certeza mesmo que está bem?

s/n: Tenho sim, Nam.

Namjoon: Boa noite então... É serio, qualquer coisa, me liga.

s/n: Nam eu já entendi. - digo fazendo biquinho.

Nós ficamos nos olhando por alguns segundos e ele me rouba um beijo na bochecha e SOCORRO, sentir aqueles lábios em minha bochecha só fez com que meu lovecímetro(medição de amor huehue) estourasse!
Acho que ele ficou envergonhado, pois depois do beijo que me deu, me olhou por mais 5 segundos e saiu correndo... mal sabe ele que eu amei.

Vou tomar um banho para relaxar todos os meus músculos, eu estava com um pouco de dor de cabeça, mas era só tomar um remédio que eu melhorava.

Após o banho, eu deito na minha cama, olho as redes sociais, ligo para minha mãe e vou dormir.


Notas Finais


OIEEE ESPERO QUE TENHAM GOSTADOOO <33
Ignorem meus erros e não desistam de mim! :3
e como sempre, A omma ama vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...