História Nada será como antes! - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Feia Mais Bela
Personagens Erasmo Padilla, Fernando Mendiola, Julieta Solís de Padilla, Letícia "Lety" Padilha Solís, Márcia Vilarroel, Omar Carvarral
Visualizações 152
Palavras 2.535
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS

Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 25 - Rotina


Letícia

-Depois do dia maravilhoso que tivemos, o Fernando quase estragou tudo com o maldito ciúmes dele. Nós estávamos naquele restaurante degustando a sobremesa e conversando sobre as coisas que aconteceram na nossas vidas em tão pouco tempo, eu estava adorando revelar a ele o que eu havia feito para conquista-lo, e ele me contava o quanto já sabia do meu plano, realmente fiquei admirada mas feliz por saber que ele também já tinha uma atração por mim. Eu estava gargalhando maravilhada, até o Fernando se levantar furioso e ir até a mesa do lado para tirar satisfações, com o cara que ele tinha visto me paquerar, eu fiquei de boca aberta por saber que ele tinha percebido, porque eu mesma não tinha visto, o cara estava em uma viagem com a irmã, o dois estavam de férias, ele falou para o Fernando que ele tinha muita sorte em me ter como esposa, aí que o Fernando enlouqueceu, mas eu o alertei e disse que o largaria sozinho se ele não deixasse aquela briga de lado, ele se afastou contra a vontade dele e me levou de volta para o quarto, lógico ele estava emburrado, ficou bravo porque​ segundo ele eu não o deixei defender o que era dele. Revirei os olhos com o absurdo, mas voltamos para o quarto e ele se serviu de um Whisky, eu peguei uma água, nós ficamos sentados na sala ele não falava comigo só bebia em silêncio.

-O que foi, não vai falar comigo?

-(Ele bufou) Eu não estou com vontade falar!

-Tudo bem se você vai me ignorar em plena nossa lua de mel, eu vou dormir, já está tarde.

-(Ele deu de ombros e continuou bebendo, ela passou por ele e foi se trocar para deitar.)

-Eu não acredito que ele vai ser tão infantil, a ponto de brigar comigo em plena nossa lua de mel, mas que absurdo, eu não acredito em uma coisa dessa, ele só pode estar de brincadeira comigo.( Letícia trocou de roupa e foi se deitar mas logo Fernando entrou no quarto tirou a roupa ficando somente com uma box e se deitou ao lado dela, ela se virou para ficar de frente com ele)

-O que foi?

-Fernando nós acabamos de casar você vai mesmo ficar sem falar comigo, eu não fiz nada!

-Ah não é, você não me deixou tirar satisfações com aquele imbecil.

-Mas isso é um absurdo, se você for brigar com todo mundo que me olhar você vai virar um lutador.

-Esse é meu problema eu não consigo me controlar, todas as vezes que eu vejo alguém olhando para você de uma forma diferente eu não aguento.

- Mas você terá que aprender a se controlar!

-Eu sei, mas para mim é muito difícil, eu nunca senti ciúmes dessa forma, mas com você é diferente.

-Fernando, você não pode agir assim você tem que ser mais seguro, eu não vou olhar para nenhum outro homem que não seja você, eu te amo e amo muito ( ela passou as mãos no rosto dele, que fechou os olhos com a sensação)

-Eu também te amo muito, minha Lety só minha.( Ele a abraçou e lhe deu um beijo apaixonado, e fizeram amor apaixonado, intenso e Letícia deixava bem claro que ele era o único na minha dela. Aquela semana da lua de mel passou muito rápido aos olhos dos recém casados, logo eles tiveram que voltar para a vida normal, pois Fernando tinha compromissos da empresa, eles chegam em um domingo de manhã e na segunda voltariam para a empresa, e na terça iriam ter o evento da L&H para comemorarem o fim das obras, Letícia já havia levado todas as coisas para a casa do noivo​ e alugou o seu apartamento.

-Sim mamãe, avise o papai que estamos de volta em segurança ( Letícia falava com a mãe pelo telefone), claro trouxemos presentes para todos, em breve faremos uma visita, de um abraço no papai, e o Fernando está mandando um beijo, pode deixar que eu dou outro. Tchau mamãe.

- Minha mãe se preocupa demais, eu não sou nenhuma criança..

-Lety você está grávida, acabou de chegar de uma viagem longa e normal que ela se preocupe( Fernando dirigia do aeroporto para casa)

- Eu sei amor, mas é estranho já que agora estou casada(sorriu)

- É está sim senhora Mendiola! Chegamos, vamos depois eu pego as malas, eu preciso deitar um pouco ainda são oito e meia da manhã.

-A gente viajou a noite toda, você não dormiu?

-Mas ou menos, não fico a vontade dormindo no avião.

- Bom eu dormi feito um bebê.

-Mas vamos deitar comigo, eu te quero do meu lado. (Eles entraram na casa e foram para o quarto)

-Tudo bem mas não vou dormir, não estou com sono.

-(Eles trocaram de roupa e foram se deitar, Fernando a abraçou)

-Como eu te amo sábia?(ele disse carinhoso)

-Eu também te amo senhor Mendiola!(ela sorriu)

-Lety você gostou da nossa viagem, ou seu sonho era ir para outro lugar, que eu não sabia?

-Na verdade eu gostaria de ter ido para o Egito!

-O que? Sério?

-(Ela gargalhou) não estou brincando, eu adorei a nossa lua de mel foi inesquecível.

-Que bom fico muito feliz que tenha gostado!(eles ficaram ali, Letícia fazendo carinho nele e ele nela até Fernando adormecer, depois que ele dormiu Lety se desvencilhou dos braços do marido para fazer suas coisas)

Lety

-Depois que o Fernando adormeceu fui para o andar de baixo, precisava preparar o almoço e desfazer nossas malas, primeiro fui até a geladeira e verifiquei o que poderia fazer já que meu marido é um homem super finitss e na última semana abusou só para me deixar feliz e comemos tudo que tínhamos direito todos os tipos de guloseimas possíveis. Verificando a geladeira eu achei filé frango já estava temperado acho que a Ana e por que também tinha frutas frescas e a geladeira estava cheia de coisas e todas novas, ela fez compra por sabia que voltaríamos. Depois de colocar as folhas para salada de molho, eu fiz arroz e fui até o carro pegar as malas com as roupas usadas, eu iria colocar pra lavar, mas quando estava indo em direção ao carro encontrei Pedro no meio do jardim, ele era o motorista do Fernando apesar dele preferir viajar.

-Oi bom dia !

-Bom dia senhora Mendiola!

-Pode me chamar de Lety por favor! ( ela sorriu)

-Bom dia então Lety. Eu posso ajudá-la em alguma coisa?

-Bom eu queria levar essa mala para a lavanderia ( ela apontou para a mala de roupas usadas no carro)

-Na verdade eu vim fazer isso mesmo o senhor Fernando disse para eu separa-la e levar para uma lavanderia vinte quatro horas que fica no centro.

-Mas quando ele falou com você?

-Ele me mandou uma mensagem quando estava saindo do aeroporto.

-Mas que absurdo, eu nem percebi, mas eu iria lavar e ajeitar tudo.

-Eu acho que o rapaz não vai querer ver a senhora se esforçando.

-Mas o que o Fernando pensa eu não estou doente ( ela revirou os olhos) eu preciso fazer alguma coisa, não é assim que as mulheres casadas se comportam?

-(Ele sorriu) Bom sim, mas eu acredito que pessoas que não tenham muito recursos mas eu acho que a senhora sendo esposa de um homem rico não precise lavar roupa em pleno domingo.

-Você também com essa história, mas que absurdo. Eu realmente​ preciso fazer alguma coisa!

-Porque a senhora não entra na piscina está um dia lindo!

-Acabei de voltar da lua de mel de um lugar onde só tinha água, eu não estou com vontade.,( Ela cruzou os braços na frente do peito,) Faz muito tempo que você trabalha com o Fernando?

-Sim, faz algum tempo desde que ele veio morar sozinho.

-Bom, e ele já havia trago alguém para cá?

-Não sei se posso falar sobre isso!(ele sorriu nervoso)

-Se for sobre a "Vivian" (desdenhou)

eu já sei sobre ela

-Bom ela veio algumas vezes mas não chegou a dormir aqui, ela sempre ia embora.

-Mas você acha que o Fernando era apaixonado por ela?

-Eu acho que a senhora não deve mexer no passado, agora vocês​ estão casados é o que importa, não é?

-Sim claro, desculpe!

-Imagine, não precisa se desculpar mas não é nada bom mexer no que já passou.

-Está certo, agora vou terminar o almoço!

-Tudo bem, e eu vou levar a roupa suja para a lavanderia. Até mais tarde.

-Até!( Letícia foi para dentro da casa para terminar o almoço, ela entrou na casa mas Fernando não havia acordado então ela foi para a cozinha, ela grelhou o filé de frango, terminou a salada fez um suco de laranja, arrumou a mesa para o almoço e foi chamar o Fernando para almoçar, quando ela entrou no quarto Fernando estava esparramado dormindo na cama, coberto da cintura para baixo, ele já havia tirado a camisa, estava com os cabelos naturais, Letícia sentou ao lado da cama para observa-lo dormir, ele dormia tranquilamente, nem percebendo a presença dela, até que o telefone dele tocou, como estava no móvel do lado da cama ela foi verificar quem era, e era o mesmo número que ele não quis atender, mal sabia ela que era Vivian, quando Letícia ia atender Fernando despertou.

-Quem é?(ele perguntou)

-Não sei mas é o mesmo número que ligou esses tempos​ atrás!

-Não precisa atender!

-Mas quem é, por que você não quer atender?

-Eu não sei, mas se não está salvo não é ninguém importante.

-Se você diz!(ela disse desconfiada, mas ainda estava com o telefone dele nas mãos)

-Porque​ você já levantou?

-Oras, porque eu não estava com sono e tinha algumas coisas para fazer.( Ela sorriu)

-Tipo o que senhora Mendiola?

-Tipo lavar as​ roupas​ usadas da viajem e preparar o almoço.

-Mas eu já...

-Eu sei você mandou o Pedro levar para lavanderia no centro ( ela revirou os olhos) porque​ você não deixou para eu lavar.

-Oras porque não, hoje não é dia de lavar roupa e tem mais você não pode ficar se esforçando, e não tem necessidade de fazer essas coisas se a gente pode pagar alguém para isso,. Agora pare de discutir comigo sobre isso é deita aqui comigo( ele a puxou com cuidado para ela se deitar com ele)

-Fernandoo.. (ela deu um gritinho de surpresa, e ele ficou por cima dela sem colocar o peso do corpo em cima dela)

-O que foi amor, não quer ficar aqui comigo?

-Eu já fiz o almoço, você não está com fome?

-Sim muita, mas não de comida (ele sorriu malisioso e deu um beijo no pescoço dela)

-Ah mas agora precisamos comer, se não vai esfriar tudo.,(ela tentou se soltar mas ele era bem mais forte) Fernando,!

-O que foi, vamos fazer amor depois a gente almoça!( Ele a beijou)

-Não, agora não! Preciso comer primeiro, depois podemos fazer o que você quiser.

-Ah Lety, por favor (Sussurrou) estou com muita vontade.

-Fernandoo( ela se entregou ao beijo, mas o telefone dele começou a tocar, eles queriam ignorar, mas a pessoa que estava ligando, insistia em ligar)

-Mas que saco!( Ele disse bravo) será que eu não posso aproveitar minha lua de mel.

-Eu acho melhor, você atender!(ela disse sem ar)

-Certo, mas você fica aí onde você está ( ele se levantou para pegar o telefone, e Letícia aproveitou para se levantar, e ir para a cozinha)

-Lety, Lety..(Mas ela mesmo assim ela saiu dando risada)

-Alô!

-E aí mano, quanto tempo, como foi a lua de mel?

-Só podia ser você mesmo, mas é um imbecil.( Ele bufou)

-O que foi maninho?

-Omar eu ainda estou em lua de mel se você não sabe!

-Mas você ainda não voltou para cidade?

-Sim Omar, estou em casa e você me atrapalhou.

-Foi mal Fernando, eu não sabia cara(ele gargalhou) mas eu vou te deixar em paz!

-Agora não adianta mais a Letícia já fugiu de mim, droga!( Ele passou uma mão no cabelo)

-Mas vocês nem casaram direito e já estão assim, ta vendo por isso que eu prefiro namorar, dá tempo de ter saudade.

-Omar não enche ta legal! É que se fosse por mim eu não sairia da cama.

-Mas a Lety não está grávida,

-Sim Omar, mas a gente vai com calma, a gente faz bem devagar​ se é que você me entende.( Ele sorriu)

-Me poupe dos detalhes mano.

-Mas foi você que me perguntou?

-Ok Fernandinho, mas você vem para a empresa amanhã, ou vai ficar em casa curtindo.

-Bem que eu queria, mas amanhã acaba as obras na L&H eu tenho que ir para lá, e depois de amanhã já é o evento.

-FERNANDO O ALMOÇO ESTÁ ESTA ESFRIANDO. (Letícia gritou para ele do andar de baixo)

-Omar eu vou desligar, minha esposa linda está me chamando para almoçar.

-Vai lá mano, amanhã a gente se fala!

-Tudo bem Carvajal, até amanhã!( Fernando levantou lavou o rosto vestiu uma camiseta e desceu para almoçar, onde Letícia já o esperava sentada a mesa)

-Como você demorou, e eu estou morrendo de fome!

-Desculpe amor, mas o Omar fala muito (ele se sentou) mas o cheiro está muito bom, o que você fez?

-Bom eu fiz uma comidinha finitss, frango grelhado, salada de folhas e arroz.(Ela sorriu)

-Muito bom obrigado, mas não precisava se incomodar eu não quero que você fique se esforçando, nós podíamos sair para comer fora ou pedir alguma coisa, eu não gosto mas uma vez na semana não há problema.

-Eu sei mas eu queria fazer alguma coisa para você ( ela fez biquinho)

-E eu adorei, mas não se sinta obrigada a nada temos a Ana e se ela não conseguir dar conta, nós contratamos outra pessoa para ajudá-la.

-Eu não sei se vou me acostumar com isso, eu estava acostumada a fazer tudo, bem eu tinha a Maria que me ajudava de vez em quando, mas eu fazia quase tudo.( Ele se serviu, mas não pegou arroz) você não quer arroz?

-Eu não obrigado!( Ele comeu um pedaço do frango) hum está uma delícia. Lety eu não quero que você faça essas coisas, mas você pode cuidar das coisas do nosso bebê, ele ainda não tem nada é o tempo passa muito rápido.

-Eu sei amor, mas o que eu compro, eu não sei se é menino ou menina.

-Mas você pode comprar coisas neutras, branco, amarelo essas cores assim( ele tomou um pouco de água)

-(Ela estreitou os olhos) mas como você sabe dessas coisas?

- Eu não sei amor, mas imagino que seja assim, mas quando será sua próxima consulta?

-Para semana que vem!

-Tudo bem eu vou com você, coloque na minha agenda do escritório ( ele terminou de almoçar) estava muito bom.

-Mas você não comeu arroz.

-É que bom, eu não como arroz branco só integral.

-Oh eu não sabia, desculpe!

-Não tem problema, (ele passou as mãos no rosto dela) eu estou satisfeito.

-Agora não vou mais esquecer, vai para sala eu só vou terminar e já te acompanho.

-Não amor, vou te ajudar e a gente pode ficar juntos mais rápido.

-Você é um marido lindo eu te amo.

-Eu também te amo esposa linda( eles se beijaram apaixonados, e quando o beijo estava esquentando ela se afastou)

-Fernando preciso colocar as coisas no lugar( disse tentando se soltar dos braços dele)

-Larga isso, e vamos namorar um pouquinho.(falou manhoso)

-Eu só vou terminar, e prometo que vou ficar com você. -(Fernando foi para a sala não muito contente, e Letícia ficou terminando de arrumar tudo, ela ficava meio perdida porque não sabia onde ficavam as coisas direito, mas estava adorando fazer as coisas para o marido. Depois de terminar ela foi para junto dele na sala e ali ficaram de bobeira assistindo, trocando carinhos, beijos apaixonados. Eles estavam aproveitando a vida de casados


Notas Finais


Obrigada por ler!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...