História Nalu - Um Novo Amor - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Amor, Happy, Lisanna, Lucy, Medo, Morte, Nali, Nalu, Natsu, Romance, Sofrimento, Tragedia
Exibições 158
Palavras 1.128
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi, gente mil desculpas, lembra que eu disse que no capítulo anterior eu iria postar se não acabasse a net? Pse, ela acabo :(

Desculpa por isso.

Boa Leitura!

Capítulo 6 - Gato Azul


Igneel e Natsu já estavam em sua casa/mansão que ficava do outro lado da cidade. Agora Igneel dava uma bronca no rosado porque não tratou Lucy bem.

 Igneel — Natsu porque você tratou a Lucy desse jeito? — perguntou encarando o rosado mais novo que estava sentado no sofá, Natsu nada respondeu, apenas ficava encarando o nada. — Olha filho, eu sei que e difícil, mas a você tem que continuar. — Natsu encarou seu pai e se levantou ficando de frente para ele.

 Natsu — Eu perdi a vontade de viver… Só estou aqui ainda porque tenho você… É eu amo você pai! — surpreendeu o rosado mais velho. — Eu perdi a mamãe, perdi a Lisanna…. — deixou uma lágrima solitária escorrer por seu rosto. — E não quero te perde também! — abraçou o pai, Igneel apertou o abraço, se separam e Natsu encarou os olhos do pai, caminhou até suas malas e pegou suas duas malas e caminhou para a porta.

 Igneel — Pra onde vai? — perguntou preocupado.

 Natsu — Não vou dar trabalho pro senhor… — disse abrindo a porta. — Não venha atrás de mim. — disse olhando por cima do ombro, e saiu fechando a porta. 

 Igneel encarou a foto da esposa, Grandine, ele caminhou até o porta-retrato e pegou o mesmo, na foto, ela estava feliz e sorria, a foto foi tirada per ela mesma, foi um presente que ela mesma fez para Igneel um dia antes de morrer, encarou o canto da foto onde tinha um coração e no centro dele estava escrito " Para meu grande amor. Te amo!" que foi a própria Grandine que havia escrito, Igneel acariciou o rosto na foto com o polegar.

 Igneel — Sinto saudades amor… — colocou a foto no lugar e foi para seu quarto com um semblante triste.

 O rosado caminhava lentamente pelas ruas com a cabeça baixa, estava escurecendo e o céu se encheu de nuvens negras, relâmpagos iluminavam as ruas e os becos, o rosado estava com a cabeça cheia de lembranças. 


 FLASHBACK ON.


" — Natsu vamos! — disse Lisanna puxando o rosado para a montanha-russa. 

 Natsu — Não Lisanna eu tenho medo. — disse com cara de enjôo.

 Lisanna — Vamos Natsu não seja frouxo. — disse rindo, Natsu desistiu e foi, entram no brinquedo e Natsu ficou agarrado a Lisanna o tempo todo.

 Natsu — Isso e muito alto! — disse olhando pela janelinha e depois se encolheu no banco do brinquedo, Lisanna entrelaçou seus dedos na mão de Natsu que a encarou, ela nada disse apenas sorriu, um sorriso acolhedor e reconfortante.


 FLASHBACK OFF.


 O rosado segurou essa imagem na cabeça e se lembrava de outros momentos ao lado da amada. " — Eu aceito sim ser sua namorada. — Eu sou a garota mais feliz do mundo. — Vamos ficar juntos para sempre. — Eu te amo Natsu" . A voz de Lisanna ecoava por sua mente. O céu chorou junto com ele, ele balançou a cabeça e avistou um hotel, rapidamente correu para lá para evitar que as roupas que estavam na mala molharem. O rosado pediu um quarto onde passaria a noite. Ele adentrou o quarto e colocou as malas em algum canto. Se jogou na cama e chorou.

 Enquanto isso uma Lucy estava de baixo de uma tenda de uma loja qualquer segurando uma sacola de compras, a chuva só engrossava e não dava sinal que ia parar.

 Lucy — Bem que eu podia ter ouvido a Cana e pegar o guarda-chuva. — suspirou, de repente Lucy ouviu um miado vindo de um beco do outro lado da rua e ficou curiosa, o miado não era normal era mais angustiante e sufocado, a loira largou as compras no chão e atravessou a rua não se importando com a chuva, quando ela entrou no beco viu um gatinho azul debaixo de uma folha de jornal, estava ensopado e tremendo, a loira tentou pegá-lo mas ele não deixou, depois de alguns minutos o gato se encontrava nos braços da loira.

 Lucy — Você não pode ficar nessa chuva, eu vou levar você pra minha casa. — disse Lucy acariciando a cabeça do gato que miou um "Aye" em resposta. "Que miado estranho" pensou.

 Lucy saiu do beco para pegar as compras mas quando chegou lá não tinha nada, a loira ficou indignada. — Fui roubada! — disse olhando para os lados, suspirou e foi para casa.

 Lucy chegou em casa e deu um banho no bichano em água quente, o mesmo adorou depois de limpo e seco a loira deu algumas sardinhas para o mesmo comer,colocou o bichano em seu quarto e foi tomar um banho, quando terminou voltou ao quarto e viu o bichano dormindo em sua cama, ela caminhou até ele e fez carinho no mesmo.

 Lucy — Você e um fofo… Happy! Vou ficar com você… Será que a Cana vai deixar você morar aqui? — Se perguntou, Cana tinha saido e disse que ia a algum lugar ela disse: "Lu eu vou sair… Hoje tem!!!" Lucy não entendeu muito bem mas nem teve tempo de pergunta porque a morena havia saido em um piscar de olhos. 

 Vestiu seu pijama e se deitou ao lado de Happy e logo pegou no sono.


 SONHO ON.


 Lucy estava em um jardim florido e com muitas árvores frutíferas, o sol estava quase se pondo oque deixa o local ainda mais bonito. Lucy trajava um vestido branco longo até os pés e seu cabelo estava preso em um coque bem bonito, Lucy andou pelo local e avistou uma cachoeira ela se aproximou e viu seu reflexo de repente uma luz brilhou atrás dela fazendo-a virar para encarar a luz que tomou forma de uma mulher com cabelo branco curto e olhos incrivelmentes azuis, trajava as mesmas veste de Lucy, a albina sorriu.

 Lucy — Quem e você? — perguntou curiosa.

 Lisanna — Isso não importa. Eu vim aqui pra dizer que ele precisa de sua ajuda! — disse se aproximando.

 Lucy — Oque? — perguntou confusa.

 Lisanna — Só você pode completar o vazio em seu coração. — disse encarando a loira que estava com cara de quem não entendeu nada.

 Lucy — De quem você está falando? — se afastou.

 Lisanna — Ele precisa de você assim como você precisa dele. — sorriu. — Eu vou ajudar. — disse e voltou a forma de luz e desapareceu.

 Lucy olhou seu para a água e viu duas pessoas andando de mãos dadas e a imagem de Natsu veio átona, a loira se assustou.


 SONHO OFF.


 Lucy — Natsu!!!! — acordou suada e com a respiração ofegante, Happy dormia calmamente ao seu lado, ela encarou o mesmo e se deitou novamente. — Natsu….



 Continua...






Notas Finais


Quando a Lisanna disse que ia ajudar, quis dizer que ela vai usar o Happy ok? Mas pra frente vocês entenderam.

Foi isso até o próximo ^.^

Comentários?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...