História NaLu - Uma História - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Igneel, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel
Tags Fairy Tail, Gray X Juvia, Gruvia, Nalu, Natsu X Lucy
Exibições 142
Palavras 1.325
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


O.o 15 favoritos?!
Como assim?????
Eu ainda agora comecei a fic °O°
MUITO OBG!!!! :D
CHEGA DE *cof cof cof cof* Chega de conversa e vamos logo para o cap. ;P

BOA LEITURA!!! ;3

Capítulo 2 - Indo para a Aldeia - Parte I


"..... Lucy tinha ouvido alguma coisa, então foi seguindo o som - correndo e com medo de ser apanhada e/ou atacada por algum animal da floresta - e quando chegou deparou-se com...."

Um velho a tocar flauta e sentado num tronco pequeno. O velho tocava uma música calma, transmitindo relaxamento a loira que o assistia atentamente. O rosto - de medo - da jovem loira agora se encontrava mais calmo. Lucy sentou-se na relva - perto do tronco em que o velho estava -, fechou os olhos e ficou aproveitando cada momento de relaxamento que o velho transmitia com a flauta.

Lucy - por impulso - logo começou a cantar. A voz da jovem loira era angelical, transmitindo uma sensação de esta nas nuvens. O velho estava de olhos fechados, mas quando ouviu a voz da jovem, os abriu com um brilho nos mesmos. Logo parou de tocar e continuando a ouvir a mais bela voz que já tinha ouvido. Lucy nem tinha notado quando o velho flautista tinha parado de tocar, quando percebeu que não ouvia mais a flauta, abriu os olhos e encarou o velho - corada e muito vermelha - que a observava com um brilho nos olhos e com um sorriso gentil. A loira logo escondeu seu rosto com as costas de suas mãos.

- Que bela voz a jovem tem - disse o velho com um sorriso gentil e observando a jovem loira que estava com as mãos escondendo o rosto da mesma

- O-O-Obrigada senhor - agradeceu Lucy encarando o velho toda vermelha, correspondendo o mesmo com um sorriso tímido

- Está perdida - perguntou o velho flautista saindo de cima do tronco e ficando cara a cara com a jovem loira-já que ele parecia uma criança com a sua altura, mas tinha a aparência de um velho- Não precisa ficar com medo minha jovem

- E-Estou - respondeu Lucy com um sorriso triste

- A menina gostaria de acompanhar-me para um passeia pela Aldeia? - perguntou o velho com um sorriso

- A-Aldeia? Es-Estamos perto dela? - perguntou a loira se levantando e olhando para os lados, com um sorriso e alívio

- Sim, vamos jovem..... - disse o velho tentando incentivar a loira a dizer o nome dela

- Lucy e o senhor? - perguntou Lucy com curiosidade 

- Pode me chamar de mestre - respondeu o velho e antes de Lucy perguntar/falar mais qualquer coisa, ele falou primeiro - melhor irmos andando, se não vai escurecer

Quando o velho avisou a Lucy, a mesma olhou para cima e viu que o céu estava começando a ficar mais escuro e dando uma vista - pouco visível - das estrelas para os dois. Lucy, sem perceber, o velho lhe tinha dado um tapa em sua bunda. "Velho tarado!" pensou Lucy enquanto caminhava ao lado do mestre

(Na mansão)

- LUCY! VEM AQUI! - gritava Levy e Erza em frente da porta do porão-que era o qarto de Lucy-e não obetendo alguma resposta. Já Juvia estava na cozinha tentando ignorar as duas e bebendo seu chá

- O que se passa aqui? - perguntou Mirajane subindo as escadas e com Charles ao seu lado gatinhando

Então Levy e Erza explicaram tudo a sua mãe, sobre a Lucy não ter saído. A mesma ficou brava e furiosa, e fez arrombar a porta do porão e não encontrando a existência da loira

Juvia estava escutando toda a conversa e bebendo seu chá. Juvia tentava pensar em alguma coisa para se distrair, e quando estava preste a desistir de ignorar a conversa - e o braulho -, apareceu na sua cabeça uma imagem de um rapaz

Não se via muito bem o rosto dele, fazendo Juvia ficar cada vez mais curiosa

Juvia foi despertada por Erza, que estalava os dedos em sua frente, na esperança de tentar acordar sua irmã do seu "transe"

- Sim? - perguntou Juvia bebendo mais um gole de eu chá

- A Lucy desapareceu - respondeu Levy, fazendo Juvia cuspir para o chão o chá que estava bebendo - Nós não sabemos onde ela está, e está fora de questão eu trabalhar!

- Eu muito menos! - disse Erza

- O que ainda estão fazendo aqui? Vão procurá-la imediatamente! - ordenou Mirajane com uma expressão de séria e se sentando num cadeira ao lado de Juvia

(No palácio)

Natsu e Gray estavam praticando esgrima ou então lutando sem mesmo pensar no treinamento. Gray já tinha admitido que Natsu, o grande príncipe, era o mais poderoso. Mas ele nunca demonstrou isso, em vez disso, ele sempre tentara ficar no topo, não que ele não goste dele, mas competir com o mesmo era como uma forma de...... Mostrar seu amor de irmão que tinha. Já Natsu não era diferente, o mesmo sempre manter-se no topo, mas algumas vezes enfraquecia, pois seu meio-irmão ficava mais forte a cada dia. Sim.... Eles eram meio-irmãos, pois o pai de Natsu, o grande rei com o nome de Igneel, tinha se casado de novo depois da morte da mãe - verdadeira - de Natsu

Mas, infelizmente para todo, Igneel tinha saído sem mesmo avisar a sua segunda esposa, na verdade, a ninguém. Pessoas acreditavam no que outras diziam.... "Eu não acredito, ele abandonou mesmo a sua familia e o nosso futuro rei", era o qe as pessoas diziam, Gray e sua mãe estam a começar a acreditar naquela história - mas Gray ainda tinha esperança que não era aquele o motivo -, mas..... E o Natsu? Natsu nunca acreditou nessa história e jamais irá acreditar, pois o mesmo sabia que seu pai o amva e muito

Depois de muito tempo treinando, Natsu e Gray se sentaram nas cadeiras - que foram lá postas pelos seus criados para os mesmos descansarem

- Ei Natsu - Gray chamou Natsu e o mesmo o encarou -, já sabes que não podes esquecer da festa de chá que nossa mãe fez, não é?

- Mas Gray, aquilo é muito chato - respondeu Natsu -, eu quero mais ação e movimentação. Acho que vou para a Aldeia - continuou Natsu se levantando da cadeira e arrumando a sua espada de esgrima numa caixa cheia de outras espadas

- Sério isso Natsu? - perguntou Gray se levantando e fazendo o mesmo - Tu és o futuro rei, vais ter que te comportar, perce- -Gray tinha se virado para o Natsu enquanto falava, mas não pôde acabar sua frase, pois Natsu já tinha saído. "Ele nunca irá mudar" pensou Gray depois de ter dado um suspiro

Natsu saiu da sala e foi direto para a cozinha - sem ninguém se aperceber, pois estavam todos ocupados - encontrando-se com Gajeel - seu criado mais próximo desde que eram crianças - a preparar doces e um chá

- Gajeel! - disse Natsu com um sorriso 

- Natsu! Há quanto tempo seu desagrado - disse Gajeel lembrando-se de como era Natsu, quando criança

- Para Gaj - pediu Natsu, o chamando com o apelido que lhe tinha dado quando eram crianças - Eu já disse, eu mudei e já não sou o mesmo desagrado de sempre - o mesmo encostou-se numa mesa e sem querer fez uma maçã cair

- Tenho as minhas dúvidas - disse Gajeel com um sorriso e pegando a maçã que estava no chão, e começando a lavá-la - Não vais para o chá que sua mãe, a rainha, fez?

- Não - respondeu Natsu - Podes me ar um casaco que sirva para tapar o meu rosto?

- Não vais par a Aldeia não é? - perguntou o criado Gajeel, fazendo Natsu afirmar com a cabeça - Tudo bem, mas se demorares muito e eles me perguntarem onde tu estás, eu irei dizer - avisou o mesmo para o grande príncipe de cabelo rosa, obtendo um sorriso do mesmo

[O que acharam? Adorarm? Odiaram? Quero saber das vossas opiniões ^3^, comentem e favoritem se querem mais cap. (⌒.−)=★)


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...