História Nalu: Eu sou forte! - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Aries, Azuma, Bickslow, Bisca Connell, Briar, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Carla (Charle), Charlie, Chelia Blendy, Coco, Crux (Kurukkusu), Dan Straight, Doranbolt, Droy, Elfman Strauss, Erik (Cobra), Erza Scarlet, Eve Tearm, Evergreen, Flare Corona, Freed Justine, Frosch, Gajeel Redfox, Gemini, Gildartz, Grandeeney, Grandine, Gray Fullbuster, Happy, Hibiki Lates, Horologium, Hughes, Ichiya Vandalay Kotobuki, Igneel, Ivan Dreyar, Jackal, Jellal Fernandes, Jenny Realight, Jet, Jude Heartfilia, Jura Neekis, Juvia Lockser, Kagura Mikazuchi, Karen Lilica, Kinana, Kyouka, Laki Olietta, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Lector, Leon, Levy McGarden, Libra, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Lyra, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mary Hughes, Mavis Vermilion, Meredy, Mest, Michelle Lobster, Mickey Chickentiger, Midnight, Mikuni Shin, Millianna, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Mystogan, Nashi Dragneel, Natsu Dragneel, Nikora "Plue", Ophiuchus, Orga Nanagear, Pantherlily, Personagens Originais, Pisces, Ren Akatsuki, Risley Law, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Ruby Strum, Rufus Lore, Sayla, Scorpio, Sherry Blendy, Silver Fullbuster, Skiadrum, Sting Eucliffe, Tauros, Taurus, Ultear Milkovich, Ur, Virgo, Wanaba, Warren (Edolas), Warren Rocko, Wendy Marvell, Yukino Aguria, Zeref
Tags Gruvia, Jerza, Nalu
Exibições 103
Palavras 616
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Acabei de completar o meu rascunho antigo. Tá mais ou menos, mas espero que goxtem. Hehe :3

Capítulo 11 - Amizade(parte 2)


Fanfic / Fanfiction Nalu: Eu sou forte! - Capítulo 11 - Amizade(parte 2)

(Lucy P.O.V):

-Não é muito confortável tomar banho com você olhando, Erza...-falei incomodada. Eu já estava sem roupa e sentindo a água no meu corpo mas saber que a Erza estava ali, olhando, me deixava bem desconfortável.

-Quer que eu traga o Natsu então?-perguntou ela.

-NÃO! Está ótimo do jeito que está agora.-falei rindo sem graça. E a situação desconfortável só continuou...

---X---

  - Lucy...têm uma coisa...-murmurou ela indecisa.-Têm uma coisa que eu quero perguntar desde que soube dessa história...

  - Bem, e qual é?-perguntei passando o shampoo no cabelo.

  - Quando o tal "Ventania" pediu que entrasse na guilda dele...o que te fez quase aceitar? Por quê? Não faz sentido...-murmurou ela suspirando.

Eu realmente não sabia o que responder. Que droga! A Lisaana deve ter contado, mas não me surpreende...era algo importante.

  - Bem...ele usou as coisas ruins que fiz contra mim, eu não sabia o que fazer.-menti. Não foi isso mas não vou dizer a verdade. Não quero dizer...

(Natsu P.O.V):

-Por que tivemos que ser expulsos da nossa própria casa?!-reclamei cruzando os braços. O Happy concordou com um gesto de cabeça rápido.

-Eu estou com fome...-murmurou o Happy com o estômago roncando.

  - Eu também...-ouvi minha barriga roncar um pouco mais alto.-E se eu entrar rapidinho para pegar aquele presunto delicioso?-
 
  - Aye!-concordou o Happy com o rosto esfomeado. Claro que a Luce não vai se importar se eu a vir pelada, já vi tantas vezes, né?

Me levantei e entrei tentanto fazer o mínimo de barulho possível. Abri a geladeira bem devagar e puxei aquele presunto suculento.

  - ...Coisas ruins? Que coisas?-parecia ser a voz da Erza. Bem, era quase tão grossa e masculina quanto a dela pelo menos.

  - Eu parei de falar com o Natsu por medo de ser um fardo para ele e tentei o culpar por isso.-era a voz da Luce...-Deve ser ruim o suficiente para me tornar a vilã.-

  - Não acho que o Natsu tenha percebido.-

Caminhei até a porta do banheiro e coloquei meu ouvido nela para poder escutar melhor.

  - É, mas eu percebi...-a voz da Luce parecia triste.-Bem, vesti a roupa. Hora de sair!-

  - Pode deixar que eu abro a porta para você. Que tipo de amiga seria eu se não...-ela parou de falar assim que abriu a porta e me viu. Merda!-NATSU!!!-

  - QUIÉ?-gritei em resposta me afastando da porta.

  - Como ousa tentar espionar!?-

(Lucy P.O.V):

  - Não espionei nada. A casa é minha.-disse a voz do Natsu.

Senti aquela aura assassina de sempre e não pude não rir. Era ótimo. Hilário de tão não trágico.

A aura aos poucos foi parando. Acho que ela estava rindo também, provavelmente.

  - Bem, eu vou indo, mas se a Lucy me disser algo esquisito, Natsu...-a voz ameaçadora da Erza nunca muda.

  - Aye...-era o Natsu. Senti ele segurando o meu braço e me guiando até a cama. Pelo som da porta, soube que a Erza rinha saído.

Ficou um silêncio estranho, o que deixava mais estranho é que o Natsu nunca ficava quieto. Onde está o Happy quando isso acontece?

  - Luce, é sério o que você disse?-perguntou ele num tom que eu nunca tinha ouvido.

  - O quê? Eu não disse nada ainda...-

  - No banheiro. Eu estava escutando.-

  - VOCÊ OUVIU!?-gritei alarmada. Ele ouviu...Inacreditável.-Be...Bem...Sim.

Um silêncio de novo, mas então, ele começou a enxugar o meu cabelo com uma toalha, o que não era comum.

-Natsu?-

-Vou repetir quantas vezes mais precisar: Você não é, nunca foi e nunca vai ser um fardo.-disse ele dando um risinho no final.


Notas Finais


A imagem...me inspirou...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...