História Nalu: Eu sou forte! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Aries, Azuma, Bickslow, Bisca Connell, Briar, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Carla (Charle), Charlie, Chelia Blendy, Coco, Crux (Kurukkusu), Dan Straight, Doranbolt, Droy, Elfman Strauss, Erik (Cobra), Erza Scarlet, Eve Tearm, Evergreen, Flare Corona, Freed Justine, Frosch, Gajeel Redfox, Gemini, Gildartz, Grandeeney, Grandine, Gray Fullbuster, Happy, Hibiki Lates, Horologium, Hughes, Ichiya Vandalay Kotobuki, Igneel, Ivan Dreyar, Jackal, Jellal Fernandes, Jenny Realight, Jet, Jude Heartfilia, Jura Neekis, Juvia Lockser, Kagura Mikazuchi, Karen Lilica, Kinana, Kyouka, Laki Olietta, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Lector, Leon, Levy McGarden, Libra, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Lyra, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mary Hughes, Mavis Vermilion, Meredy, Mest, Michelle Lobster, Mickey Chickentiger, Midnight, Mikuni Shin, Millianna, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Mystogan, Nashi Dragneel, Natsu Dragneel, Nikora "Plue", Ophiuchus, Orga Nanagear, Pantherlily, Personagens Originais, Pisces, Ren Akatsuki, Risley Law, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Ruby Strum, Rufus Lore, Sayla, Scorpio, Sherry Blendy, Silver Fullbuster, Skiadrum, Sting Eucliffe, Tauros, Taurus, Ultear Milkovich, Ur, Virgo, Wanaba, Warren (Edolas), Warren Rocko, Wendy Marvell, Yukino Aguria, Zeref
Tags Gruvia, Jerza, Nalu
Exibições 128
Palavras 1.291
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Outro capítulo! Nossa...essa fic é antiga...chega bate aquela nostalgia.

Capítulo 2 - Não sou eu!


Fanfic / Fanfiction Nalu: Eu sou forte! - Capítulo 2 - Não sou eu!


-CHEGAMOS!-gritou o Natsu chutando a porta com força e carregando a Wendy. A Lisaana vinha correndo logo atrás.

-Aye, sir!-

-Natsu, bem-vindo!-disse a Mira sorrindo.

-Natsu...-murmurou a Wendy envergonhada.-Me... Me põe no chão, p-por favor.-

-Foi uma boa corrida.-disse a Lisaana bufante e suada.

-Aye!-disse o Happy dando cambalhotas.

Ele colocou a Wendy no chão e começou a procurar alguém até que me encarou com um sorriso alegre. Eu desviei o olhar para o quadro de missões e fiquei torcendo para que ele não viesse falar comigo.

-Por que estava carregando a Wendy?-perguntou a Levy levantando o olhar dos livros e ajeitando o óculos. Ela parecia ocupada, nem me percebeu quando cheguei. Deve ser importante.

O Natsu parou de me encarar e começou a olhar para cima como se estivesse se lembrando.

-Eu não queria andar de carruagem então vim correndo. A Wendy era muito devagar, aí eu carreguei ela.-ele terminou com um sorriso.

-Bem a sua cara.-disse a Levy rindo por um tempo mas depois ficou séria e voltou aos livros.

-Aye!-disse o Happy voando em volta do Natsu.-Nós ganhamos a recompensa... em peixes!-

-Isso foi um desperdício.-disse a Charles parando atrás do Happy.

-Luuuucy!-choramingou o Happy me abraçando.- A Charles não gosta de peixes.-

-Francamente!-A Charles cruzou os braços na minha frente.- Lucy, pode falar para o Happy que peixes não é um pagamento aceitável por matar um monstro enorme como aquele?-

-Por que estão me envolvendo nisso?-perguntei brincando.

-Luuucy!-choramingou o Happy de novo.

-Lisaana, como foi a missão?-perguntou a Mira.

-Para ser sincera, o Natsu e a Wendy derrotaram o monstro antes mesmo que eu chegasse no lugar.-disse ela se sentando na frente da Mira.- O pagamento de 7,000 Jewel era em peixes. A vila Pisces não usa dinheiro.-

-Então nós não aceitamos.-disse a Wendy sorrindo enquanto se sentava.

O Happy ficou flutuando ao meu redor.

-Ayeee...-choramingou voando até a Lisaana.

-Lucy.-disse o Natsu se aproximando. Essa não.-eu preciso falar com você sobre uma coisa.-

-M-Mira! Eu vou nessa daqui!-gritei pegando uma missão qualquer, entregando para ela e saindo correndo. Consegui sentir o Natsu olhando enquanto ia.

-Até logo...?-disse a Mirajane.

****

Droga! Na pressa acabei pegando uma missão muito difícil para mim. Eu não vou conseguir fazê-la sozinha. É quase morte.

Depois dos grandes jogos mágicos a quantidade de missões mudou, principalmente as missões incrivelmente difíceis que começaram a chegar em grande escala. Mas, não foi só isso que mudou com os jogos mágicos,pelo menos para mim, toda missão que eu vou todos lembram que eu fui a única que não derrotou ninguém nos jogos e ficavam duvidosos quanto a me contratar.

Isso acontece porque eu sou fraca, culpa minha. E pensando bem, não é só isso. Foi a minha culpa também quando os espíritos celestiais perderam o controle, foi culpa minha que todos os outros magos celestiais morreram, e principalmente quando "aquilo" aconteceu. Se eu soubesse mais naquele momento...

Agora não dá para voltar atrás, e dessa vez eu vou conseguir fazer essa missão sozinha. Se eu conseguir, eu paro de fugir do Natsu e passo a me achar forte de novo. Eu não sei se vou conseguir mas tudo bem. É uma chance que vou dar a mim mesma.

A vila Cainder está sendo atacada por uma guilda das trevas, o trabalho é descobrir qual guilda é e depois voltar para informar aos mestres. Apesar de parecer fácil, se algum dos caras da guilda das trevas me vir, eu estou morta.

Voltei para o apartamento e peguei algumas coisas antes de ir para o trem. Meu chicote, o pouco de dinheiro que tinha sobrado, um batheirer (Uma palavrinha da autora: Batheirer é um item mágico que é usado em missões no deserto. Ele fornece água para banho e para beber, mas apesar de ter um grande armazenamento, cedo ou tarde acaba) e uma roupa extra.

-Bem, estou indo.-falei.

Fui até a estação e entrei rapidamente pois já estava atrasada. A vila de Cainder é meio longe mas nada que um bom cochilo não consiga superar. Até agora tudo vai bem.

Quanto é mesmo o pagamento?

-1,000,000 Jewel?!-gritei.-como pode custar tanto algo assim??-

As pessoas começaram a me olhar então abaixei o tom de voz.

-Impossível!-sussurrei com um leve sorriso.-Eu vou conseguir pagar o aluguel por muitos anos. Isso é ótimo. Agora só preciso ir.

A viagem dura umas sete horas, então a melhor coisa a se fazer é realmente dormir.

-Maga da fairy tail, certo?-murmurou uma idosa passando do meu lado.-Lhe desejo boa sorte com todo o meu coração.-

-Por que?-

-Nada. Nada.-

Ela foi embora sem se virar para mim então resolvi acreditar que ela era maluca. Encostei a minha cabeça na janela e acabei pegando no sono.

*****

-Ah...-bocejei.-Que viagem cansativa mas vai valer a pena.-

-A senhorita é uma maga da Fairy tail?-perguntou uma senhora bem velha e com o rosto coberto. Eu mostrei a ela o símbolo na minha mão.

Ela começou a chorar.

-Finalmente! Estamos salvos!-disse ela se ajoelhando para mim.-Obrigada! Obrigada!-

-O quê?-

-PESSOAL!-gritou a velha entre lágrimas.- Estamos salvos! Finalmente! Salvos!-

Uma multidão se formou a minha volta.

-É só você? Uau, deve ser muito forte.-disse um homem sorrindo maravilhado.

-Você vai derrotá-los, certo?-perguntou outra mulher com lágrimas nos olhos.

-Claro que vai! É a Fairy tail!-

-Eu não me lembro de...-

Todos se jogaram no chão e puseram-se a chorar como a idosa.

-Salve-nos, por favor-

-Nós faremos qualquer coisa!-

-Esqueça o 1,000,000 Jewel. Aumentamos para 1,000,000,000.-

-Isso é...-murmurei surpresa e assustada.-Essa não!-

(Natsu P.O.V):

A Lucy...Por que ela saiu correndo daquele jeito?

Ah, já sei! Ela provavelmente estava com fome. Eu percebi que ela engordou um pouco. Bem, continua sendo a Lucy mas acho que eu deveria avisar para ela comer menos.

Mas aqui na guilda também têm comida, ela poderia ter ficado para comer aqui. Então o quê é?

E aquele olhar...

-Natsu?-falou o Happy deitando na minha cabeça.- No que está pensando, Natsu?-

-Mira, o que houve com a Lucy?-perguntei andando até ela.-Por que ela parecia tão triste?-

-Ah, isso...-murmurou a Mira triste.-É que... a Lucy...-

Ela me contou sobre o que havia acontecido e que ela havia dito não querer a minha ajuda.

-Mas isso é uma idiotice! Eu não acredito!-gritei batendo na mesa.-Em que missão ela foi?-

-Ah, falando nisso... eu não olhei ainda.-ela pegou o papel e então arregalou os olhos.-Essa não. Isso é péssimo! Natsu! Ela foi na missão da vila Cainder!-

-Hã? E daí?-

-Na vila Cainder?!-gritou a Levy.-Natsu, você têm que ir salvar ela! A Lucy está em perigo!-

-Essa é uma missão classe S, o que estava fazendo ali?-disse a Mira irritada.-CADÊ O MASTER?!-

A Mira subiu as escadas correndo e gritando pelo velhote. Levy se levantou e veio até mim.

-Natsu, têm uma guilda das trevas muito poderosa naquela vila. A missão era simplesmente descobrir qual é a guilda mas já descobriram. A missão agora é destruir a guilda Silly face, e todos os integrantes de lá estão esperando que um mago classe S vá ! A Lucy vai ser pega e vão machucar muito ela!-

-Hã? O que está acontecendo? Por que a Mira está tão desesperada atrás do Master?-murmurou o Gray entrando na guilda.

-Eu não entendi direito, mas, se vão machucar a Lucy eu preciso impedir.-falei apertando os punhos.-Vamos Happy!-

-Aye, sir!-

-A Lucy... está indo sozinha...-murmurou a Wendy assustada.-Natsu! Eu vou com você!-

-A Lucy está em perigo?!-perguntou o Gray.

-Sim, e acho que todos nós vamos salvá-la!-disse a Charles.

-Eu também vou, Natsu!-disse a Erza do andar de cima.-Como eu não percebi que ela estava pegando uma missão classe S? Sou uma péssima amiga.-

-Natsu! Eu vou salvar a Lucy!-disse o Happy.

-Então, vamos acabar com essa guilda Silly de merda!-


Notas Finais


Bem, é isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...