História Nalu- O que é o amor? - Capítulo 59


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Grandine, Gray Fullbuster, Igneel, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Loki, Lucy Heartfilia, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Sting Eucliffe, Virgo
Tags Fairy Tail, Romance
Visualizações 302
Palavras 969
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hoje eu tô produtiva viu, mas com os dedos doendo, triste kkk deixando isso de lado, espero que gostem e boa leitura 😊

Capítulo 59 - Gosto!


Natsu e Lucy foram o caminho inteiro em silêncio, pois Natsu ainda não estava gostando da ideia de ver a Lucy andando com a roupa que ela usava.

Chegando a sorveteria eles foram até uma mesa

Lucy- não vai falar comigo

Natsu- não, ainda tô bravo

Lucy- eu não sei por que

Natsu- suas pernas estão todas de fora

Lucy- pare com isso Natsu

Natsu- não

Lucy- pare de fazer birra

Natsu- não!

Lucy- então eu vou embora

Natsu- você vai ficar aonde está

Lucy- chato

Garçonete- e então o que vão querer ?-sorri em direção ao Natsu

Natsu- vou querer um....

Lucy- nos vamos querer o mega sorvete hiper casal forever- sorri

Garçonete- eu já trago

Natsu- eu não queria esse

Lucy- eu não perguntei

Natsu- agora quem está fazendo birra é você

Lucy- eu não estou fazendo birra, eu só queria dividir um sorvete com você

Natsu- e você sabe se eu queria ?

Lucy- OK

Lucy

Qual o problema dele, só por causa de uma roupa ele precisa ser tão frio, não é como se eu tivesse cometido um pecado, idiota, idiota, idiota mil vezes, não precisa ser assim.

Ficamos em silêncio até a garçonete chegar com o nosso pedido, era um copo enorme cheio de de sorvete de diversos sabores com calda de chocolate e morango, isso é enorme

Garçonete- bom apetite

Peguei uma colher e comecei a comer( ou chupar) ele, o Natsu ficou me olhando, fingi não perceber, já que parece que ele ainda está irritado, e depois ele começou a comer(ou chupar) também, mas será que vamos conseguir terminar isso, acho que entendi o por que do nome

Lucy- isso é enorme

Natsu- é

Lucy- mas também é muito gostoso

Natsu- e

Lucy- não estou me sentindo bem, eu já vou

Natsu- o que

Deixei o dinheiro em cima da mesa e começei a andar, por que ele tem que ser tão idiota, já é a segunda vez que ele age assim só por que uso uma roupa que ele não gosta, por que ele tem que ser assim, e tão ruin assim eu vestir algo que gosto e que me sinto confortável, eu não acho que seja um erro

Natsu- LUCY

Droga, ele está me seguindo preciso apressar o passo, antes que ele me alcance

Natsu- LUCY

Começei a andar mais rápido até sentir meu braço ser segurado e ser puxada e virada para frente

Natsu- porra, você não escutou eu te chamar

Lucy- escutei

Natsu- e por que não parou

Lucy- não sou obrigada a nada

Natsu- mas oq....

Lucy- me solta eu quero ir pra casa

Natsu- me obrigue- dei um chute em sua canela- AII

Voltei a andar enquanto ele ficou lá com dor, eu sei que não devia fazer isso, mas estou irritada, ele primeiro age com frieza e depois quer agir com carinho, qual o problema dele, isso é confuso

Novamente fui puxada e virada de frente

Natsu- aquilo doeu sabia

Lucy- legal em

Natsu- vai ficar agindo assim agora

Lucy- foi você que começou

Natsu- eu sei mas....

Lucy- mas não gosta de ser tratado com frieza, mas trata as pessoas assim como se elas gostassem

Natsu- Lucy eu...

Lucy- eu não consigo te entender

Silêncio

Lucy- preciso ir

Natsu- eu te levo

Lucy- não precisa

Natsu- desculpa

Lucy- quê

Natsu- desculpa Lucy, eu realmente passei dos limites, e que eu não sei o que acontece comigo, me desculpe

Lucy- sei não

Natsu- eu posso te recompensar

Lucy- eu quero ir pra casa

Natsu- não vou deixar você ir para casa até nos resolvermos, não quero ficar brigado com você

Lucy- eu te desculpo

Natsu- está falando isso só por que quer que eu te deixe ir

Lucy- verdade- ele me abraçou e começou a falar no meu ouvido

Natsu- eu nunca amei ninguém antes como amo você Lucy, meus relacionamentos não era algo verdadeiro, então acabo não sabendo como agir com você, tenho medo de te perder, e odeio que alguém olhe para você, isso me irrita profundamente me desculpe ter sido frio, eu sou um idiota

Lucy- e mesmo

Natsu- sou idiota mas te amo

Lucy- eu também te amo, mas você me deixou chatiada

Natsu- podemos ir no meu apartamento e resolvemos isso- sussurro

Lucy- ou podemos ir para o seu carro e você me levar pra casa

Natsu- eu prefiro a minha proposta

Lucy- eu prefiro a minha

Natsu- ok, eu te levo pra casa, mas só depois de um beijo- beijei ele- agora sim

Lucy- vamos

Autora

Natsu e Lucy foram até o carro e foram para casa, chegando em frente eles ficaram em silêncio por algum tempo

Natsu- lembra do nosso primeiro beijo ?

Lucy- lembro- sorri

Natsu- eu só tive coragem de te chamar para sair por que estava com medo de você aceitar o pedido do Loke- olhei pra ele surpresa- eu nunca tinha sentido aquilo antes, era uma dor no peito só de imaginar que poderia te perder, então eu precisava fazer alguma coisa, ai tem chamei para sair, e te beijei e percebi que te amava- sorri

Lucy- por um momento em pensei em aceitar o pedido dele- foi a vez dele me olhar surpreso- mas eu já sabia o que sentia por você, e não queria magoar o Loke, não podia ficar com ele sem sentir o mesmo que ele, mesmo com medo de nunca rolar nada entre eu e você, e quando você viu ele me beijando eu quase morri- sorri- eu te amo

Natsu- eu também te amo-sorri- você pode reconsiderar a minha proposta

Lucy- tchau

Natsu- aff, tchau Luce

Lucy saiu do carro mas parou pois lembrou que queria perguntar algo a seu amado

Lucy- Natsu?

Natsu- oi

Lucy- você gosta de gatos?

Natsu gosto, por que

Lucy- n-nada, é que fiquei sabendo sobre um café de gatos e pensei em ir com você só isso- mentiu

Natsu- ah

Lucy- tchau

Lucy entrou em casa e foi direto para o seu quarto, chegando lá viu o gato brincando com uma bolinha, ela sorriu e se jogou na cama, pegou o celular e enviou a mensagem sobre a festa do Natsu para seus amigos e ficou olhando para o teto


Notas Finais


Eu tô com meus dedinhos doendo então espero que tenham gostado, imagina, vocês não gostarem né, seria triste, kkkk ok, ok agora tchau até o próximo capítulo bjsss doces 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...