História Namora Comigo?- Yoonmin - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Suga, V
Visualizações 47
Palavras 2.080
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Droubble, Escolar, Fluffy, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá!
aqui estou eu, com uma nova fanfic
nova não, ela é uma oneshot que está sem capa ainda e que era pra ser postada dia 12 do mês passado...
mas enfim, coisas da vida.

boa leitura!

Capítulo 1 - Shy shy shy


Jimin

Era hoje. Minha única chance.

12/06, dia dos namorados, eu preciso falar com ele!

Preciso, preciso e preciso.

Mas por quê parece tão difícil? Porque ele parece tão longe com esses pares de olhos escuros e profundos que observam a sala toda atentamente? Porquê?

São tantos porques e eu só queria entender um deles.

Ao chegar na escola e deparar com todos da minha classe que eram altamente enturmados entre si, vou andando lentamente até minha carteira, onde deixo meu material e organizo meus livros embaixo da mesma. Ajeito meus cabelos cor-de-rosa claro e fico o observando de longe, falando e falando, rindo, gritando, se divertindo. Me pergunto o que seria tão engraçado para os berros esganiçados que eles davam ali, eu realmente gostaria de entender.

Ele se sentava na minha frente.

Ao vê-lo se aproximando de sua carteira por conta da aula ter começado, minhas mãos começam a suar, e minhas bochechas a corar sem motivo.

Mas é claro que havia motivo, era assim que nos sentimos quando estamos perto de alguém que realmente amamos e gostaríamos de proteger, cuidar e estar do lado.

As borboletas resolviam dançar em meu estômago, me deixando com um friozinho na barriga, na medida que ele caminhava até sua carteira e se sentava lentamente.

─Bom dia Park. -Me cumprimentou sorrindo e...

Socorro! Esse sorriso gengival com dentes tão pequeninos me desmontava.

Ele era um dos meninos mais inteligentes da sala, juntamente à mim e a Kim Namjoon, um aluno alto e bonito, de bom porte físico e sorriso com covinhas fofas. Sua educação era incrível para com todos e até comigo, um mero aluno que se auto-exclui da turma.

Ele era o melhor amigo do Yoongi. Eles faziam tudo juntos e ao contrário de todos os nerds da escola como eu, eram incrivelmente sociáveis e enturmados, eu jamais entenderia isso, já que sou totalmente o contrário, tímido e excluído.

─Bom dia Yoongi-hyung. -Sorri olhando para baixo e mordendo os lábios em felicidade. Ele lembrava da minha existência! Ele me cumprimentou! "Você está tão bonito hoje, tão cheiroso... Já disse isso?" -pensei.

Olhei em volta de minha turma procurando por meu melhor amigo, que para variar ainda não tinha chegado. Ele não era lá um dos mais inteligentes da turma, mas era presidente de classe, não sei como. Eu realmente queria entender como essa criatura, cabeça de vento com os cabelos castanhos conseguiu isso.

--------

No quarto tempo de aula, meu amigo - que já havia sentado ao meu lado, conversava animadamente com o namorado, vulgo Deus grego Jeon Jungkook, eles eram o casalzinho da escola. Tá aí outra coisa que jamais entenderei, o casal da escola deveriam ser eu e o Yoongi. Kim Taehyung, me puxou, até seus lábios encostarem em meu ouvido e ele sussurrar um "tive uma ideia".

Isso me preocupava. Taehyung teve uma ideia pra mim, no dia dos namorados. Ou era merda, ou era merda!

"O que é?" Sussurrei de volta em seu ouvido e pude ouvir um "Me empresta a sua caneta rosa com glitter e uma folha de seu caderno." Assenti com a cabeça e lhe entreguei os materiais, com um quê de receio, mas nada com que eu deva me importar. "Não come a tampa da caneta!" Lhe avisei com um beliscão no braço e pude ver seu rostinho de anjo fazer uma leve careta de dor.

─Aigoo, hyung! Seus dedos são pequeninos mas machucam, você sabia? -Me questionou alto. Alto demais, tanto que a turma toda olhou para ele e consequentemente para mim também. Fiz questão de abaixar a cabeça e me esconder no meio de meus braços, que estavam cruzados sobre a mesa.

"Tome!" Taehyung me entregou um pequeno envelope feito de folha de caderno e me mandou abrir e ver se estava bom. A letra dele era bonita também, o que me deixava com os queixos caídos, esse garoto é perfeito! Mas é só meu amigo e eu não tenho olhos para ele, jamais teria... O Jungkookie ali pode até ser fofinho, mas quando ataca de ciúmes parece um coelhinho com raiva, resumindo: Nunca toque no "Taetae" dele. Baboseira do caralho! Vai se foder!

Abri o pequeno envelope e vi o cartãozinho que o mesmo havia me entregado. Estava escrito exatamente assim:

' "Namora comigo?"

(  )Sim  (  )Não  (  )Talvez  (  )Vou pensar.

Se sim, me encontre no parque das cerejeiras hoje às 15h35.

Se não, eu sinto muito. Não posso fazer as pessoas gostarem de mim do nada :c

Se talvez, pense direitinho.

Se vai pensar, por favor pense com carinho.

Feliz dia dos namorados!!

XOXO, anonymous. '

Olhei para o mais novo com cara de tacho e ele riu. "Sério Taehyung?! Bem sério?" Ele sorriu largo e me lançou um olhar carinhoso. "Oras Jiminnie, você gosta dele! Se ele for, será um grande passo! Pense só: Você e o Yoongizinho se abraça-..."

─Taehyung! -Santa Sehuna dos chogiwa, tem minzyricórdia JIMIN, bultaoreune. O quê eu fiz para ter um amigo tão falador! Bati a mão na testa e escoreguei ela por meu rosto inteiro. Yoongi me olhava pelo canto de seus olhos, mas assim que eu olhei de volta, ele desviou o olhar.

Só consegui pensar em uma coisa: PORRA!

Eu ainda mato Kim Taehyung (depois dou um jeito ali no Kookidiota)

Será que o hyung nos ouviu falando sobre ele? Sobre minha paixão platônica e completamente unilateral sobre ele? Ai G-Dragon, me ajuda.

Apontei para o Yoongi com uma cara de "Porra, ele tá aqui do lado, seu idiota!" ele sorriu como um pedido de desculpas e se virou para Jungkook, o namorado chato dele.

Ok, respira Jimin, você vai realmente entregar isso para ele porquê está bonitinho e bem escrito e porquê foi feito com carinho por seu melhor amigo.

O sinal finalmente bateu anunciando que agora seria a hora do intervalo e eu só pude ouvir Taehyung sussurrar um "fighting" para mim e sair andando de mãos dadas com Jungkook. Eu ficaria para deixar o recado em cima da mesa de Yoongi e depois desceria para me juntar ao casal 2075 e formarmos o grupinho das quebrada.

Assim que todos haviam saído da sala de aula, pus a cartinha em cima da mesa de Yoongi - não antes de beijá-la em um ato fofo. Saí da sala descaradamente após isso e desci as escadas para o pátio.

...............................................................

Assim que o recreio acabou, minhas mãos estavam geladas e suadas, eu não sei se eu conseguiria entrar em minha sala de aula, visto que, Yoongi era da mesma turma que eu e sentava em minha frente. Suei frio só de lembrar e fui me enfiando dentre os alunos para não parecer nada desconfiado. Oras, se eu chegasse antes de todos como sempre, seria muito óbvio, até para alguém lerdo como meu melhor amigo.

Assim que entrei na sala, deparei com Yoongi lendo a cartinha e sorrindo igual um apaixonado, logo eu estava sorrindo junto e mordendo o lábio inferior lentamente em expectativa enquanto caminhava até minha carteira e me sentava quieto por fora, por dentro eu era só fogos de artifícios. Durante o recreio foi fofo, pois Jungkook fizera uma declaração de amor para Taehyung em meio a escola toda. E eles sorriram, se beijaram e se abraçaram enquanto eu estava lá filmando com os olhos marejados, não só de emoção por meus amigos, mas também por desejar algo assim para mim junto de Yoongi. Era o que eu mais desejava e meu coração apertava só de lembrar que ele sequer sabia de minha paixão. Então eu chorei, mas logo lembrei da cartinha e retornei a ficar feliz.

As últimas aulas passaram voando, como se fossem os carrinhos de fórmula 1 que corriam por minha barriga a cada momento que Yoongi sorria ou falava algo. E foi aí que eu percebi que não havia prestado atenção em nada da aula deste dia....

Assim que a última aula acabou, eu guardei meu material e saí de sala juntamente a Taehyung e Jungkook. Resumindo, hoje foi meu dia de ser a vela ambulante.

Sinceramente, eles paravam de segundo em segundo pra se beijar, fazer juras de amor que jamais serão cumpridas, tipo: "Eu vendo o carro do meu pai para pagar suas consultas se você ficar doente"

─Eu ainda estou aqui, tá bom? Deixe para se comerem em casa. -Revirei os olhos e fiz um biquinho infantil. ─Vamos logo, cacete!

Andei até os meninos mais altos e fui os empurrando escada abaixo, enquanto recebíamos diversos olhares, inclusive os dele. O de Yoongi.

Pressionei os lábios fortemente um contra o outro e fui andando e evitando olhá-lo, mesmo que parecesse impossível - ou quase - eu consegui sair da escola juntamente de Taehyung e Jeongguk sem que o mais velho me visse.

─Hyung, eu e o Jungkook vamos indo, ok? Sairemos hoje à tarde e por isso não poderemos te acompanhar hoje. -Taehyung disse calmo quando eu me virei para o outro lado da rua. Assenti e me virei para o outro lado, finalmente seguindo meu caminho.

As ruas estavam calmas na tarde de hoje, o sol estava escaldante, quase não dava para andar pela rua sem morrer de uma insolação ou algo parecido. Minha casa não era muito longe da escola, mas também não era tão perto. Logo eu estava na porta da minha casa a abrindo com minhas chaves e adentrando o local.

Depois que entrei, automaticamente fui andando até meu quarto, que no momento parecia muito longe, olhei para o relógio e me assustei, eram 14:39. Eu já deveria estar pronto e saindo de casa. Pra quê fui ficar conversando com os mais novos depois da aula?

Só faço merda viu...

Entrei em meu quarto e rapidamente fui ao meu banheiro para tomar um banho relaxante e rápido. Meus braços estavam ardendo em cansaço e minhas coxas pulsavam de dor. A água quente escorria por meu corpo e levava embora toda a preguiça e preocupação que estava alojada em meu coração por causa do que viria a seguir. Afinal, eu não sabia se o mais velho iria ao "encontro" que eu/Taehyung havia marcado para daqui a pouco.

Vesti algo não muito chamativo e passei uma maquiagem leve, Yoongi não notaria se eu passasse um pouco de gloss em meus lábios, não é? Quer dizer, eu sou um homem, mas isso não significa que eu não possa usar batom e adereços do tipo.

─Acho que já está bom.-Peguei minha chave, celular e carteira, saindo de casa em busca do meu amor.

...

Ao chegar onde nós combinamos, mais ou menos, me sentei em um dos balanços e fiquei lá esperando.

Esperei 10, 20, 30, 40 minutos esperando e nada do hyung chegar. Quando eu estava me levantando para ir embora, me deparei com a silhueta do mais velho em minha frente, seu sorriso mostrando que estava feliz.

─Você veio!-exclamei sorrindo e o observando calmamente. seus olhos mostravam que o mais velho havia acabado de acordar, seu sorriso marcando a sua felicidade.

─Vim... Um pouco atrasado, mas... -poxa? ele demorou quarenta minutos e acha que foi pouco? ─eu vim porque precisava te entregar isso.

Suas mãos puxaram do bolso de seu casaco, a cartinha dada antes por mim para ele, mostrando que ele havia respondido. Peguei o pequeno papel com receio e mordi os lábios, o abrindo. Sorri com a resposta e olhei para o mais velho, desacreditado. 

─Você, o quê? Você aceita namorar comigo?-perguntei, ainda desacreditado e com o coração batendo mais rápido que imaginei que  poderia.

─Sim, você eu já gostava de você há bastante tempo também... A única diferença é que eu sabia disfarçar! -sorriu, segurando em minha mão e a acariciando. ─Oi dedinhos fofinhos! -o mais velho pegou em cada um deles e conversou com meus dedos, sorrindo bobo e me lançando um olhar apaixonado.

Segurei sua nuca e aproximei nossos rostos, findando o espaço entre nossos rostos e colando nossos lábios em nosso primeiro beijo juntos.

E foi ali que minha história de amor começou.

two mounths after

Eu não podia estar mais feliz! Namorava o menino por quem sempre sonhei, acordo todos os dias ao lado do homem quem foi e pra sempre será meu primeiro e único amor.

Após aquele dia, Yoongi hyung me pediu em namoro de novo, num lugar mais romântico, de um jeito mais fofo e o mais importante, sem papéis para marcar sim ou não!

─Feliz dia dos namorados, Suga! -Desejei ao meu mais novo namorado, e roubei-lhe um bejo carinhoso. Não era o dia dos namorados, muito pelo contrário. Estávamos apenas comemoramdo nosso segundo mês juntos de uma maneira diferente. ─Eu te amo, hyung!

─Também te amo, Minnie. -Então nos beijamos.


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse clássico escolar!
quem nunca fez isso para o primeiro senpai que atire a primeira pedra!
beijinhos, até a próxima! #MêsDaGio
para ficar por dentro de tudo, me sigam aqui no spirit
twitter: @badgigh
instagram: kanggio95
facebook: Giovanna Wang


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...