História Namorada de Aluguel - Camren - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Personagens Originais
Tags Camren, Fifth Harmony, Romance
Exibições 259
Palavras 1.075
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem<3 E boa leitura.

Capítulo 5 - Capitulo 4


LAUREN POV.

*No outro dia...

Eu já estava indo para a entrada do Colégio, quando Camila me aparece na minha frente.

- O que é? – Perguntei irritada, logo de manhã já vem encher o saco.
- Nada. – Sorriu. – Vamos?
- Pra onde? – Perguntei não entendendo.
- Pra sala ué. - Ela respondeu.
- E por que tem que ser comigo? - Ela riu debochando de mim.
- Porque você é minha namorada e devemos entrar juntas, esqueceu?
- Como vou esquecer se você não deixa?! - Falei sofrendo com aquilo tudo, aquele teatro!
- Hahahah, pois é. Vamos!

Ela foi andando na frente e me puxava pelo braço, graças a Deus eu estava de óculos escuros e fui de cabeça baixa até a entrada pra ver se ninguém me reconhecia, quem sabe com sorte né... Mas foi aí que ela teve a ideia de me dar a mão. Quem a autorizou a fazer isso? Ela tá loucaaa? Eu nunca andei de mãos dadas nesse colégio com ninguém e olha que eu já peguei tanto homens como mulheres lindos, mas nunca ninguém teve essa audácia, e eu não ia deixar que logo essa brega aí fizesse eu passar por isso.
- Tá louca? - Eu disse soltando minha mão da dela.
- Por que?
- Eu não vou te dar a mão, você só pode ter surtado! - Falei quase gritando.
- Não surtei e você vai me dar a mão sim! Faz parte do nosso acordo, lembra amor? - Ela se aproximou de mim acho que ela ia me beijar. Imagina... que horror! Eu pus a mão no ombro dela pra mantermos distância, imagina se ela me beija aqui na frente de todo mundo? A essa altura andar de mãos dadas parecia bem aceitável.

- Anda, vamos logo então. - Peguei na mão dela e fomos passando pelo corredor pra chegar na sala.
 

CAMILA POV.

Depois do chilique inicial dela onde eu quase a beijei entramos na escola, de mãos dadas é claro. Enfim, fomos passando pelo corredor e parecia aquelas cenas de filmes sabe? Porque a gente ia passando e todo mundo virava o rosto pra olhar, me senti uma carne no açougue. Ela em nenhum momento abaixou a cabeça quando entramos, já eu, não sabia pra onde olhar e onde enfiar minha cara, mas em momento algum larguei a mão dela.
Estávamos quase chegando na sala quando passamos pelo grupinho de amigas dela que me olharam como se fossem me esfolar viva, juro que fiquei com medo! Lauren nem olhou pra elas, nem mesmo quando Keana a chamou, só que ela insistiu fazendo ela parar e se virar, ficaram as três ela, a Keana e a Lucy se olhando, mas ninguém falava nada. Então resolvi quebrar o silêncio.

- Vamos?
- Vamos. - Estávamos saindo quando a Lucy puxa a Laur.
- Laur, vem cá. - Com a cara mais cínica se virou pra mim - Dá licença. - Se afastaram. – Lauren o que é isso? – Silêncio - O que você está fazendo?
- Eu sei o que estou fazendo Lucy. – Lauren.
- Lauren! Olha essa garota. - Apontando pra Camila que estava parada que nem um poste no meio do corredor vendo as pessoas passarem - Ficou louca de vez? - Agora foi a Keana que disse.
- Não! - E foi saindo sem dar muita bola pra ela.
- Vai virar nerd igual a ela também? – Perguntou Keana.
- Nunca! - Se virou cheia de raiva, mas logo voltou a caminhar me deixando pra trás.
Impossível não ouvir e impossível não sorrir de satisfação com a cara que Keana fez. Lauren que continuava irritada passou por mim como um furacão, tive que dar uns dois ou três passos rápidos pra alcançá-la.

- Perai .- Ela não falava nada.

Quando chegamos na porta da sala, me virei pra ela pra falar algo e vi que ela continuava parada, sem entrar.
- Que foi? 
- Vou matar aula. – Ela disse.
- Mas... - Tentei argumentar, mas ela não me deu tempo.
- Não me enche garota, que saco! - Esbravejou e saiu.

Eu fiquei ali parada na entrada sem entender muita coisa, quando Ally chega falando comigo, me despertando.
- Tá fazendo o que aí, Mila?
- Não, nada não.
 Fomos entrando e nos sentamos, até porque o professor já escrevia algo no quadro.
- Ué cadê ela? – Harry.
- Ela quem? – Ally.
- A Lauren, eu vi vocês duas juntas ali no pátio. – Harry disse.
- Então é verdade mesmo o que eu soube? Ela aceitou? – Ally
- Aham. – Eu estava de cabeça baixa na carteira. 
- E está com essa cara por quê? – Ally perguntou.
- Porque ela do nada saiu dizendo que ia matar aula.
- Ah Mila, você queria o que? Que ela continuasse de mãos dadas com você e assistisse a aula contigo? Acordaaa, é a Lauren! – Harry.
- Eu sei, mas...
- Não, perai! Que história é essa? Mãos dadas? – Ally perguntou confusa.
- Ué você não soube? As duas desfilaram praticamente de mãos dadas aí pelo colégio. – Harry respondeu.
- Mentiraaa! Sério? – Ally
- Aham. Óbvio que porque eu obriguei... – Falei.
- Mesmo assim Mila. Uau, não esperava ver essa cena nunca! Não acredito que perdi essa foto. – Ally.
- Ah não começa hein Ally! Nem vem com nada de fotos, você sabe como odeio isso!
- Mas pode ir se acostumando, afinal agora você está com ela. Ela é popular, vai estar no foco toda hora. – Ally.
- Verdade.  – Harry.

Eu ia responder, mas o professor nos chamou a atenção e paramos, mas pela primeira vez em muito tempo não consegui prestar a atenção na aula direito. Eu tentava ligar pra ela, mas só dava desligado. Que droga!
- Shiuu. – Ally me chamou atenção.
- Quê? - Estava tão desligada que nem percebi.
- Fala baixo, o professor vai te ouvir...
- Eu falei alto é? - Perguntei estranhando ela ter me ouvido.
- Aham. Mas afinal, o que é uma droga? – Perguntou e eu suspirei.
- A Lauren. Não consigo falar com ela...
- Camila, não faz isso com você, desiste! Você não está vendo que não vai dar certo?
- Óbvio que vai! Eu só preciso fazer ela me amar.
- E você acha que isso é fácil assim? – Ally
- Shiiuuuu! - Era alguém atrás da gente enchendo.
- Depois a gente se fala. – Ela disse e só balancei a cabeça afirmando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...