História Namorada de Mentira - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 148
Palavras 1.029
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 18 - O que Tenho que Fazer para me Redimir?


Destranquei a porta do quarto e dei de cara com Ivan  se preparando para bater.

- E então, como ela está? - perguntou.

- Bem, querendo voar no meu pescoço, mas bem.

- Ótimo então você não vai se importar de me contar sobre esse "questionário de falso namoro". - falou e eu gelei.

Abri a boca tentando encontrar o que falar, mas eu conhecia o meu irmão e sabia que não conseguiria enganar.

Respirei fundo em derrota e me sentei na ponta da cama.

- Acho melhor você sentar. - falei.

- Cara, não acredito que você fez isso! - Ivan falou quando eu terminei de lhe contar toda a história do falso namoro.

- A mamãe vai te matar se ela descobrir isso.

- É por isso que eu conto com o meu querido irmão para ficar de boca fechada. - sorri amarelo.

- Relaxa, Victor, eu não vou falar nada. - me tranquilizou. - Mas então, agora que vocês não são mesmo um casal, será que eu posso...

- Nem pense nisso.

- Achei que não a suportasse.

- E não suporto, mas essa garota está me enlouquecendo nos últimos dias, sabe. - antes que eu pudesse terminar a frase, Alice saiu do banheiro vestindo apenas um conjunto de lingerie vermelho. - Tá vendo. -sussurrei para Ivan.

- Ai meu Deus. - Ali gritou assustada ao ver Ivan  no quarto e puxou a minha toalha de cima da cama se cobrindo. -Você podia ter me avisado que tinha gente aqui, amor.

- Ele já sabe, Alice.

- Ótimo, não preciso fingir que gosto de ficar perto de você pelo menos. - respondeu emburrada e entrou no banheiro novamente com um vestido preto em mãos.

- Cara você tá muito ferrado. - meu irmão comentou me dando duas tapas nas costas antes de sair do quarto.

- Achei que ninguém pudesse ficar sabendo. - Alice comentou saindo do banheiro novamente, agora vestida.

- E não podem.

- Então por que você contou pro Ivan?

- Aparentemente ele ouviu a gente comentando atrás da porta. Achei melhor contar do que inventar alguma história ridícula que só o faria me encher de perguntas.

- E o que a gente faz agora?

- Nada, ele não vai contar nada pra ninguém.

- Ótimo. - bufou e se jogou na cama ao meu lado de bruços. Seu vestido subiu um pouco com o movimento deixando um pouco de suas nádegas à mostra. Antes que eu pudesse perceber, meu lábio inferior estava preso nos meus dentes e imagens distorcidas de Alice nua se passavam pela minha cabeça.

Levantei em um pulo antes que perdesse completamente a sanidade e me tranquei no banheiro para tomar um banho frio.

Alice narrando

Estava quase pegando no sono quando ouvi algumas batidas na porta. Murmurei um "entra" e logo Yasmim apareceu na porta..

- Oi cunhadinha, vim ver como você está. - falou se sentando ao meu lado.

- Bem, eu acho. - dei de ombros.

- Cadê o Victor? - perguntou receosa. Apontei para o banheiro com a cabeça. - Olha, Ali, eu sei que você provavelmente está com  raiva dele, e tem toda razão pra isso, mas ele realmente sente muito.

- Como você tem tanta certeza?

- Quando eu disse pra ele o que havia acontecido, ele realmente ficou preocupado. Dava pra ver nos olhos dele.

Ele se importa com você, Ali, de verdade. - completou. Me deu um beijo na bochecha e saiu do quarto me deixando sozinha novamente. Suas palavras ficaram ecoando na minha cabeça pelos próximos minutos, fazendo algumas cenas dos últimos dias serem relembradas.

Victor. Preocupado comigo. Só podia ser brincadeira.

- Ei, Alice. - Victor estalou os dedos na minha frente me tirando de meus pensamentos. Pisquei algumas vezes antes de lhe encarar. - Quem estava ai?

- Sua irmã, veio ver como eu estava. -respondi automaticamente. Victor acenou com a cabeça e continuou a se arrumar.

- Vamos. - estendeu a mão para mim.

- Onde? - perguntei confusa, aceitando sua mão. Seus dedos se entrelaçaram nos meus e Victor me puxou para fora do quarto.

- Quero descer e comer alguma coisa, mas sei se que se eu for sozinho minha mãe vai me dar um enorme sermão sobre o que aconteceu na praia e eu não estou muito a fim de ouvi-lo agora. - esclareceu.

- Ali, querida, como está se sentindo? - Emily veio em minha direção assim que colocamos os pés na cozinha.

Victor soltou minha mão e foi em direção à geladeira, vasculhando atrás de comida.

- Estou bem, Sra. Emily, não precisa se preocupar. - sorri agradecida.

- Já disse para me chamar só de Emily, querida. - me lembrou em tom divertido. - Espero que esteja com fome, fiz uma torta de morango para você.

- Cadê? - Victor perguntou.

- O que?

- A torta, mãe, eu estou com fome.

- Fiz a torta pra Ali, não pra você.

- Ela não se importa em dividir, não é, amor? - me olhou indicando que era pra eu concordar. Balancei a cabeça em afirmação, rindo da pequena discussão que havia presenciado.

- Sentem-se, vou pegar a torta. - Emily avisou, indicando dois bancos para nós. Victor se encarregou de pegar pratos e talheres enquanto eu me arrumava no banco.

Assim que a torta foi colocada na nossa frente, Victor imediatamente cortou um pedaço relativamente grande e começou a devorá-lo.

- Vai com calma, grandão. - Ivan falou passando por nós para pegar alguma coisa na geladeira, logo voltando para a sala.

- Certo Ali, você disse que me falaria depois o que eu preciso fazer para me redimir. - Victor falou ao terminar seu pedaço de torta. Eu mal havia começado o meu. - Agora é depois.

- A gente vai ver um filme.

- Por favor, não me diga que você vai me obrigar a ver um romance de mulherzinha - implorou.

- Tudo bem, eu não digo. - segurei a risada.

- Isso é mesmo necessário? - perguntou fazendo cara de coitado.

- Sim.

- Tudo bem então, acho que posso sobreviver duas horas. - falou em desistência.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...