História Namorada de Mentira - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 105
Palavras 726
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Austrália Ai Vamos Nós!


- Vamos Alice. - chamei quando terminei. - vou te deixar na sua casa, você tem uma hora pra arrumar sua mala.

- Uma hora? Só isso Victor? Achei que com essa fama toda você durasse mais tempo. - falou segurando o riso e eu imediatamente entendi do que ela estava falando.

- Achei que isso não fosse da sua conta Alice. - retruquei saindo do quarto ouvindo seus passos logo atrás.

Fizemos todo o caminho até a casa dela em absoluto silêncio. Alice estava completamente entretida em seu celular mandando mensagens para alguém. - que eu supus ser Natalia. - deixando algumas risadas escaparem algumas vezes.

Levou alguns instantes para Alice perceber que havíamos chegado em frente ao seu prédio e descer do carro rapidamente.

- Ei Alice. - chamei antes que ela se afastasse muito. - Leve roupas curtas.

- O que?

- Se vai se passar por minha namorada, precisa parecer gostosa. - sorri em sua direção e acelerei o carro seguindo para a casa de Lisa.

Fui recebido por um grande emaranhado loiro vestindo um mini short e uma blusinha regata. Não me preocupei em cumprimentar Lisa, apenas enrosquei minha mão em seus cabelos a puxando para um beijo enquanto a empurrava para dentro da casa enrolando sua blusa.

- Meus pais vão ficar fora durante todo o feriado. – Lisa falou enquanto colocava sua blusa. – Por que não fica aqui?

- Não posso, vou visitar meus pais no feriado. – respondi sem olhar em sua direção enquanto procurava minha camiseta.

- Está, me dá vinte minutos que eu arrumo minha mala. – se direcionou ao closet, mas a interrompi no meio do caminho.

- Você não vai.

- O que?

- Você me ouviu.

- Victor, sou sua namorada, nada mais comum que...

- Você não é minha namorada.

- A gente está junto há semanas Victor, isso é namoro. – seu tom de voz indicava que ela estava ficando furiosa.

- Não Lisa, isso é sexo casual, achei que você tivesse entendido. – falei. Aquele mini piti que ela estava dando estava começando a me irritar. – Eu preciso ir, a gente se fala outra hora, beleza? – peguei minha carteira que estava jogada ao lado da cama e a guardei no bolso da calça saindo do quarto.

- Victor nós ainda não terminamos essa conversa. – Lisa gritou atrás de mim. Revirei os olhos e desci as escadas rapidamente a ignorando. – Victor volta aqui! – gritou novamente.

Abri a porta da frente e fui direto para o meu carro dando partida rapidamente enquanto ainda ouvia sua voz gritando meu nome.

Levei pouco mais de dez minutos para chegar a casa e fui direto para o meu quarto tomar um banho. Quando sai, Jonas estava sentado na minha cama com meu celular em mãos.

- A Lisa está louca querendo falar com você.

- É eu sei.

- Achei que você já tivesse ido.

- Vou passar na casa da Alice assim que sair daqui e vamos direto para o aeroporto. – falei entrando no closet.

- Tentem não brigar o tempo todo. Ou ao menos não se matem.

- Não prometo nada. – respondi saindo do closet já vestido. – Até semana que vem cara. – peguei minha mala e sai do quarto.

Quando cheguei ao prédio de Alice, ela já estava do lado de fora, com uma mala de rodinhas rosa ao lado mexendo no celular. Buzinei duas vezes para chamar sua atenção e ela não tardou em colocar sua mala no banco traseiro se sentando ao meu lado em seguida.

- Oi, amor. – falei a fazendo revirar os olhos.

- Para onde estamos indo afinal? Achei que só fossemos viajar de noite.

- Para o aeroporto. O voo é só de noite, mas a gente precisa comprar sua passagem e... – parei meu discurso ao perceber que ela havia prendido completamente a respiração. – Não me diga que você tem medo de voar.

- Um pouco. – admitiu envergonhada.

- Relaxa Alice, a gente resolve isso quando chegar a hora, você pode dormir ou ler um livro e nem vai perceber que esta voando.

- Ok.

Pouco mais de quinze minutos depois, estávamos finalmente no aeroporto. alice estava na livraria comprando algum livro que a ajudasse a se distrair enquanto eu comprava sua passagem.

- Nosso voo sai em uma hora. – avisei assim que a encontrei perto da livraria

– Austrália ai vamos nós



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...