História Namorada de Mentira - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 93
Palavras 1.302
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Noite de Jogos.


O jantar foi o mais normal possível devido às circunstâncias em que eu me encontrava; Yasmim passou o tempo todo fazendo perguntas para Victor e para mim sobre como havíamos começado a namorar e essas coisas, nunca agradeci tanto ter ficado um tempo conversando com o Victor. Emily contou algumas histórias sobre a infância de Victor, fazendo com que eu risse quase que o tempo todo enquanto o pai de Victor e Ivan a ajudavam a lembrar das histórias mais engraçadas.

Quando todos acabaram de comer, eu e Victor ficamos encarregados da louça enquanto os outros arrumavam a sala com os jogos.

- E então, acha que consegue sobreviver mais alguns dias? - Victor perguntou quando estávamos sozinhos.

- Sua família é incrível Victor, tem certeza que você não é adotado? - perguntei arrancando uma careta sua em resposta.

Terminamos de lavar a louça rapidamente e, quando entramos na sala, a TV estava ligada no menu de Just Dance enquanto haviam outros jogos na mesa.

- Você disse jogos de tabuleiro. - sussurrei para Victor.

- Deve ser mais uma invenção da Yasmim, espero que seja boa dançando, Alice.

Os primeiros a jogarem foram Victor e Ivan que dançaram Blurred Lines, por incrível que pareça, os dois dançavam incrivelmente bem, ficando quase empatados no fim, mas Ivan acabou ganhando por dois pontos.

Emily e Richard foram os próximos que, por escolha de Yasmim, dançaram Sexy and I Know It, eles eram extremamente ruins, mas o jeito desengonçado como rebolavam e se mexiam, junto com a letra da música, causaram ataque de riso em todos. Yasmim e eu fomos as últimas a dançar, ela me deixou escolher a música então acabamos dançando Moves Like Jagger. Ao contrário do imaginado, eu acabei não me saindo tão mal e quase ganhei se não tivesse me atrapalhado em um dos últimos passos e caído com tudo no chão. Yasmim ainda ria quando a música acabou e se jogou no sofá ao lado dos irmãos.

- Eu cansei disso já, qual a próxima opção, pequena Yasmim? - Victor perguntou quando conseguiu parar de rir do meu tombo.

- Tá cansado só por que perdeu né idiota? - Ivan o provocou.

- Vai se ferrar! - deu uma tapa na cabeça do mais velho em resposta.

Yasmim se jogou entre os dois, apartando a briga, com uma grande caixa vermelha em mãos.

- Vamos jogar quem sou eu. Você sabe jogar Ali?

- Sim, minhas primas adoravam jogar isso.

- Ótimo. Ivan, você começa. - tirou uma faixa preta da caixa e entregou ao irmão enquanto escrevia alguma coisa em um papel colorido. Levou alguns segundos para colar o papel na faixa e, quando terminou, sentou-se novamente sorrindo satisfeita. No papel amarelo, lia-se em letras grandes, Johnny Depp.

- Tudo bem. - começou Ivan. - Eu sou uma pessoa?

- É. - dei de ombros.

- Estou vivo?

- Sim. - Victor respondeu balançando a cabeça.

- Sou homem?

- Com toda certeza. - respondi fazendo os outros rirem.

- Sou um ator?

- Sim.

- Johnny Depp? - perguntou com cara de entediado.

- Por que você sempre acerta quando é ele? - Yasmim perguntou emburrada tirando a faixa da cabeça de Ivan e a entregando à mãe.

- Porque você sempre coloca o Johnny Depp. - respondeu em tom óbvio arrancando as folhas da mão dela e escrevendo alguma coisa. Quando colou o papel na cabeça de Emily, Megan Fox estava escrito em rabiscos quase incompreensíveis.

- Sou uma pessoa?

- Sim. - Richard respondeu.

- Eu estou viva?

- Sim, mãe. - Yasmim falou.

- Sou mulher?

- Sim.

- Aham. - Ivan e Victor responderam juntos.

- Sou bonita?

- Demais. - Ivan.

- Pra caralho. - Victor fez uma cara pervertida ao responder.

- Sou uma cantora?

- Não. - Ivan.

- Atriz?

- Isso. - Yasmim comemorou.

- Emma Watson?

- Não querida. - Richard respondeu sorrindo.

- Você tem mais uma chance mãe. - Yasmim avisou.

- Certo. Sou morena?

- Sim.

- Tenho olhos azuis?

- Sim.

- Megan Fox?

- Acertou. - falei sorrindo.

- Victor sua vez. - Yasmim anunciou. Emily tirou a faixa da cabeça e a entregou a Victor. Peguei as folhas que estavam no sofá e escrevi David Beckham antes de colar na faixa.

- Eu sou uma pessoa viva?

- Sim.

- Aham.

- E que pessoa. - eu, Emily e Yasmim responderam respectivamente.

- Sou homem? - acenei com a cabeça confirmando. - Sou gostoso? - perguntou rindo.

- Com toda certeza. - respondi de impulso.

- Ali, amor, eu estava falando do papel. - um sorriso de deboche surgiu em seu rosto enquanto eu sentia minhas bochechas esquentarem.

- Deixa de ser idiota, Victor. - Ivan falou rindo dando uma tapa no irmão.

- Tá, tá. Sou um ator?

- Não. - Yasmim.

- Cantor?

- Longe disso. - falei.

- Jogador? - perguntou franzindo a testa.

- É.

- David Beckham. - falou convicto.

- Eu odeio jogar isso com vocês. - Yasmim resmungou para os irmãos.

- A culpa não é nossa se somos melhores que você maninha. - Ivan bagunçou os cabelos dela.

- Seus...

- Não briguem crianças. - Richard interrompeu Yasmim. - Eu e a mãe de vocês estamos indo dormir. Mantenham-se vivos.

- Boa noite, queridos. - Emily disse seguindo o marido pelas escadas.

- O que a gente vai fazer agora? - perguntei.

- Ver filme. - Victor propôs com o controle da TV já em mãos.

- Está, mas eu escolho o que vamos assistir. - Yasmim avisou tirando o controle dele.

- Ninguém aqui quer assistir romance Yasmim. - Ivan falou tentando tirar o controle das mãos dela.

- E ninguém aqui quer ver filme de guerra. - retrucou.

- Ótimo, então eu escolho. - Victor falou.

- Não. A Ali vai escolher. - Yasmim falou me entregando o controle. Fiquei esperando por alguma objeção, mas, como Ivan e Victor ficaram calados, liguei a TV passando os canais até achar alguma coisa que agradasse a todos.

Acabei parando em Velozes e Furiosos causando um sorriso em Ivan e Victor.

- Por favor, me diga que você é fã desse filme. - Ivan falou.

- Seu dia de sorte. - respondi rindo. Sentei-me no sofá ao lado de Victor e fiquei tensa por alguns instantes quando ele passou seu braço pelos meus ombros.

Quando o filme acabou, Victor e eu subimos para o quarto morrendo de sono. Arrumei a cama rapidamente enquanto Victor estava no banheiro e deitei sorrindo vitoriosa.

- Não, mas não mesmo, vaza Alice. - Victor falou assim que saiu do banheiro.

- Eu cheguei primeiro Victor, mas não se preocupe, eu arrumei um canto pra você. - apontei para a pilha de cobertores e travesseiros que eu havia feito no canto do quarto.

- Meu quarto, minha cama, seu chão.

- Mas que merda, será que custa você ser um pouco educado ao menos uma vez na sua vida?- perguntei irritada.

- Estou sendo educado em não te arrancar logo dessa cama.

- Pois eu não vou sair. - cruzei os braços determinada.

- Não me teste Alice.

Ficamos nos encarando por vários minutos até que eu suspirei já cansada desistindo daquilo.

- Tudo bem Victor, vou te propor uma coisa então. Nós dois ficamos com a cama e ninguém dorme no chão.

- Está querendo abusar de mim, amor?

- Com toda certeza. - revirei os olhos.

- Ok Alice você venceu, agora chega pra lá. E mantenha sua bunda longe de mim. - deitou no espaço livre da cama de costas para mim.

- O que? - perguntei confusa.

- Eu sou homem Alice, e por mais insuportável que você seja sua bunda não deixa de ser gostosa.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...