História Namorada de mentirinha. - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Chantagem, J-hope, Jungkook, Romance
Visualizações 66
Palavras 1.117
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


SUCO DE MARACUUUUUJAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Gente Já viram o Ator Porno que parece o J-hope? OMG. Minhas redes sociais só dar isso. KKKKKKKKK
pior que o cara parece mesmo, se não fosse por uma tatuagem e eu aqui pensando que o V que seria um "Sex Porn Star".
Rsrskk

Capítulo 14 - Capitulo 14


~Dias atuais, quando ela esbarrou em J-hope e estava ao lado de JungKook.

Mas que porra ta acontecendo aqui? Quem é esse Homem, que bizarro por que s/n e ele estão se olhando assim, ah não, ah não. Miserável. Vai flerta com minha garota não, mas não vai mesmo, ta ligado que o bonde é loco aqui né?! 

-S/n, você ta diferente! cortou o cabelo. 

Pera, ele conhece a s/n? Que merda eu estou Bugado nessa bagaça, s/n explique-se AGORA MESMO!

-Você ta a mesma merda. 

WWWOOOOWW, Boa S/N, você é parça mesmo. Por que esse FILADAPUTA ta sorrindo? vou quebra o dente dele. Pera eu não sei bater e ele parece meio forte, melhor não, se bem que a s/n ta aqui e ela bate bem. Pobre Ko. Ela sofreu bastante, né? Nas mãos de S/n!

-S/n...o que você tem feito não nós vemos ha quanto tempo? 

-2 meses, 5 dias e algumas horas. Mas quem estar contando?

Ah eu estou invisível aqui DESGRAÇA? Sera que se eu interrompe a "conversa" deles, vou apanhar de s/n ou dele? Por que serio puta que não me pariu, eles estão se olhando como cachorros loucos, sabe? Só falta espumar pela boca. Aí Deus tenha pena de mim, e me livre de   apanha da s/n algum dia. Finjo uma torce de leve pra ver se ela se lembra de mim.

-Ah, esse é Jeon JungKook.

-ATÉ QUE ENFIM... quer dizer EAE! - Falo acenando minha cabeça. 

-Oi. Sou... Jung Ho-seok 

-Hm, vamos s/n? - falo deixando de o encarar.

-Vamos. Tcahu Jung Hoseok. - ela disse num tom de ironia que eu não entendi, mas de boas. 

O homem lá ficou calado olhando a s/n, que FINGIU não estar nem ai. Eu sei quando ela mente. E com certeza ela estava desconfortável, mas porque? PORQUE DEUS?? e esse homem aí aleatório? brotou do nada? AISH.

Entramos no carro e ela ligou o radio tava tocando Timber da ke$ha feat. Pitbull Ela cantarolava, uma vez ou outra a música e sorria, tava engraçado, nem me atrevi a cantar, meu inglês é uma merda.

-Que foi? Não gosta da musica?

-Gosto. mas não sei cantar.

-Hmm, posso colocar o que então? 

-Pode me dizer que é aquele cara lá? - Mandei na lata mermo porque sou é desses. 

-Ah o Hoseok?

-Não o Pablo do backyardigans. - disse resmungando e ela sorriu. Não tem graça quer morrer s/n?

-Bom. Ele, não é ninguém importante, Tipo ele se encontra no passado, beem lá no passado. 

Resmunguei um simples "Hum"  e continuei dirigindo normal. Mentira. Olhava curioso e com raiva pra ela, não uma raiva, RAIVA, era uma raiva, não sei explicar é o tipo de coisa que a gente fica meio...Ah foda-se não sei explicar. 

-Que é kook? ta com ciúme?

-Tua cara. - ela ri. - Ele era seu namorado?

-Sim. - ela disse seria me olhando.

-A e você fala assim? Meu santo Deus... Vocês ainda estão juntos?

-Não!

-Vai volta com ele?

-Não!

-S/n, pelo amor de Jeova e do meu Jesus Cristinho se você quer me larga, fala logo. - Ela gargalha. - Não tem graça, sua chata. - Paramos em um sinal, então eu empurro a cabeça dela na janela. 

-Ai. - Ela empurra a minha e empurro de novo e nos começamos a nos da tapinhas, ela bate bem forte. Mas é aquele ditado né? Tapa de amor não dói. - Ah, parou. 

-Tá parou. - tomamos folego e logo eu dou um tapa na testa dela. - TESTANDO. 

-Ah VAI CAGAR! - Rimos e volto a dirige, hoje é a primeira vez que vou a casa de s/n ela nunca me deixou leva-la até lá, Aí que nervoso e se o sogrão tive lá? Ele deve ser vida loka igual s/n. Não deixe ela me bate Deus, o senhor é prova que eu nunca nem trisquei na S/n, não foi bem por falta de vontade, mas né!?

Ela desceu do carro e eu desci logo atrás depois de muito pedir, ela veio cheia de desculpas e eu mais desculpas ainda, por fim ela deixou, porque eu disse que queria mijar, ops, Usar o banheiro. Ela mora no 6°andar. Assim que entramos, meu Deus é tudo organizado aqui, também, como na minha casa a omma da s/n deve se tarada por limpeza como a minha, nem um alfinete fora do lugar ou algo parecido, ela me acompanhou até o banheiro e eu fiz minhas coisas e saí de lá e agora, o appa dela tinha chego em casa. Eita sogrão tem cara de brabo. 

-Boa Noite, tio! - falei me curvando brevemente. 

-Quem é ele s/n?

-Jeon JungKook, amigo de escola. - ela disse rindo nervosa, aparentemente e ele me olhava de cima a abaixo. 

-Eu vim deixar a s/n em casa, por que já estava tarde, e não queria que nada de mal acontecesse com ela. - Mostrei sois joinhas com meus polegares sorrindo pra eles, e s/n tapou a cara envergonhada. 

-Ah claro, onde vocês estavam mesmo?

-A gente ia para uma festa, mas acabamos so indo na lanchonete e naquela escadaria trevosa do...

-Você não tinha medo de altura. - ele me interrompe. 

-Pois é eu quasse infartei com a ideia desse IDIOTA.

-Como eu ia saber você não fala nada, Tapada. S/n sabe como foi difícil te carregar na descida daquela escada? Acho que deveria fazer uma dieta. - O pai dela sorriu. 

-Pai, não tem graça. 

-Bom, você realmente come muito princesinha. - "Princesinha"? Hahaha essa é boa. Ela tem nada de princesa. - Jeon você que jantar com a gente?

-Não ele não quer não.

-Ah eu quero sim. Pode apostar que eu quero. - O pai dela sorriu, logo nos sentamos a mesa, ele tinha levado comida Tailandesa. Amo.

Conversamos o jantar todo, as vezes eu e s/n, nós alfinetamos e o appa dela ficava rindo da gente. Acho que alguém estar nos shippando, não é mesmo?  Ja são 23:30, melhor eu ir pra casa.

-Obrigado pelo jantar, mas eu tenho que ir agora, meus pais podem estar preocupados. 

-Claro, volte quando quiser. - E advinha quem conquistou o sogro. Eu mesmo Jeon JungKook, só falta conquistar a S/n. IDIOTA.

-Vamos Kook, vou te levar até a porta. 

-Ok. Boa noite senhor.

-Boa noite. 

A s/n me levou até a porta e ela parecia divertida e eu não estava diferente, mesmo não tendo ido pra festa eu curti essa noite. Foi boa demais da conta acho melhor não comemorar nada ainda. Quando saía da casa dela escultei o pai dela falar: "Gostei desse menino." Como não gostar de alguém como eu? Mas como já disse melhor não comemorar ainda! 

 

 


Notas Finais


Foi só isso. ^^
Por hoje é só.
Até o próximo capiituloo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...