História Namorado de aluguel - Capítulo 47


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Visualizações 66
Palavras 1.544
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


B
U
E
N
A
L
E
C
T
U
R
A

Capítulo 47 - Capitulo 8


 

#LUNA#

Sete e quarenta e dois da manhã de domingo e eu aqui,acordada,trocando mensagens com o meu namorado e me divertindo vendo ele se enrrolar todinho,tadinho do Matt.....

Eu não to te chamando de galinha.

 

Hahaha,e o que voçe quis dizer com “leve como uma PENA”??????????

 

Eu não to te chamando de galinha Luh,só quis dizer que foi moleza te levar até seu quarto.

 

Hurrum.....

 

O que vai fazer hoje?

O Matteo e o seu incrível talento de mudar de assunto rápido.

 

Eu e o Gastón vamos surfar,quer ir?

 

Surfar,isso me faz lembrar alguém,alguém que eu não queria lembrar agora.Yam,ela me ensinou a pegar onda,apesar de eu ainda não saber muito bem,ela foi uma boa professora....mas o que ela tem de abilidade em cima da pracha,ela tem de pessíma amiga.

 

Não,eu prefiro ficar por aqui mesmo e ler o primeiro livro de Harry potter.

 

Eu sabia que se eu dissesse que iria ficar pra ler o livro,ele pararia de insistir.

 

Então tá.Te ligo depois...bjs.

 

Ok.bjs

 

Desligo o celular e antes que eu pudesse ir até o banheiro tomar banho,escuto um barulho de algo pessado caindo e um grito extremamente fino vindo da cozinha.

 

Nina.O que está acontecendo?

 

Será um invasor?

 

Olho ao meu redor procurando algo para usar como arma,logo encontro meu secador de cabelo,o pego e vou até a cozinha em passos silenciosos,chego na cozinha e....

 

Cadê o invasor?

 

Nina estava virada para a pia quetinha,não falava,nem se mexia,nem parecia ter sido ela que deu aquele grito,que por sinal foi um grito bem alto e fino.Olho ao redor,só para me certificar de que foi ela que gritou,não havia ninguém,somente eu e ela.Coloco o secador em cima do balcão e vou até ela,toco em seu ombro e falo:

-Nina?voçe está bem?, eu ouvi seu grito.O que ouve?-Nina se vira pra mim e eu arregalo meus olhos ao ver que sua mão sangrava  e ela tinha lagrimas que estavam prestes a cair.

 

-Eu...eu me cortei,eu tava......tava cortando mortadela ai eu me cortei,me distrai,seila...-Ela falava embolando as palavras enquanto uma lagrima descia pelo seu rosto vermelho.Estava sentindo muita dor.

 

-Nina voçe devia ter me ouvido,eu disse que devíamos ter a comprado mortadela fatiada,mas voçe como sempre não me ouve.-Falo enquanto vou até o armário pega o kit de primeiros socorros que a mãe de matteo nos deu (valeu sogrinha).Um dia antes de vimos para o campus da UCLA,fomos ao mercado e eu disse para Nina comprar a mortadela fatiada,mas ela insistiu que queria a inteira.”Eu aposto que nas fatiadas eles não colocam a motadela toda e vendem pelo mesmo preço,a inteira é mais confiável.”,foi o que ela disse.

 

-senta no balcão Nina,eu vou...-Antes de terminar a minha frase,alguém bate na porta.-Quem  será que é?

 

-Voçe só vai descobrir se for até lá e abrir.-Fala em tom grosseiro e eu a olho com cara feia.-Desculpa é que ta doendo muito.-mais uma batida.

 

Me levanto da cadeira e vou até a porta, mas paro assim que chego em frente  e percebo que ainda estou de pijama.Não seria legal receber visita assim,

 

Dane-se!

 

Abro a porta e me deparo com duas garotas,uma de cabelos pretos e a outra de cabelos ruivos,ambas muito bem vestidas e ao mesmo tempo estavam simples (como isso é possível?).

 

-Sim?-Digo e elas se olham e depois começam a balançar os ombros,meio que incentivando uma a outra a falar.Minha cara de confusa não deve esta ajudando muito,eu dou um leve sorriso pra elas,como se dissesse “Pode falar,eu não mordo”.

 

-Eu sou a Delfina e ela a jazmím,nós moramos aqui em frente e ouvimos um grito e....não sei pensamos que....

 

-Está tudo bem foi só  minha amiga que se cortou eu disse pra ela comprar mortadela fatiada mas ela não me ouviu ai ela comprou inteira dai hoje ela foi corta a mortadela ai eu pensava que tinha alguém invadindo nosso apartamento mas não tinha ninguém bom tinha a Nina mais ela não conta porque ela mora aqui e tinha um secador e é isso.-Eu falei tudo muito rápido,sem virgulas e acho que acabei dando mais informação do que deveria.E o pior é que elas estavam com cara de que tinham entendido tudo.

 

-LUNA,MINHA MÃO AINDA TA SANGRANDO,CASO VOÇE NÃO SE LEMBRE!-Gritou Nina,lá da cozinha.

 

-Voçe quer ajuda?-Perguntou a ruivinha.-É que meu pai é medico e eu sempre me machucava andando nos saltos da minha mãe,o que significa que eu sei fazer curativos e...se voçe quiser....eu posso fazer na sua amiga.-Agora eu sei porque elas entenderam o que eu tinha dito...

 

-Tudo bem,entrem.-Dei espaço par elas entrarem e as levei até Nina,que tratou elas um pouco de forma grosseira,mas relaxou quando jasmim disse que o corte ela longo mais não fundo e que iria passar logo.

 

A Delfina e a jasmim foram bem legais,depois que fizeram o curativo na Nina elas nos convidaram para ir até o apartamento delas comer bolo,ficamos conversando o dia inteiro.Delfi e jazmim são de Buenos Aires,nenhuma das duas namora,as duas tem dezessete anos e a parte mais legal:A delfi vai cursar  ciência politica também,o que é ótimo,assim não vou me sentir sozinha nas aulas.

 

O domingo passou rápido,o Matteo não me ligou ontem como disse que faria,só me mandou uma mensagem com um –Boa noite linda- e mais nada,não o culpo,ele só devia esta cansado.Eu estava tomando café da manhã,prontinha para o meu primeiro dia na faculdade e nervosa também eu confesso.

 

Ciência politica não é fácil,pra falar a verdade,nenhuma profissão que voçe for fazer é fácil,sempre vai ter alguma dificuldade.A nina por exemplo,ela vai cursar fotografia,eu juro que pensei que as aulas dela seriam praticas,so fazendo um “clic” com a câmera,mas ontem eu vi ela lendo um livro enorme com o titulo “A HISTORIA DA FOTOGRAFIA”,pra que ela precisa saber disso?,eu em.

 

 

- Luna,voçe acha que a Fernanda quer voltar com o meu irmão?-Nina me pergunta assim que chegamos na UCLA.Eu contei ontem a noite o que aconteceu na praia pra ela,acho que ela devia estar pensando nisso desde ontem.Não acupo.Eu também estou.

 

-Não sei,ela pareceu dar em cima dele,mas também....ela me pareceu sincera quando falou do namorado.O que voçe acha?-Nós duas paramos uma de frente pra outra,bem na divisão dos prédios em que cada uma iria ficar.

 

-Não sei também,foi muita coincidência ela esta justa la,naquela hora.....eu não sei qual é a dela,mas eu vou descobrir-Nina parecia mesmo determinada.Eu queria ser assim também,mas as vezes meu celebro me engana e eu me perco nos meus próprios pensamentos-Então,nos encontramos aqui na saída?

 

-Sim.-agente se despede e eu entro no meu lado do meu lado do prédio e logo encontro Delfi,fomos pra sala juntas e gaças a Deus, era a mesma.

 

 

Eu nunca estudei tanto na minha vida,serio,nunca escrevi tão rápido, nunca li tão rápido,e nunca escutei tão rápido,porque aquela professora que tinha um ramo de cavalo na cabeça que mais parecia um esfregão,parecia que ela estava em uma corrida....em que ela era o carro e o perdedou teria que postar um nude no twitter.

 

Eu e Delfi paramos bem no meio da divisa que separa as classes,para esperar Nina e a Jaz para almoçar.E eu tentava muito loucamente colocar todos os livros que eu tenho que ler durante a semana na bolsa,mais ta difícil.

 

-Luna,por que voçe não guardou esses livros na sala?-Diz Nina,nem tinha percebido ela aqui,jazmim também tinha chegado,ela levanta a perna para que eu apoiasse a bolsa e guardasse os livros.Deu certo.Aleluia!

 

-Valeu jaz.-Digo jogando a mochila sobre os ombros,mas para  minha total falta de azar,eu acabo acertando em alguém que vinha atrás.Tinha que ser eu não é? Por que eu não posso ser que nem aquela menina da serie que vive esbarrando no menino que ela gosta?Não.Eu tenho que esbarrar em todo mundo né?.

 

- Perdão,eu não te vi.

 

-Tinha que ser voçe não é? Garota patetica!-Por que? O que eu fiz de mal ao mundo?é só porque eu não li os livros de Harry potter?o que eu fiz,de todas as pessoas no mundo eu tinha que esbarrar logo na Âmbar?

 

-Patetica ela seria se tivesse essa sua cara de morcego.-Diz Delfi arrancando altas gargalhadas de Nina e da Jaz.

 

-Olha só,já arrumou substitutas,luninha?-Yam,nem tinha visto ela,estava com o olhar pairando sobre Delfi e Jazmim.

 

-Substitutas não,que nós não somos de ficar no lugar de pouca coisa.-E quem rebate dessa vez é  Jaz.Parece que eu fiz amizardes certas dessa vez.

 

Âmbar e Yam fazem caras feias mas não rebatem o comentário de Jazmim,elas se abaixam e pegam os livros delas que tinham caído.Elas passam pela gente e chocam os ombros em Nina de proposito,mas derrepente Âmbar para e vira metade do corpo na minha direção,me olha nos olhos e fala:

 

-Voçe tem sorte Luninha.-E lá vem quele sorriso diabólico.-Seu namorado beija muito bem.-Ela da êfase no muito,se vira e sai,junto com Yam.

 

Como assim meu namorado beija bem?

 

-O que aquela cobra oxigena quis dizer com isso?-pergunta Nina.

 

-Ela beijou seu namorado?-pergunta Jazmim.

-O Matteo?

-Claro que sim,qual outro namorado ela tem Delfi? É obvio que é o meu irmão.

 

 Eu não consigo intender.....como assim?.Minha mente vai na mensagem do Matteo de ontem:surfe.Será que....elas foram pra praia ontem?será que.....não...não!

 

O matteo não faria isso comigo.

 

E muito menos com ela!

 

Eu me recuso a acreditar!

 

Pego meu celular e digito uma mensagem:

 

Preciso fala com voçe.AGORA!


Notas Finais


BUENO?MALO?
Bom como vcs viram,as coisas estão meio confusas.
Será que o Matt beijou a ambar?ou será uma nova armação?
Se for verdade?o que vai acontecer?se for mentira?o que vai acontecer?
A Delfi e aJaz chegaram pra lacrar.
comentem,deixem seus palpites,e............
HASTA LUEGO(DESCULPEM OS ERRINHOS).


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...