História Namoro Por Contrato - Ruggarol - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Personagens Originais
Tags Karol Sevilla, Mentiras, Namoro Por Contrato, Traições
Visualizações 173
Palavras 1.168
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura !

Capítulo 26 - Chapter Twenty Six - For you


Ruggero Pasquarelli

Eu não sabia oque fazer, não tinha noção de onde ela estaria.Eu resolvi ir até o nosso estúdio onde gravamos Sou Luna Karol e Tony o nosso segurança do estúdio eram muito amigos talvez ele soubesse de algo que poderia me ajudar na busca por Karol

— Tony ! Me ajuda por favor — Falei desesperado e o mesmo se assustou 

— Claro, oque houve ? No que posso ajudar você ? — Tony perguntou preocupado 

— A Karol, você sabe que já faz alguns meses que ela sumiu ninguém sabe nada dela.Você tem alguma ideia de onde ela possa ter ido ? Por favor — Implorei por ajuda ele me olhou assustado 

— Ok garoto, não era nem pra me contar isso mas eu sei onde ela possa está.Ah alguns meses atrás a Karol veio aqui numa noite pedindo por ajuda ela me contou tudo que havia ocorrido.Ela falou que iria pró México que o irmão iria comprar passagens pra ela ir — Tony falou tudo rapidamente mais dessa vez quem ficou assustado foi eu 

— Como assim México ? Eu liguei pra dona Carolina, ela me falou que não sabia nada dá Karol será que ela mentiu ? — Falei, aquelas dúvidas me matavam 

— Ruggero, do jeito.Que a Karol é bem capaz de ter mandado a mãe mentir para você para que não a achasse — Tony explicou 

— Mas é claro, tipico da Karol fazer isso ela vai me deixar louco desse jeito — Dito isso Tony começou a rir 

— Vá atrás dela, antes.Que seja tarde demais vá logo para o aeroporto garoto — Tony gritou comigo e assim agradeci o mesmo eu sai feito doido estava com presa para chegar ao aeroporto

Eu sou tolo por ela, poderia fazer até o impossível pra ter ela de volta, será que ela não percebe isso ? Eu tinha que correr contra o tempo empurrava pessoas que iam na minha frente no maior desespero eu tinha que compra uma passagem urgente pró México eu tinha.

Karol Sevilla

Cheguei a uma decisão que não vou ficar aqui no México eu tenho que sair daqui a qualquer momento podem me descobrir aqui. Eu não vou arriscar isso, não quero que o Ruggero saiba onde estou todo dia ele liga pra minha mãe e pró meu celular.Tem mais de mil ligações dele no meu celular eu não posso arriscar em fica aqui.

— Minha filha, você tem certeza? — Dona Carolina perguntou com uma cara

— Sim mamãe, eu prometo.Que eu vou voltar cuida de tudo aqui hein ! — Dei um abraço apertado na mesma era difícil fazer isso mais eu precisava fazer 

— Tu cuida bem, dos meus netos hein eu já conversei com o Jorge ele irá dar um tempo a você querida ! — Ela falou 

— Claro, agora tenho que ir o táxi me espera lá fora.De um beijo no papai e no Maurício por mim por favor, tchau mamãe vou sentir saudades logo, logo eu volto isso é pró bem da minha saúde mental — Dito isso, me despedir novamente de dona Carolina peguei minhas coisas e entrei no táxi dei tchauzinho para ela iríamos para estação de trem qualquer lugar que ele para pra mim tá ótimo

Enquanto Karol ia para estação de trem Ruggero chegava na cidade do México, a cidade onde nasceu a mulher que ele amava.Assim que ele chegou, pegou um táxi para casa de Karol no México ele estava aflito e muito desesperado ele não via a hora de chegar na casa, horas se passavam ele já estava em frente a casa de Karol.Deu leves batidas e a porta foi aberta por dona Carolina que estava com os olhos vermelhos por conta da filha ter ido embora.

— Ruggero ? Oque faz aqui? Não temos notícias dela — Mentiu a mesma 

— Dona Carolina, não precisa mentir eu já sei de tudo.A Karol tá com você, cade ela? Eu preciso ver-la por favor tenho que contar a verdade a ela dona Carolina — Ruggero implorou Carolina ficou assustada 

— Que verdade ? — Ela perguntou 

— A Candelária nunca esteve mal, foi tudo armação mais ela se arrependeu e me contou toda a verdade ! — O italiano falou e Carolina pois as duas mãos em frente a boca

— Oque houve? Tudo bem ? — O moreno perguntou preocupado 

— Ruggero, a Karol estava comigo até agora pouco só que...Faz poucas horas ela saiu daqui ia pegar um trem porque ia ser bom pra ela e prós gêmeos ficarem longe daqui — Assim que ela disse isso, Ruggero ficou incrédulo

— Gêmeos ? — Ele perguntou 

— Sim, a Karol.Vai ter gêmeos uma menina e um menino parabéns papai fez um belo trabalho ! — Ela o parabenizo, ele deu um sorriso fraco

— Obrigado ! mas eu não posso ficar aqui parado sem fazer nada eu vou atrás da Karol. — Ele entrou no táxi, e ordenou o motorista a leva-lo até a estação de trem 

Karol estava no fundo da cabine do trem  onde a luz estava apagada,suas malas estavam ao seu lado.Ela só estava esperando a hora de o trem sair ela encostou sua cabeça na janela, pois a mão em sua barriga e ficou olhando a paisagem a sua vista.Ruggero estava muito desesperado ele fez o motorista dirigir rápido de mais até chegar a estação de trem assim que chegaram, ele desceu correndo do carro olhou o painel e viu que o próximo trem iria sair daqui a alguns minutos

Ele foi correndo até a área dos trem sem ser barrado, assim que avistou o trem.Entrou dentro do mesmo saiu procurando Karol via algumas garotas que ah lembrava, até que entrou na cabine do fundo e achou a mesma distraída olhando a paisagem.Ele se sentou ao lado da mesma, Karol nem fazia ideia de que era ele não dava a mínima.

— Por que a bela moça, está assim ? — Ele perguntou e Karol nem se dava conta 

— Gosto de uma pessoa.Mais tiver que abrir mão da minha felicidade e deixa ele fica com outra que precisava mais dele — Ela falou concentrada na paisagem 

— Hum, e se essa outra pessoa armou tudo para que você.Desistisse da pessoa que ama hein ? — Ruggero falou 

— Eu não sei, só sei que.Eu não o mereço só estraguei a vida dele ! — Ela afirmou 

— Ainda ama, essa pessoa ? — Ele perguntou 

— Amo bastante, sua voz me lembra bastante a dele ! — Afirmou ela e Ruggero sorriu

— Sério? E Sabia que, mexicanas.São teimosas? Ainda mais umas por aí que tentam fugir das pessoas que amam por medo de magoar outras pessoas. — Assim que o Italiano disse aquilo, a morena ficou surpresa ainda olhando para a paisagem.Foi virando o rosto devagar e viu Ruggero sorrindo para ela

— Ruggero ? — Ela perguntou surpresa

— Eu mesmo, eu tô aqui e tudo isso é POR VOCÊ KAROL ! — Ele disse pegando na mão da morena que ainda não acreditava 



Notas Finais


FALO NEM NADA, OQ ACHARAM? COMENTEM AI ! BJOS E ATÉ O ÚLTIMO CAPÍTULO, AJA MÃO PRA ESCREVER


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...