História Não chores, pequeno... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Drama, Fantasia, Homossexualidade, Personagens Originais, Shonen-ai, Shoujo-ai, Yaoi, Yuri
Visualizações 1
Palavras 531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oeeee~ Primeira fic que eu posto aqui, mas não significa que vai ser tão ruim assim, espero.. q-q
De qualquer forma, no capítulo atual, 3 dos 5 protagonistas sobrevivem mais um dia na escola e Katya narra esse dia terrível.
Beijos e boa leitura ^u^

Capítulo 1 - Casual.


Eu nunca fui uma pessoa muito quista pelos outros.

Sempre fui a besta, a aberração da escola, junto de outros 4 injustiçados.

O dia começa meio merda, já brigo com meus pais por causa dos meus horários irregulares, chego na escola atrasada e Giovanni e Natasha não vieram na aula. Legal, agora vou ter que ficar sozinha nesse inferno.

Ah, e meu nome é Katya, tenho 17 anos e sou uma estudante qualquer, que ama desenhar e ler. Queria poder ser eu mesma, sem milhares de olhares me julgando, me torturando todos os dias... Mas acho difícil de acontecer.

O sinal bate, a aula de matemática não foi nada interessante. Devo admitir que dormi um pouco, mas nem dá nada, não. 

Desço as escadas correndo, e como sempre, quase caio de cara no chão. Cheguei no pátio e vi que dois dos meus amigos vieram, "GRAÇAS À THOR", pensei.

—oi caralho

—EAE DMITRY, TÁ BEM?

—É DIMITRI, KATYA.

—EU SEI, CALMA, DESGRAÇA!

—E oi pra ti também, Katyazuda.

—Oi novamente, Victor.

Ficamos no nosso canto, conversando sobre coisas banais, nossas vidas e essas coisas que gente "estranha" fala junto. Até que um ignorante qualquer nota as mãos dadas de Victor e Dimitry, e imediatamente tenta empurrar os dois, para que caíssem  nas latas de lixo que estavam do meu lado. Ah, e eles caíram, sim. Fiquei extremamente revoltada com esse cara que nem sei o nome, mas isso não passa, não!

Fui direto no grupinho que ele estava,  e gritei firmemente na cara dele:

"MAS QUEM CARALHOS TU PENSAS QUE TU ÉS PARA FICAR FAZENDO ISSO COM OS OUTROS? TU ESTÁS LOUCO?"

Falo as coisas certíssimas quando estou nervosa, desculpa.

Ele simplesmente me olhou com desprezo, e eu também o fiz. A diferença é que eu não peguei meu grupinho de 6 pessoas e espanquei ele. Foda, agora vou voltar pra casa com uns roxos intensos na minha cara... Pelo menos tentei pagar de justiceira e, bem, não deu.

Ninguém me defendeu (a não ser Dimitri e Victor, porém eles são mais fracos que eu, então não adiantou muita coisa), até porque toda aquela escola já tinha feito o mesmo comigo. Tanto faz, não ligo mais pra esse tipo de coisa...

E o pior é que essa situação é uma das mais leves do nosso dia a dia, pois esse bullying é constante, e nos acontece TODO o santo dia.

De qualquer forma, voltei para a aula, tinha inglês e para a minha linda e gloriosa surpresa eu não tinha os livros ali comigo. "Mas que merda, juro ter pego eles antes de sair de casa", pensei comigo mesma. Notei que alguns alunos estavam rindo e olhando pra mim, isso já era costume, mas eles estavam rindo mais do que o normal.

Olho em minha mochila e vejo meu caderno todo despedaçado, falo para a professora, mas de nada adianta, pois não sabia quem tinha feito aquilo. Hm, que lindo, vou ter que pagar mais R$100 num livro novo.

Aula vai, aula vem, e eu não entendo nada.

Bate, novamente, o sinal, e meus amigos vêm comigo. Sempre escutando comentários infames sobre nós, os quais já foram ignorados.

Ouço de longe, do outro lado da calçada, uma menina gritar meu nome.

Minha mochila cai de minha mão e fico paralisada, olhando para a figura.



Notas Finais


Quem será que Katya avistou?
Eu espero ter tempo para postar amanhã..
Muito obrigada por ler, espero que tenha gostado!
Beijos na alma <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...