História Não decidi me apaixonar por você - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Little Mix, Violetta
Personagens Camila Cabello, Diego, Francesca Cauviglia, Jade Thirlwall, Lara, Lauren Jauregui, León Vargas, Perrie Edwards, Tomás Heredia, Violetta Castillo
Tags Arletta, Camren, Jortini, Leonetta
Visualizações 75
Palavras 1.487
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei!!! Espero que esteja pelo menos legalzinho se não paciência não sei fazer Hots (-_-")
Sorry pelos erros e boa leitura♥

Capítulo 31 - Hot


Fanfic / Fanfiction Não decidi me apaixonar por você - Capítulo 31 - Hot

Pov Vilu


--- Hum.... i-isso é tão bom... - gemi recebendo o trabalho delicioso que Léon estava fazendo em meu seio esquerdo. 

Ele chupava, mordia e lábia meu seio com vontade nunca imaginei que aquilo seria tão bom, passou alguns minutos e ele fez o mesmo processo em meu outro seio me fazendo gemer seu nome.

--- Você é linda meu amor.... - falou Léon ao levantar sua cabeça me fitando carinhosamente. 

Ele agora foi trilhando beijos desde o vale dos meus seios passando por minha barriga e por fim chegando até o cós da minha calcinha, com as pontas dos dedos ele foi retirando minha calcinha lentamente como se quisesse me provocar e tudo se confirmou quando ele sorriu divertido pra mim. Ele jogou a calcinha no chão e retirou sua cueca revelando seu membro bem ereto, ele me olhou como um predador faminto e abaixou e beijou minha coxa aos poucos foi subindo os beijos até minha vargina onde ele deixou um beijo demorado, já me encontrava envergonhadamente molhada ,nunca havia ficado assim, isso era tão novo e tão bom. Léon agora subiu os beijos até meus lábios, começamos um beijo lento e sensual, nossas línguas da cavam em perfeita harmonia, puxei alguns dos fios de cabelos dele o trazendo mais para mim, seu membro com já se encontrava ereto encostou em minhas dobras e aquilo me arrancou um pequeno gemido em busca de mais contato, Léon percebeu e lentamente foi descendo sua mão até meu centro e começou a estimular meus clitóris o que me fez para o beijo para gemer ele desceu até fica cara a cara com minha vargina e a olhou por um tempo parecendo aprecia lá.

--- Léon anda logo..... - supliquei pois meu centro pulsa e a cada momento me sentia mais molhada. 

Ele não falou nada e caiu de boca literalmente em minha buceta, ele parecia está dando um beijo de língua na mesma e aquilo só piorava me fazendo gemer mais alto ainda, sua língua fazia menção de me penetra mais não o fazia, aquilo estava sendo torturante de uma tal maneira que estava me irritando. 

--- Para de mim provocar Léon! - falei irritada e logo ouvi sua risada. 

--- O que você quer que eu faça meu anjo? - perguntou enquanto masturbava meus clitóris. 

--- E-eu q-quero que v-você me c-chupe... - responde entre gemidos e ele sorriu e novamente caiu de boca em minha buceta. 


Pov Léon


Comecei a chupá Vilu como se estivesse chupando meu sorvete favorito, a penetrei com minha língua e fiz uma vai e vem lento só para tortura lá, a ouvir gemer meu nome era tão bom, aumentei o ritmo agora inserindo um dedo, fui com calma e logo senti que algo me impedia de ir mais além, comecei a tenta passa pela barreira e olhei para sua face ela estava com cara de dor e isso cortava meu coração. 

--- Vilu está doendo? Se quiser que eu pare eu poço....

--- N-não.. eu a-aguento L-Léon.... - me cortou com a voz de quem estava com dor mais como ela pediu eu não parei. 

Fui aos poucos aumentando a velocidade e ela já não tinha mais cara de dor e sim de prazer. 

--- Oh, isso é tão bom.... hum.. 

Inseri mais um dedo e ela gemeu mais profundamente, seus gemidos eram como música para os meus ouvidos, quanto mais ela gemia mais me dava gás para continuar. Agora com o meu dedão comecei a masturba seu clitóris, abocanhei seu seio esquerdo e comecei a chupá lo como um bebê faminto. 

--- L-Léon e-eu acho q-que eu vou..... ooh... - não consegui terminar e logo se derramou em meus dedos. 

Levei meus dedos até minha boca e senti seu saboroso sabor e sorri pra mesma que respirava com dificuldade.

--- Você é deliciosa meu amor.... - falei mais próximo dela e ela sorriu de olhos fechados. 

--- Minha vez.... - não tive tempo de responder pois ela nos virou ficando assim por cima de mim. 

Ela sentou em cima do meu membro que já estava mais que duro e começou a rebolar em cima do mesmo,  em seus lábios havia um sorriso sapeca e aquilo me dizia que não era boa coisa.  Suas reboladas eram lentas e torturantes, meu pau já está dolorido de tanta tesão e tudo piorou quando ela virou de costas para mim e começou a rebola, não aguentei mais e agarrei sua cintura e ela gargalhou pelo meu desespero. 

Logo ele novamente se virou só que ele fez algo que eu não estava esperando, sim ela sentou bem em cima do meu pau e começou a quicar no mesmo.

--- N-nossa, v-você é tão g-grande Léon... 

A visão de sua linda bucetinha engolindo meu pau era de matar, ela era tão apertada e tão quente, o que deixava tudo mais gostoso. A ver quicando em mim era ótimo mais queria a comer de outra forma então rapidamente a virei na cama, mim estiquei e abri a gaveta peguei um preservativo e logo rasguei a embalagem, assim que retirei a camisinha a coloquei em meu membro no olhar atento de Vilu. 

--- Agora sim podemos continuar.... - sorri malicioso para mesma que retribuiu e logo atacou meus lábios em um beijo urgente.

Passei a cabeça do meu pau em suas dobras e ela gemeu contra meus lábios e eu de surpresa a penetrei e ela gritou surpresa mais logo começou a gemer quando comecei a me movimentar. 


Por Vilu


Léon estava estocando tão firme mais esta lento e eu queria mais rápido mais estava difícil o pedir entre gemidos. 

Ahh Léon, isso, Ooh tão bom....L-Léon.. - o chamei. 

--- Hum? - respondeu com um som nasal enquanto estocava lentamente em mim, me torturando. 

--- V-vai mais rápido - o pedi e ele logo obedeceu e aumentou o ritmo. Me fazendo gemer mais alto, deveria está gemendo que nem uma verdadeira puta mais o que isso importava? Ele estava me dando tanto prazer que eu só queria que ele soubesse disso e estava pouco me importando se tinha algum escutando ou não o que me importava era seu delicia pau entrando e saindo rapidamente de mim. 

Já estava arranhando os lençóis de tanto prazer, sua estocadas agora estavam mais firmes e bem rápidas, se ele continuasse assim eu logo chegaria ao meu clímax. Comei a arranha a costas dele sem pena,  acho que ficaria marcas mais não me importo ele está fazendo pior lá em baixo, esta praticamente me rasgando deliciosamente com aquele pau delicioso. 

--- Oh, Léon v-você é ó-ótimo nisso.... aaah.... Merda! - ele me penetrou tão fundo que com isso senti meu corpo tremer e ele aumentou ainda mais a velocidade e logo eu me desfiz melando todo seu pau e ele veio logo em seguida. Ele caiu exalto em cima de mim e eu o abracei tentado normaliza minha respiração. 

--- Eu te amo - fui a primeira a me pronuncia e senti seu sorriso contra meu pescoço. 

--- Eu te amo infinitamente.... - sorriu me mostrando as covinhas que eu tanto amo. 

Dei um demorando selinho no mesmo que transformou em beijo, o beijei com toda ternura que estava sentindo e em alguns momentos alguns sorrisos escapavam da minha parte o fazendo sorri também. Ele se levantou saindo bem devagar de mim, gemi em reprovação e ele riu, ele se levantou e retirou a camisinha logo dando o nó na mesma e indo até o banheiro onde provavelmente iria a coloca no lixo. Depois de alguns segundos ele voltou sorrindo e se deitou por cima de mim me dando um demorado selinho, logo depois se deitou ao meu lado, o sorriso apaixonado não queria sair de meu rosto, eu não tinha dúvidas que havia feito a escolha certa e agora irei deletar todas as pociveis dúvidas sobre minha escolha e dizer mil vezes que fiz a escolha mais certa da minha vida.  

--- No que tanto pensas? - ouvi sua voz rouca em meu ouvido e automaticamente mim arrepiei. 

--- Em nós... na escolha mais certa que já fiz em toda minha vida... te escolher foi uma das coisas mais certas que já fiz em toda minha vida.. - me virei e sorri para ele que me fitava tão intensamente que podia acreditar que ele já estava vendo minha alma. 

---Violetta eu te amo muito, muito, muito mesmo, quero que nunca se esqueça disso, eu te amo tanto que chega a doer.... não quero que se esqueça disso nunca ,ok? 

--- Ok meu amor... - sorri e ele selou nosso lábios em um beijo calmo. 

Encerramos com alguns selinhos e eu me virei e ele logo abraçou me  trazendo mais para si e depois nos cobriu, sorri e fechei meus olhos ainda com um sorriso enorme no rosto. 

Passou se alguns minutos e em gostoso sono mim pegou e eu então  dormir, mais dormir com um enorme sorriso apaixonado no rosto...



Notas Finais


Hey galeria, olha aí num que dá eu tanta fazer algo que não sei... da nisso gente, mim perdoem se estiver um lixo eu avisei no capítulo anterior que não sabia fazer Hot, e só pra lembra esse é o meu primeiro Hot.
Se ficou uma bosta paciência meus amores ainda não aprendi a fazer Hot....
Sorry mais uma vez pelos erros e até o próximo capítulo mores♥♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...