História As vezes a vida não é cruel. [Jikook] - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Ódio, Revelaçoes, Romance
Exibições 138
Palavras 1.001
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Lemon, Violência
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii gente! Meu nome é yasmin e essa é minha primeira fanfic, se houver algo errado me perdoe, espero que gostem tão quanto estou amando escrevê-la.
BOA LEITURA! 😘😘

Capítulo 1 - Odeio viver


Fanfic / Fanfiction As vezes a vida não é cruel. [Jikook] - Capítulo 1 - Odeio viver

P.O.V JIMIN

-EU NÃO AGUENTO MAIS!!!-Gritei! Sozinho naquele imenso apartamento me cortando mais uma vez! Não aguentava mais aquela vida...
-PORQUÊ? PORQUÊ MUNDO? O QUE EU FIZ PRA MERECER ISSO!!!-disse já sem conter as minhas lágrimas, meus braços estávam doendo muito, meu coração estava doendo muito. Ela não devia ter feito aquilo, e justo na minha casa, eu fui um idiota por acreditar naquela...naquela idiota, insensível... Como eu pude gostar daquela piranha, traidora.
                Pensamento on:
-Amor? - eu disse me virando para olhar pra ela.
-Soon?-falei lhe fazendo cócegas
-Ah! Oi amor desculpa, estava prestando atenção no filme. - Falou, depositando um selinho e fazendo uma cara fofa.
-já que você está tããão interessada no filme e eu já assisti, eu vou comprar uma pizza e já volto ok? - eu falei lhe encarando.
-Humm eu amo pizza, posso escolher um sabor? -ela falou sorridente
-Mas é claro que pode. - eu falei
-Então eu quero de calabresa, beijos amor. -Ela falou depostitando outro selinho em mim
-ok! Vou lá, daqui a 50 minutos eu volto. - Falei me levantando e saindo.
Peguei no meu carro e saí, havia muito trânsito nas ruas de Seul o que me deixou extressado, eu iria demorar só 10 minutos pra chegar na pizzaria mas cheguei em 20 minutos, e assim que cheguei percebi que havia esquecido minha carteira.
-AARGH! QUE DROGA DE MEMÓRIA! -Exclamei pra mim mesmo, mas mesmo assim entrei e fiz o pedido:
-Moço, eu vou querer uma pizza grande metade calabresa e metade frango para você entregar neste endereço. -Falei entregando-lhe um cartão com o endereço anotado e o número caso se fosse precisar de ligar.
-Ok!Boa noite senhor volte sempre. - Falou o garçon sorridente
-Boa noite- falei e saí o mais rápido de lá quando esbarrei forte em alguém.
- Desculpa!! - Eu falei realmente me sentindo culpado porquê o garoto poderia ter se machucado.
- Se você olhasse por onde anda não deveria pedir desculpas pra ninguém!! - Falou o garoto bem extressado e quando eu virei ele estava chorando
-Eu hein, não precisa desse drama todo e porquê você está chorando? Se foi por causa desse esba...
-Não foi por isso seu idiota, agora saí da minha frente, tenho mais o que fazer do que ficar conversando com você! -Falou me empurrando e saindo correndo.
-Nossa que garoto mais extressadinho viu. Se fosse menina eu jurava que estava de TPM! -Falei, mas agora pro vento porquê não havia mais ninguém na rua então entrei no carro e olhei a hora, falei com Kyung-Soon que só chegaria depois de 50 minutos e só havia passado 30 então resolvi fazer uma supresa, pensei. Cheguei em casa e fui logo abrindo a porta mas me arrependi no mesmo instante em que vi a Soon se pegando com um cara do andar de baixo...
- O QUÊ VOCÊ ESTÁ FAZENDO COM ELE KYUNG-SOON!!! - gritei alto o suficiente que o prédio todo escutou.
-A-A-Amor eu juro que não é isso! Eu posso explic...
-NÃO ME CHAMA DE AMOR! EU VI TUDO E VOCÊ NÃO VAI EXPLICAR NADA!!SÓ SAI DA MINHA CASA AGORA- gritei abrindo a porta mais do que já estava aberta.
-Mas...
-MAS PORRA NENHUMA, SÓ SAI E NUNCA MAIS VOLTE AQUI! - gritei outra vez assustando-a qur acabou saindo puxando o cara do andar de baixo, só tranquei a porta e desabei.
               Pensamento off

-Aaaargh- meu braço estava pior, havia muito sangue saindo dele. Resolvi sair para ver se conseguia chamar ajuda mas se eu gritasse a falssiane da kyung-soon iria ouvir, porque pra piorar ela era minha vizinha, então vesti um moletom para esconder meus cortes que estavam doendo muito e sai, minhas pernas estavam fracas então fui mais devagar do que poderia imaginar, saí do meu quarto e vi aquela sala enorme para atravessar assim que consegui entrei logo no elevador antes que eu gritasse no corredor mas eu não podia, Kyung-Soon é minha vizinha e ela não pode vir me ajudar...Não mais. Consegui sair do prédio, mas não havia ninguém na rua então resolvi ir pra praça, lá sempre tinha alguém...

                 Jungkook on:
- NÃO MÃE!!! POR FAVOR NÃ FAZ ISSO- gritei, não conseguia ver minha mãe se cortando daquele jeito então corri, pra nunca mais voltar, não queria perder ninguém então fugi pra eles perceberem o quanto é ruim ficar sem alguém que amamos. Estava chorando e andei muito rápido, até que um homem esbarrou em mim.
-Desculpa!! -falou o cara que eu nem havia olhando pra ver quem era
-Se você olhasse por onde anda, não deveria pedir desculpas pra ninguém- falei, realmente extressado.
-Eu hein, não precisa desse drama todo e porquê você está chorando? Se foi por causa desse esba...
-Não foi por isso seu idiota, agora saí da minha frente, tenho mais o que fazer do que ficar conversando com pessoas como você ! -falei o empurrando e sai correndo pra praça, lá não havia mais ninguém porquê já estava bem tarde então sentei no banco e fui olhar meu celular.
                  Mensagem on:
Mãe: filho onde está você?
Mãe: por favor volta!!! Estou preocupada, vem pra casa logo!!!
Mãe: porquê não atende minhas ligações??
Mãe: Você está bem?!!
Mãe: filhoooo!!!!
                Mensagem off
Iginorei as mensagens e tentei me acalmar, peguei o fone de ouvido e coloquei na primeira música da minha playlist

Deo ttwige haejwo (me deixe correr mais)
Nareul deo ttwige haejwo (por favor, me deixe correr mais)
Du bare sangcheoman gadeukhaedo (mesmo adimitindo que meus pés estão cheios de cicatrizes)
Ni eolgulman bomyeon usneun eobseo (eu ainda sorrio sempre que vejo você)

Continuei escutando umas músicas e cochilei um pouco mas acordei com alguém andando, abri meus olhos devagar e vi o mesmo cara que havia esbarrado em mim, mas desta vez ele parecia bem doente, fiquei o observando um pouco, ele estava com uma aparência pálida e estava andando bem devagar, resolvi ajuda-lo mas assim que toquei em seu ombro...

       Ele desmaiou...


Notas Finais


Oiii pessoal e aí? O que vocês acharam?❤❤❤ eu ainda vou postar o segundo capítolo hoje. Realmente, espero que vocês tenham gostado, ele ficou um pouco pequeno mas eu juro que o próximo vai ser maior 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...