História Não é impossível... Meramente difícil pra caralho! - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Kit_Kwan

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 1.666
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Leiam as notas finais

Capítulo 2 - Friends.


.•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•. NO OUTRO DIA .•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•.

Ja no outro dia, Gustavo acordava atrasado novamente e levantou correndo para tomar banho, escovar os dentes e as necessidades se arrumou rapidamente com um moletom cinza e uma calça rasgada preta com seu rotineiro All Star branco e saiu correndo pegou o elevador e foi até a cobertura e bateu no apartamento de uma senhora (RIQUÍSSIMA MINHA GENTE)

- Esta atrasado de novo Gustavo, Lady ja está impaciente - Disse a senhora com cabelos brancos

- Me desculpa eu fui dormir tarde o celular não tocou e...

- tudo bem aqui esta leve ela e depois volte minha sobrinha esta aqui se puder cuidar dela vou te pagar em dobro hoje

- ok então onde esta a ...

Antes que terminasse de falar um pastor alemão correu em sua direção e pulou sobre o mesmo provocando uma queda no chão e lambeu seu rosto

- é bom te ver também Lady mas pode parar de me lamber eu já tomei banho hoje - disse o garoto no chão rindo e arrumando a cleira da cadela

- Passeie com ela um pouco, brinque com ela, a leve no Pet Shop e compre algo pra ela comer ok?

- Ok né

- muito bem até breve

Ela senhora fechou a porta e Gustavo olhou a porta fazendo caretas e olhou lady agora sentada ao seu lado

- como você aguenta ela? bem vamos la Lady

Ele seguiu com a cadela ate o elevador e saiu do prédio em direção ao parque canino

.•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•. ENQUANTO ISSO NA CASA DE CHRIS .•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•.

Chris ja estava acordado e nadava na piscina de sua casa enquanto ouvia musica no ultimo volume e pensava no que faria para ter o garoto que não lhe saia da cabeça

_ O que eu faço agora? eu tenho a chave mas o porteiro não vao me deixar entrar e... Claro como pude ser tão burro? A Patricia mora lá também ela não vai negar que eu entre agora é só me arrumar e ir pra la_

Após esses pensamentos o garoto subiu até seu quarto se trocou e saiu indo com o motorista em direção do prédio mas pararam na frente de um parque quando Chris avistou o loiro sentado em baixo de uma arvore com um cachorro ele saiu do carro e seguiu até o garoto e se sentou ao seu lado

- Belo lugar pra ficar com seu cachorro... Alias não sabia que tinha um - disse

- ta me seguindo ou o que? Não percebeu que não é não? - disse o loiro quase indignado

- eu só quero conversar Gustavo por favor eu... - antes que pudesse falar algo viu o loiro levantando e chamando a cadela

- Olha hoje não é o dia pra falar comigo ok eu to atrasado

O garoto prendeu a cadela na coleira mas Chris se pos na frente dos dois

- Se você não sair daqui vou mandar ela atacar

- Você não teria coragem - disse confiante de suas palavras

- Lady ataca - disse e a cadela mordeu a barra da calça do garoto o começou a martigar morder e puxar machucando sua perna até que Christian caiu - Corre lady

Christian viu os dois sairem correndo e colocou as mãos no tornozelo com um pouco de dor e viu alguns arranhões e um pouco de sangue viu o motorista ir té ele

- Quer que chame a policia? - perguntou o olhando assustado

- Não, vamos so voltar pro rumo original aquele prédio - disse e levantou entrando no carro

O caminho todo Chris só pensava como "seu" pequeno loiro era terrivel e isso apenas o tornava mais desejado ao chegar ao prédio interfonou para a garota que o deixou subir ele entrou e ela o olhou e riu

- Ta atrás do meu vizinho ainda? parece que finalmente alguém te rejeitou - disse rindo e foi até a cozinha beber água

- Ok você ja sabe mas ele é seu vizinho mesmo? - Perguntou impaciente

- mora no andar de cima mas não sei se ja voltou - Disse bebendo a água

- Ok tchau - O garoto disse e saiu correndo deixando a garota confusa

Ao chegar ao andar de cima achou a porta do apartamento do loiro e entrou usando a chave que o mesmo havia deixado cair olhou em volta sorriu e arregaçou as mangas da camisa e começou a arrumar as coisas do loiro e ver suas fotos, roupas, peças intimas... Ele estava sem duvidas louco por aquele garoto ele tinha algo especial... algo que ele jamais havia visto e era esse algo que ele queria...

.•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•. ENQUANTO ISSO NO PRÉDIO DE GUSTAVO ALGUNS ANDARES A CIMA .•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•..•°•.

Gustavo acabara de sair do apartamento da senhora com seu pagamento no bolso se espediu de Lady e da criança que estava a cuidar e desceu louco para deitar um pouco antes do proximo serviço chegou em casa e entrou, estranhou a porta aberta mas mesmo assim entou e se assustou ao ver a casa arrumada se dirigiu a cozinha para pegar uma frigideira e fazer algo para comer quando pegou a panela sentiu alguém abraçar sua cintura por tras se virou rapidamente e viu Cristian quando ia dizer algo foi calado por um beijo um beijo quente e cheio de desejo o maior invadiu sua boca procurando por sua lingua e se assustou ao ser retribuido mas algo interrompeu o beijo... Uma frigideira para ser mais exato, gustavo acertou a cabeça de Chris com a frigideira fazendo o maior cair quase desmaiado ele deitou o mair no sofá e foi pegar uma bolsa com alguns cubos de gelo para colocar no machucado

- Por que você fez isso? au isso ta doendo sabia? - disse Chris com o gelo na cabeça

- Claro to super acostumando com estranhos invadindo minha casa. arrumando as coisas e me beijando sem permissão e... como conseguiu entrar? alias como passou da portaria?

- Tenho uma ex ficante que mora no andar de baixo interfonei pra ela e ela me deixou subir e você deixou cair isso ontem - Disse mostrando as chaves

- Você tava com minhas chaves? era por isso que eu não achava - disse e as pegou - ta melhor já?

- um pouco obrigado eu...

- Ótimo vai embora

- Você não cansa de ser assim? você fez aquele cachorro me morder, me acertou com uma frigideira poxa o que eu fiz pra você? - perguntou parecendo indignado

- Você não aceitou meu não, e você invadiu a minha casa e me beijou quer mais motivo?

- Posso ficar e almoças com você?

- Claro que não o que você pensa?

- Olha eu to atras de você como eu nunca estive na minha vida me da pelo menos uma chance

- depois de tufo que você fez?

Gustavo suspirou longamente lembrando do passado passou a mão pelo cabelo e olhou o garoto a sua frente que realmente queria uma chance viu algo em seus olhos

- Um almoço, conversamos e depois eu vou pro restaurante que tenho que trabalhar e depois vou pra faculdade

- Ahh então eu fico la com você e...

- Não se quer realmente alguma coisa precisamos ter uma amizade como base e so o que eu sei é que você pegou todo mundo daquela faculdade e que é rico

- tudo bem então

Gustavo sorriu e foi até a cozinha preparar a comida dos dois, eles almoçaram conversaram e discutiram pontos de vista, gostos musicais, riram e falaram sobre suas vidas rotinas e algumas partes de seus passados após isso Gustavo pegou uma bolsa se arrumou acompanhou christian até a portaria e se despediram e Gustavo seguiu para o restaurante chegando la viu sentada Liryel sentada num banco entrou pelo balção colocou o avental e a touca pegou os cardapios e seguiu para a mesa de sua amiga

- Boa tarde senhora o que gostaria?

- (coloca aqui o que você pediria e a bebida e... Espera Gustavo você trabalha aqui também? onde mais você trabalha? - disse a garota rindo espantada

- Olha acho que é mais facil dizer onde eu não trabalho - Disse rindo - vou trazer suas coisas levar os outros cardapios e depois preciso te contar umas coisas

Gustavo levou os pedidos e os cardapios e após o expediente saiu com Liryel indo a sua casa pegar as coisas e explicou o que havia acontecido algumas horas antes

- ELE TE BEIJOU? COMO ASSIM? E POR QUE VOCÊ BATEU NELE? - a garota praticamente gritou chamando atenção de algumas pessoas

- Quer um alto falante? acho que a china não ouviu direito - disse nervoso

- ta mais explica tudo

Eles seguiram andando e Gustavo explicou todos os detalhes eles chegaram ao apartamento ele se vestiu pegou suas coisas e os dois seguiram para a faculdade

- Não acredito que você finalmente deu uma chance pra alguem depois de tanto tempo

- eu to só fazendo uma amizade não exagera

Nesse momento Chris acabara de chegar e avistou "seu" loiro conversando com uma amiga e foi até o mesmo parando atrás dele e fazendo sinal de silêncio para sua amiga que logo foi entendido

- mas mesmo assim essa amizade pode evoluir

- ahh não exagera daqui a pouco me chamam de interesseiro e etc

- mas o que acha dele?

- ah ele é bonitinho cheiroso gosto das opiniões dele e... - ele viu suas amiga rindo e se tocou - ele ta bem atrás de mim né?

- surpresa - disse Chris saindo de trás do menor eu ficaria pra conhecer sua amiga mas tenho que ir falar com um professor tchau Guh e tcha Liryel - Ele beijou a bochecha da garota e quando apertou a mão de Gustavo o puxou dando um beijo em sua bochecha e se afastando rindo

- Eii lembra da parte "começo de amizade"? ou não entendeu? - perguntou tentando dar um tapa no garoto mas ja era tarde

- que não arrisca não petisca - disse com um sorriso maroto e deu uma piscadinha logo depois sumindo no dentro do prédio...


Notas Finais


Desculpem os erros de ortografia a co autora vai editar o cap e deixar tudo certinho mas postei assim mesmo só pra vocês não ficarem esperando ahh sim fiz uma pag no face e vou avisar próximos caps, aceitar idéias, e colocar os links tbn vejan lá Guh1707 Spirit
Espero que tenham gostado e desculpem a demora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...