História Não Era Pra Ser Assim.. - NaruHana - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hanabi Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara
Tags Naruhana
Exibições 71
Palavras 1.187
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Koe Rapaziada?
Como vocês estão?
Bem-vindos a mais um ep
Espero que gostem!
Boa leitura..
Ah,obrigada pelos 11 favoritos e..
Não sei se o/a Kurama é macho ou fêmea,mas aqui será macho..

Capítulo 3 - 2° dia - Um Passeio no Parque


Fanfic / Fanfiction Não Era Pra Ser Assim.. - NaruHana - Capítulo 3 - 2° dia - Um Passeio no Parque

Naruto P.O.V

Eu sei de muitas coisas sobre a Hanabi,como ela terminou com o Konohamaru, quase entrou em depressão, ficou duas semanas inteiras sem ir à aula e, ainda é virgem.. Como eu sei dessas coisas? Notícias ocorrem rápidas por aqui,e Karin também contava algumas coisas sobre ela,que estava meio pra baixo.. Já que as duas são bem amigas. Sem contar que,eu e Konohamaru já fomos amigos e visinhos quando menores,então o conheço muito bem..

...

Eu estava dormindo tranquilamente quando sou acordado por um grito feminino me chamando,era Hanabi.. Levantei num pulo e fui correndo até o seu quarto. Avancei a porta com tudo.

-- Hanabi,o que houve?! - gritei da porta do quarto

-- T-Tem um bicho estranho ali.. - ela apontou para uma pilha de roupas no chão, provavelmente sujas ou velhas. Peguei um chinelo e me aproximei lentamente e.. Duas orelhas laranjas se ergueram e algo grunhiu. Soltei um suspiro de alívio ao perceber que era a minha raposa.

-- não se preocupe.. É só o Kurama,devo ter deixado ele solto ontem à noite..

-- Kurama..?

-- sim.. Vem cá rapaz.. - assoviei e uma cabecinha laranja com duas manchar que Desciam das orelhas até os olhos apareceu. Ele veio correndo até mim e pulou nos meus braços, me agachei e passei a mão no seu pelo macio. - bom dia,meu bebê.. - ele mexeu sua calda grande e peluda que era um pouco diferente do normal,parecia ter mais de uma junta. Ele grunhiu de felicidade e fiz uma leve massagem nas suas patas dianteiras. - ta com fome? - perguntei com aquela pequena empolgação em voz como se falam com bebês. Ele mexeu sua calda, "sim" era a resposta. Me levantei do chão,olhei para Hanabi,que estava me encarando com os olhos tensos - o que foi?

-- v-você tem.. Uma raposa.. - aquilo soou como uma pergunta,mas não foi.

-- sim..

-- que tipo de raposa tem orelhas e cauda assim?

-- eu não faço a menor ideia.. Por que?

-- n-nada.. - olhei para ela,depois para o Kurama

-- eu.. Vou preparar alguma coisa pra gente comer.. Aceita um suco de laranja? - ela assentiu - ok! Kurama,fique aqui - olhei para Hanabi - por que não brinca um pouco com a Hanabi?

-- O-O-O que?! - ri e sai dali.

Hanabi P.O.V

Eu estava dormindo um sono tranquilo quando ouvi um barulho no quarto,abri os olhos lentamente, já estava amanhecendo e tinha algo se mexendo numa pilha de roupas perto da escrivaninha. Ouvi um barulho estranho e gritei para o Naruto, que logo aparaceu. Ele disse que Era a sua raposa,uma raposa que eu nunca vi na minha vida.. Depois que ele saiu do quarto eu e o Kurama,a raposa, ficamos nos encarando,eu com medo,ele com.. Uma carinha fofa. Aquilo parecia uma tortura.. Eu não estava mais aguentando aquele olhar..

-- vem aqui.. - bati a mão de leve no colchão, ele subiu e deitou,me olhando com aqueles olhos vermelhos intensos. Passei a mão no seu pelo,que era bem macio..

 ...

Vesti uma roupa qualquer para ficar em casa,desci as escadas e sentei na mesma cadeira de ontem,Naruto havia feito o suco de laranja e pegado algumas bolachas recheadas e biscoitos para o Kurama,que estava comendo na sua tigela.

-- há quanto tempo tem ele? - me referi ao Kurama

-- uns 8 meses..

-- ele.. Foi achado?

-- eu atropelei ele - parei de comer e olhei para ele - foi um acidente.. Eu tava voltando de uma festa com o Sasuke e o Gaara..

Flashback on:

Eram mais de 03:30 da madrugada,eu estava dirigindo o meu carro,não estávamos tão bêbados,não ao ponto de dirigir de um lado para o outro,estávamos 120 km por hora, a música estava alta e não tinha iluminação,derrepente, o carro deu um pulo,parei o carro alguns metros depois e sai do carro,para ver o que havia acontecido.. Quando cheguei,vi um filhote de alguma coisa,laranja.. Era um bicho que eu nunca tinha visto..

-- pessoal! Eu atropelei alguma coisa! - gritei

-- Ah! Sério? - gritou Sasuke

-- ainda tá respirando..!

-- então traz pra cá! - gritou Gaara

-- veei! Eu nunca vi esse bicho..!

-- traz logo! - me agachei a tentei pegar com todo cuidado. Ele abriu seus olhos vermelhos e gemeu de dor.

-- poha.. Me desculpa.. - sentei no banco caminhoneiro e Gaara dirigiu até a veterinária mais próximas dali.

Flashback off

-- Depois disso,fomos até uma veterinária, e depois de tanta enrolação, meu pai conseguiu a guarda dele.. E agora ele tá comigo..

-- mas.. E a família dele?

-- tentamos acha-la,mas não encontramos..

-- Ah..

-- o que acha de irmos no parque hoje à tarde?

-- boa ideia!

 ...

Chegamos no parque às 16:15,estava quente.. Muito quente. Coloquei um calção jeans curto,uma camisa vermelha com um decote simples e um tênis preto. Saímos do carro depois de estaciona-lo e fomos dar uma volta com o Kurama. Depois de uns 15 minutos caminhando,resolvemos parar um pouco. Compramos um pacote de salgadinho,dois refris e uma água para o Kurama. Sentamos num banco qualquer. Alguns segundos se passaram e o silêncio prevalecia. Pensei em qualquer coisa para pergunta e quebrar aquele silêncio, eu já estava ficando com tédio..

-- então, como você sabe que e e o Konohamaru..

--Karin.. Ela fala sobre você as vezes..

-- hm.. - tomei mais um gole do refrigerante. Dei uma olhada em volta do parque e.. - Ah,ele só pode estar me perseguindo.. - Konohamaru estava a alguns metros de nós dois.

-- é.. - Naruto riu.

-- o que fazemos agora?! 

-- veja e aprenda.. - ele me puxou pela cintura e ficamos lado a lado. Ele retirou o celular do bolso e fuçou a galeria do mesmo - olha essa.. Ficou boa né? - ele mostrou uma foto aleatória de um cachorrinho fofo. Mas por que caralhos ele tem isso na galeria?!

-- Ah,sim.. - concordei. Naquele momento Konohamaru passou por nós olhando de canto. Quando saiu de vista nos separamos. - que merda.. - revirei os olhos - acha mesmo que ele acreditou?

-- oh,sim.. Ele acreditou.. - ele soltou uma gargalhada - realmente.. - ele parou de rir aos poucos

-- por quanto tempo vamos ter que fazer essas encenações?

-- até o fim da aposta..

-- mas.. - ele me interrompeu com um beijo bem perto dos meus lábios

-- cuidado.. Ele ainda está aqui.. - ele sussurrou - assenti com o cabeça - venha,vamos.. - nos levantamos e fomos em direção à saída. Quando estávamos chegando no portão um gato passou correndo e Kurama foi atrás dele - Kurama! - Naruto saiu correndo atrás dele,fui logo atrás. Ele passou correndo por um arbusto e acabamos tropeçando nele e caindo 

-- ai,ai.. Você está bem, Naruto?

-- sim.. E você? 

-- bem.. Eu acho.. - analisei a situação e então percebi,Naruto estava por cima de mim. Senti meu rosto ficar quente e ele também corou. Desviamos o olhar mas eles se encontraram novamente.Ficamos fitando um ao outro,nossos rostos estavam bem próximos, estavam ficando cada vez mais,e mais.. E então Kurama pulou por cima de nós e lambeu os nossos rostos.

-- Kurama! - o loiro pegou a raposa e deu um abraço meio apertado - não faça mais isso! Quase me matou de susto! - sentei e soltei uma risada. 


Notas Finais


Poxa,Kurama! ;-;
Espero que tenham gostado! Heheheh
Até o próximo Ep!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...