História Não esqueça de mim - Kim Taehyung - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts Kim Taehyung V
Visualizações 83
Palavras 1.889
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 39 - Não toque nele


Fanfic / Fanfiction Não esqueça de mim - Kim Taehyung - Capítulo 39 - Não toque nele

Acordo com dores fortes por todo o meu corpo, já não tinha mais ninguém naquele cômodo, estava tudo limpo e arrumado, me levantei com dificuldade e percebi que estava com um vestido branco bem fino, andei até aquela porta e encontrei um banheiro, me olhei no espelho e me assustei, eu estava parecendo uma alma, lavei meu rosto em desespero tentando fazer com que tudo isso sumisse de uma vez, mas não era um sonho, lavei meu rosto várias e várias vezes sem sucesso

Z- O que está fazendo? - olhei no espelho e ele estava encostado na porta 

- Estou tentando acordar desse pesadelo! -respondi grossa 

Z- Que pena que não é um sonho... - sorriu cínico - ... Quero que tome um banho! - se aproximou com a expressão mais séria s

- Tudo bem... - respondi simples

Ele saiu do banheiro me deixando sozinha, me despi e entrei no chuveiro, coloquei na água quente e a deixei cair sobre meu corpo sentindo ardencias e dores, fiz caretas ao monte tentando disfarçar a dor...

Depois de um tempo sai e me olhei no espelho, estava um verdadeiro lixo, toda marcada e machucada, malditos...

Sai do banheiro e abri o imenso guarda-roupa que havia ali, vi muitos vestidos finos e lindos, fiquei surpresa por colocarem tudo isso ali pra mim, peguei o vestido mais comum que tinha e fiquei ali sozinha, algumas horas depois ouvi a porta sendo aberta revelando Ma-Ri

MA- Olá! - sorriu largo - Vamos! - pegou meu braço 

Ela me levou até aquele imenso corredor novamente, andamos por um tempo até chegarmos em uma mesa onde todos estavam sentados, quando perceberam minha presença se olharam entre si e Ma-Ri me sentou ao lado de Mina e Zayan. Conversa vai, conversa vem, e todo momento eu só ficava em silêncio ouvindo tudo o que eles falavam, até aquele homem me chamar...

P- S/N?! - o olhei triste - Hoje você irá sair conosco! - sorriu largo 

Z- Vai ser divertido putinha! - alisou minhas pernas

- A-aonde v-vamos? - gaguejei ao sentir a mão de Zayan em minha intimidade

P- Em uma premiação... -segurou o rosto da minha "mãe"- ... E vocês irão se comportar! - sacudiu o rosto da mesma

S- Sabe em que tipo de premiação!? - o olhei já chorando e neguei - Uma em que o grupo do seu querido namoradinho estará! - brincou com o copo - Seria interessante se algo acontecesse com ele... - me olhou zombeteiro- ... Talvez pudéssemos mata-lo! - sorriu maldoso

- NÃO POR FAVOR! - gritei em desespero - ELE NÃO, ME MATE MAS NÃO O FAÇA NENHUM MAL! - me levantei

Z- Calma S/N! - me puxou de lado fazendo com que eu sentasse em seu colo - Não seja uma menina mal criada! - acariciou meu cabelo - Não quer ser punida não é!? - susurrou mordendo o lóbulo da minha orelha e eu neguei com a cabeça

M- Então vá se arrumar garota! - disse arrogante - Já já lhe faço uma visitinha! - se levantou e saiu 

Estava ali no colo de Zayan imóvel, senti as mãos dele em minha cintura por baixo do vestido, estava brincando com o elástico da minha calcinha a puxando pro lado colocando dois dedos ali, não tive reação alguma, apenas chorei bem baixinho enquanto eles ainda conversavam, engoli todos os comentários que eles faziam sobre Taehyung... Algum tempo depois todos saíram e Ma-Ri me levou até o quarto sem dizer nada, me trancou lá dentro e eu fiquei ali olhando aquela imensa janela, o sol já estava caindo e a noite estava pra chegar, senti olhares sobre mim e me virei, vi Sehun em pé perto da cama mexendo em alguma coisa, acho que é meu celular, o olhei e ignorei sua presença e seus olhares maldosos, encarei a janela enquanto ouvia seus passos chegando cada vez mais perto

S- Está marcado! - abaixou ao meu lado -Kim Taehyung já sabe que você estará lá... - sorriu de lado -... Mas não sabe de qual jeito! - me olhou zombeteiro

- Por favor... - derramei uma lágrima - ... Não machuque ele! - ele sorriu

S- Por que se importa tanto? Tola! - segurou meu queixo - Acha que ele sente sua falta?! - o olhei cabisbaixa - Vamos tomar banho! - me levantou pelo braço bruscamente


Fomos em direção ao banheiro, fiquei parada o olhando encher aquela banheira enorme de vidro, assim que estava cheia ele veio em minha direção e rasgou a roupa que eu vestia me jogando na banheira, o impacto com a água me fez sentir queimação, fiquei um tempo dentro d'água pensando até sentir as mãos dele me puxarem de volta, respirei fundo e tirei o cabelo do rosto, ele me olhou incrédulo e me mordeu forte no ombro, ele me deixou de costas e me encostou na borda, relutei em pânico mas não adiantou, ele estava estocando rápido, o máximo que pude fazer foi ficar parada e quieta apenas o sentindo, eu estava tão mal com tudo aquilo que senti um grande aperto no coração, já não fazia mais sentido lutar contra aquilo, era impossível fugir daquela situação. Depois de quase uma hora ali, ele se levantou me puxando até o box ligando o chuveiro na água fria me dando um choque térmico horrível, ao ver minha cara de dor gargalhou.

S- Sabe maninha, hoje será um dia inesquecível... - sorriu - ... Minha vingança será feita finalmente, e a do meu pai também! - puxou meu cabelo com força me fazendo olha-lo

- Já não está tendo sua vingança Sehun?! - funguei

S- Assim que Kim Taehyung estiver com a vida totalmente fodida eu estarei bem! - sorriu

Dito isso eu me calei tentando imaginar do que ele estava falando, Sehun puxou meu cabelo pra frente deixando a parte de trás do meu pescoço à mostra, pegou a pequena gilete que havia ali e a passou no meu pescoço me fazendo gemer de dor, ele soltou a gilete e passou as unhas por cima do corte fazendo com que eu gritasse pedindo para parar, a dor estava de matar não estava aguentando. Saímos dali e fomos nos trocar, Sehun pegou o vestido que ele queria que eu usasse e colocou sobre a cama, o mesmo saiu me deixando sozinha no quarto, me ajoelhei ao lado da cama e observei aquele vestido, era um tecido fino e leve rosa claro com manga e tinha um caimento lindo de cetim, o brilho que ele mostrava era maravilhoso e elegante! Lembrei de Tae naquele momento e como seria nós dois no tapete vermelho na noite de hoje, chorei ao pensar nisso e resolvi me trocar de uma vez. Um tempo passou e meu cabelo já estava seco, Ma-Ri entrou no quarto sem aviso algum e se sentou em minha frente me encarando, me olhou de cima abaixo de um modo estranho

MA- Está linda... - sorriu -... Vou fazer seu cabelo e você irá descer!- se levantou e pegou algumas coisas 

Feito escova e um penteado estava pronta, ela fez uma maquiagem e me olhou feliz, eu estava realmente sem emoção nenhuma, só ver Tae já estava ótimo, fechei meus olhos por um momento e senti uma picada no meu braço direito, olhei para o mesmo e vi uma seringa ali, tinha um líquido verde amarelado e estava me deixando um pouco tonta, olhei para Ma-Ri que olhava fixamente para meu braço

- O-o que é i-isso? - disse lenta

MA- Droga! - colocou o resto - Isso é pra garantir que faça o que te mandarem! - levantou e me puxou junto

Saímos do cômodo indo diretamente até a saída, ela me colocou dentro de um carro super luxuoso fechando a porta do mesmo, estava bem tonta e perdida, já não sabia quem eu era, Zayan entra no carro junto com um garoto

Z- Ouça com atenção... - o olhei lenta - ... Você se chama S/N, não sabe quem é esse tal Kim Taehyung e nunca o viu na vida, você namora ele... - apontou para o garoto-... E irão se casar em breve, esse anel... - colocou um anel com uma pedra grande em meu dedo-... É do noivado de vocês, se conheceram à um tempo e estão perdidamente apaixonados, nunca amou e nunca amará Kim Taehyung... - me olhou atento - ... Entendido? - assenti - Ótimo! Vamos! - bateu no banco do motorista e eu apaguei


POV'S NAMJOON

J- Monie! - me chamou - Não acho aquela gravata! - me olhou triste

N- Por que não usa a outra? - fui em sua direção

J- Quero aquela! - fez aegyo

N- Okay, okay! - revirei tudo - Aqui! - levantei-a nos dedos

J- Muito obrigado! - sorriu e me deu um selinho

Ele me ajudou a colocar a gravata e Saímos, estávamos bem desde aquela noite com a S/N, ela me ajudou a esclarecer minha cabeça. Estava andando até a van quando vejo Tae correndo como um louco, ignorei aquilo e entrei fechando a porta em seguida. Ouvimos Taehyung falar sobre S/N o tempo todo e que ela estaria lá para vê-lo depois de dois dias, achei exagero mas se ele está feliz tudo bem. 

Ao chegar no local depois de um bom tempo entramos com dificuldade graças as fãs e fotógrafos, tiramos algumas fotos e entramos, estava cheio e Taehyung não parava de se esticar pra tentar achar S/N, achamos nosso lugar e nos sentamos, Kim Taehyung estava inquieto e não parava de levantar, já estava ficando nervoso e ansioso com aquilo. Vários prêmios foram entregues e nosso grupo finalmente foi chamado, subimos ao palco e nos apresentamos após ganhar o prêmio, avistei S/N e falei ao Tae que pulou de alegria e acenou pra ela sendo ignorado por completo, ela estava acompanhada por um homem e duas moças, nos sentamos novamente e eu fiquei totalmente confuso com aquilo, falei ao Tae para ir falar com ela e o mesmo se levantou na hora indo de encontro com ela


POV'S TAEHYUNG

Passei por uma multidão mas consegui chegar até S/N, ela se levantou pra ir ao banheiro e eu fui atrás, a esperei sair, quando ela saiu a abracei forte, olhei pra ela e a mesma estava pasma com minha ação, a olhei confuso e senti um peso em meu ombro, olhei pra trás e vi um homem um pouco menor que eu

???- Com licença senhor, está é minha noiva, pode solta-lá?! - puxou meu braço e colocou a mão na cintura de S/N

V- N-noiva? - engoli seco - S/N o que é isso?! - a olhei

- Desculpe senhor, mas eu te conheço?! - me olhou confusa

V- Está brincando não é!? - segurei seus ombros a sacudindo - Sou eu, Kim Taehyung! - já estava em desespero

- Por favor me solte! - me empurrou

???- Senhor Kim, se controle! - me olhou nervoso

V- S/N sou eu seu noivo! - o ignorei

???- Que audácia senhor! - me empurrou - Vamos resolver isso lá fora! - assenti e fomos

Nos encaramos por um tempo, vi S/N em um lado bem quieta apenas olhando, aquele homem estava retirando seu paletó e eu aproveitei pra falar com ela discretamente

V- S/N por favor sou eu! - a prendi contra o carro

- Senhor Kim... - me olhou preocupada -... Eu não lhe conheço, o senhor é um desconhecido pra mim, não torne isso mais estranho! - abaixou a cabeça


Senti uma batida em minha cabeça e apaguei por completo...








Notas Finais


AAH SOCORRO
Comentem bebês 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...