História Não, esse NÃO é o sonho de toda garota - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Clichês, Comedia, Livros, No-sense, Paródia, Sátira, Unknown
Exibições 15
Palavras 444
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Ficção
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um capítulo, espero que gostem, ^^

Capítulo 3 - Vida escrita à tinta


Não lembro por quanto tempo fiquei ajoelhada em frente a varanda, simplesmente não conseguia pensar em outra coisa, e as palavras ainda giravam na minha mente.

Aos poucos eu fui levantando, e decidi por os pensamentos um pouco de lado, porque, hey! Casa nova, lugar novo, vida nova!

Tentei me animar e fui conhecer a casa. Saindo do meu quarto, havia o lavabo, mais pra frente tinha o quarto dos meus tios, um quarto com a porta trancada, e aí a escada em espiral. Descendo, tinha a entrada, um salão com um sofá, duas poltronas e uma mega TV, mais atrás havia um piano de cauda preto, virando à direita, ficava a cozinha e a saída pro quintal, à direita havia uma porta dupla. Eu tentei abrir e... Meu. Deus.

Uma biblioteca.

As prateleira eram enormes e estavam abarrotadas de livros (todos em inglês, obvio), peguei um e sentei na mesa de centro.

O livro estava aberto, mas não conseguia pensar nele. Só pensava na minha descoberta. Então tive uma ideia: se minha vida é um clichê, ela é previsível. Portanto... Posso saber oque vai acontecer.

Peguei um pedaço de papel e escrevi alguns clichês que conhecia. Ficou  mais ou menos assim:

-protagonista órfão
-mora com os tios em algum lugar bom
-vai pra uma escola onde não conhece ninguém.
-é excluído na escola
-é bonito mas não acha isso
-se apaixona pelo popular

Certo, dois já aconteceram comigo. Vou manter a lista e a caneta comigo até alguns outros acontecerem, aí a teoria vai estar certa.

Então a voz da minha tia me tirou dos meus pensamentos:
– Lyndith! Se arrume, vamos conhecer sua escola nova!

Demorou menos do que eu pensava. Risquei o da escola nova e subi de novo pro meu quarto.

Abri minha bolsa e observei minhas roupas peguei uma blusa branca e uma bermuda jeans. Me vesti e olhei no espelho.

Estava, de certa forma, diferente. Meu rosto não mudou, continuava com o cabelo castanho, os olhos quase pretos... o rosto comum que sempre tive. Mas de certa forma parecia... Mais bonito, destacado. Não pensei muito sobre isso e desci as escadas.

                        ************

Chegamos na escola. Era um dia de aula, mas não participaria, observei os alunos, era tudo comum de mais. Garotas correndo no campo, armários, essa coisa bem de filme. Revirei os olhos e o tour continuou, haviam 3 andares, com varias salas cada, um laboratório, quadra interna e externa,  vestiários e uma piscina.

Alguns alunos me encaravam, outros cochichavam, não liguei muito. Meus tios fizeram a inscrição e me falaram que no dia seguinte, eu iria ter uma vida normal de novo.

...Com certeza, bem normal.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...