História Não, eu não gosto de você. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Shawn Mendes
Tags Romance
Visualizações 31
Palavras 1.522
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Obrigada pelos favoritos que vocês deixaram! Vou continuar sim, mas só posto de madrugada pq é melhor para mim ♡ boa leitura

Capítulo 2 - Eu não quero mais.


Fanfic / Fanfiction Não, eu não gosto de você. - Capítulo 2 - Eu não quero mais.

Toronto - Canadá 

Continua....

- Olá Sofia 

- oi Shawn 

 Sentei em sua frente e ficou um silêncio, quando estou preparado para dizer algo, ela fala.

- Shawn eu tenho saudade dos seus beijos e da atenção que vc me dava - diz ela.

Meu deus, é agora? Não quero simplesmente dizer que eu não sinto nada mais por ela, não quero ser grosso. 

- Sofi, eu  sinto muito, mas não sinto mais nada - digo.

- como você não sente ? Acabamos de terminar, você deve sentir pelo menos uma coisa ainda - ela disse com um tom grosseiro, mas apenos falo gentilmente - 

- eu, não, sinto, nada. - falei quase soletrando. 

- Shawn me dá mais uma chance, prometo melhorar, como pessoa e namorada também - complementa ela.

- Sofia eu não quero mais, você me prometou isso à 2 meses atrás. E não vou cometer o mesmo erro outra vez.

- tem certeza ? Vai se arrepender.

- você não me assusta mais. - falo e me levanto. Mas Sofia me segura, e fala no meu ouvido quase que suspirando - você não sabe do que sou capaz de fazer pelo o que eu quero. 

Confesso que fiquei um pouco arrepiado,mas não por medo, e sim por ela ter falado  baixo o suficiente parecendo suspirar.

Eu apenas me solto de suas mãos e caminho ao meu carro. Escuto ela dizer 

- tchauzinho amor, lembre de cada palavra que eu disse, para depois não dizer que não avisei.

Que menina doida, não gosto dela,nunca senti nada de especial nela. Apenas namorei por à achar bonita, e claro isso ajudou um pouco pelo oque eu sentia por ela.

Dirigo até uma praia próxima do parque em que a doida da Sofia me ameaçou, estava praticamente vazia a praia, achei meio estranho já que estava um sol muito forte. Pego meu celular e fico olhando as mensagem do grupo de uns amigo, quando me assusto com uma pessoa passando correndo na minha frente, passou tão rápido que parecia que ia cair, era uma menina, loira com um cachorro na coleira; que corria mais rápido que ela. Ela não consegue parar o cachorro, então fui ajuda-lá, senti pena e muita vontade de rir.

Sai correndo em direção à ela e paro na frente do cachorro, fazendo ele parar, ela faz o mesmo e respira suspirando, ela estava clamando por ar. 

- muito obrigada - ela diz.

- não aguentava mais correr - completa ela em meio à risos.

- prazer, Shawn -estico minha mão com intenção de cumprimenta-la.

- oi Shawn, sou Hannah.- ela aperta minha mão.

Ela tem olhos escuros, um castanho quase preto, com cabelos louros. muito bonita, ela está suando e suas maçãs do rosto está rosadas. Ela fica fofa assim. 

- vc quer tomar alguma coisa ? Vc parece precisar.- digo 

- sim eu realmente preciso, corri muito. - fala ela com um pequeno sorriso no rosto.

- me siga por favor. - digo pegando o cachorro que está nas suas mãos.

Estamos caminhando até um lugar que conheço onde vende sucos naturais variados.

- você é daqui Hannah? 

- ah,sim e não, sou brasileira, mas minha vida realmente começou no Canadá. Me considero parte brasileira e parte brasileira. - ela diz encarando o chão. - você parece ser daqui mesmo.não é? 

Ela fez uma pergunta para mim mas não prestei atenção, estava muito ocupado observando-a. 

-ahm? Oq vc disse ?- falo 

- eu perguntei se vc é canadense.- ela fala rindo.

- ah sim eu sou. - dou pequenas risadas.

- chegamos - digo.

- oque vai querer ? Pode deixar que eu pago.

- ok então, eu vou querer um suco de laranja. - ela diz.

- dois sucos de laranja por favor. - falo para o homem que estava nos atendendo.

- já levo na sua mesa.- diz ele.

Sentamos em uma mesa perto da bancada onde o atendente estava. 

Eu ainda estou segurando o cão da Hannah.

- ele é seu ? - falo olhando para o cachorro. 

- é sim, o nome dele é Charlie. 

- Charlie vai ir embora agora- Hannah diz enquanto olha um carro passar.

Ela levanta pego Charlie do meu colo e caminha em direção ao carro. Um homem pega ele no colo e ela volta em minha direção.

 - prontinho, era meu pai.- diz ela.

- nossos sucos chegaram- digo sorrindo.

Me levanto e entrego um dos sucos da minha mão para ela, é caminhamos até meu carro.

- é seu ? - ela pergunta.

- o carro ? É sim.  -falo.

- onde o senhor vai me levar?- ela fala com um olhar que me deixa com muita vontade de beija-la. 

-vamos dar uma volta, ou vc não quer?

- querer eu quero, mas eu acabei de sair da academia.

- quer passar na sua casa e se trocar ? - digo e ela diz que sim com a cabeça. 

Durante o caminho  até sua casa, ficamos falando sobre coisas aleatórias; como músicas favoritas.

Eu estacionei e ela desceu do carro.

- não vai subir ? - diz ela.

Então desligo o carro e à acompanho.

O apartamento dela é bonito. Bem iluminado.

- fique a vontade, vou só me lavar rapidinho e já volto. - ela diz.

- sem problemas. - digo.

Ela entrou em uma porta, que provavelmente seja a suíte dela. E eu fico na sala. Mexendo no meu celular. Ela não demorou muito e já estava na sala novamente. Com um vestido florido, que faz ressaltar a cor dos seus olhos.ela estava absurdamente linda.

- vamos então ? - digo tentando prestar atenção em outro lugar que não seja nela.

- vamos sim - diz ela sorrindo.

Entramos no carro e ligo o rádio, estava tocando uma música da banda favorita dela, marron 5, sei disso pq ela me falou. Ela começou a dançar com os ombros. Solto uma risada e ela também. 

- precisava tomar banho de perfume ? - digo 

- gosto de perfumes, gosto de me sentir limpa, diferente de você pelo jeito- ela fala rindo.

- eiii,  eu não sou fedido. E nem sujo. - falo com cara de surpreso. Ela começa à rir.

- eu sei, só estou brincando, acha que não senti seu perfume quando ficou perto de mim ? Aliás é muito cheiroso. - diz ela.

- o seu também é.- falo olhando para sua boca, mas quando ela me olha eu desvio.

- para onde estamos indo? - ela pergunta.

- para um bar, relaxa que não é bar de bêbado; é um lugar onde tocam música ao vivo. Você vai gostar. - digo.

- eu espero.- diz ela sorrindo 

A voz dela é tão doce. Asas

- você não namora não né?  - diz ela enquanto estaciono o carro na frente do bar.

- eu à olho com um olhar malicioso.

- pq a pergunta Hannah?  

- para de ser ridículo, só quero ter certeza que não está levando uma menina para sair enquanto namora outra. - ela pareceu estar com vergonha. 

- não estou - falo olhando nos seus olhos,

- podemos sair do carro ? - diz ela.

- ah sim claro. - falo enquanto desço fo carro para abrir a porta para ela.

- que cavalheiro - diz ela sorrindo.

Entramos no bar e sentamos do lado de fora. Para ficar de frente para a praia. Pedimos duas cervejas. 

Ela está me olhando fixamente, e eu faço o mesmo. 

- oque estamos fazendo ? - pergunto.

Ela não responde apenas ri e desvia o olhar dos meus olhos. O garçon trouxe nossas cervejas, ficamos conversando e rindo. 

Essa não, Sofia entrou no bar,como ela sabe que estou aqui ? Que droga ! 

Ela caminha lentamente à nossa direção.

- Hannah, precisamos ir. - falo.

- pq agr ? Estava tão bom.

- ele está com medo - diz Sofia interrompendo a conversa.

- quem é vc ? - Hannah diz confusa.

- quem eu sou? Sou a garota que o Shawn terminou à duas semanas.

- o que ? 

- isso mesmo fofa, ele só vai te usar pra me esquecer. - diz Sofia rindo como uma psicopata.

- vamos Hannah, deixa ela falar sozinha.- digo puxando ela para fora dali. 

              Que merda!  

- oq foi  isso ? - diz Hannah 

- minha ex é uma babaca.

- pq não me falou isso ? 

- pq vc queria saber da minha ex ? Ex é passado.

- não liga para oque ela falou, ela sabe muito bem que queria terminar com ela faz tempo, ela não era boa para mim, e então resolvi terminar da maneira menos dolorosa possível, mas ela não quer assumir isso. - digo.

Ela fica quieta e coloca o cinto de segurança.

- ei,  desculpa - falo baixinho

- não estou magoada. - ela diz e depois termina - só quero ir para casa, estou cansada.

- tudo bem.-  Falo.

            Que raiva da Sofia.

Chego em frente à sua casa. Desço abro a porta pra ela e à acompanho até a porta.

- obrigada.- diz ela com um sorriso de lado. Se virando pra entrar. Mas eu a viro de volta.

- você não vai ligar para oque ela disse né?  Por favor. - falo e puxo ela pelos braços para um abraço, ela descansou a cabeça no meu ombro e balançou positivamente, suas mãos estavam entrelaçadas na minha cintura, é as minhas na dela. Ficamos assim por um tempo suficiente. Ela entra e eu vou para casa.

     Continua ....... .......








Notas Finais


Está aí o segundo capítulo! !! Ficou meio longa, mas por um bom motivo.. oque será que Sofia está planejando para essa nova menina ? ❤ te vejo no próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...