História Não leia se você for o Jungkook - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Personagens Originais
Tags Imagine Bts, Imagine Jungkook, Takeachance
Visualizações 138
Palavras 445
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fluffy, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


penúltimo capítulo <3

Capítulo 6 - Semana 6: Existe sim vida em outros planetas, tem eu agora


Querido diário,

foi na semana seis que Jungkook descobriu. E é lógico que é culpa minha porque estava escrito na sua contracapa: “não leia se você for o Jungkook”. Mas, tudo bem, como eu iria saber que ele teria a audácia de futucar os meus objetos enquanto eu ia ao banheiro?

Tá, diário, não grita comigo. Eu sei que fui eu mesma quem pediu para ele procurar meu caderno de história e que estava escrito dentro dele que era o de história, então era óbvio que ele precisava abri-los para encontrar o caderno certo.

Mas que burra! Você tinha que estar no meio deles, seu diário feio? Agora ele sabe de tudo!

Olha aqui, diário, não precisa ser grosso. Tudo bem, eu sei que eu disse que queria que ele soubesse porque talvez assim ele se interessasse por mim também, mas, poxa! Tinha que ser dessa maneira? Me sinto violada!

Claro que ele leu sobre os poemas filosóficos que fiz. Claro que ele viu as fotografias, e os papéis dos pirulitos, e meus post-its cheios de comentários bobos sobre ele. Nem tive coragem de esperar para ver o que Jungkook diria, só tomei o diário da mão dele e sai correndo de dentro da biblioteca.

Estou escondida no meu quarto agora procurando sobre a nave mais próxima que vai sair do nosso planeta. Porque, juro, aqui eu não fico mais. Vou me amarrar no pé de alguma nave a aí sim vai existir vida em outro planeta: eu.

Caramba, diário, você ouviu isso? O Jungkook está me ligando agora. E não olhe torto para mim, mas eu não vou atender de jeito nenhum.

“Ei, Noona, atenda o celular, por favor

Precisamos conversar”

Não, Jungkook. Pode ligar quantas vezes quiser, mas desse quarto eu só saio morta. Isso é uma catástrofe. Um absurdo. Por que essas coisas tem que acontecer comigo, diário? Eu sou uma moça tão boa que não faz mal a ninguém.

E agora, diário? O que faço?

Amanhã mesmo tenho um exame de literatura e é claro que minha mãe não vai acreditar se eu disser que estou doente. E Jungkook continua mandando mensagens. O último recado dele diz “Noona, se você não me atender agora mesmo, eu vou para a sua casa”.

Tudo que consigo fazer é escrever um “por favor, não venha” em resposta e, quando aparece que Jungkook está digitando, tiro a bateria do celular feito louca e o empurro para o outro lado do quarto.

Eu sei que é besteira, diário, mas eu preferiria mil vezes gritar “Jungkook, eu gosto de você” do que ele descobrir isso lendo as idiotices que escrevi aqui. E isso é tudo culpa sua.


Notas Finais


preparadas para o desfecho desses dois bolinhos?

amanhã sai! uhul


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...