História Não me faça te amar - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 8
Palavras 2.556
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa tarde unicórnios gliterizados! ♡
Tudo bem com vcs?! Se sim que bom ^^
Espero que gostem! Tenham uma boa leitura, bye

Capítulo 5 - Young?


Depois da Diana ter me mostrado os principais lugares da empresa resolvi comer algo na lanchonete. Chegando lá sentei em uma mesa afastada, que ficava do lado de uma enorme parede de vidro. A qual dava de ver o centro da cidade, a visão era muito bonita! Peguei um café e um muffin, e comi apreciando a bela vista. De repente alguém me cutuca e me viro pra ver quem era.
 
-(..) Chun?! O que faz aqui?

~Huh...oi Young- falo mais desanimado do que não sei o que

-(Young) Responde!- fala se sentando

~Será que em nenhum lugar você vai me deixar em paz?! *Aish* vim pela vaga de emprego- ele me olha agora com um sorriso

-(Young) Então papai contratou você? Sabia que iria!

~Hum..Então minha teoria estava certa, realmente você é filho dele- ele assente- Mas você sabia que eu havia sido chamado?-falo tomando um gole de café

-(Young) Sim fui eu quem indiquei- após ele falar isso cuspo praticamente todo café que havia pego

~Eoq? Por que fez isso?- falo o olhando com os olhos arregalados

-(Young) Pois fiquei sabendo do seu currículo e papai estava precisando de alguém .-. -será que foi esse o motivo de ter sido contratado tão rápido? sla...

~Anda estalkeando minha vida Sr. Young?!- falo fazendo-o rir

-(Young) Por que estalkearia?- fala debruçado na mesa e aproximando deu rosto até mim

~Não sei...- falo sorrindo- Mas felizmente tenho que ir, e infelizmente vou te ver praticamente todo dia e "toda hora"

-(Young) Agora vai ficar divertido vir para a empresa, poderei te incomodar- revuro os olhos e me levanto indo pra fora da lanchonete- Espera!

~Arrgh! Que foi?- falo me virando e quase colando nosso rostos, dou alguns passos pra trás e fico constrangido

-(Young) Já decidiu o que vai fazer na faculdade?

~Se sim ou não, não te interessa- falo piscando para ele e entrando no meu carro

Realmente o mundo está se virando contra mim e fazendo esse garoto cruzar cada vez mais pela minha vida. Ás vezes chego a pensar que... Deixa pra lá! Mas relembrando o que mamãe me disse no jantar com a Mindy, realmente nunca namorei. Mas pra mim isso não é um problema, e não vai ser se nunca namorar... Me sinto bem sozinho, e não me vejo em um relacionamento!  Muito menos naqueles super melosos...blarr não consigo nem pensar nisso!
  Mas pensando no que Young disse tenho que decidir logo o que quero, agradeço a Universidade por ter esse negócio de te dar uma semana pra pensar. Agora na segunda já tenho de ter me decidido... Finalmente dou partida no carro e vou pra casa, mas no caminho paro para comprar o jantar. Já eram 18hs e provavelmente mamãe devia estar morta de cansasso e não iria conseguir preparar a janta.
Cheguei em casa e deixei o jantar na mesa, no momento não estava com fome então não comi. Subi a procura de mamãe e não à acho.

-Ué! Onde será que ela está...- fico me perguntando

Como ainda estava "cedo" resolvi dar uma passada na casa da Mindy. Avisei mamãe por mensagem mas resolvi não perguntar onde ela estava, pois iria demorar pra responder mesmo. Eu e Mindy ficamos muito amigos. Chegando na casa dela toquei a campainha, e logo ouço passos.

-(Mindy) Oi Chun!- me aproximo e a cumprimento- Quer entrar?- assenti, e ela deu passagem

~Eai tudo bem?- ela assentiu

-(Mindy) Aquela entrevista foi hoje?- assenti- como foi?

~Fui contratado- ela sorriu e correu para um abraço que logo que retribui- e você pretende trabalhar?

-(Mindy) Eu já trabalho!- fala sorrindo- Em uma lojinha de conveniência em um posto de gasolina aqui perto. Não é um "GRAANDE TRABALHO" mas da pro gasto (rs)

~Haa que bom, verdade... e então quer fazer alguma coisa?

-(Mindy) Queria estender meu ensaio com o senpai...- *cochicha* e eu rio

~Ai, ai Mindy-san, e então quer dar uma volta no parque?

-(Mindy) Sim, só espera um pouco que já volto!- assenti e ela subiu as escadas

Poucos minutos depois ela desce com uma roupa diferente, não muito arrumada pois íamos só dar uma volta nada demais. Mas ela é muito bonita então de qualquer forma fica "elegante" (rs)

~Vamos?- ela assenti, e saímos da casa e ela tranca a porta

Ficamos caminhando pelo parque até que um "grupinho" de garotos chega na gente. Eram somente 3 garotos mas podemos chamar de "grupinho" (rs)

-(..) Oi Mindy!- o garoto mais alto cunprimenta Mindy e logo me cumprimentou também,  Mindy corou

-(Mindy) O-Oi Jay- ela sorri e logo se vira pra mim e faz algum sinal com a mão que n entendi, suponho que esse seja o "senpai"

~Oi...- Não sabia como olhar ele pois estava rindo muito por dentro pela reação da Mindy, e então olhei com cara de paisagem

-(Jay) Não sabia que tinha namorado- fala corado

-NÓS NÃO SOMOS NAMORADOS- eu e Mindy falamos juntos e corados (rs)

-(Mindy) Ele é só meu amigo Senp... JAYY- fala ainda corada pelo o que acabara de dizer

~É isso mesmo "senp Jay"- rio e os amigos dele também, Mindy fica com raiva e vergonha e pisa no meu pé- Heyyy! Isso dói Mindy!

-(Mindy) Bem...não queremos atrapalhar vocês, então tchau pessoal- fala me puxando pelo braço

~Tchau- eles acenam, e logo se afastam assim como nós

-(Mindy) POR AUE FEZ AQUILO!?- ela fala vermelha igual um pimentão e eu simplesmente sai andando- É ASSIM? ENTÃO NEM VOU FALAR O QUE YOUNG DISSE TCHAU!

~comecei a rir e logo fico sério quando ela fala de Young- Cala boca Mindy, conta logo! O que o idiota disse?

-(Mindy) Haham- Mindy nega com a cabeça e fico furioso- Porque tanto queis saber? É seu senpai?

~CALA BOCA MINDYY! CONTAA

-(Mindy) TA INSUPORTÁVEL! Ele falou que é bi...eeee que talvez esteja interessado em algum ou alguma da nossa sala- fiquei pasmo, alegre, triste e pasmo...

-(Mindy) Que foi? Morreu?- ela fala me sacudindo

~Huh...o ano mal começou e ele já quer sair pegando!- Mindy me olha confusa

-(Mindy) E o que você tem haver com isso? Ta com ciúmes?- ela sai  correndo do meu lado tentando me acompanhar

~Cale a boca- falei olhando pra frente só andando

-(Mindy) Você falou que nunca namorou, pode ser que seja ga...-a interrompi tampando sua boca

~Fica q-u-i-e-t-a! *bufei*

-(Mindy) Por que só não aceita o fato que pode ser gay ou bi sla? Parece tão inseguro quando fala sobre...Eu por exemplo já fiquei com uma garota, não me senti envergonhada estava apenas me descobrindo. Mas vi que sou hetera mesmo zZz- fiquei impressionado com suas palavras e meio que "me toquei"

-(Mindy) TERRA CHAMANDO CHUN! Hellooo, tem alguém ai?- Mindy falava enquanto estalava os dedos na minha frente, pois havia parado de andar e fiquei viajando

~Hum.. Que?- Mindy põe a mão na testa e suspira

-(Mindy) É pisciano só pode...

~Ata...aff! Pronto chegamos tchau- falei indo em direção do meu quintal

-(Mindy) É sério isso?! Ai Jesus! Hey, possi dormir ai?- ela falou correndo até mim

~Oush por que não dorme na sua casa?

-(Mindy) Por que meu pai vai viajar e não quero ficar sozinha! Vai que me estrupam? Ou roubam meus livros? Ou...- a interrompi

~Tá! Entra!- falei abrindo a porta e suspirando, ela viaja tanto as vezes e eu sou o "pisciano"

-(Mindy) EBAA! Mas pera você pode me estrupar...NÃO VOU DORMIR NA MESMA CAMA SÓ AVISANDO!- fala caindo na risada

~Tens problema né? Meu Deus aish...

-(Mindy) VOU FICAR NA CAMA! FALEI PRIMEIRO PERDEU, PERDEU...

~Só lembrando que a cama e o quarto são meus, ea casa...

-(Mindy) E que na cama quem fica sou eu beijo! Vai deixar uma dama dormir no sofá?!- perguntou me olhando como se a resposta fosse clara

~Primeiro: você não chega nem perto de uma dama e..- fechou a cara- segundo: nunca fui um garpto de muitos modos mesmo- sorri e ia subir as escada

-(Mindy) VAI TOMAR NO...-mamãe abre a porta e Mindy para de falar ou melhor me xingar (rs)- HAAA oi Sra. Hyuna! T-tudo bem?

Mamãe começa a rir do jeito de Mindy, ela acha que consegue disfarçar o que falou sendo "educadinha" hahaha!

-(Mãe) Ha oi Mindy-san! Chun pode me ajudar aqui?- mamãe aponta para umas bolsas que havia trago

~O que trouxe?- pergunto pegando as bolsas

-(Mãe) Algumas bolsas, uma marca que é parceira da empresa deu!- ela sorri e Mindy vai até mim olhar as sacolas

-(Mindy) Posso ficar com uma?- Mindy faz uma carinha de pidona

-(Mãe) Claro, nem ia ficar com elas mesmo! Só ia ficar com uma, e o resto irei vender. Não sou boba, essa bolsas são bem "carinhas" (rs)

-(Mindy) Obrigado!- ela pegou uma bolsa preta de couro não muito grande

~Huh, bonita...

-(Mindy) Obriga...- Mindy ia falar com um grande sorriso e mamãe a interrompi

-(Mãe) MINDY! O QUE FEZ COM MEU FILHO? ELE NUNCA ELOGIA NADA! Santa Mindy- mamãe fala mexendo em mim e Mindy cai no riso depois do "pequeno susto"

~Da pra parar? '-'- subi as escadas- Mindy você não vai pegar suas coisas?

-(Mindy( Oh sim!- ela se lembra e guarda sua bolsa e pega a sacola- a Sra. não se importa se eu ficar aqui por uns dias?! Meu pai foi viajar e...

-(Mãe) Não tem problema querida! Sempre será bem-vinda aqui, fique o tempo necessário!- Mindy agradece e vai buscar suas coisas- como foi a entrevista filho?- fala subindo as escadas

~Bem fui contratado...

-(Mãe) Sério?! Que bom querido!- ela me abraçou- por que está "assim"?

~nada...- ela me encara- ta é que o meu senp...- me interrompo quando noto o que acabei de falar e coro, corro pro meu quarto

-(Mãe) SEU O QUE? FILHO VOCÊ TA NAMORANDO? PERA TU É GAY?- coro mais a cada frase dita por ela

~Nada..., e não! NÃO TAMBÉM!

-(Mãe) Filho sabe que pode me contar tudo!- fala batendo na porta

~Não tenho nada pra contar mãe!

-(Mãe) Quando vai apresenta-lo?

~EU NÃO SOU GAY!-ouço passos, e logo ouço Mindy falar algo

-(Mindy) É sim! *cochicha* (rs)- mãe também cochicha algo

~Parem de cochichar!

-(Mãe) FILHO! Abra a porta Mindy tem que guardar suas coisas!- destranco a porta e me jogo na cama, logo depois Mindy entra e tranca a porta de novo

-(Mindy) Já aue é gay posso me trocar aqui mesmo né?- coro

~PARE COM ISSO!

-(Mindy) Pelo jeito sim..- ela ia levantar a blusa, tampei os olhos e a empurrei pro banheiro

~SÓ SAIA VESTIDA!

~Meu Deus! -.-" Estão todos ficando loucos! Mas será...- Mindy abre a porta

-(Mindy) O que dizia?- logo noto sua presença

~Ham, nada...

-(Mindy) Ta! '-' To com fome- fala se deitando no meu colo

~Huh...- continuei pensando em tudo

-(Mindy) TA SURDO? FALEI QUE TO COM FOME!

~Legal! Não vou dar comida na sua boca, vá pegar

-(Mindy) Não estou em casa, tenho modos!

~Uhum, com certeza...Vem logo- falei puxando-a pelo braço

-(Mindy) Oush! Não sou suas nega não queridinho!- falou se soltando

~Vai se foder!

-(Mãe) Como disse Chun?- mamãe me encarou

~GLÓRIA, GLÓRIA ALELUIAAA!- sai correndo

-(Mindy) ela sai correndo atrás de mim- Vai pagar de santo agora? (Rs)

~Shh! Enche a boca de comida logo- entrego um prato com um pouco do jantar que comprei

-(Mindy) Ta muito bom! É comprado né? -fala com a boca cheia, assenti- Sabia!

~Credo Mindy! '-' Belos "modos" fofa- ela só me encara e volta a comer

Fiquei assistindo desenho (sim desenho, porque não sou obrigado) até ela acabar.

-(Mindy) Pronto!- falou se levantando e se sentando do meu lado

~ALELUIA! Tem uma lombriga ai dentro? Ta que pariu comes pra poha, por isso que tais chei...- olho pra ela e vejo ela me fuzilando com os olhos

-(Mindy) To com sono...- falou se deitando no meu colo, levanto em seguida- Ai!

~Durma, aish *suspiro*- subo para o meu quarto

-(Mindy) Espera fdp- fala correndo para me alcançar

Entramos no quarto e arrumei tudo para ela dormir.

-(Mindy) Deu ta bom assim escravo- diz debochada

~Não abusa aue desfaço tudo

-(Mindy) Eita...Chun?

~Que?

-(Mindy) Young! Sério? -taco um travesseiro nela

~Não fala merda não!

-(Mindy) Justo o pegador?! Baah tais fudido Chun- mostro o dedo do meio

~Aff, mas como assim "pegador"?

-(Mindy) Não sabes? Ele pegava praticamente todas na antiga escola- credo Young...

~Huh, legal pra ele boa noite!- falei me deitando e apagando a luz

-(Mindy) Ciúmes antes do relacionamento?!

~Cala a boca

-(Mindy) Por que não admite que ta gostando dele?

~Por que não admite que só fala merda?

-(Mindy) Não sabia que verdade era "merda"!

-(Mãe) Estão dormindo?

~Sim

-(Mãe) Engraçadinho..., durmam logo! Boa noite

~Aham boa noite!

-(Mindy) Boa noite!

Enfim dormimos! Nunca pensei que seria tão difícil dormir junto à Mindy. ELA NÃO PARA DE FALAR! Aish... Na madrugada meu celular "apitou" o que me acordou.

~Huh? Quem ta mandando mensagem a essa hora?!- olhei no despertador e eram 5hs- Cade meu celular?

Procurei e vi que havia caído de baixo da cama na hora que arrumei o quarto. O peguei e desbloqueei a tela o aue fez um barulho um pouco "alto" e Mindy resmumgou. Agradeci a todos os deuses por ela não ter acordado

~Número desconhecido...-abri a mensagem e quando li a lrimeira coisa gelei e fiquei com muita raiva

            **Mensagem on**

-Oi pequeno é o Young, consegui seu número com a empresa (rs)
-To mandando mensagem pra te convidar para uma festa que vai ter aqui em casa amanhã, e para salvar meu número (rs) ;) vou te esperar. Se vir te passo o horário.

         **Mensagem off**

Pera, que? Festa? Young? ARRGH! ELE CONSEGUIU MEU NÚMERO, AGORA VAI ME INFERNIZAR! Resmunguei um pouco alto e logo percebi que Mindy havia acordado e não estava mais deitada

~Mindy?

-(Mindy) Que?- levo um susto e caio da cama ao perceber que ela estava atrás de mim- eita cuzão!

~O QUE TAVA FAZENDO ATRÁS DE MIM?

-(Mindy) Lendo a conversa ué! Pergunta pro Young se posso ir também.

~MEU DEUS MINDY! VOU PERGUNTAR MEU CU!

-(Mindy) Fala baixo demonho- falou tampando minha boca

~....- fiquei encarando-a

-(Mindy) Da esse celular aqui, se for pra moscar deixa que eu respondo!- ela pegou meu celular e sentou cima dos meus braços para me impedir de pega-lo de volta

~AI KARALHO

-(Mindy) Pronto!- ela se levantou e entregou meu celular, fui ler o que ela escreveu

            **Mensagem on**

~Já salvei seu número ;), e claro que vou pode dizer o horário, mas posso levar uma amiga?

-Legal, pode sim! Te vejo amanhã às 18hs pequeno. Tchau

~Ok baby ;*

             **Mensagem off**

~BABY? EU TE MATOOO!- peguei ela no colo e joguei no chão

-(Mindy) AII! MEU CU! Aff você precisava de um empurrão, é muito lezado!

~Falou a garota aue fica toda boba na frente do "senpai"

-(Mindy) VOCÊ NÃO DESMINTIUUU! ACEITAAA!- realmente percebi que não desminti o que ela falou

~E-Eu...CALA A BOCA! Vai dormir! Amanhã...

-(Mindy) VAMOS PRA FESTA! TUTS! TUTS!- falou me interrompendo

~Meu furebis, dorme antes que eu mate você!

Ela se deitou e eu também. Meu Deus!  Baby?! Puta que pariu hein Mindy?! Se fuder...Aish -,-" Só quero ver como ele vai reagir amanhã... Se eu falar que foi ela certeza que ele não vai acreditar! Ai, vou dormir antes que me estresse, mais do que já estou...


















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...