História Não quero admitir... - Capítulo 59


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Adriano Ramos, Alícia Gusman, Bibi Smith, Carmen Carrilho, Cirilo Rivera, Clementina Soares, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Firmino Gonçalves, Jaime Palillo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Laura Gianolli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Rabito, Valéria Ferreira
Tags Ação, Adriano Ramos, Alicia Gusman, Aventura, Bibi Smith, Carmem Carrilho, Carmiel, Carrossel, Cirilo Rivera, Ciriquina, Clementina Soares, Colégio, Daléria, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Escola Mundial, Jaime Palillo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Laura Gianoli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulicia, Paulo Guerra, Romance, Valéria Ferreira
Exibições 218
Palavras 2.584
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Leiam as notas finais e espero que gostem!

Capítulo 59 - Capítulo 59


Pov Paulo

Eu adorei a Juliana. Ela é muito gente boa. Ela tá me ajudando com a Alicia, porque mesmo depois de tudo eu gosto dela. Nós estávamos de boa conversando lá e a chatonilda passa correndo e beija aquele Felipe, aluno novo. Logo depois chega a Alicia e a Andressa. Eu vou correndo tentar descobrir o que aconteceu.

Paulo- o que houve, Alicia?

Alicia- o Cirilo postou uma foto beijando uma menina e a Majo quis e agora quer dar o troco.

Paulo- putz!

Alicia- é...

A chata chega perto de nós.

MJ- pronto! Agora quero ver a reação dele!- ela mexe no celular- acabei de postar a foto!

Alicia- Majo, isso não foi precipitado?

MJ- ele posta foto beijando outras meninas e o que eu fiz foi precipitado?

Alicia- essa outra menina é praticamente a namorada dele...

MJ- O QUE?

Alicia- é...

Ela sai de lá e vai pra sala.

Alicia- eu vou atrás dela!

Paulo- não! Fica aqui! Deixa que eu falo com ela

Alicia- mas...

Paulo- fica aqui Alicia!

 

Eu então vou até a sala.

Paulo- chatonilda?

Ela me olha com os olhos cheios de lágrimas e então vira a cara.

Paulo- desculpa...

MJ- sai daqui, Paulo!

Paulo- Maria Joaquina, você sabe que uma hora ele ia ter que seguir em frente...

MJ- eu sei, mas essa hora tinha que ser agora?

Paulo- você queria que fosse que hora?

MJ- quando eu seguisse em frente...

Paulo- você sabe que as coisas não funcionam assim...

MJ- e o pior é que mesmo depois de tudo isso, eu ainda gosto dele...

Paulo- e eu ainda gosto da Alicia...

MJ- que?

Opa! Falei demais!

Paulo- nada não...

MJ- eu ouvi! Você ainda gosta da Alicia?

Paulo- sim...

MJ- então porque você não vai atrás dela?

Paulo- porque eu não quero me machucar...

MJ- depois você vai acabar igual a eu... Chorando por alguém que não tá nem aí pra você...

Paulo- eu quero que a Alicia venha me procurar por vontade própria e não que eu vá atrás dela...

MJ- ah...

Paulo- mas então... Vamos voltar pro pátio?

O sinal toca.

MJ- ééé... Acho que não...

Paulo- que droga!- eu digo emburrado

Ela da uma risada e então eu vou para o meu lugar e os outros alunos chegam.

 

Final da aula

Pov Daniel

Eu quero muito a Carmem de volta. Vou tentar falar com ela.

Daniel- Carmem?

Ela estava conversando com o aluno novo e então vira de frente pra mim.

Carmem- o que foi?

Daniel- podemos conversar?

Ela vira para o aluno novo.

Carmem- me espera lá fora que já vou, Vinicius

Vinicius- tá bom!

Ele sai e ela se vira pra mim.

Daniel- ééé... Eu gosto de você, Carmem... Me desculpa por tudo o que eu fiz... Eu fui um idiota e fiquei esse tempo todo pensando em como falar com você, mas o problema é que eu não sei como falar com você... Eu errei feio e fiz você sofrer, eu também sofri por não estar com você e por ver você sofrer. Eu queria que você soubesse que eu te amo muito e vou esperar o tempo que for preciso por você... Só queria que você soubesse disso e queria pelo menos ser seu amigo...

Carmem- o que você disse foi muito bonito, Daniel... Acho que podemos ser amigos sim...

Daniel- obrigado Carmem!- eu a abraço- acho que o Vinicius está te esperando né?

Carmem- é! Até amanhã!

Daniel- até!

Ela sai e eu pego a minha mochila para ir embora. Bom, vamos aos poucos, pelo menos nós voltamos a ser amigos.

 

Meses depois...

Pov autora

Eu sei que pulei bastante, mas vou dizer a vocês o que aconteceu. Bom, o Paulo e a Alicia não estão juntos (ainda), porém o Paulo está muito amigo da Juliana, eles vivem colados. Já a Carmem ficou com o Vinicius, mas o relacionamento deles não deu certo e ela está muito amiga do Daniel. Marcelina e Mario eu não falei sobre eles nessa nova parte da fic, mas eles continuam juntos assim como Daleria. Andressa está namorando, isso porque ela não queria namorar, mas ela está namorando com o Felipe, o aluno novo. A Majo teve uns ficantes aí e não está mais tão encalhada no assunto Cirilo. Já o Cirilo continua em Santa Catarina e está namorando a Sofia, porém está a um fio de terminar, pois o Natan mudou o Cirilo e ele está mais cafajeste do que nunca. Hoje é o último dia de aula na Escola Mundial e eles já estão na sua última aula.

Professor- pessoal, como hoje é o último dia e essa é a última aula, vocês podem se divertir aqui na sala! Só não podem ir embora!

Todo mundo- UHUUULLL!!!

Valéria- gente, o que vocês vão fazer nas férias?

Marce- eu acho que vou ficar aqui em São Paulo mesmo.

Margarida/ Laura/ Bibi- eu também

MJ- eu vou viajar, com certeza!

Alicia- eu ainda não sei...

Carmem- eu vou pra uma conferência de ciências no Paraná

Daniel- você também vai pra conferência de ciências?- ele diz surpreso

Carmem- sim!

Daniel- que incrível!

Todo mundo- HMMMMM!!!

Andressa- eu vou passar um tempo com a família do Lipe...

Juliana- e eu com a família do Paulo...- ela diz irônica

Alicia não gostou nada, mas o pessoal riu. Eles ficaram ali conversando e rindo. Durante a conversa, a Alicia recebe uma mensagem.

 

Mensagem

Cirilo- oi..

Alicia- o que você quer, Cirilo? Você ainda tem coragem de me mandar mensagem? Você tá um cafajeste, galinha e idiota! Esse não é você! Santa Catarina não fez bem pra você!

Cirilo- nossa!

Alicia- não me manda mais mensagem!

Cirilo- eu vou voltar pra São Paulo...

Na hora que a Alicia leu isso, ela não acreditou... Ela ficou em choque. Todos olharam pra ela.

Marce- o que aconteceu, Ally?

Alicia- ééé... Na-nada...- ela levanta e vai pro fim da sala que não tinha ninguém.

A Majo foi atrás dela.

MJ- o que houve, Ally?

Alicia- nada, Majo...

MJ- eu te conheço, fala logo!

Alicia- o Cirilo vai voltar pra São Paulo...

MJ- O QUE?- ela diz surpresa

Alicia- ele me mandou uma mensagem...

MJ- tomara que ele não olhe na minha cara! Ele tá um nojento e cafajeste!

Alicia- é...

 

Mensagem

Cirilo- não vai dizer mais nada?

Alicia- pra mim tanto faz se você vai ficar ou vai voltar...

Cirilo- nossa, Alicia! Eu não fiz nada pra você...

Alicia- pra mim não! Mas você acabou com si mesmo! Você tá horrível, Cirilo! Você não vê isso?

Cirilo- eu tô normal...

Alicia- não tá não! Tenho que ir...

Eu saio do celular.

 

MJ- o que ele disse?

Eu mostro as mensagens a ela.

MJ- covarde, idiota!

Alicia- ele mudou muito...

MJ- eu não acredito ainda que eu sofri por ele e o namorei...

Alicia- também nós não esperávamos que ele fosse ficar assim...

MJ- também não quero saber mais dele...

Alicia- calma Majo...

MJ- calma nada! Ele tá horrível!

Alicia- mas ele pode mudar...

MJ- mesmo se ele mudar...

Alicia- acho que você tá se precipitando...

 

2 meses depois...

Pov Cirilo

Acabei de chegar em São Paulo. A primeira coisa que eu quero fazer é me encontrar com o Paulo. Vou dar uma ligada pra ele.

Ligação

Paulo- alô?

Cirilo- Paulo, é o Cirilo!

Paulo- ah... Oi...- ele diz de maneira estranha

Cirilo- vamos sair hoje? Ir numa boate?

Paulo- ééé... Cirilo, não vai dar não...

Cirilo- porque? Você tá de férias ainda... Só começa amanhã...

Paulo- não é por isso... Eu não quero sair com você... Tenho que ir agora que a Alicia tá me esperando... Tchau...

Ele desliga.

Como assim? O que aconteceu? Vou passar na casa da Maria Joaquina.

 

Casa da Maria Joaquina

Eu chego e toco a campainha. Fico ali esperando um tempinho até que ela abre a porta. Ela me olha e então vai fechar a porta, mas eu seguro.

MJ- sai daqui, Cirilo!

Cirilo- Maria Joaquina, o que é isso?

MJ- não fala comigo, seu cafajeste! Você acha que eu não vi você e seu priminho postando várias fotos cada dia beijando uma garota diferente sendo que você tava namorando?

Cirilo- eu não posso me divertir?

MJ- isso não é diversão! É galinhagem!

Cirilo- você tá com ciúmes porque você queria estar lá me beijando né? Calma, podemos consertar isso!

Eu chego perto dela e dou um beijo nela. Ela morde o meu lábio e da um tapa na minha cara.

MJ- nunca mais encosta em mim! Cafajeste!- ela fecha a porta.

Droga! O que aconteceu com o pessoal dessa cidade? Agora meu lábio tá sangrando.

Eu decido ir pra casa.

 

Casa do Cirilo

Eu entro e meus pais estavam lá.

Paula- oi filho! Tudo bom?- ela olha pro meu lábio- o que aconteceu?

Cirilo- nada, mãe! Me deixa!

Eu então vou em direção ao meu quarto.

José- volta aqui agora, Cirilo!

Cirilo- não!- eu subo pro meu quarto e bato a porta.

Devia ter ficado em Santa Catarina com o meu primo, ele me entende. Não dá nem 2 minutos e meus pais entram no meu quarto.

José- Cirilo, pede desculpas pra sua mãe agora!- ele grita

Cirilo- porque? Eu não fiz nada...

José- AGORA!!!- ele grita mais alto

Cirilo- tá bom! Desculpa mãe...

Paula- tudo bem, filho! Mas o que aconteceu com o seu lábio?

Cirilo- eu fui beijar a Maria Joaquina e ela mordeu o meu lábio

Paula- mas vocês estão juntos?

Cirilo- não... Mas ela ficou com ciúmes porque eu estava pegando geral lá em Santa Catarina e eu falei que a gente podia consertar isso e a beijei...

O meu pai me dá um tapa.

Cirilo- O QUE É ISSO?

José- isso é pra você aprender a respeitar os seus pais e as mulheres! Onde já se viu beijar uma mulher a força? Você vai agora pedir desculpas pra Maria Joaquina e vai consertar tudo de ruim que você fez com todo mundo aqui!

Cirilo- mas...

José- sem mas! Esse não é o nosso filho! Não é o Cirilo! Agora você vai lá na casa da Maria Joaquina pedir desculpas e eu vou ligar mais tarde pra lá pra saber se você pediu desculpas e foi carinhoso! Agora vai, Cirilo!

Cirilo- tá bom!

Que droga! Meu pai tá enchendo o saco! Que ódio!

Paula- e você vai ligar pro Paulo e pra Alicia também!

Cirilo- TÁ!- eu grito

Eu fecho a porta com tudo. Eu então começo a lembrar da minha vida antes de eu me mudar pra Santa Catarina.

Flashback on

Eu estava sentado na minha carteira terminando de fazer um trabalho que eu tinha esquecido, enquanto o pessoal estava no intervalo. Eu estava concentrado quando alguém chega.

MJ- o que você tá fazendo aqui, Cirilo?

Cirilo- tô fazendo o trabalho que eu esqueci...

MJ- quer ajuda?

Cirilo- aceito sim!

MJ- o que você quer que eu faça?

Cirilo- recorta essas fotos pra mim, por favor?

MJ- tá bom!

Ficamos ali um tempo conversando e terminando o meu trabalho.

Cirilo- mas porque você tá aqui comigo e não tá aproveitando o intervalo?

MJ- ééé... Não sei...

Cirilo- me fala...

MJ- o intervalo só é legal com você...

Eu abro um sorriso pra ela.

Cirilo- Majo?

MJ- oi?

Cirilo- posso te dizer uma coisa?

MJ- o que?

Eu largo a caneta e ela larga a tesoura. Eu então seguro nas mãos dela e olho nos olhos dela.

Cirilo- você pode colar as fotos também?- eu dou um sorriso

Ela da um tapinha no meu ombro.

MJ- idiota! Achei que fosse algo sério!

Eu dou uma risada e ela faz uma cara de emburrada e fica de costas.

Cirilo- ficou emburradinha?

Ela não responde.

Cirilo- desculpa Majo...

Ela ainda não responde. Eu então dou a volta na carteira e ajoelho na frente dela. Ela estava sentada olhando pro chão e cortando as fotos, então ela olha pra mim.

Cirilo- desculpa...- eu faço biquinho

MJ- eu pensei que você fosse dizer outra coisa...- ela diz triste

Cirilo- eu não quero dizer outra coisa...

Ela abaixa a cabeça.

Cirilo- eu levanto o queixo dela- eu quero fazer outra coisa...

Ela olha nos meus olhos e então eu seguro o rosto dela, faço um carinho de leve na bochecha dela e então eu chego mais perto e então eu encosto os meus lábios nos dela e começamos um beijo calmo e diferente. Eu peço passagem para a língua e ela cede. Nós ficamos um tempo ali naquele beijo incrível até que a falta de ar chega e nos separamos, mas ficamos com as nossas testas coladas uma na outra. Eu sentia a respiração ofegante dela.

Eu abro um sorriso pra ela e ela faz o mesmo. Eu seguro a mão dela e começo a fazer círculos com o meu polegar na mão dela.

Cirilo- sabe... Eu acho que prefiro esquecer esse trabalho e ficar assim com você...

MJ- eu também...- ela sorri

Flashback off

 

Realmente, eu era bem diferente. Eu tive momentos com a Maria Joaquina que eu nunca tive com ninguém. Idiota! Eu fui um babaca com ela. Eu preciso mesmo consertar isso, mas ela não vai abrir a porta pra mim. Eu tenho que arrumar outra maneira. Vou tentar falar com ela pelos fundos, que eu chamo ela pela janela do quarto dela.

 

Casa da Maria Joaquina

Eu cheguei na casa dela e fui para os fundos. Então eu subi o muro e saí no jardim dela. Eu fiquei embaixo da janela dela.

Cirilo- MARIA JOAQUINA!!!! MARIA JOAQUINA!!!!- eu grito

Eu espero um tempo e vejo ela olhando pela janela.

MJ- eu não disse pra você ir embora?

Cirilo- por favor! Só me escuta, depois você decide o que fazer!

Ela fecha a janela. Eu fico esperando um tempo ali e então eu vejo que ela está demorando e decido ir embora. Eu estou subindo o muro quando ouço ela falando.

MJ- o que foi?

Eu viro e vejo ela lá em pé. Eu desço o muro e então vou até ela. Ela estava linda, com um short jeans branco com uma blusa cinza e um chinelo. Eu fico um tempo olhando pra ela e começo a chorar.

MJ- o que foi, Cirilo?

Cirilo- eu sou um cafajeste mesmo! Eu fui um babaca com você, Maria Joaquina! Eu mereci o tapa na cara que você me deu! Me desculpa! Eu mudei mesmo!- eu digo chorando.

MJ- Cirilo...

Cirilo- eu lembrei daquela vez que você me ajudou no trabalho e eu te beijei... Eu não sou assim... Eu sou como naquela época! Eu estraguei tudo e agora os meus melhores amigos me odeiam e a menina mais importante do mundo pra mim não quer olhar na minha cara...

MJ- tá tudo bem, Cirilo...

Cirilo- desculpa Maria Joaquina, desculpa...

Eu pego a mão dela e faço círculos com o polegar na mão dela como eu tinha feito aquela vez.

Os olhos dela brilham.

MJ- você se lembra?

Cirilo- eu nunca esqueci... Me perdoa Majo... Eu sei que você provavelmente não vai querer ser minha amiga nem nada do tipo, mas só de ter o seu perdão já tá bom...

MJ- Cirilo, eu quero sim ser sua amiga! Quero muito! Eu perdôo você!

Eu a abraço e rapidamente eu a solto.

Cirilo- desculpa te abraçar!

MJ- tudo bem...

Cirilo- eu preciso ir... Tenho que ligar pra Ally e pro Paulo e pedir perdão...

MJ- quer ligar aqui? Eu posso te ajudar e...

Cirilo- claro! Eu adoraria!

Nós sentamos no banco que tinha ali no jardim.

 


Notas Finais


Cirilo voltou e está bem diferente, mas ainda bem que os pais perceberam isso e fizeram ele pedir desculpas a todos! Agora a Majo aceitou as desculpas e ele vai ligar pro Paulo e pra Alicia, o que será que vai acontecer? E o que será que o Paulo foi fazer com a Alicia? Será que eles voltaram? Até o próximo capítulo, beijo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...