História Não Se Esqueça De Mim... (Imagine V - BTS) - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hobi, Hoseok, Jeon, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kim, K-pop, Min, Namjoon, Park, Rap Monster, Seok, Suga, Taehyung, Yoongi
Exibições 528
Palavras 897
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ain gente consegui terminar o capitulo *-* vou postar já haha
Já estou elaborando a fic do Rap Monster haha estou terminado a capa haha *-*

Capítulo 37 - Meu coração dói


Fanfic / Fanfiction Não Se Esqueça De Mim... (Imagine V - BTS) - Capítulo 37 - Meu coração dói

Meu Deus... Onde estou? Está tudo embaçado o que? Tem cheiro de hospital?!... A já sei as dores! Ainda bem não estou sentindo nenhuma dor. Minha mãe se aproximava de mim.

~ minha querida você acordou! Está se sentindo bem?

~ acho que sim! Bom pelo menos não estou sentindo aquela dor insuportável.

~ ainda bem (ela acariciava meus cabelos sentando na cama ao meu lado)

~ e os outros? E Taehyung?

~ bom seu irmão está lá fora e “esse garoto” eu não sei acho que não venho!

Meu irmão apareceu na porta do quarto.

~ ohh querida mamãe deu para mentir agora! E Taehyung está aqui _________!

Ele saiu da frente e mostrou Taehyung que sorriu e correu para meus braços pegando em meu rosto e me analisando cuidadosamente com uma feição de preocupação.

Senti minha mãe se levantando e indo para longe da cama.

~ assim que você sair nós vamos voltar para o nosso país! (ela exclamou)

~ como assim nosso país?! Mesmo amando o Brasil com todo meu coração já construí uma vida aqui não posso deixar tudo para trás.

Taehyung segurava minha mão com firmeza e uma feição de preocupação. Acho que ela já contou sobre essa ideia ridícula.

~ você tem sua família lá seu pai seus avós eu e seu irmão como pode renunciar a tudo!

~ mamãe eu não estou renunciando a todos vocês estou tentando encontrar minha felicidade e nesse momento minha felicidade é aqui ao lado dos meus amigos e Taehyung!

~ você realmente perdeu a sanidade!

~ Talvez... (respondi com sarcasmo)

~ me respeite garota!

Comecei a fingir leves dores para ver se ela para com essa história. Taehyung ficou apavorado ao meu lado pisquei um olho para avisar sobre minha tática rs. Ele deu um sorriso percebendo minha façanha, mas continuou com o teatrinho.

~ olha ai mãe o que você fez seria melhor se a senhora saísse daqui! (meu irmão exclamou)

~ mas ela é minha filha!

~ fale sobre isso com ela depois que estiver recuperada! Agora vá lá chamar o médico!

~ não precisa já está passando! (exclamei) só queria que me deixassem sozinha um pouco.

Minha mãe saiu com um pouco de desconfiança sendo seguida por meu irmão. Tae se levantou para sair segurei o braço dele para ele ficar.

~ você não bobinho rs.

~ atá rs

Ele se sentou novamente ao meu lado me dando um selinho.

Desculpe-me... Por não ter te contado sobre nosso filho!

Virei meu rosto tentando segurar as lágrimas. Lembrar-me que eu perdi um filho dói demais.

~ não se desculpe vocês fizeram o que acharam certo por minha saúde. Está certo que nunca vou me esquecer dessa criança que nem cheguei a conhecer, mas eu tenho uma vida e eu quero viver ao seu lado! Vamos superar juntos.

Ele deu um sorriso logo se inclinando para me beijar.

 

......................

 

Passei um dia no hospital Taehyung havia voltado para sua agenda, me manda mensagens a todo o minuto! Às vezes me pergunto que shows e entrevistas são essas que ele fica com o celular o tempo inteiro rs.

Voltei para meu apartamento e minha mãe estava lá me esperando. Sentada no sofá em quanto eu continuava parada na porta a fitando.

~ Temos que conversar! (Falou firme)

~ sobre o que sua “ideiazinha” de me levar para o Brasil?!

~ não banque a sarcástica comigo _________!

~ não estou bancando nada é a senhora que insiste nessa idéia ridícula!

~ eu só quero te proteger...

~ DO QUE? (a interrompi) DA MINHA FELICIDADE? VOCÊ QUER ME VER INFELIZ É ISSO?

~ ABAIXA O TOM PARA FALAR COMIGO AINDA SOU SUA MÃE!

~ que tipo de mãe você é?! (me aproximei dela lentamente e falando “calmamente”) que tira a felicidade da sua própria filha como pode existir uma mãe assim!

~ chega _______!

~ agora eu vou terminar! Porque a senhora não me deixa ser feliz como você foi com meu pai? Porque me previne do amor da minha vida. Eu não vou com você a lugar nenhum está escutando “senhora”!

~ PARA ________!

~ EU NÃO VOU PARAR ATÉ A SENHORA TIRAR ESSA IDEIA RIDICULA DA SUA CABEÇA!

~ CHEGA...

Senti sua mão contra meu rosto logo sentindo uma dor e um barulho muito forte... Ela havia me dado um tapa. Fiquei com o rosto virado por uns instantes até que uma risada sarcástica sai da minha boca.

~ chegou o limite da sua loucura não é mamãe?!

~ você me obrigou a fazer isso! E agora você vai me escutar por bem ou por mal

Ela me empurrou contra a poltrona atrás de mim, apontando seu dedo em meu rosto. Eu apenas a fitava sem nenhuma expressão.

Você vai voltar comigo para o Brasil, ou você esquece que tem uma mãe, pai, irmão e avós.

Você escolhe ou sua família ou seu “namoradinho”?!

Eu arregalei meus olhos de espanto com suas palavras. Ela não pode estar falando sério! Como pode me pedir para escolher entre minha família e o amor da minha vida?! Isso é muita maldade.

Te dou até amanhã para você encontrar eu e seu irmão no aeroporto!

Ela saiu determinada pela porta, e a única coisa que pude fazer era chorar de desespero. O tapa que ela havia me dado no rosto não estava mais dolorido do que meu coração.  


Notas Finais


Infelizmente minhas lindas está chegando o final da Fic 😱😓😭 e eu queria agredecer de coração os mais de 200 favoritos que vocês me deram muito obrigada por comentar a cada capitulo obrigada por favoritar essa fic que no começo sinceramente não acreditei que alguém leria haha bom to louca me despedindo agora haha ainda tem umas coisas para acontecer haha amo vocês mozonas 😍❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...