História Não se mexa - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gray Fullbuster, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Mirajane Strauss
Tags Ecchi, Gray, Gray Fullbuster, Gruvia, Juvia Lockser, Romance
Exibições 77
Palavras 2.127
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


QueenEviilSays: Pessoinhas Pessoinhas tudo bem?

Primeiro, queria agradecer quem comentou até aqui, segundo eu sinto dizer que a fic está na reta final, creio que são mais 3 capítulos para acabar.

Pois é pois é, MAS as minhas fics gruvias não acabaram tem outra sendo produzida relaxem .Q HUSHUS

Capítulo 6 - Um idiota


Fanfic / Fanfiction Não se mexa - Capítulo 6 - Um idiota

"As vezes é mais fácil desabafar com estranhos do que conhecidos"

Já fazia semanas que Gray estava naquela suposta missão e depois do encontro com Lyon o moreno não tinha lá tanta certeza se queria voltar. Sabia que tanto Natsu como Lucy queriam ir embora, afinal naquela cidade, vulgo fim de mundo, vulgo interior não tinha práticamente nada para fazer o que deixava os magos um tanto entendidos.

Ainda se perguntava mentalmente como os dois amigos pareciam sempre felizes apesar das brigas constantes dos dois, eles estavam sempre com aquele sorriso largo no rosto ou quando Natsu olhava para Lucy as bochechas dela coravam de imediato dando a entender que nos momentos a sós acontecia alguma coisa, Gray só não sabia o que até Natsu falar quando estavam arrumando as coisas para ir embora. "Eu e Luce transamos cara".

O rosado dizia aquilo com certa felicidade, dava para ver que ele tinha um apego por Lucy o que provavelmente era algo a mais. Estava feliz pelo amigo mesmo que quando ele e Natsu estavam sozinhos o outro não parou de falar com foi isso e mais aquilo sobre a transa com Lucy Heartfilia, até mesmo os gemidos da loira o amigo fez questão de descrever como eram.

Gray cansado por ouvir a performance de ambos resolveu dar um basta naquilo com um grito, a questão que só fez isso por ainda ser virgem, as vezes até se achava meio garotinha por querer perder com quem ama. Na cabeça do mago do gelo, perder a virgindade com quem ama tem outro significado do que uma foda casual.

Além disso parou também o demônio rosa por causa de Lucy, sabia que a loira pensaria caso eles estivessem falando disso e claro pela leve chance dela ouvir da porta sendo que estava tratando das contas da pousada em que ficaram enquanto os dois arrumavam as malas.

Na hora em que ela subisse para chama-los eles partiriam rumo à Fairy Tail.

Gray só não sabia que a garota que ama estava em plena confusão consigo mesma e por isso precisou ser ajudada por terceiros, no caso Sting.

O loiro não se incomodou em nada sobre o pedido da azulada, aliás achou até bom assim conseguia tirar um pouco da sua atenção dos seus pensamentos atuais, pensamentos que eram direcionados para uma morena rabugenta, as vezes dúvida que Minerva tinha a idade que tinha e sim achava que era uma velha com alguma magia para se parecer mais nova, de toda forma os sentimentos dele não mudaram.

Acompanhou Juvia Lockser em todo tipo de loja, todo tipo mesmo, de roupas, para loja de sapatos. Paravam algumas vezes apenas para observar vitrines e como toda mulher que se presa Juvia tinha passado em lojas suficientes para encher os dois braços dele de sacolas.

Eram da loja de roupas esportivas, roupas casuais para o dia a dia e roupas para evento em um braço. No outro eram sacolas da loja de sapatos e algumas de jóias.

Uma coisa que Sting não entendia era o motivo de sempre passarem na loja de lingerie, olhavam a vitrine e a maga da água lhe desferia um riso rouco voltando a andar na direção oposta da loja.

Assim que passaram lá pela quarta ou quinta vez na loja de lingeries o loiro se manifestou, até alto demais seu tom de voz saia, - Juvia se você quer comprar lingerie, entre logo na merda dessa loja - disse, todavia ele só se tocava do tom de voz e a maneira rude bem depois de ter dito tal coisa então foi logo tratando de se desculpar com a azulada. - Desculpe eu não quis parecer rude Juvia, é que você passa sempre em frente à essa loja então voltamos pro início da rua e passamos aqui novamente, só queria entender o motivo pelo qual você está fazendo isso.

Juvia ao escuta-lo arregalou seus olhos pela surpresa repentina, Sting estava sendo gentil o dia todo, estranhamente gentil tanto que quando a voz dele se manifestou a azulada deu um passo para trás.

O ouvia com atenção, enquanto a boca vacilava, abria e fechava dando a entender que ia falar algo, porém ela não fez isso e sim olhou para cima e depois para o lado onde o loiro aguardava com paciência sua resposta, Juvia deixou que um sorriso abrisse sobre seu rosto antes de se pronunciar naquele momento, - Juvia...Juvia - disse, o outro apenas fez um gesto sutil com a cabeça, estimulando que continuasse.

Por sorte de ambos não tinha muitas pessoas na rua, ainda sim Sting atencioso como era levou a azulada para uma lanchonete próxima da loja, onde pegaram uma mesa, acomodando o monte de sacolas ao lado da mesa, faziam seus pedidos para o garçom logo em seguida esse voltava com o salgado de Sting e o suco de Juvia em minutos, - Então Juvia? O que ia me dizer? - questionava com intuito de que com aquele local mais reservado ela se abrisse um pouco.

Antes de falar alguma coisa a azulada bebericou um pouco do líquido amarelo a sua frente, um suco de maracujá, que fofo Sting.

Respirou de maneira pesada, como se aquilo fosse tirar toda a tensão em suas costas, o peso diminuiu um pouco ainda sim foi preciso abrir a pouco para aliviar, - Juvia estava olhando aquela loja por causa que Juvia queria dar de presente a Gray-sama - disse meio atropelado além do fato de ter dito algo sem nexo algum, confundindo totalmente a cabeça do loiro.

Sting mordiscou o salgado enquanto esperava com a mesma paciência de antes ela lhe responder o que tinha perguntado, sabia que não era da sua conta, mas mesmo assim o que mal faz ajudar alguém que parece levemente perturbado com pensamentos? O loiro engasgou com o salgado assim que ouviu, imaginava que para ela querer dar algo ao mago do gelo em questão era alguma data especial contudo não entendeu o motivo de ser uma peça íntima, que normalmente são garotas ou mulheres que usavam para os seus namorados(a) em momentos à dois, ainda sim ele se pegou imaginando Gray com uma das roupas que a loja oferecia e sinceramente preferia não ter feito aquilo, agora não conseguiria nem dormir.

- Juvia - disse fazendo uma breve pausa para limpar a boca. - Qual é o motivo de dar uma peça de roupa íntima para o Gray? - perguntava deixando claro sua pequena curiosidade.

A azulada entrelaçava os dedos uns nos outros as vezes dava até beslicava bem leve a pele das mãos, mordendo os lábios inferiores enquanto os olhos ficavam para baixo.

O loiro que observava aquela cena riu de maneira rouca, - Juvia olha se não quiser - Infelizmente ele não teve tempo de concluir a fala pois a maga resolvia interromper.

- Juvia queria dar por causa do aniversário de Gray sama no fim da semana.- No princípio ela o olhava de maneira direta, sem desviar o olhar ainda sim seus lábios tremiam um pouco.

O Dragon Slayer apenas aproximou sua mão da dela afim de parar aquelas reações mínimas do corpo dela, obviamente sem ser rude ou ousado com movimentos que a assustassem. Por isso preferia apenas por os dedos sobre uma das mãos, fazendo um breve movimento nas costas das mãos. - Tudo bem não precisa dizer mais nada - falava com o tom de voz calmo, logo tomando sua mão de volta ao lugar.

Juvia se sentia estranhamente bem ao lado dele, um toque cuidadoso como se a azulada fosse quebrar com algum toque brusco. Por impulso acabou agarrando aquela mão do loiro que se afastou, a trazendo de volta, - A questão é que Juvia não sabe deve presentear Gray-sama com o que planejava.

O loiro sorriu de maneira leve ao ter sua mão pega pela moça, respirou fundo antes que pudesse responder, - Quer me contar Juvia? Me disseram uma vez que é mais fácil desabafar com um completo estranho do que com um conhecido, talvez seja verdade. - O tom de voz dele não mudou nenhum instante continuou calmo e paciente dando de alguma maneira conforto para a azulada. - Juvia acha que Sting-san pode estar certo - respondia fazendo a breve pausa. - Gray-sama há um tempo atrás teve um descontrole, Juvia não entendeu muito bem pois parecia uma briga rotineira entre Natsu-san e Gray-sama, foi quando ele por acidente bateu em Juvia e disse coisas horríveis para ela, capaz de fazer partir o coração da Juvia. - completava fazendo o máximo para não chorar, pois era assim toda vez que ela se lembrava daquele dia.

Sting ficou quieto, não disse nada e nem queria atrapalhar a narração dela caso fizesse tal coisa era bem capaz dela parar e não ter coragem o suficiente para continuar e ainda sim aprendeu do pior jeito que não se deve interromper uma mulher falando ou você pode ter alguns danos na parte de baixo, seus olhos se arregalavam um pouco quando as seguintes palavras foram postas na mesma frase por ela, "Acidente, bateu". Em pensamento o loiro sentia pena da azulada por nutrir um amor tão bonito aparentemente e ser correspondida a ponta pés.

 Voltou a respirar fundo, mantendo a calma que estava tendo naquele momento, - E você não sabe deve presentear ele certo? - perguntou mesmo que já soubesse da resposta, bastava olhar para a azulada e concluir tal coisa.

Com voz baixa quase como um murmúrio ela respondeu, - Sim.- Sting ousou em sair da cadeira para secar a lágrima teimosa no rosto dela, contudo eles não sabiam que estavam sendo observados por ninguém menos que Gray.

O mago do gelo tinha feito de tudo mesmo para chegar rápido a Magnolia. Encontraria Juvia para conversar e quem sabe resolver tudo, todavia quando foi a sua procura disseram que ela tinha saído para o centro da cidade, ele não esperou mais nada saiu a procura da azulada em meio as ruas no instante que resolvia desistir tinha achado a sua menina com outra pessoa, um homem para ser mais clara um que por sinal ele não ia tanto com a cara.

Gray, observou de longe aquela cena toda. Dos momentos em que ele a fazia rir ou sorrir de maneira leve como de sua alma encontrasse paz finalmente. Ela devia sorrir assim para ele e para ninguém mais. Ah é ela não fazia isso pois o moreno a chutava como um cachorro sardento cheio de pulgas, aquilo doeu no coração de Gray, sentia cada vez mais apertado então resolvia tirar satisfações ali mesmo.

Saia de seu esconderijo atrás da parede de uma loja qualquer, andava com passos firmes até o suposto casal, colocou as mãos sobre a mesma e olhou ambos com certa repulsa, - Eu estava te procurando Juvia - falava com a voz levemente rouca.

Sting o tinha visto chegar e sabia que a presença de Gray naquele momento resultaria em merda, seu palpite foi certeiro quando o moreno se aproximou daquela maneira na mesa, o loiro primeiramente se levantou e foi até a azulada retirando-a da cadeira antes que o mago do gelo fizesse algo.

Ao ver tal coisa Gray apenas mordiscou a língua com certa força, - Juvia qual é a razão de estar com ele?Vocês estão saindo? - perguntava.

A azulada arregalou os olhos em pânico, parecia tão assustada pela figura do amado naquele lugar. No segundo em que Sting a tirou do conforto da cadeira a mesma buscou abrigo nos braços do recém amigo.

Sting como Gray olhavam a cena sem entender, então o loiro resolvia se manifestar, - Você não acha que isso não é da sua conta Gray? Afinal vocês dois não tem nada - dizia de uma maneira rude.

Gray olhava aquilo sem acreditar, Juvia a sua menina doce estava com medo dele se diminuindo a cada palavra que saia de sua boca.

Sting viu isso como uma chance de provoca-lo, - Mas já que está tão curioso assim - falava com certa irônia - Eu e Juvia estamos saindo sim.

Gray franziu o cenho ao ouvir tal coisa, desconfiado como era resolveu esperar a confirmação de Juvia essa por sua vez apenas se aninhava ao corpo do loiro assustada. - Certo - disse mordiscando um pouco dos lábios. - Vocês se merecem mesmo - nisso o mago do gelo já se colocava para ir embora.

Ele só não contava que a azulada saísse dos braços de Sting, para só então correr na direção dele. Bateu em suas costas enquanto murmurava, - Gray-sama é um idiota é um idiota-.

Os dois ficaram ali daquele jeito, por horas e quanto a Sting? Ele notou que sua presença ali não era importante por isso resolvia ir embora.

 


Notas Finais


Kisos babies ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...